Makar Sankranti Puja, Let us be peaceful within

Suryavanshi Hall, Mumbai (India)


Transcript PDF
Send Feedback
Share

Makar Sankranti Puja Mumbai, Índia, 14.01.1985

Hoje nós estamos celebrando aqui… um dia especial chamado Makar Sankrant.

Para informação dos Sahaja Yogis estrangeiros, Eu lhes explicarei o que isso significa. [Shri Mataji explica em marathi que…] [Ela falará primeiro em inglês depois em marathi]. Isso significa o dia – hoje é o dia em que o sol… cruza do Trópico de Capricórnio para o Trópico de Câncer. É um dia muito importante para nós porque… agora durante o verão, nós temos a colheita, e aguardamos a chuva e muitas coisas que acontecem em cada país. O sol cai no ângulo correto neste país durante a estação do verão… e então nós damos as boas-vindas ao sol. Nós comemos algo, que vocês já devem ter comido, o que chamados de “til” e “jaggery”. Ele é para preparar seu corpo e sua mente… para fornecer o calor suficiente para receber o sol. Porque se você está vivendo na estação fria, então todo o seu corpo, mente se tornam letárgicos… e você também se torna às vezes… muito preguiçoso em relação às coisas, no sentido de que o dia é tão curto… que você não consegue alcançar muitos resultados. Então o corpo se tornou frio, como chamamos isso. Nós comemos essas coisas, que nos dão calor, então o corpo fica preparado para receber… o calor do sol para dar as boas vindas a ele.

Para superar a inércia estabelecida pelo clima frio… e também para revigorar a força do corpo, harmonizar com o sol, as pessoas adotam todas essas formas de saudar vocês, através das quais elas lhes dão algo que é criador de calor no corpo. Mas isso tem uma outra expressão muito sutil, que Eu percebo que é esta: quando eles lhes dão aquilo, eles dizem: “Agora coma til e gul e diga coisas que são doces, gentis.” Porque quando você está comendo til e gul, seu corpo fica aquecido e você se torna uma pessoa de canal direito. Quando você se torna uma pessoa de canal direito, você raramente fala docemente. Assim, isto é um contraste, eles lhe dão uma coisa para aquecer você, de modo que seu corpo fique quente, mas você deve falar docemente. Então há um aviso: você está comendo todas essas coisas, mas isso não significa que agora você monte em um grande cavalo do ego… e comece a açoitar todo mundo. É uma coisa muito sutil compreender que… quando nos tornamos com temperamento de canal direito, nós ficamos tão cobertos por nosso ego… que não sentimos que estamos ferindo os outros pelo que dizemos. Se há duas pessoas egoístas, elas podem lidar entre elas mesmas. Mas se há uma pessoa egoísta e um outro que é subjugado, então o subjugado será liquidado. É por isso que eles dizem que hoje é o dia em que começamos a falar… muito docemente. Mesmo se houver algum inimigo… ou alguém que não é amigável com você… ou houve algum mal-entendido, este é o dia em que dizemos: Tudo bem, comam isto e digam algo muito gentil.

Falem docemente uns com os outros. Mas somente hoje, Eu acho que recebi uma carta de uma Sahaja Yogini, que estava tão cheia de rispidez que Eu fiquei surpresa… ao ver como Eu recebi isso hoje. Não sobre Mim, mas sobre algum outro Sahaja Yogi. Portanto uma coisa hoje nós devemos decidir e fazer uma promessa: nós não vamos falar asperamente com um outro Sahaja Yogi, e falar com ele de uma forma como se ele fosse uma pessoa comum. Agora, vamos supor que ele seja um líder, então há mais razão para você respeitar. E se ele for um líder mais velho, então há mais razão para você respeitar. A primeira coisa que temos de aprender… é que nós temos de respeitar. Agora, o sol é tão respeitado neste país… que de manhã cedo, todas as pessoas se levantam… e dizem “Namaskar” para Surya com todos os Seus nomes… e fazem um tipo determinado de prática para mostrar que… elas estão completamente entregues à vontade de Surya. Quando você faz isso, então o ego não entra em ação. Agora, o sol, quando ele brilha aqui, ele lhe dá um sentimento… de que você tem de ser ativo, você tem de trabalhar muito arduamente.

Como um resultado disso, você talvez desenvolva ego. Mas quando você desenvolve ego, então ele circunda seu cérebro completamente, e quando o cérebro é cercado pelo ego, você não sabe qual caminho seguir, você não sabe o que é certo, o que é errado. Você não tem nenhum discernimento e nenhuma direção. Você faz o que te agrada, seja o que for que agrade o ego. E este é um dia em que o celebramos … de uma maneira para nos entregarmos a Surya, ao sol, que é, como vocês sabem, é a residência de Shri Senhor Jesus Cristo. Ele reside no sol. Assim, como Ele era humilde, como Ele era humilde residindo no sol. Quanto mais você viver no sol, deve haver muito mais humildade. É claro, Eu devo dizer, na Índia, as pessoas são mais humildes. Mas ainda assim, a qualidade do sol pode tornar você… extremamente arrogante e uma pessoa muito desagradável.

Essa pessoa desagradável pode realmente arruinar… todos os tipos de bons relacionamentos. Mas a pior coisa que nos acontece é que perdemos nossa integração. Porque quando dizemos coisas rudes a alguém, nos sentimos culpados, então temos um outro problema, nosso coração se sente mal, nosso fígado se sente mal, tudo fica perturbado. E então nos sentimos totalmente desintegrados. E desintegração é um sinal de não estarmos evoluindo de forma alguma… ou devemos dizer, de estarmos recaindo. A desintegração é uma coisa tão comum que vemos, em nós mesmos, nós vemos que lutamos contra nosso ego. Depois nós lutamos contra nosso superego, depois lutamos contra nosso coração, contra nossas emoções, e o tempo todo, nós ficamos lutando dentro de nós mesmos. Então pelo menos dentro de nós mesmos, nós deveríamos falar docemente neste dia. Então nós podemos começar a falar com os outros… muito, muito docemente. Agora, algumas pessoas acham que falar docemente… é um sinal de fraqueza.

Em alguns países, as pessoas acreditam que se você falar… com alguém docemente é um sinal de fraqueza. É a maior força de um Sahaja Yogi falar com os outros com respeito, com o protocolo apropriado e com a compreensão apropriada. Agora, por causa da arrogância, as pessoas também esquecem… qual é a situação delas, e esse temperamento sem discernimento… não lhe dá nenhum senso de direção. Você se move em todas as direções e não sabe aonde você está indo. Enquanto seu ego estiver satisfeito, você vai em frente com isso, e no momento em que você descobre… que você realmente se tornou um caso perdido, você não sabe o que você fez para si mesmo. Assim, a melhor maneira de vencer o seu ego… é falar docemente, antes de tudo. É uma coisa tão pequena a ser feita, mas isso o leva a essa síntese… de caráter dentro de você mesmo, antes de tudo, a à síntese de todos os belos princípios das vidas. Como por exemplo, você fala com alguém docemente, a pessoa talvez goste de você, ela talvez lhe diga algo, que talvez ela esteja sabendo, de uma importância muito grande para você. Se você falar com alguém docemente, então você pode ter a paz da mente, porque você deu paz a uma outra pessoa. Seja o que for que você dê a uma outra pessoa, aquilo você sente… dentro de você mesmo.

Mas se você fica discutindo… com uma outra pessoa, na verdade isso é o reflexo… da sua natureza briguenta dentro de você mesmo. Hoje há uma grande escassez e um grande apelo… e grandes organizações realizando as missões de paz. A missão de paz está dentro de você mesmo. Vamos começar todos nós, os Sahaja Yogis… que são grandes santos sentados aqui, a decidir hoje: nós vamos criar paz conosco e com os outros. Mas a coisa principal é: a paz não pode ser construida com brigas. Como os EUA e a Rússia querem decidir isso com mísseis, a parte relativa à paz. Eles dizem: “Vamos lutar. Até os que sobrarem, então eles podem viver em paz. Vamos todos aqueles que estão lutando matar uns aos outros.” Eles acham que essa é a solução do problema. É o oposto.

Vamos todos viver pacificamente… dentro de nós mesmos e dar paz aos outros, de modo que essa paz se tornará um núcleo para a paz do mundo. Portanto, a grande tarefa de vocês hoje é estabelecer… uma grande fonte de pessoas pacíficas. Nós somos muitos Sahaja Yogis aqui. Vocês estão sentados em completa paz e felicidade e alegria, vocês não sabem, vocês estão emitindo toda essa paz, canalizando-a e criando-a. Mas ainda há alguns que estão sofrendo de ego horrível, e com ego ferido, e eles estão tentando fazer algo… que eles nunca deveriam fazer, que é pensar nesse mesmo instante. Se você estiver pensando nesse instante, você não registrará… o que Eu estou dizendo, porque esta é uma outra característica… de uma pessoa que é orientada ao ego, que é não registrar. Você pode dizer qualquer coisa que você queira, mas eles não escutam. Eles ouvem o que eles querem ouvir ou eles não ouvem. Assim, esta é uma outra coisa que temos de decidir hoje: nós registraremos coisas ao invés de repreender. Vamos registrar.

Esse é um sinal de um caráter que quer saber, que quer saber mais. O critério da ascensão é a síntese e a integração. Um sujeito que não está integrado com outros Sahaja Yogis… não é um homem que ascendeu. Quem tenta dividir e falar de divisões: “Nós somos ingleses,” “nós somos alemães, nós somos indianos”, então eles não são Sahaja Yogis. Eles são indianos, tudo bem, mas não são Sahaja Yogis. Os Sahaja Yogis não têm nenhuma casta, credo ou nacionalidade. Nós temos de carregar nossos passaportes só porque… nós nascemos nesta prisão. Então nós temos de carregar nosso número criminal. Mas na verdade, vocês não precisam disso. Vocês não precisam de todas essas coisas.

Agora é para nós hoje decidirmos antes de tudo em nossos corações: nós adotaremos métodos pacíficos. Quando estivermos viajando, nós estaremos adotando métodos pacíficos. Qualquer um que estiver tentando provocá-los… ou tentando criar um problema ou dividi-los… em qualquer questão, seja qual for, fujam dessa pessoa… o mais rápido que for possível. Qualquer um que fale de paz, os pacificadores, grude nessa pessoa. Somente então você entenderá que você também está tendo paz. Você veio para cá para ter paz, não para criar problemas, ou para prestar atenção em seus problemas, mas sim para obter paz. Paz é uma natureza ou é a qualidade de seu Espírito. Assim, uma vez que você salte para dentro de sua paz, de algum modo, o que acontece é que você vai além da causa e do efeito. Você fica além da causa e do efeito. Então a causa desaparece e o efeito também desaparece.

Portanto, hoje todos nós viemos para cá… para venerar a paz, a interna e a externa. Vamos ser pessoas pacíficas. Não vamos nos juntar a grupos… que odeiam, que se vangloriam que querem odiar uma pessoa, querem criar um grupo, que dizem: “Nós somos os americanos” ou “nós somos isto”, apenas. Na Sahaja Yoga, você deve aprender com pessoas que avançaram, que progrediram muito. Por exemplo, Eu diria para todos os europeus, os australianos prosperaram muito. Não há nada para sentir ciúmes. Tudo bem, se os australianos tiveram êxito, tudo bem, isso é a glória de vocês. Então perguntem a eles como fizeram isso, como eles trabalharam isso. Amanhã, talvez sejam os americanos, Eu desejo muito isso, que façam o melhor, então vocês devem lhes perguntar: “Como vocês prosperaram tanto?” Essa é a maneira com a qual vamos viver.

Nós não vamos competir, não vamos ficar com ciúmes, mas nós vamos absorver tudo que é o melhor. Isso é a Sahaja Yoga. O que acontece é o oposto, Por exemplo, se eles descobrem algo, uma bomba não tripulada, então eles descobrirão alguma outra coisa… que é uma bomba com máquina menor. Não, isso é uma outra coisa. Nós desenvolvemos uma mente… que absorve tudo e então nós desenvolvermos uma mente maior, que dá tudo. Não há nenhum segredo na Sahaja Yoga. Todo mundo que conheceu algo melhor, que teve algumas boas experiências da Sahaja Yoga, deve contar. Mas então, com ego, Eu tenho visto, as pessoas começam a pregar: “Tudo bem, tente este método, tente aquele método” Não há nenhuma necessidade de fazer isso também, isso acontece por causa da falta de discernimento. Se você tivesse discernimento, teria sabido que isso não deve ser feito. O que não é para ser feito na Sahaja Yoga não é para ser feito.

Mas como você saberá quando você não tem nenhum discernimento? Como um navio perdido. Portanto você tem de observar como sua Mãe… agiria em tal situação… e então Eu tenho certeza de que você irá além da causa e do efeito. Assim hoje é o dia em que Eu também não deveria dizer nada… que de algum modo esteja ferindo alguém… e Eu estou tentando fazê-los sorrirem e rirem, mas vocês são tão sérios. Portanto hoje nós decidimos pela paz. Paz conosco, paz com os outros e é desse modo que nós veneramos o sol, Cristo, Aquele que foi o emblema, que foi o símbolo prático absoluto dessa paz. E uma vez que vocês compreendam isso, Eu tenho certeza… que vocês tentarão seguir isso ao invés de bater em todo mundo, ficar com raiva de todo mundo. Apenas esqueçam todas essas coisas. Vocês vieram para cá para ascender e seu ganho é o seu ganho. Sua briga não é o seu ganho, lembrem-se disso.

Sua discussão não é o seu ganho. O ganho é a paz que vocês alcançaram, o amor que vocês desenvolveram, a compaixão… que vocês podem emitir, a magnitude do relacionamento… e a harmonia que vocês podem passar aos outros. Este é o ganho que nós temos de receber hoje: uma mente, um coração como o de um leão, e não pessoas covardes. Não pessoas que ficam zangadas e isso, gabar-se de sua raiva. Esses dias se foram, nós nos vangloriamos de nossa paz, nos vangloriamos de nosso contentamento, nos vangloriamos de nossa glória e nos vangloriamos de nosso estado. E esse é o estado onde nós estamos agora no Reino de Deus. Que Deus abençoe todos vocês. [Shri Mataji continua a palestra em Marathi]