Marriage is meant to give joy

Temple of All Faiths, Hampstead (England)


Send Feedback
Share

“Marriage is meant to give joy”. Chelsham Road Ashram, London (UK), 29 November 1981.

O casamento é uma ocasião auspiciosa, é a ocasião mais auspiciosa na vida dos seres humanos.

Ele é auspicioso, é por isso que ele dá alegria… e as vibrações fluem… com essa auspiciosidade pelo mundo inteiro. A alegria dos Sahaja Yogis hoje na Inglaterra, em Londres… deve se espalhar pelo mundo inteiro. O casamento tem o propósito de dar alegria, tem o propósito de dar contentamento, felicidade… e todas as coisas bem-aventurosas que podemos pensar em alcançar… através de nossa combinação de dois seres humanos, nós podemos dizer. É um relacionamento muito próximo e pessoal, que tem de ser respeitado. Ele não é para ser de forma alguma desonrado… ou de forma imprudente ser desperdiçado. Aqueles que não conseguem respeitar seus parceiros na vida… nunca serão respeitados em nenhum outro lugar. Aqueles que tratam mal ou de alguma forma… tentam estragar a imagem de seus parceiros… estão ferindo a si mesmos. Tentem entender um ao outro, tentem adornar um ao outro, não a correção, mas o adorno. Como um ornamento, quando adicionado a uma personalidade adorna essa pessoa, da mesma maneira, tente adornar a outra pessoa. Assim, o decoro e a decência da vida… surge desse relacionamento auspicioso.

Isso deve ser preservado. O casamento é o elo que mantém a sociedade… em seu próprio lindo elo da Graça da Mãe. Abandone todas as suas ideias antigas, todos os seus assim chamados métodos modernos, pelos quais nós arruinamos nossas vidas de casado. Se você não consegue regozijar… sua própria esposa ou seu próprio marido, não há nada neste mundo que você consiga regozijar, porque o relacionamento é o mais íntimo e muito sagrado. Então vocês têm de esquecer que vivem independentemente, agora vocês vivem como uma única pessoa, uma única personalidade, sustentando a energia, complementando um ao outro em completa concordância. Isso cria essa paz de que estamos falando. Se os casamentos de duas pessoas não são bem-sucedidos, como podemos esperar que a nação inteira viva feliz? Pensem nisso. Nesse nível, as sementes da paz são semeadas. Assim, nós temos de ser pessoas sensatas, esta é a parte principal do casamento: até que ponto somos sensatos em relação ao casamento.

É fácil ter ataques de raiva, ficar com raiva, envolver-se em algum tipo de hábito indecente, indiscreto. Mas a pessoa que é sensata… nunca cruza um certo limite dessa decência. Uma vez que você cruze, é muito fácil cruzar novamente. Isto é o que lemos hoje sobre Rama: Ele é um maryada purushottam. A Maryada é o limite no qual a pessoa tem de se manter. Uma mulher tem de se manter em seu limite… e um homem tem de se manter em seu limite. Agora, achar que a mulher é dominada pelo homem… ou que o homem é dominado pela mulher… vem de um tipo de complexo e esse complexo deve ser abandonado. Vocês são mutuamente complementares. Vocês adornam um ao outro. Nunca falem mal de seus maridos e nunca falem mal de suas esposas.

Essa é a chave para ter uma vida de casado privativa. Se vocês começam a falar um do outro aos outros, essa privacidade, essa confiança está acabada. Assim, vocês têm de confiar um no outro. A confiança em Deus, os filhos absorvem quando eles começam a aprender de seus pais… o modo como eles confiam um no outro. Assim, vocês são o ninho onde as grandes crianças de amanhã… devem nascer, ser estabelecidas e crescer como grandes santos. Assim, é um grande acontecimento que nove casamentos tenham acontecido. Nove é um número muito auspicioso para Mim. Há nove planetas, há Nava Durgas. As Nava Durgas estão presentes. As Nava Durgas são as nove formas de Durga.

As nove formas da Mãe. E isso é algo tão grandioso que aconteceu hoje. É um dia muito bom e todos vocês… devem compreender o valor dos casamentos da Sahaja Yoga. Vocês têm de criar um casamento modelo para todos os ingleses, para todos os americanos, europeus e também indianos. Porque os indianos aprendem de vocês todas essas coisas. Se vocês têm casamentos modelos, eles se interessarão por casamentos modelos também. Então, é importante para as pessoas que vivem na Inglaterra… compreenderem a profundidade dessa ocasião… e o respeito pelo que vocês significam… para o universo inteiro e para a paz. A alegria é de vocês, é exclusiva. Mas na Sahaja Yoga, ela é tão coletiva, vocês puderam ver isso. Ela é tão coletiva, vocês têm tantos irmãos e irmãs… e todos nós estamos regozijando a alegria de… vocês casais que se uniram como marido e mulher.

Assim, a pessoa tem de entender que o casamento… não deve torná-lo bitolado ou egoísta… ou de alguma forma separado dos outros. Todos os relacionamentos são belos em suas próprias formas. Por exemplo, vocês têm irmãos e irmãs, vocês têm mães e pais, vocês obtiveram a Sahaja Yoga e tiveram filhos. A todos em sua própria forma deve ser dado o que eles merecem, o que eles têm de ter, qual a coisa correta a ser feita. O casamento lhes dá agora uma alavanca… para serem dhármicos, para serem morais. Isso os ensina como respeitar a castidade dos outros… e sua própria castidade. Nós temos de nos ensinar. Vocês sabem o quanto de dano já foi feito… por haver maus casamentos, divórcios. Nós temos de nos ensinar, nós temos de suportar os revezes um pouco, nós temos de educar, reeducar e… nos aperfeiçoar e não dizer: “eu sou assim, o que eu posso fazer?” Vocês têm de trazer glória para o sistema de casamentos, porque é o sistema estabelecido por Deus Todo-Poderoso, não é estabelecido pelos seres humanos, é uma ideia errada.

Ele é estabelecido por Deus Todo-Poderoso… para haver uma ocasião auspiciosa, onde uma coisa tão auspiciosa seja recebida, a santidade disso deve ser mantida… e deve ser feito de tal maneira… que seja um relacionamento muito decente. Toda a cultura, toda a beleza de uma vida benevolente… flui através de uma vida matrimonial feliz. Não vulgar, sem exibição, não medíocre, mas um companheirismo digno, gratificante, alegre, acolhedor, generoso. Eu tenho certeza que todos vocês compreendem a importância disso… e Eu tenho certeza que todos vocês devem ter se preparado… para esta ocasião. E Eu gostaria de ver entre todos vocês, quem realmente mostra a completa aceitação de seus companheiros… como parte integrante de seu ser… e a doçura com a qual vocês lidam com eles. Eu abençoo todos vocês. Todos vocês são santos… e santos se casaram aqui. Todos os anjos e todos os seres celestiais… devem estar cantando louvores a vocês. Assim, tomem cuidado e assumam, assumam suas posições, como dizemos em hindi “biraji”, assumir essa posição em sua plena consideração e glória. Todos nós estamos com vocês o tempo todo para ajudá-los a sustentar… seus relacionamentos.

Todos nós devemos nos certificar de que… sustentemos seus relacionamentos, fazê-los sentir a doçura da vida de casado. Toda a brincadeira, e tudo que somar ao seu relacionamento… e toda a alegria do seu companheirismo… devem fluir para nós como as ondas fluem em direção às praias… e novamente são repelidas de volta para o oceano, da mesma maneira, isso deve ser um dar e receber… e uma coisa tão bela. Para isso, a chave da vida matrimonial é a pureza. A pureza é a única forma pela qual você pode manter… a sua vida de casado totalmente bem. Seja o que for que aconteceu no passado, simplesmente esqueça. Agora começa a nova vida. Depois disso, não escondam nada de sua esposa ou de seu marido. Tudo deve ser contado, deve ser uma vida sincera. uma vida absolutamente sincera, extremamente pura. E essa pureza praticada todos os dias… será vista muito em breve na vida, que os casamentos sempre elevam uma pessoa.

Mas a pureza é a chave da vida de casado. E Eu espero que vocês se lembrem dessas palavras. Tentem manter sua mente pura. Não suspeitem de suas esposas, nem enganem, e vice-versa. Mantenham um relacionamento muito sincero… e aprendam como ser dessa maneira, seus filhos aprenderão com vocês… e não há tempo a perder agora para o mundo inteiro ser transformado, uma vez que aprendamos essa confiança. Não só no dinheiro, mas em todas as formas, uma confiança, uma completa confiança. Assim como você confia em si mesmo, você deve confiar no outro, que não é mais o outro. Assim, aqueles que se casaram antes, aqueles que são casados, que irão se casar, e aqueles que se casaram hoje, para todos eles, Eu os abençoo… com uma alegria muito profunda dessa compreensão, a alegria de sua pureza, a beleza deve fluir por toda a vida de vocês, eternamente. Que Deus abençoe todos vocês.