Shri Raja Lakshmi Puja: A Deusa que governa os reis

New Delhi (India)

Feedback
Share

Shri Rajalakshmi Puja Delhi, Índia, 04.12.1994

Sinto muito por estar atrasada, Minha neta está um pouco doente… e Eu fiquei para fazer com que ela fique melhor. Primeiro Eu falarei em inglês e depois em hindi. Hoje nós vamos venerar Rajalakshmi, significa a Deusa que governa os reis. É uma coisa muito importante hoje entender… que algo basicamente deu errado… no funcionamento de nossos sistemas políticos… e por que as pessoas perderam seu senso de… justiça, lealdade e benevolência delas. Onde nós cometemos erro para que isso esteja sendo perdido? Não é somente na Índia, não é somente no Japão ou na Inglaterra… ou em qualquer outro lugar que achamos que há democracia. A coisa principal é que todos esses países, mesmo aqueles que conseguiram sua liberdade, começaram a seguir aqueles países… que supõe-se serem ricos e muito fortes e muito poderosos, como os EUA, como a Rússia, como a China, a Inglaterra, sem compreenderem até que ponto eles conseguiram… preencher as expectativas do que eles deveriam fazer. De qualquer forma, em um país como a Inglaterra, você vê a monarquia, o modo como ela tem trabalhado… é chocante, totalmente chocante. O modo como eles têm agido em relação aos seus ministros, como Cromwell, você sente como se algumas pessoas primitivas… estivessem tentando controlar algo. E os reis tão cruéis, rainhas tão cruéis, tão sem caráter, tão irresponsáveis. Eles não tinham nenhum caráter para serem reis e rainhas.

Não havia nenhuma entrega ao Princípio de Rajalakshmi do próprio ser. Então é claro, isso se tornou independente, e mesmo agora, Eu percebo as coisas tão estúpidas que eles estão fazendo. Mesmo na França, o presidente tem uma amante, eles correm atrás de dinheiro, um pouco de dinheiro aqui e ali. Há pessoas em cada pais que são… realmente de um nível muito, muito baixo… e que estão tentando cuidar do bem-estar social das pessoas. Também se você ler a história do Samurai… e de todas essas pessoas no Japão, vocês ficarão chocados. Eles achavam que não havia nenhum limite para eles, eles não tinham nenhuma conexão com o povo e o modo como eles se comportavam. Então você vai aos países comunistas, também o mesmo tipo de coisa. Lá também, aqueles que chegaram no poder… se tornaram realmente governantes tirânicos. Depois nós tivemos em outro lado, o sr. Hitler, que veio achando que não havia limite para ele mesmo. A Espanha, como vocês sabem, foi arruinada por Franco.

Não se consegue compreender como essas pessoas sem nenhum caráter, sem nenhuma qualidade mais elevada do que o resto das pessoas… podem cuidar do bem-estar das pessoas. É impossível. Eu devo dizer que em nosso próprio país, nós tivemos grandes reis, muito grandiosos, porque nossa herança é grandiosa… e nós tivemos santos que realmente governaram os reis. Por exemplo, Shivaji tinha um guru que era um grande santo, todos tiveram. Janaka tinha um guru. Todos tinham um guru. Até mesmo Shri Rama tinha um guru. Mas eles eram gurus verdadeiros. Eles foram as pessoas que realmente viveram a vida de santos, eles eram santos verdadeiros, por dentro e por fora. E as pessoas também aceitaram os reis que tinham histórico espiritual, aqueles que respeitavam as pessoas espirituais.

Assim, a tendência toda neste país era muito diferente… até um certo momento. Eu não sei o que aconteceu com eles quando os ingleses chegaram. A maioria das pessoas não gostavam… do modo como os ingleses estavam vivendo, o estilo deles, seus métodos, eles não apreciavam. Mas esses reis e rainhas de diferentes estados, eles começaram a sentir que eles são pessoas muito sofisticadas… e que nós deveríamos ter a cultura deles. E muitas dessas rainhas, as modernas, que fumam, que bebem, disseram-Me que isso foi ensinado por suas governantas… que vieram ou da Suécia ou da Inglaterra ou da Austrália. E elas assimilaram essas coisas. É claro, os homens também acharam que nós somos muito atrasados, esta é a ideia que eles lhes deram: “Vocês são pessoas muito atrasadas,” “vocês não sabem fumar, vocês não sabem beber,” “vocês não têm nenhum salão de bailes”, isso, aquilo. Mesmo nossos militares foram corrompidos com isso. Nos militares, todas as coisas de estilo inglês ainda estão acontecendo. Eu não sei quando eles pararão.

Eles não sabem nada sobre nosso país. Eles saberão sobre a Inglaterra, e você lhes pergunta qualquer coisa sobre a Inglaterra, eles saberão. Todo o sistema de educação veio através do inglês, mas tudo sobre a Inglaterra e a vida ocidental, do que sobre a vida indiana. Ninguém nunca se importou com as coisas indianas. Mesmo na medicina, a mesma coisa aconteceu. Ninguém quis prestar atenção em qualquer vaidya (ayurveda) ou qualquer um. Eles pensaram: “Oh, essas pessoas são primitivas inúteis, atrasadas.” Assim, mesmo um país que era realmente, Eu devo dizer, que tinha a espiritualidade governando na política, também decaiu desse jeito. Antes da independência neste país, Eu Me lembro, nós tivemos de lutar contra os britânicos, e que pessoas patrióticas tínhamos naquela época. Eu Me lembro uma vez que fomos assistir um jogo de hockey, e Meu pai sempre tinha uma bandeira nacional, naquela época, ela não era nacional, era uma bandeira do congresso, no carro. Então os soldados vieram, eles disseram: “Abaixe a bandeira.” Então Meu motorista desceu, ele disse: “Corte minha garganta primeiro e depois abaixe a bandeira.” Todos nós, as crianças, nos juntamos a ele e eles ficaram chocados, recuaram.

Tamanho entusiasmo, tamanho patriotismo surgiu naquela época… quando estávamos lutando contra essas pessoas. Mas eles nos dividiram e criaram um problema para nós. E vocês sabem, antes nós podíamos desfrutar… quaisquer frutos de nossa liberdade, nós estávamos lutando, nós estávamos divididos. Eu não sei quem culpar por isso. Se nós não tivéssemos aceito essa divisão, não teria havido nenhum problema. Mas eles a aceitaram. Agora, coitados dos habitantes de Bangladesh, são tão, tão, tão pobres. Se eles fossem unificados com a Índia, eles estariam muito melhor. E o que é o Paquistão? É apenas uma lugar vazio, nenhuma indústria, nada.

É por isso que eles ficam o tempo todo falando sobre Caxemira, Caxemira. Eles não têm nada. Em seu próprio país, as pessoas estão tendo conflitos, isso, aquilo, mas não há nenhum crescimento. Agora eles dividiram apenas a Índia. Agora aqui, depois de todo esse acontecimento, qualquer guerra, qualquer tipo de crise como essa, imediatamente muda o sistema de valores. Não que no ocidente não houvesse sistemas de valores, havia, mas a guerra os mudou completamente da mesma forma que na Índia também. Políticos, aqueles que perderam suas vidas nas lutas… ou aqueles que defendiam algo bom eram considerados como sem ideais. E as pessoas deram uma guinada de 180 graus, totalmente, uma guinada de 180 graus… e eles se tornaram muito egocêntricos, apenas preocupados com suas próprias coisas pessoais, suas famílias… ou talvez a acumulação de dinheiro… e a transferência de dinheiro daqui para a Suíça. Quero dizer, algo, quero dizer, Eu lhes digo, Eu passei Minha vida… com as pessoas que estavam lutando, lutando pela liberdade. Quero dizer, eles não conseguiam nem mesmo pensar nessas coisas.

Eu conheço Meu pai, Eu conheço Minha mãe, Eu conheço os amigos deles, Eu conheço muitas pessoas que estavam em nossa família que costumavam vir, muitos sikhs e muitas outras pessoas, até mesmo muçulmanos. Eles não conseguiam pensar em pegar dinheiro, quero dizer, isso era realmente considerado como muito baixo nível. Pegar para quê? Qual é a necessidade? Se você está satisfeito em seu coração com o que você queria, você obteve, você obteve sua liberdade, agora acabou-se. Mas o modo como essas pessoas que estavam totalmente por baixo, que não fizeram nada pelo país, não sacrificaram nada pelo país, apenas se elevaram ao topo e todas as pessoas boas caíram. Se você ler a história de Shivaji… ou de Rana Pratap ou qualquer um deles, Shalivahana, qualquer um, você ficarão surpresos ao ver como eles veneravam a Shakti. Todos os Kshatriyas veneravam a Shakti, e eles iriam até um ponto e não além. Até o ponto onde o dharma existia. Essa história, Eu não posso repeti-la para vocês.

Mas da maneira sutil, sentimos que… essa divisão de repente mudou a atitude das pessoas, ou Eu deveria dizer, aqueles que eram muito baixo nível… atingiram posição social mais elevada. Eu Me lembro que Eu estava aqui naquela época, na época da divisão, e Eu era casada e três pessoas vieram a Mim. Eu estava sentada do lado de fora no jardim, tricotando algo para Minha filha porque Eu estava grávida. Então eles vieram e olharam para Mim e disseram: “Podemos ter um quarto em Sua casa?” Eu disse: “Por que não, Eu tenho.” Era uma casa muito grande do Meu pai. “Eu lhes darei.” Eles disseram: “Precisamos por um ou dois meses, nós somos refugiados.” Eu disse: “Tudo bem, e ele tem uma porta externa,” “vocês não precisam nos incomodar e também há uma cozinha anexa…” “e um banheiro anexo. Vocês podem fazer o que quiserem.” Eu só ofereci. À noite, Meu irmão mais velho veio e Meu marido… e ambos eram amigos e ele simplesmente começou a gritar Comigo. Aquelas pessoas estavam na outra sala. “O que você quer dizer com manter essas pessoas?

Quem são eles?” “O que eles farão? “, e isso e aquilo. Eu disse: “O que eles farão?” “Eles podem roubar algo de mim.” “Então, o que há nesta casa para roubar?” “Eles são refugiados, parecem pessoas boas para Mim.” “Eu os aprovei por causa das vibrações, eles estão bem.” “Não, não, não, não, é melhor colocá-los para fora!” Eu disse: “Olhem para essas pessoas.” “Sem sequer falar com eles, conhecê-los, de repente,” “vocês estão lhes pedindo para saírem só porque eles são refugiados.” Então Eu senti que neste país uma nova onda tinha começado, em que um indivíduo não é respeitado se ele não tem dinheiro, ele não é confiável se não tem dinheiro. Na verdade, é o contrário, aqueles que têm dinheiro, é melhor você nunca confiar neles. E aqueles que não têm dinheiro são pessoas muito mais honestas… neste país do que as pessoas que têm dinheiro, que são todos trapaceiros praticamente. Então aconteceu assim e Eu disse: “Não, eles vão ficar aqui.” Eu bati Meu pé. Eu disse: “Esta casa Meu pai Me deu…” “e eles vão ficar aqui.” Coitados, eles ficaram por um mês, Eu acho, que deve ter sido muito embaraçoso. E enquanto eles estavam lá, muitos sikhs, naquela época era uma grande organização, sikhs e RSS eram uma organização, e eles vieram à Minha casa e disseram: “Nós ouvimos dizer que há um muçulmano morando com a Senhora.” Havia um muçulmano. “E vamos matar esse muçulmano.” Eu disse: “O que o faz pensar que há um muçulmano?”

“Nós obtivemos relatos.” Eu disse: “Errado, não há nenhum muçulmano na casa.” Eu lhe disse uma mentira. Então eles disseram: “Como vamos acreditar na Senhora?” Eu disse: “Veja, estou usando uma coisa (bindi).” “Eu sou uma senhora hindu. Como manterei um muçulmano em Minha casa?” “Nós todos estamos com medo deles e não há ninguém assim.” De uma forma ou de outra, acreditaram em Mim. Eu contei uma completa mentira, mas eles acreditaram em Mim. Eles tinham trazido muitas dessas espadas, com sangue. Mas Eu não estava com medo e Eu lhes falei de uma maneira muito determinada. Qualquer outra pessoa em Meu lugar teria dito: “Tudo bem, tudo bem, há um, vocês podem levar.” Então essas três pessoas, que estavam lá, saíram de Minha casa. e uma delas é uma atriz muito famosa, o outro é um poeta muito famoso… e o outro é um escritor muito, muito famoso.

E então aconteceu que… eles queriam fazer um filme sobre os jovens… e Eu era a presidente daquilo, vice-presidente daquilo, e eles queriam chamar essa atriz. Eu disse: “Não digam Meu nome a ela.” Porque Eu tinha perdido contato com ela completamente. Eu só disse: “Deixe-os em paz, onde quer que estejam, deixe-os em paz.” Não há nenhum – meio que, Eu nunca fiz nenhuma pergunta ou qualquer coisa. “Não digam Meu nome.” Eles disseram: “Por quê?” Eu disse: “Por alguma razão, simplesmente não digam a ela Meu nome,” “senão ela vai ser forçada a dizer ‘sim’, o que Eu não quero.” Então, quando eles foram até ela e lhe pediram, ela disse: “Eu devo ter um sari, eu devo ter um chappal,” “eu devo ter uma bolsa para combinar, eu devo ter isso,” “tudo isso vocês têm de pagar, mais tanto dinheiro, você terão de pagar.” Eles disseram: “A nossa organização é de caridade.” Ela disse: “Seja o que for.” Eu disse: “Tudo bem, deem-lhe o que ela pedir.” Então Eu fui para a cerimônia de abertura e ela Me viu… e ela não conseguia se controlar, lágrimas começaram a cair. Ela simplesmente veio e caiu aos Meus Pés.

Ela disse: “Como a Senhora está aqui depois de tanto tempo?” Então eles disseram: “É Ela que está fazendo este filme.” “O quê?” “Ela está fazendo este filme, por que vocês não me disseram?” “Meu Deus, meu Deus.” Ela não conseguia evitar, ela estava chorando, chorando, chorando, chorando. Eu disse: “Agora está tudo bem.” Ela disse: “Aceite dinheiro de mim.” “Eu pagarei por toda a produção do filme.” “Vocês não conhecem esta Senhora. Vocês não A conhecem.” “O que Ela fez por mim, ninguém teria feito, Ela fez.” Ela disse: “Ela nunca nos contou nada, como deveríamos saber?” Tamanha mudança que ela imediatamente telefonou para seu marido… e para esse grande poeta, todos eles vieram correndo e eles também. Mas um pequeno gesto bom de administração: aquela era Minha casa, dada a Mim por Meu pai.

Naquela época, é claro, Meu marido e Meu irmão… não sabiam confiar nas pessoas. Mas Eu confiei neles, totalmente. Eles ficaram dizendo: “Eles cortarão Sua garganta.” “Por quê?” “Por que eles cortarão Minha garganta? Para quê?” Eles estavam pensando todos os tipos de coisas estranhas. E a pior coisa que Eu senti foi que… eles estavam com medo porque eles não tinham dinheiro. Esse é o começo do fim, Eu acho. Em nosso país, essa luta por dinheiro começou depois disso. Sem dinheiro as pessoas começaram a sofrer muito.

Os pobres não se importam porque estão acostumados a isso. Seja qual for o dinheiro que eles tenham, eles comem e dormem. Eles não eram pessoas muito, muito pobres como eles são hoje, mas eles eram pessoas pobres, sem dúvida. Mas o que Eu percebi naquele momento… é que as pessoas que têm alguma posição ou algum poder… ou qualquer coisa assim estão literalmente com medo de todos os outros. Esse é o começo da nossa queda. Nós ficamos com medo. Aqueles que estavam no comando ficaram com medo: “Eu posso perder meu lugar…” “ou eu posso perder meu dinheiro, eu posso perder o meu poder.” Esse susto os deixou totalmente loucos. Supondo que Eu seja deixada sem dinheiro. E daí? O que acontece?

Todos esses pensamentos começaram a surgir depois dessa divisão, Eu senti que está em toda parte. Enquanto na Minha infância Eu lhes direi, Meu pai nunca trancava a casa, era uma casa muito grande, ele nunca trancava. E nós tínhamos um gramofone muito bonito com trompa, algo desse tipo. E um dia um ladrão veio e o roubou. Então no dia seguinte, nós descobrimos, Meu pai disse: “Coitado, ele gostava de música, então ele levou, não importa,” “mas ele não levou os discos, agora o que ele vai usar? Ele precisa ter os discos.” Então Minha mãe começou a provocá-lo, “Tudo bem, anuncie agora.” “Aquele que roubou nosso gramofone…” “deve vir e pegar os discos, eles estão disponíveis para ele.” É tão natural. Ele apenas sentiu: “Nós temos dinheiro, afinal, esse sujeito não tem dinheiro…” “e ele quer ouvir música.” Então Meu pai disse: “Tudo bem”. Por outro lado, ele era um advogado criminal. Meu pai conhecia a lei muito bem. Não era um tolo estúpido, mas ele não conseguia entender que aquele sujeito só levou o gramofone… sem os discos.

Ele disse: “Ele não deve ter encontrado, estava lá guardado e tudo mais.” Minha mãe disse: “É melhor anunciar.” Ele também era um político. Então, naquela época, o sentimento entre os políticos era de… como elevar o padrão dessas pessoas… que não estão tendo o que nós estamos tendo. Todas as pessoas que tinham dinheiro… doaram generosamente para muitas coisas. Quero dizer, na Minha região havia Rahbahadur Lakshminarayan, ele doou todo o seu dinheiro, tudo, para uma grande universidade. A maioria das coisas que aconteceram naqueles dias… foram feitas por pessoas caridosas. Quero dizer, eles nunca pensaram que nossos filhos deveriam ter tanto dinheiro, milhares e milhares e milhares, eles nunca pensaram assim. Seja qual for o dinheiro limitado que eles tinham, eles queriam doar…. e fazer algo bom aos outros. Então, quando Rajalakshmi, a Lakshmi que é A responsável… por cuidar da benevolência das pessoas, quando Ela age, as pessoas pensam que têm, nem sequer pensam, elas o fazem, automaticamente, elas estão lá para a benevolência. Elas não têm de dizer a si mesmas.

É apenas isto: elas sentem que é o trabalho delas; isto é o que elas têm de fazer: cuidar das pessoas, elas devem ser trazidas a melhores níveis de vida. Isso é o que elas pensam, elas não pensam como um partido político: “Quem está aparecendo? Quem matar?” Nada do tipo. Sob a influência da Deusa Lakshmi, que governa o lado político, nós podemos dizer, os reinos e tudo mais, a primeira coisa é a generosidade, a primeira coisa é a generosidade. Por exemplo, Mahavira estava meditando e enquanto saia, Sua roupa – Ele tinha um tecido em volta do Seu corpo, um dhoti e Ele tinha se coberto. E o tecido de cima ficou preso nos arbustos. Então Ele o cortou e saiu com metade da roupa, estava em Seu próprio palácio. Então Shri Krishna queria fazer Seu teste. Ele disse: “Veja, Eu não tenho roupas, Eu estou despido.” Ele veio diante Dele como um mendigo.

“Você tem isto, por que Você não Me dá esta roupa?” “Você pode ir ao Seu palácio e vestir Sua roupa.” Ele disse: “Tudo bem”. Ele a tirou e Lhe deu. E então Ele conseguiu algumas folhas e tudo mais, cobriu-se, foi para Seu palácio e se vestiu. Mas agora, esses jainistas, eles fazem a estátua Dele tão grande, insultam-No completamente… mostrando todos os tipos de partes íntimas sem sentido aos detalhes. Isto é o que acontece onde você não tem a veneração da Deusa. a Deusa é Shri Shobha. Ela é Aquela que adorna você. Ela é uma Mãe. Ela o adorna com joias, Ela o adorna com belas roupas, Ela é sua Mãe. Ela faz isso.

Por exemplo, Raja Janaka, Ele era o Rei, então Ele tinha de usar joias, Ele tinha de usar belas roupas, Ele tinha de fazer tudo. E quando Nachiketa foi até Ele, ele ficou bastante surpreso: “Por que meu guru o enviou para este rei…” “que está usando todos os tipos de roupas e isso e aquilo?” E Ele também tinha uma grande festividade com danças. Ele disse: “Ele não é um santo, então por que meu guru toca Seus Pés?” “Ele é um rei.” É claro que Raja Janaka sabia o que ele estava pensando. Ele disse: “Por que você veio aqui, Nachiketa?” Ele disse: “Eu estou aqui para obter minha Realização do Si.” Ele disse: “Você pode ficar com todo o Meu reino,” “mas não é fácil lhe dar a Realização do Si.” Ele disse: “Tudo bem, seja o que for que o Senhor disser, eu farei.” Então Ele colocou uma grande espada na cabeça dele e lhe pediu para dormir. Ele não conseguia dormir, de forma alguma. Então eles estavam tomando banho, Ele disse: “Venha e tome banho no rio.”

As pessoas vieram e disseram que havia fogo e todo mundo estava fugindo… e Raja Janaka ficou em Seu estado meditativo, Ele ficou sentado em silêncio. Nachiketa ficou um pouco angustiado. Então eles disseram: “O fogo está chegando aqui…” “e todas estas roupas vão ser queimadas.” Então Nachiketa correu para salvar suas coisas, mas ainda assim Ele ficou meditando. Então eles saíram e Nachiketa percebeu… que nada que estava lá foi queimado. Era apenas uma ilusão para as pessoas. Ele ficou impressionado. Então ele percebeu o que havia de errado com ele, que ele estava duvidando do próprio Poder Divino. Aquele que era Janaka, que era um rei, não estava preocupado com Seus próprios poderes, estas coisas são o quê? Porque Ele é isso hoje, tem de fazê-lo. Porque sou casada, Eu tenho de usar um mangalasutra.

Então isso é para o parampara, para o estilo tradicional, mas por dentro, Ele era um santo, muito elevado, alto nível de santidade. Quando acontece que você tem alguma posição social, algum poder, mesmo na Sahaja Yoga, Eu fiquei surpresa. Se alguém se torna líder, Eu não sei o que acontece com ele. É um mito. Não há nada como liderança na Sahaja Yoga, nada assim. É só um mito. Mas de repente as pessoas saltam. É o ego que fica mimado. Mas esse ego pode ser facilmente administrado se você venerar Rajalakshmi. Ela é a doadora de equilíbrio.

Em primeiro lugar, Ela monta no elefante. Não é fácil para uma senhora subir em um elefante, Eu fiz isso, não é fácil. Sem medo. E Ela se senta ereta com uma completa atitude equilibrada. E Suas bênçãos são imensas. A primeira bênção que a pessoa recebe é a assimilação da dignidade, a dignidade de um rei, a dignidade de uma rainha. Você é uma rainha, então você não pode se comportar como as mulheres de rua. Com a bênção Dela, antes de tudo, você adquire essa dignidade. Essa dignidade é cheia de amor, amor pelos outros. Essa personalidade não emite nada além… de amor e benevolência pelos outros, nada mais.

Onde quer que Ela olhe, em cada olhar de relance, Ela abençoa as pessoas. Ela não espera nada. Ela é uma rainha, o que você pode dar à rainha? Ela é a mais elevada de todas em todos os aspectos, O que você pode dar a Ela? Esses, todos esses políticos e todos esses chamados presidentes… de todos esses países são mendigos. O tempo todo: “Deem-me isso, deem-me aquilo”, como pessoas gananciosas andando por aí, são mendigos. Eles não são as pessoas que podem governar. Desejando ardentemente coisas. Então a primeira coisa é o sinal de que uma pessoa assim tem uma personalidade… que abençoa as pessoas, pensa na benevolência delas, cuida de toda e qualquer pessoa que apareça. Essa é uma bênção da Deusa.

Então a segunda bênção da Deusa… é que você desenvolve um tipo de temperamento, que é muito digno, mas também cheio de humor… e compreende como são as outras pessoas. Há uma história de um rei que estava indo em um cavalo… e ele encontrou um bêbado. Então, vocês podem dizer… que esse nosso bêbado pode ser comparado com nossos políticos. Então o bêbado parou. Ele disse: “Eu quero comprar seu cavalo.” As pessoas disseram: “Você sabe quem é ele?” “Sim, eu sei que ele é um rei.” “Tudo bem. E daí? Eu quero comprar o cavalo dele.” Ele disse: “Tudo bem, não hoje, amanhã nós lhe venderemos o cavalo.”

Então foi embora. No dia seguinte, ele foi chamado. Então ele veio com as mãos juntas, curvado. Ele disse: “O quê? Você era o que ia comprar o meu cavalo?” “O que aconteceu com você? Eu quero vendê-lo para você.” Ele disse: “Senhor, aquele que queria comprar está morto.” “Eu sou uma pessoa comum.” Que personalidade, que personalidade tão sólida, Eu deveria dizer, qualquer um teria ficado com raiva, teria dito: “Espanquem este homem!” “Coloquem-no para fora! Ele fala comigo desse jeito,” “comporta-se desse modo.” O que o rei disse foi notável. Porque ele sabia que ele estava bêbado, sabia que ele não estava em seu juízo. É por isso que ele estava falando assim. Não ficou com raiva dele, ele disse: “Tudo bem, venha amanhã, eu lhe venderei o cavalo.”

Isso só é possível se você tiver esta Rajalakshmi em você, caso contrário, você nunca se comportaria assim. Agora, e quanto aos políticos de hoje em qualquer lugar? Eles até mesmo atiram nas pessoas, eles matam as pessoas, eles as prendem, colocam-nas em dificuldades, quero dizer, todos os tipos de coisas, eles estão fazendo. Esses indivíduos não têm nenhum direito de chamar ninguém de criminoso. Mas nós aceitamos. Como em hindi, nós dizemos: “Aaj kal ka zamana hai aisa.” (Esse é o mundo atual) Nós aceitamos isso, aceitamos todas essas pessoas como nossos governantes. Então Rajalakshmi é Aquela que se sustenta no dharma. Ela se sustenta no dharma. Se houver um adharmi, então Ela não abençoará essa pessoa.

O adharmi deve ser retirado. Mas se ele não for, então fará de tudo para salvar essa pessoa. Mas se descobrir que a pessoa é adharmi, não salvará. É um tipo de discernimento divino que deve-se ter… em relação a com quem ser gentil e quem deve ser punido. Esse discernimento divino deve existir em uma pessoa, caso contrário, você pode jogar nas mãos de dez pessoas… que estão ao seu redor, ensinando-lhe algo, fazendo alguma coisa. Um dia Eu estava na região de Minha mãe, Nandgaon, e havia um senhor que impressionou muito nosso yogi. Eu apenas fiquei calada. Ele era um político importante… e ele Me disse: “Nós temos de fazer assim e temos de fazer.” Eu disse: “Tudo bem, tudo bem, tudo bem.” Então três, quatro professores da universidade vieram Me dizer: “Mãe, ele é um político, tenha muito cuidado.” “Ele é um homem muito mau, tenha cuidado com ele.” Eu disse: “O que vocês sabem sobre ele?” Eles disseram: “Ele é um político.”

Eu disse: “Há muitos políticos.” “Mas ele não é um bom homem.” “Mas o que vocês querem dizer?” Eu disse: “Agora sentem-se e Eu vou lhes dizer.” “Esse homem fugiu com a esposa de um brâmane.” Ele mesmo não é um brâmane e esta criança é dele com ela… e o quanto ele enganou as pessoas, Eu sei tudo. Eles ficaram chocados. “A Senhora sabe, Mãe?” “É claro. Eu sei de tudo.” “Então por que a Senhora permite que ele se aproxime de Você?” “Vocês acham que ele está perto de Mim?” Eu disse: “Vocês estão lamentavelmente enganados.” “Mas é bom que ele veio a Mim,” “porque ele tem perturbado as pessoas muito e Eu o corrigirei.” Enquanto algumas pessoas achavam: “Ele era uma grande conquista que temos”, e alguns deles vieram para Me dizer para ter cuidado com aquele homem. sem saber o que ele era. Esse tipo de discernimento divino tem de estar presente. Se um rei não tem esse discernimento divino, então ele pode punir o bom e ele talvez ajude as pessoas más. Mas esse discernimento divino desaparece quando você é egocêntrico. Este é o ponto principal: um completo desapego sobre o poder deve existir.

Desapego completo. Por que Rajalakshmi deveria se importar com alguma coisa? O que Ela ganha? Mas agora há alguns que paparicarão uma pessoa, isso, isso e aquilo, e depois eles acham: “Ah, nós estamos no topo do mundo!” Eles só paparicam, paparicam e paparicam… o ego de um político e ele acha que é um homem muito importante, então na eleição, ele não entende por que ele está no chão. Então, com essa dignidade, autoconhecimento, você sabe o que você é. O que quer que vocês Me falem, o que quer que vocês Me digam, Eu escutarei: “Tudo bem, tudo bem, tudo bem”, mas Eu não aceito nada como algo grandioso. Porque se Eu sou isso, o que há para ser grandioso? Agora supondo, isto é uma lamparina aqui. Então, isto é grandioso ou não grandioso? É uma lamparina. Então, se Eu sou a Adi Shakti, Eu sou a Adi Shakti, e daí?

Se você é um rei, você é um rei, e daí? Quero dizer, se você é um impostor, então você talvez sinta seu ego. Mas se você é realmente o rei, então você não sentirá. Se você está sob a influência da Deusa, então essa é a única coisa que você desfruta. O resto não é nada. Quer você tenha diamantes ou tenha prata… ou tenha qualquer coisa, não faz nenhuma diferença, de forma alguma. Agora, como as pessoas desvirtuam as escrituras, também devemos observar. Rajalakshmi está sentada no elefante, tudo bem, então eles devem ter todos os carros muito grandes. Ela está sentada no elefante porque o elefante é o animal mais alto. É muito gentil, muito misericordioso e tem uma memória imensa.

É por isso que Ela está sentada em um elefante. Ela não está sentada lá para se exibir. Mas Ela está sentada lá para ver ao redor o que está acontecendo, avalokan, Ela pode ver em volta o que está acontecendo, por estar em um lugar mais elevado. É por isso que é feito com que um rei se sente em um pedestal mais alto. Mas o propósito não é se exibir. Mas o propósito é… que a partir dessa posição, ele pode ver os outros melhor, ele pode estar atento aos outros. Se alguém consegue uma posição elevada, então eles acham que eles são os donos dessa posição. Tudo isso surgiu porque o cérebro ficou de cabeça para baixo, Eu acho. Como pode ser isso logicamente? Agora, se você está – este trono é dado, tudo bem, então com o trono, Eu sento nele, mas este trono não pode Me dar nada, Eu posso dar algo a este trono.

O rei tem de pensar que ele está fazendo um favor a todas essas coisas, que ele está sentado sobre elas porque ele é um rei. Pelo contrário, ele acha que todas essas coisas são importantes… porque algo está faltando nele ou o quê? E é por isso que quando eles vêm para fazer o Raj, eles começam a juntar coisas que são totalmente inúteis, entulham as casas deles, lares, tudo, com algo que é inútil. Toda a dignidade deles, tudo é em si um adorno sobre eles… e para mostrar que eles são reis. É claro, é dado a eles uma coroa, é dado a eles um grande colar, eles devem usar algo aqui, porque eles são reis. Mas esses não são realmente seus adornos, mas essas coisas ficam adornadas por um rei. Por exemplo, pegue um sujeito muito magro da rua, faminto, que é um mendigo, digamos por exemplo, e coloque esses adornos nele e todas as roupas de um rei. Coloque-o no palco, todo mundo talvez comece a rir. Ninguém pensará que ele é um rei, de forma alguma, porque ele não tem essa dignidade, não tem esse rosto, ele não tem esse corpo, ele não tem essa mente, ele não tem essa sabedoria. Então, como ele é um rei?

Por exemplo, havia um rei que tentou fazer seus sapatos de pérolas. Mas ele é parecia tão estúpido que quando Eu vi as pérolas, Eu disse: “Este é o único homem que pode pensar assim.” Ele era tão estúpido de se olhar. E garantiu que essas pérolas fossem colocadas em seus sapatos. Então, há muitas coisas assim hoje em dia… que todas essas pessoas estúpidas estão fazendo. Há grandes, grandes caricaturas sendo publicadas… e você pode ver por si mesmo como eles vivem estupidamente. Para Mim é uma grande diferença, Eu lhes digo. Uma grande diferença. Para eles, todas essas coisas são tão importantes… que se eles não têm, eles comprarão e as colocarão. Eu conheço um senhor que veio com uma guirlanda para o nosso programa, quero dizer, para o nosso jantar, Eu perguntei a ele: “Por que você está usando a guirlanda?” “Veja, afinal de contas, a colocaram em mim,” “então eu estou mantendo a guirlanda.” Nós não sabíamos o que fazer.

Nós indianos nunca aceitaremos uma guirlanda, em primeiro lugar, qualquer que um lhes dê, eles a colocarão, exceto para os Deuses, eles a tirarão imediatamente. Uma outra senhora que veio Me ver, ela disse: “Eu não entendo esses indianos,” “eu comprei uma guirlanda, eu a coloquei no meu pescoço,” “então todos eles ficaram rindo de mim na rua.” Agora, vocês indianos entendem isso, como é sutil, você não pode colocar a guirlanda, você não é Deus. Você não pode comprar uma guirlanda e colocá-la em seu pescoço e sair. De forma inata, você tem de ser isso. Então a pessoa que é de forma inata um rei tem as bênçãos de Rajalakshmi. Então o que Ela faz? O que Ela faz com um homem assim? O que Ela faz é primeiro… o nome dele ser escrito nos corações das pessoas que ele governa. Ela escreve com Sua própria mão. Eles o adoram, eles o admiram e tentam absorver as qualidades dele dentro de si mesmos.

Outra bênção de Rajalakshmi é… que Ela concede um tipo determinado de corpo, que tem uma coeficiência, que dá vibrações. Eles podem não ser pessoas muito egoístas… para fazer uma grande propaganda deles mesmos, falando sobre eles mesmos, isso, aquilo. Mas do jeito que são, onde quer que eles estejam, eles mostram. Nós tivemos muitos como estes em nossa época também. Talvez as pessoas não os aceitaram, talvez não estejam em lugar nenhum agora, alguns novos figurões parecem estar saltando mais. Mas seja qual for o nome escrito no coração do povo, são as pessoas que são abençoadas por esta Rajalakshmi. Então o que um político tem de entender… é que ele não tem de ganhar dinheiro, ele não tem de fazer um grande show sobre si mesmo. Ele não tem de fazer nada como… lavagem de dinheiro do país. Ele não tem de matar os outros que se opõem a ele, ele não tem de gritar com aqueles que o perturbam. Mas o que ele tem de fazer?

Ele tem de se lembrar disto: “Eu estou aqui pela fama de um bom homem.” Ele deve se preocupar com a fama que ele deixará depois de sua morte. Ele deveria se certificar que sua fama esteja segura. Por exemplo, veja Shri Rama, que era um rei da benevolência, não há dúvida sobre isso. Mas Sua própria esposa, quando alguém contestou: “Ela viveu com Ravana e como Ela pode ser pura?” Ele sabia que Ela era pura, ainda assim Ele decidiu que Ele A pediria para ir, porque para manter a impressão, para manter toda a imagem de um rei, Ele A mandou embora. Mas hoje em dia, você encontra o irmão de alguém empregado na América, a irmã empregada lá e ele fez – seu tio construiu uma casa grande… e sua esposa acumulou muito dinheiro. Está tudo acontecendo. Todo mundo falará isto sobre essa pessoa: “Ele é apenas orientado ao dinheiro,” “ele só gasta dinheiro em coisas absurdas e ele está apenas nos explorando.” Todo mundo falará, mas ninguém dirá na cara dele. Então o que você tem de se preocupar é com o absoluto caráter correto. Hoje em dia, esse é outro ponto. Todo político deve ter três, quatro amantes, caso contrário ele não é um político.

Como nós tínhamos Nawabs, tivemos um Nawab em Lucknow… que tinha 165 esposas. Ele pensou que se ele não tiver 165, as pessoas não o aceitarão como um Nawab. Então este é um outro complexo de inferioridade… que você deve ter algumas mulheres ao seu redor… de modo que as pessoas digam: “Que homem poderoso ele é.” Agora esses dias se foram, agora a Satya Yuga começou. Na Satya Yuga, Eu lhes garanto… que qualquer um que não seja abençoado por Rajalakshmi… terá de ir para a cadeia ou terá de deixar o assento, será expulso ou será, como eles dizem: “O homem que não tem amor pelo seu país será ignorado e totalmente esquecido após a morte.” Tem de ser assim. Todos eles serão expostos, sejam quais forem os truques que eles possam tentar. E eles terão a consequência de serem artificialmente os governantes. Mas autenticidade é o sinal de que a Rainha das Bênçãos, a Deusa Rajalakshmi, está residindo nessa pessoa. Na Satya Yuga, isso acontecerá, Eu tenho certeza. Mas mesmo na Sahaja Yoga, Eu encontro pessoas fazendo política às vezes, Eu fiquei impressionada. As pessoas pensam que política significa manter grupos, criar grupos, dizer coisas daqui para lá, de lá para lá.

Isso mostra que você é desprovido de coletividade. Uma pessoa que é um Sahaja Yogi tentará unir todos, porque o poder está na coletividade. Dividir a coletividade para qualquer coisa… é muito perigoso para essa pessoa, bem como para os outros. Então agora você entrou no reino de Deus, você está agora sentado na corte de Deus Todo-Poderoso. Aqui, é claro, como pessoas da corte, vocês têm de se vestir bem, sentar corretamente, devem ocupar seus assentos. Vocês têm de ser sistemáticos… e francos, leais, porque vocês são Sahaja Yogis. Vocês não são pessoas comuns. Vocês são pessoas especiais. Quantas pessoas neste mundo serão Sahaja Yogis? Vocês são pessoas especiais, então tentem se tornar instrumentos tão belos de Rajalakshmi, de modo que as pessoas quando elas os virem, elas votarão em vocês… e amanhã vocês governarão o mundo.

Eu não quero que vocês saiam da política ou entrem na política, mas vocês têm de primeiro obter as bênçãos de Rajalakshmi… e somente então vocês devem entender… o que há de errado com nosso país, o que temos de fazer, qual é o propósito, por que queremos nos tornar políticos, o que temos de fazer, nós temos de ter planos, qual é o seu projeto. Todas essas coisas agora, mova sua atenção de si mesmo para o exterior. Por exemplo, naquele dia, Eu recebi uma carta dizendo: “Meu pai está doente e minha mãe está doente, então meu filho está doente”, e isso e aquilo e aquilo e aquilo. Pessoas assim não podem fazer muito. Quando a guerra da independência começou na Índia, abandonamos nossos estudos, abandonamos nossos pais, abandonamos tudo, nós éramos muito jovens. Então agora vocês têm de saber que se vocês têm de realmente aderir à política, vocês têm de ter as bênçãos de Rajalakshmi, e para isso vocês têm de se construir… com essa dignidade, com esse senso. Eu os abençoo do Meu coração, de modo que em cada país, pessoas assim surgirão.

Que Deus os abençoe.