Puja de Aniversário: Tentem salvar tantos quanto for possível

Mumbai (India)

Feedback
Share

Puja de Aniversário Mumbai, Índia, 30.03.1983

Muitas pessoas sempre Me perguntaram por que Deus criou este Universo.

É claro, nós não devemos fazer perguntas a Deus. É fácil fazer perguntas a Mataji quando Ela está dando uma palestra. Mas Deus é uma Pessoa que está além das perguntas. E por que Ele criou o Universo… é algo parecido com “Porque Eu usei todas estas joias?” Quando Eu não estou habituada a usar joias, mas Eu tenho de fazer isso. Eu tenho de fazer isso apenas para agradá-los, ou podemos dizer que Deus criou esta Terra… apenas para agradar Seus próprios filhos, apenas para fazê-los felizes, apenas para fazê-los entrar no Reino de Deus, para dar tudo que Ele tem. Então Ele teve de criar esta Criação de tal forma… que Ele poderia criar Sua própria imagem, refleti-la e fazê-la desfrutar a si mesma. É uma apreciação muito mútua, como chamamos isso, “andolan”. Seja o que for que Ele faz por nós é para o próprio prazer Dele. Mas a beleza disso é que o prazer de vocês é o prazer Dele.

E o contrário é que o prazer Dele deveria ser o prazer de vocês também. Uma vez que isto se torne o fato, que o prazer de Deus se torna o prazer de vocês, vocês entram nessa bela arena de alegria celestial, swargiya anand. Somente se for uma iniciativa unilateral… ou um esforço unilateral, isso se perde. Os esforços humanos são unilaterais, mas os esforços de Deus são tais que não podem ser desfrutados… a menos e até que sejam refletidos. Portanto, seja o que for que Ele nos deu, nós não podemos enumerar, nós só podemos dizer que são bênçãos, porque é uma forma abstrata de dizer as coisas. Essa é a bênção de Deus, que Ele deu todas as bênçãos. É uma coisa abstrata, porque nós não podemos enumerar, não podemos dar uma forma a isso, não podemos dizer o que Ele fez por nós. E quando essa alegria da Criação Dele é sentida em nosso coração, uma vez que comecemos a desfrutar essa alegria dentro de nós mesmos, então ela se torna uma imagem completa. Quando ela está completa, vocês não podem descrevê-la, porque ela não é relativa. Vocês podem apenas desfrutá-la.

E é desse modo que a profundidade da alegria é descrita, que nessa profundidade, o que devemos dizer? Nós ficamos perdidos nela. A gota se tornou o oceano e o oceano se tornou a gota. Primeiro, o oceano se torna a gota e depois a gota se torna o oceano. E então o oceano tenta se tornar a gota. É um belo sistema de dar e receber, que só pode ser apreciado por pessoas… que provaram o néctar da beleza do Amor de Deus. É muito fácil dizer que Deus não existe. É a coisa mais fácil de dizer. Mas é ainda mais fácil desfrutar Deus do que isso. É a coisa mais fácil desfrutá-Lo, porque Ele está muito disponível.

Ele está tão ansioso. Todo o propósito da Criação é lhes dar alegria, lhes dar felicidade. Como hoje, quando Eu tive de ir ao banco, Eu fiquei Me perguntando: “Eu nunca usei essas joias em nenhum momento da vida…” “e hoje como chegou momento e Eu tenho de usar.” Eu apenas pensei nisto: “Isso é somente para Meus filhos”. Se Eu tenho de usá-las, o que isso importa? Somente para deixá-los felizes, o que isso importa? Se eles se sentem felizes, então Minha felicidade está completa. Mas vocês sentirem por Mim que Eu deveria usar, por si só mostra… que vocês queriam vê-las em Mim. É também a tamanha estima de sua bhakti muito sutil, o amor muito sutil por sua Mãe. Nestes tempos modernos, ter bhaktas assim em si é uma grande bênção para Mim.

Então quando dizem: “Mãe, nos abençoe”, Eu digo: “Vocês também Me abençoam”. Vocês já Me abençoaram com este lindo arranjo que vocês fizeram. A maneira como vocês se colocaram, entregaram-se para este grande puja. Porque tudo é um processo tão interdependente. Vocês fazem o puja. Eu não posso fazer o puja. Vocês têm de fazer o puja. Quando vocês fazem o puja, os chakras são despertados. Os Meus estão despertos, mas em vocês, eles são despertados. Agora, como explicar às pessoas qual é a importância do puja.

Se você ainda não provou o fruto de um puja, é impossível explicar. É em um nível mais elevado apenas… que a pessoa pode compreender todas essas coisas. Mas até agora, seja o que for que foi feito estava em um nível tão inferior… por pessoas de tipo tão baixo que tudo se tornou totalmente profano. Era tudo ação profana e por causa dessa ação profana, o próprio Deus está infeliz. Então Ele criou este Universo… para criar almas realizadas, não para criar pessoas inúteis, não para criar pessoas que não acreditam em Deus, que não acreditam na vida mais elevada, que não acreditam em levar uma vida de pureza. Ele nunca criou este Universo para elas. Elas estão apenas vivendo exatamente como pessoas mortas. Elas não são pessoas vivas. Então, aqueles que acreditam em Deus, aqueles que O veneram com toda a pureza, estão na verdade, de certa forma, dando bênçãos a Deus, porque é tão prazeroso para Ele ver que eles entenderam, que eles sentiram isso, que eles gostaram disso. Os Sahaja Yogis, alguns deles também têm problemas, não importa.

Mas enquanto o desejo for puro, sua Kundalini é pura, enquanto vocês sentirem que têm de trabalhar sua ascensão… de uma forma adequada, de uma forma entregue, tudo irá se tornar uma bela imagem completa. E para criar esse elevado Reino de Deus… dentro do nosso coração e fora, é preciso saber que os esforços de Deus são absolutamente completos. Ele criou vocês. Agora, apenas um pouco menos existe, que vem do outro lado. Ele criou este Universo tão belamente… e depois de criar este belo Universo, este Universo deve refletir Deus totalmente. Só isso. Então 50% do trabalho está feito. Apenas os outros 50% do trabalho vocês têm de fazer. Vocês não devem se preocupar se há pessoas… que não estão interessadas na Sahaja Yoga, aqueles que não irão meditar, aqueles que não irão fazer puja, aqueles que não desfrutam esta vida mais elevada. Simplesmente não se preocupem com eles.

Mas vocês devem saber que vocês são pessoas especiais… e que vocês têm de criar o núcleo, o corpo completo dessa parte que irá completar esta obra de grande fé. Hoje Eu estou tão encantada… que a velocidade de tudo caiu a zero para Mim agora. Nada está se movendo. Não há nenhum gati em Mim agora, tão encantada e maravilhada pela celebração de vocês, pela sua gentileza, que Eu simplesmente não sei como Me expressar. Tudo isso sugere uma imensa profundidade e gratidão… em seus corações por algo, Eu não fiz nada, seja o que for. Eu não fiz nada, porque Eu mesma não alcancei nada na vida. Eu era o que Eu sou. Eu serei a mesma. Eu não fiz nenhuma tapasya ou qualquer coisa. Eu não andei nem mesmo um centímetro para atingir Meu objetivo.

São vocês que se prepararam, que chegaram cada vez mais perto, exatamente como uma lâmpada pronta, um deepak, e se acenderam, se iluminaram por causa de sua preparação. É apenas sua própria ação que propiciou essa luz em todos os lugares. Vocês sabem muito bem que a luz não pode se espalhar no vácuo. Ela não pode se espalhar. Se há vácuo, a luz não pode se espalhar. É por isso que sem os Sahaja Yogis, Eu não tenho existência, de forma alguma. Eu não existo. Toda a Minha existência está aqui por causa de vocês. Eu não tenho nenhum sentido, não tenho trabalho, não faço nenhum trabalho, de forma alguma. Eu sou Aquela que é a mais “preguiçosa”… e que não faz nenhum trabalho, seja qual for.

São somente vocês que alcançaram isso, são vocês que se elevaram. Na verdade, seus aniversários devem ser comemorados, em vez dos Meus, porque Eu não estou ficando idosa nem jovem. Eu sou exatamente a mesma. Não há diferença de qualquer forma. E Eu acho que deveria ser o aniversário da Sahaja Yoga… que deveria ser comemorado hoje. Nós podemos dizer hoje, que faz cerca de doze anos e alguns meses… que a Sahaja Yoga foi iniciada publicamente, embora Eu a tenha iniciado há muito tempo, Eu não sei há quantos anos. Então, nesse estágio, nós temos de entender que… o puja é uma realização abstrata que só pode ser experienciada… e todos vocês devem se sentar com esse sentimento… de que nós iremos alcançar… o nada dentro de nós, sem nenhum ego, ausência de ego, o vazio, a pureza, de modo que a luz do amor inunde todas as áreas dentro de nós. E isso somente é possível quando, é claro, os chakras estiverem despertados. Isso irá dar certo e também vocês devem abrir seus corações completamente. Não duvidar de nada, não pensar em nada, mas apenas abram seus corações, apenas recebam isso com total fé e compreensão.

Vocês têm pessoas de todos os países, de muitos países. O mundo inteiro está representado aqui. Eu sinto que nós já atingimos todos os cantos do mundo. Neste dia, a única coisa que nós temos de declarar é: deixem a Sahaja Yoga se tornar Mahayoga em sua plenitude. Que todos no mundo inteiro reconheçam… que a Sahaja Yoga é a única maneira pela qual as pessoas podem ascender… em sua evolução e um novo mundo pode ser criado. E este tipo de desenvolvimento, que é um desenvolvimento coletivo, que não é do mundo exterior, mas do mundo interior, que gera as raízes desta Criação em uma nova dimensão, em uma nova personalidade, porque nesse momento, as raízes teriam alcançado a fonte, a fonte desse Amor Divino, desse Poder Onipresente deste Brahmashakti. Hoje Eu lhes pediria para que todos fizessem uma promessa: que todos vocês tentarão trazer mais pessoas para a Sahaja Yoga… e tentarão salvar tantos quanto for possível através de todos os seus esforços. Essa é a única coisa que se vocês puderem Me dar no Meu Aniversário, Eu ficarei muito grata. Que Deus abençoe a todos.