Birthday Puja, Don’t Feel Guilty

(Australia)

1985-03-17 Birthday Puja: Our maryadas, 70' Download subtitles: BG,CS,DE,EL,EN,ES,FI,FR,IT,LT,NL,PL,PT,RO,RU,SK,SQ,TH,ZH-HANS,ZH-HANTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Listen on Soundcloud: Download audio:
Transcribe/Translate/Verify using oTranscribe


Feedback
Share

Birthday Puja. Melbourne (Australia), 17 March 1985.

Eu estou muito contente hoje ao ver todos vocês celebrando o Meu aniversário, e também tendo o programa nacional no mesmo dia.

É uma boa combinação que nós temos no mês de março. Tem relação com a primavera na Índia, Madhumas, é isto o que vocês cantam, Madhumas. E como vocês sabem, dia 21 de março é o equinócio, então é um tipo de equilíbrio, e também o centro de todos os signos que vocês têm no horóscopo. Eu tive que atingir muitos centros e também, Eu nasci no Trópico de Câncer, assim como vocês estão no Trópico de Capricórnio, e Ayers Rock está no Trópico de Capricórnio, exatamente no centro. Muitas combinações tiveram que ser elaboradas. Assim, o princípio fundamental da ascensão é estar no centro, estar em equilíbrio, estar nas maryadas do centro. Estar nos limites do centro é o princípio fundamental. Assim, o que acontece quando não nos mantemos nos limites, nas maryadas? Então, nós nos bloqueamos. Se nos mantivermos nas maryadas, nós não podemos nunca ficar bloqueados.

Muitas pessoas dizem: “Por que ter maryadas?” Por exemplo, nós temos as maryadas, os limites deste belo ashram aqui e alguém os está atacando por todos os lados, por todos os lados do void, então, se você sai do void, você fica bloqueado. É por isso que você tem que se manter nos limites, e manter-se nos limites é difícil quando você tem dois problemas: um é o ego, o outro é o superego. Agora, no Ocidente, o superego não é um problema tão grande. O ego é o problema, e ele tem implicações muito, muito sutis agora. Eu posso ver os estilos complicados de egos que nós temos. Um é grosseiro, como o estilo de Khomeini, que é rude, é óbvio, é evidente, todo mundo pode condenar. Esse tipo é aquele em que ou a pessoa corrige ou é completamente destruída. Mas o ego, se for de uma pessoa estúpida, então ela se comporta desta maneira, só que ela não sabe como esconder o ego dela com sofisticação. Mas o ego ocidental é extremamente sofisticado; a linguagem, tudo, é muito sofisticado.

Como por exemplo, na língua inglesa, nós diríamos: “Eu receio ter que lhe dar um tapa.” “Eu sinto muito ter que matá-lo.” É uma coisa tão sem sinceridade, vejam, uma vez que você diga “sinto muito”, significa que você cobriu isso com chocolate, não é? Uma tamanha camuflagem, vocês devem entender. Vejam, nós temos que nos encarar como nós somos. Nós não podemos ficar encarando alguma outra coisa. Mas isto é exatamente o que acontece com a sofisticação: nós evitamos encarar a nós mesmos. Hoje, embora o dia seja de celebração, então com todo humor, nós devemos compreender que coisa estúpida é isto que chamamos de ego. Com todo humor, não com seriedade, pois Eu não quero que vocês novamente se sintam culpados. Eu estava explicando de manhã como o ego torna-se o Vishuddhi Esquerdo.

Quero dizer, mesmo antes de ir para o anfiteatro, com Minha atenção no salão, Eu fiquei com um grande inchaço aqui, exatamente aqui, doloroso, horrível, insuportável. Quero dizer, o tempo todo, isso tem estado presente desde que Eu vim para o Ocidente. Vocês podem imaginar? Isso nunca desapareceu. Assim, este chakra está trabalhando o tempo todo, pobre coitado, está tão cansado agora, o chakra de Vishnumaya. Então, o que realmente acontece é que nós devemos observar o lado físico dele, é muito importante compreender isso. Vejam, desde a infância, se nós somos educados numa sociedade como esta, em que você é extrovertido, em que você tem que alcançar algo, algum sucesso ou isso e aquilo, então a ideia de força é transmitida a você, a ideia de que é fraqueza tolerar alguma coisa. Imaginem, nas nações cristãs, esta é a melhor parte: “Sinto muito, eu o matarei”, esse tipo de coisa. Em uma nação cristã, vejam, eles têm isto, esta teoria de que é uma fraqueza se você tolerar alguma coisa; é uma fraqueza se você for dominado por alguém. Você nunca pode ter sucesso se você fizer isso.

Assim, a menos e até que você seja possuído, você nunca poderá ser obediente. Isso é o que acontece. Você tem que ser possuído por alguém, totalmente possuído por alguém como Hitler, então você pode ser obediente. Caso contrário, todo mundo tem um ego enorme, como a história que lhes contei do lixeiro. Portanto, todo mundo tem um ego muito, muito grande. Todo mundo quer ter seu próprio estilo, e desde a infância, vocês mimam muito seus filhos, vocês os estragam, os estragam completamente. O tempo todo, vocês irão abraçá-los, vocês irão segurá-los, vocês farão muito isso, as crianças ficam mimadas. Elas acham que não há limites para elas e depois, no auge disso, se vocês lhes disserem que não tolerarão nada, elas se tornarão desobedientes. Portanto, vocês não sabem como obedecer os outros de forma alguma. O ego não sabe como obedecer, porque “isso é fraqueza”, “obediência é fraqueza”.

Assim, este pobre coitado do ego tem algo bem limitado. Isto é, esse ego tem um balão, que é limitado. Mas ele estoura quando você tem paralisia e todas essas coisas, ele de fato estoura, mas ele é flexível também. Assim, quando o ego começa a ficar muito em cima do superego, então o superego pode aumentar até um certo ponto, ele também está lá. Assim para livrar-se do ego, as pessoas bebem, tomam drogas, apenas para recuá-lo, então aumentam o superego para que o ego reduza. Portanto, vocês estão jogando entre os dois, depois vocês têm uma ressaca, então ele continua assim, vejam, funciona. Essa é a solução moderna que eles encontraram para o ego, tudo bem. Caso contrário, o ego fica exagerado. Quando alguém diz alguma coisa para você, ao invés de enfrentar corajosamente isso… Vamos supor que você pense que não foi capaz de achar, digamos, um copo para Mim, uma coisa simples assim, tome isso como exemplo. Você fica emburrado.

Por quê? Por que deveria ficar emburrado por isso? Porque há outro lugar onde este ego pode ir. É quando você muda de direção, aqui ele atravessa o Vishuddhi Esquerdo, então quando ele é suprimido pelo outro lado, ele penetra naquela parte do Vishuddhi. Então depois, você fica com o Vishuddhi Esquerdo bloqueado, isso não é nada mais do que puro ego. Acreditem em Mim, é puro ego, porque ele não tem outro meio para entrar, ele vai lá. E é desse modo que você fica emburrado e pensa. Pensa, então você fica com mais ego, você enche o seu lado esquerdo e fica emburrado. Você nunca enfrenta. Agora, o meio prático para o canal central ser estabilizado é ficar na realidade.

Agora, você deve desenvolver isso como um hábito. Vamos supor que algo deu errado, diga para si mesmo: “Sim, isso deu errado,” “porque cometi um erro.” “Tudo bem, por que eu cometi esse erro?” “Por causa disso, então na próxima vez, não cometerei.” Mas é muito fácil evitar tudo, chegar a este ponto e desfrutar o seu ego sentindo-se triste. É uma condescendência. E os outros também pensam: “Oh, ele sentiu muito e disse:” “‘Eu sinto muito por ter matado você’, vejam,” “ele está desolado por isso.” Sim, Eu tenho visto. Isso tem ido tão longe nas mentes dos ocidentais que há leis que realmente perdoam pessoas que nunca deveriam ser perdoadas. Eles também tentam perdoar as pessoas por causa deste Vishuddhi Esquerdo despropositado, que afunda no canal esquerdo.

Você sente compaixão por essas pessoas, que não deveriam ser perdoadas. Como por exemplo, há um sujeito que matou muitas pessoas, colocou-as em câmaras de gás, coisas assim. Ele está preso agora, ele agora é um fardo, um grande fardo como um prisioneiro mantido em algum lugar porque eles têm que manter tudo muito bem trancado, e isso e aquilo. Então manter um cachorro desses lá foi muito difícil para os ingleses, mas eles estão mantendo este único prisioneiro. Eu esqueci o nome dele, um sujeito horrível, quem quer que seja ele. Agora, ele tem ficado lá, ele está velho. Deixem-no morrer lá, o que há para se ter pena? Apenas deixem-no lá e acabou-se. Ele matou muitas pessoas. “Não, mas como você pode fazer isso?”

Você tem que manter esse cachorro lá, embora ele esteja gastando o dinheiro de todas as pessoas, embora ele tenha matado milhares e milhares e milhares na câmara de gás. Ele é um sujeito tão horrível que não se deve ter nenhuma pena dele. Pelas Leis Divinas, ele seria aniquilado num piscar de olhos. Ele está esbanjando todo dia, mas mesmo agora, Eu li artigos em solidariedade a ele: “Agora, o que ele irá fazer de errado? Por que não deixá-lo em paz?” É desse modo que vocês fazem o jogo de pessoas horríveis através de seu Vishuddhi Esquerdo, em primeiro lugar. Assim, este Vishuddhi Esquerdo não é nada mais do que puramente, puramente ego e então você inclina sua cabeça deste jeito, você anda deste jeito. Agora, com este Vishuddhi Esquerdo, embora você tenha muitos, muitos problemas físicos, o pior de tudo será a loucura. Outro dia, alguém Me contou que com 40 anos de idade, agora nos Estados Unidos, as pessoas estão repentinamente ficando loucas. E é uma doença de grandes proporções, exatamente igual àquela que eles têm, àquela doença horrível chamada AIDS, daquela maneira, ela está se espalhando.

Agora, Eu devo lhes falar como sua Mãe, muito claramente, que esse é o papel que esse horrível Vishuddhi Esquerdo desempenha. Não se entregue a isso. Se você tem um ego, é por isso que existe esse problema de Vishuddhi Esquerdo, enfrente-se. Como por exemplo hoje, Warren veio e Me disse: “Quando nós vamos à Índia, nós achamos que seja o que for” “que sugerirmos às pessoas, elas primeiro começam com ‘não, não.'” Assim, na verdade, este “não, não” é porque nós fomos educados de uma forma diferente, vejam, nós fomos educados para enfrentar isso. É por isso que os indianos nunca se sentem culpados. Se eles se sentem culpados, tenham certeza de que são ocidentalizados. Eles nunca se sentem culpados. Então, naquele momento em que eles dizem “não” a algo, 99% das pessoas, não as que vivem nas cidades, elas são do mesmo estilo daqui, porque vocês as “abençoaram”, mas nos vilarejos, vejam, elas falam para si mesmas: “Não, não, como eu poderia ter feito isso?” “Tudo bem, se eu fiz isso, é melhor eu corrigi-lo.”

“Não, não”, começa com “não, não”. Mas um ocidental poderia ouvir este “não, não” e pensar: “Ele está simplesmente socando meu ego.” Porque esse ego ainda está lá para dominar os outros, esse ego ainda pensa que eles são organizadores muito melhores, esse ego ainda pensa que são pessoas mais limpas do que os outros, que eles são pessoas superiores aos outros. Todo esse ego pensa desse jeito, e o forma gradualmente e você vive no topo, como um balão ou um aro que está inflado o qual você mantém na superfície, e é por isso que não quer que o ar saia, porque você sabe que mergulhará em si mesmo. Então você vive disso e começa a pensar que sabe melhor as coisas, alguém diz alguma coisa para você, você se sente ferido, novamente o Vishuddhi Esquerdo. Se a Mãe disser qualquer coisa, novamente o Vishuddhi Esquerdo. Assim, vocês já formaram uma bolsa lá, estando no Ocidente. Nós devemos nos encarar como nós somos. Agora, essa bolsa está lá, então qualquer coisa que Eu diga…, mesmo se Eu estiver dizendo agora, vocês não devem se sentir culpados. Vamos ver, não se sintam culpados.

Permaneçam em seu Espírito, então vocês verão a si mesmos e poderão se desbloquear. Se vocês virem através do ângulo do seu Espírito, vocês desbloquearão isso que vocês têm acumulado desde muito tempo. O Vishuddhi Esquerdo é o problema atual do Ocidente, Eu lhes digo. Todos esses problemas estão surgindo do Vishuddhi Esquerdo, mas não é de forma alguma que eles sejam subjugados, pelo contrário, a qualquer momento esse Vishuddhi Esquerdo pode aparecer inesperadamente de novo no ego. Eu tenho visto que isto é muito comum no Ocidente, as pessoas estão andando honestamente, tudo está bem. Mesmo nas cidades da Índia, nós temos visto isto, vocês os tornam pessoas de confiança, de repente, eles “sobem no cavalo”. Eu disse: “De onde eles “subiram no cavalo”?” “De onde veio este ego?” Estava tudo armazenado aqui, vejam, tão logo eles se tornam pessoas de confiança, a coisa toda volta e eles ficam sentados como John Gilpin no cavalo, indo rápido e Eu começo a olhar para eles, aonde eles estão indo? Eles estavam exatamente lá, desapareceram, truques de desaparecimento.

Simplesmente não consigo entender por que isso acontece. Mas depois de penetrar nos problemas, Eu percebo que apenas ao entrar no anfiteatro, você fica com o Vishuddhi Esquerdo bloqueado. Mas observem as crianças, vejam, desde a infância, não as ensinem a dizer o tempo todo: “Desculpe, desculpe.” Os nossos Parsees na Índia têm muita artificialidade por causa de vocês, muita. Então, de manhã, nós nunca queremos ver um Parsee, porque de manhã cedo, ele virá e começará a dizer: “Desculpe, desculpe.” Isso não é auspicioso. “Maafkaro, maafkaro”, as pessoas dizem: “Baba, venha à tarde, este não é o momento;” “é de manhã, não comece com isso.” Nós não falamos desse jeito, não é auspicioso. Você abre a porta e tem alguém em pé dizendo: “Maafkaro”. Para quê?

O que Eu fiz? O que vocês fizeram para falarem deste jeito? O tempo todo pedindo desculpas, para quê? Vocês não querem ver o rosto de alguém que pede desculpas de manhã, vocês querem? Querem alguma coisa agradável, boa, vindo cumprimentar vocês, aqui é este: “Maafkaro, maafkaro, desculpe, desculpe, desculpe.” É uma coisa muito comum não querermos encontrar um Parsee de manhã, a razão é esta: se você encontrá-los de manhã, o dia inteiro você ficará mal, você viu alguém que pede desculpas demais. Mas isso… não é um pedido de desculpa, eles são pessoas extremamente egoístas. Se você estudar o caráter deles, eles são muito egoístas. Assim, temos que entender isto: quando começamos a lidar com nosso ego, nós devemos lidar diretamente com ele. Nós não somos o ego, nós somos o Espírito.

Diretamente. “Oh, eu entendo. Isso foi errado, isso foi feito não por mim,” “mas por esse corpo. Agora venha. Não, não, é melhor ficar bem.” Fale consigo mesmo: “Não, não, é melhor ficar bem.” É desse modo que lidaremos com isso, porque o que está Me espantando é este Vishuddhi Esquerdo. Porque quando Eu pensei nessa doença, Minha atenção foi para o Vishuddhi Esquerdo. Imaginem as pessoas ficando loucas. E a maioria das pessoas egoístas, Eu noto que tornam-se estúpidas por causa disso.

Elas são estúpidas, elas se comportam estupidamente, E as pessoas egoístas só se entregam às drogas e às bebidas em excesso porque elas conseguem suportar isso. Vamos supor uma pessoa que tem muito superego, vamos supor que um homem que está possuído entregue-se às bebidas, ele morrerá em pouco tempo, ele não viverá porque ele está mais jogado para aquele lado. Mas as pessoas egoístas podem suportar, quero dizer, uma pessoa que não é egoísta, como um indiano, se ele tomar uma vodka, ele vai “explodir”, totalmente, não será achado em lugar nenhum, perdido. Mesmo no setor de achados e perdidos, ele não estará lá. Mas é este ego de vocês que tem resistência ao superego e é desse modo que vocês lidam com isso. É por isso que as pessoas bebem, não tem nada a ver com o clima frio ou algo assim, é mais o seu ego. Agora, quando você diz que é canal esquerdo, às vezes você comete um grande erro. Você não é. Você vive com esse mito, porque é desse modo que você consegue justificar o seu ego. Porque basicamente, os ocidentais são egoístas. Nós temos que aceitar esse fato.

Nós não somos ocidentais, nós pertencemos ao Reino de Deus, então não se sintam culpados. Vocês não são mais ocidentais. Para Mim, vocês não são indianos, nem ingleses, nem australianos, vocês são Meus filhos. Mas, algumas dessas coisas estão ficando aí, então tomem cuidado com o que Eu estou lhes dizendo, isso acontecerá um pouco a todos vocês, mas não muito. Então, tomem cuidado. Isso está fora, fora das maryadas, onde se vocês saem um pouco delas, vocês percebem. Assim, aqueles que acham que também são canal esquerdo, são somente pessoas possuídas. Devido ao fato de que eles são possuídos, é por isso que eles tornam-se canal esquerdo, senão eles não seriam. Pelo temperamento, eles não são, porque não há nenhuma tradição, não há nenhum condicionamento aceito, nada, não há nenhum condicionamento neles de qualquer tipo. Assim, dificilmente é encontrado algum tamasika no Ocidente, é difícil de ser encontrado.

Então, o que nós temos são pessoas que são egoístas, mas que ficam possuídas. Essas possessões tomam conta de seu ego, e elas atuam através do seu ego. Assim, elas são muito mais perigosas do que os tamasikas comuns. Vejam, um tamasika comum que ainda assim fique possuído, ele morre em pouco tempo. Do contrário, ele apenas incomoda a si mesmo. Ele fica com dores no corpo, arranja todos esses problemas para si mesmo. Mas quando uma pessoa que é egoísta está também possuída, então ela se torna uma pessoa problemática. Se as pessoas beberem na Índia, vocês ficarão surpresos, elas se tornarão pessoas muito gentis, extremamente pacíficas, muito calmas, muito boas. Algumas mulheres Me disseram: “Nós queremos que eles bebam, porque eles ficam melhores.” Mas aqui não, eles se tornam violentos, por quê?

Porque já existe a base para o ego e essas possessões que entram, provenientes do canal esquerdo ou do canal direito, seja o que for, tomam conta do ego. E elas atuam através do ego também. Então, essas pessoas tornam-se cruéis, autoritárias. Quero dizer, todos os alemães foram conduzidos desse jeito. Todos eles foram possuídos por bhoots do supraconsciente e todos eles se comportaram dessa maneira brutal. Imaginem algum ser humano, um ser humano, matando milhões de pessoas na câmara de gás. Vocês podem conceber isso? Quero dizer, você não consegue nem mesmo ver uma galinha sendo cortada na sua presença. Como você consegue ver tantas pessoas simplesmente lá, sendo envenenadas com gás diante de você, tentando escapar das câmaras de gás? E todas as câmaras eram transparente, então você podia ver as pessoas.

Vejam a que nível de crueldade eles podiam chegar. Como? Eles estavam possuídos, e possuídos por uma índole egoísta. Então, esses bhoots também usaram o ego das pessoas e fizeram isso. Assim, nós estamos no centro, nós somos pessoas que ascenderam ao nível de Deus. Nós não temos o direito de ter Vishuddhi Esquerdo em nenhum caso. Nós não temos nenhum ego. Onde está o ego? Está liquidado. Onde está o superego?

Liquidado. Então, se houver ainda que seja algo escondido disso, você simplesmente o enfrenta. Por que você se sente culpado? Para quê? É uma insensatez. E é desse modo que você se livra disso. Porque Eu tenho visto que os Sahaja Yogis também, de repente, dilatarão o nariz; seus olhos saltarão; de repente, eles falarão desse jeito e Eu tomo um susto. Eu disse: “Qual é o problema? Ele era uma pessoa normal.” “Porque ele está falando deste jeito agora?”

O motivo é que esse ego escondido de repente salta para fora e se revela. Isso acontece com muitos indianos também. Aqueles indianos que moram na cidade são horrivelmente egoístas. Vocês os “abençoaram” com isso, como Eu lhes disse, então eles se comportam da mesma maneira. Mas, porque existe a tradição de se manter no centro em qualquer país – como a China que tem a mesma tradição, Eu tenho visto, a China tem a mesma tradição – Eu nunca os vi dizerem: “Desculpe, desculpe, desculpe.” E eles nem mesmo discutem. Os russos têm sido muito maus com eles. Eles dizem: “Tudo bem.” Nós falamos com eles… nós perguntamos a eles: “Por que vocês se isolaram dos russos” “Esqueçam isso.” Eles nunca criticam, sentam e criticam: “Eles fizeram assim”, ou se irritam com isso ou pensam nisso, nada.

Por exemplo os indianos, agora vocês ficarão surpresos, nós temos uma lei em que não devemos fazer nenhum filme contra os ingleses. Vocês podem imaginar? Porque eles deixaram nosso país de boa vontade. Mesmo os quadros de Shivaji não são permitidos, porque talvez isso irá mostrar que os muçulmanos são maus. Nós chegamos a tal ponto. Esqueça isso, esqueça isso, esqueça isso. Quando você começa a pensar naquela pessoa, o seu ego leva um golpe. É um ego que fica ferido. Agora vocês podem encher este balão através de dois métodos, talvez vocês saibam disso, soprando-o ou retirando todo o ar que está fora, ou até mesmo batendo. Assim, o ego ferido está onde a parte externa está ficando vaga e o balão está aumentando, e o outro ego, o ego inflado, é aquele em que o balão está cheio com esse ar.

Ambas as coisas são exatamente iguais. Quero dizer, o resultado é o mesmo, quer você faça dessa maneira ou daquela maneira. Assim, uma vez que você compreenda a manifestação física disso, não somente você desenvolve todas essas doenças, mas também desenvolve uma loucura numa idade bem jovem, porque vocês não sabem como lidar consigo mesmos. Assim, a melhor maneira é: se você fez algo, perdoe a si mesmo nesse momento. “Eu perdoo a mim mesmo neste momento, tudo bem.” “E eu fiz aquilo por causa disso, tudo bem,” “eu não deveria ter feito aquilo.” “Eu não farei aquilo novamente.” Apenas fale desse jeito, apenas neutralize isso totalmente. A não ser que você neutralize isso, você novamente irá armazenar isso lá, essa é a questão. Em segundo lugar, Eu tenho que lhes dizer que as mulheres no Ocidente mudaram os estilos delas, o que é muito, muito perigoso para sua sociedade, porque elas também adotaram os modos egoístas dos homens.

Assim, se os homens correram, digamos, três metros, elas correram atrás deles novamente, cerca de 2,4 metros, e fizeram os homens retrocederem para irem mais longe do que eles. Agora, isso está cruzando completamente seus egos, porque normalmente as mulheres não têm essa possibilidade de terem esses egos. Assim, competindo com os homens em ego, o que vocês perderam foram as maryadas da mulher, não há nenhuma maryada da mulher. O homem tem a maryada de um homem, se um homem começa a se comportar como uma mulher, ele não é um homem. Do mesmo modo, se as mulheres começam a se comportar como homens, então elas não são mais mulheres. Elas perdem suas maryadas. Elas estão fora, então elas ficam possuídas. E é por isso que as mulheres, quando são egoístas, elas se tornam horríveis, o rosto delas fica horrível, elas aparentam ser horríveis, todo o comportamento delas é horrível. Elas podem se tornar secas como talos de feijão, vejam, e podem ser tão ásperas a ponto de feri-lo com uma barra de ferro. Eles dizem: “A mulher com a barra de ferro em sua mão.”

Tudo isso acontece porque nós temos uma maryada, nós somos o estilo que somos. Se isso é uma rosa, é uma rosa. Fiquem felizes por serem uma flor de rosa. Agora, a rosa quer se tornar o espinho, então nós perdemos todas as nossas maryadas. Hoje, Eu falarei com vocês antes de começarmos o Puja aqui, quando as pessoas estiverem chegando, antes disso, falarei às mulheres e lhes direi o que está errado com elas, e é desse modo que vocês devem saber que a situação crítica do Ocidente não é devida aos homens, mas às mulheres. As mulheres têm arruinado a sociedade do Ocidente, a sociedade ocidental. As mulheres indianas é que têm mantido a sociedade intacta. Todos os Meus sinceros agradecimentos pelo comportamento sólido delas em relação à vida. São as mulheres deste país que têm arruinado tudo que foi tão delicado, sensível, belo. O amor, a afeição, a compaixão.

As mulheres estão lá para propiciar alegria e felicidade, e a segurança emocional para toda a sociedade. Ao invés disso, elas assumem o controle: “Faça isto, dê isto, faça isto.” Até mesmo os maridos se tornaram exatamente como servos na casa. “Você não fez a limpeza adequadamente,” “você não limpou a cozinha adequadamente.” Eu fui à Inglaterra. Fiquei surpresa ao ver que toda a limpeza da cozinha e tudo isso é tão bem feita na Inglaterra, vejam, você tem tudo para limpar isso, limpar aquilo. Eu disse: “Por que isso aconteceu?” São os homens, vejam, eles tiveram que fazer isso, então eles descobriram todos os meios e métodos. “Tem que estar brilhando.” “Tudo bem, você quer isso brilhando,” “então eu lhe arranjarei uma coisa que” “se você colocá-la na sua mão, sua mão queimará.”

“Todos os ácidos colocados em toda parte.” “Com uma grande luva na mão, colocando isso em toda parte.” “E tudo fica bem.” Então as crianças sofrem, porque este é o trabalho de um jardineiro, belos seres que nascem, que devem ser cuidados com carinho. Mas vocês mimam demasiadamente seus filhos no princípio. Uma mãe é como um jardineiro, ela tem que podar também; ela tem que aparar também, assim o crescimento é adequado. Se seu filho é mimado, você não é uma boa mãe, você é inútil. Mas vocês mantêm seus maridos na linha, não seus filhos. É exatamente o oposto, porque o ego fica direcionado ao seu marido o tempo todo mantendo na linha: “Sente-se aqui; vá lá; o que é isto?” Esse negócio de dinheiro: “Dê-me todo o dinheiro;” “eu guardarei todo o dinheiro”, todas essas coisas.

Agora, alguém pode dizer que a lei é assim. Se a lei é estúpida, como Sahaja Yoginis não devem adotar uma lei assim. Essa lei tem arruinado todos vocês, Eu lhes digo. Porque essa é uma parte tão importante da vida, é uma área tão importante da vida que não deveria ter sido afetada. Quando a afeição, o amor, a gentileza, tudo que é essencial está faltando, então vocês se tornam pessoas sem nenhum sentido. A vida fica sem propósito. Vocês não sabem o que fazer, é por isso que as crianças cometem suicídio. E então, o amor deve ser de tal maneira que elas possam ser podadas, para isso vocês devem ter sabedoria, a qual também a pessoa não desenvolve, porque se vocês perturbam o seu Muladhara Chakra, como vocês podem ter sabedoria? Aqui, os homens têm enganado vocês completamente. Eles têm feito vocês de tolas completamente, acreditem em Mim.

Vocês devem manter a sua sabedoria intacta. E não somente eles as têm enganado, mas eles próprios têm se rebaixado para enganá-las. Assim, eles têm os métodos tortuosos deles, eles não são diretos. Assim, como Sahaja Yogis, nós estamos acima de todas essas coisas, nós atingimos o estado em que estamos acima. Nós estamos aqui para corrigir todas essas coisas que têm dado errado na sociedade, porque a Sahaja Yoga se direciona à sociedade, não somente a vocês. Portanto, nesse estágio, nós temos que entender o que temos que fazer: antes de mais nada, a nossa própria compreensão deve ser essa. Mesmo agora, com todo esse movimento de compreensão da Sahaja Yoga, as mulheres não se dão conta de que elas têm que ser como mulheres. Eu as tenho observado, elas ainda pensam: “O que há de errado?” Continuam. E os homens não compreendem que eles têm que ser como homens, mesmo depois de tantos anos.

E se eles se tornarem realmente como homens, as mulheres irão valorizá-los. E se vocês se tornarem realmente como mulheres, os homens irão valorizá-las. Vejam, são os opostos que se atraem, isso deve ser o normal. Mas nós vivemos de um jeito anormal, em que os homens são mulheres e as mulheres são homens. O que vocês fazem agora? Então, é muito importante para os homens compreenderem agora – porque para as mulheres Eu falarei mais tarde – que eles devem se tornar como homens. Eles devem consertar as coisas, eles devem tomar decisões, eles devem ser aqueles que devem estar no comando. Mas isso é externo, na verdade a fonte é a mulher, a mulher é a energia potencial e o homem é a cinética. Por exemplo, há um ventilador se movendo. O movimento do ventilador é a energia cinética, você pode dizer, mas a energia potencial que está dentro de nós é aquela que é a eletricidade, que está vindo da fonte.

Qual é superior, o ventilador que está em movimento ou a fonte? Deixem as mulheres decidirem e os homens compreenderem. Mas se essa fonte secar totalmente e quiser tornar-se o ventilador, nenhum ventilador funcionará. A situação está de cabeça para baixo. Se vocês se derem conta de que são a fonte, de que vocês são aquelas que darão toda a shakti para os homens, vocês pararão de se comportar como homens. Isso não significa que vocês não podem trabalhar, que não podem agir. Mas adotem um trabalho que seja mais adequado para mulheres. Como por exemplo, Eu não gostaria que uma mulher tivesse um trabalho de motorista de ônibus ou de caminhão, ou boxeadora. Não. Eu não estou falando sem motivo, estou falando por experiência.

Uma vez Eu estava viajando, Eu era uma estudante naquela época, em Lahore, Eu estava viajando de trem e numa estação, o trem parou à noite e uma mulher veio e disse: “Abra a porta para mim.” Então Eu disse: “Mas está tão lotado, tudo bem, Eu tentarei, Eu tentarei.” E ela disse: “Se Você não abri-la, eu posso quebrá-la.” Eu disse: “Como você pode?” Ela disse: “Você não sabe quem eu sou?” Eu disse: “Quem?” Ela disse: “Eu sou Ahmida Bhanu.” Eu disse: “Quem é Ahmida Bhanu?” “A boxeadora.” “Oh, baba.”

Eu disse, “Meu Deus!” Eu disse: “Se você é uma boxeadora,” “por que você está no vagão das mulheres?” “Por que você não vai para o vagão dos homens?” E ela empurrou a porta tão violentamente, ela subiu e Eu olhei para ela, sabem, Eu disse: “Uau, que pessoa!” E ela sentou-se, com toda aquela fisionomia e tudo mais. Seu modo de andar e de sentar, tudo era tão masculino. Daquele jeito, ela se sentou e disse: “Que venham agora aqueles que querem dizer que eu não devo me sentar aqui.” Eu disse: “Ninguém quer isso agora, madame, sente-se confortavelmente.” “Mas nós teremos que arranjar alguém” “do outro vagão para ter uma luta.” E então, ela ficou quieta.

E ela era realmente… Eu vi que todos os músculos dela eram tão super-desenvolvidos e ela realmente estava parecendo com, Eu diria, uma vaca ocidental, nós podemos dizer. Por exemplo, as vacas daqui se parecem com búfalos, não com vacas. Foi algo muito engraçado, Eu não consigo esquecer isso, vejam, essa experiência. Eu era muito jovem e Eu estava realmente… Eu não conhecia isso, e Eu tive vontade de rir, mas Eu não podia nem mesmo rir dela, ela esmurraria Meu rosto. Então, isto é o que acontece, nós acabamos resultando nisso, devemos saber disso, até que ponto estamos chegando. Nós vamos nos tornar boxeadoras? Então, isso é o que acontece. Temos que aprender que isso tem existido há séculos. Há séculos, isso tem existido. Eu tenho visto, tenho lido livros, alguns livros, livros antigos.

Eu tenho visto alguns filmes também, onde eles têm mostrado que mesmo nos tempos antigos, as mulheres costumavam ter uma vassoura na mão, batendo em seus maridos, esse tipo de coisa. Nós também temos algumas delas “abençoadas” na Índia, mas elas são muito, muito poucas; muito poucas mulheres assim. Não são em grande número, mas isso pode aumentar. Só Deus sabe, então mantenham seus dedos cruzados. Mas Eu diria que isso é o que está acontecendo. Então, com o excesso de ego dos homens que penetra no Vishuddhi Esquerdo, eles dizem: “Não. Deixem as mulheres assumirem o controle. Tudo bem,” “deixem que elas fiquem satisfeitas. Chega de agressão delas,” “deixem que elas tenham a própria agressão.” Então, elas fazem o que elas querem.

Os homens não se importam e eles caem no canal esquerdo, coisas assim, e não há nenhum regozijo do casamento ou do amor. Assim, nós tivemos ontem os outros casamentos. Para o benefício de seus filhos, pelo bem deles e tudo mais, assumam seus papéis como mulheres e homens. Os seus papéis são como mulheres e homens e vocês verão que regozijarão isso. A discussão deve ser sobre esse papel. O homem quer fazer algo para você, então você deveria dizer: “Não, não, não, como você pode fazer? Isto é muito para mim.” “Deixe-me fazer este trabalho.” Por exemplo, Eu lhes disse muitas vezes como Meu marido, quando fica zangado, ele quer lavar a camiseta dele, vejam, para mostrar que ele está zangado. Ou quando ele está muito zangado, então ele limpará o banheiro.

Mas ele faz isso tão mal que Eu sei que foi ele que fez. Eu fico com vontade de rir, mas Eu não ouso fazer isso porque Eu devo mantê-lo de bom humor. E depois, ele começa a falar de uma forma muito respeitável com todo mundo. “Vós”, ele chama tudo mundo de “vós”, vejam. “Vós”, ele diz: “Vós sois assim, vós sois desse jeito.” Então Eu sei agora que ele está realmente zangado por alguma coisa. Mas ele não dirá com o que ele está zangado. Então, nós temos que descobrir com o que ele está zangado e neste caso, não se sinta culpado, corrija isso. E então ele percebe. Vejam, há muitas maneiras de neutralizar a raiva.

A primeira coisa que acontece com o ego é a raiva. Como ontem vocês se casaram, vocês devem saber como neutralizar isso, porque o ego ainda está lá. Agora, descobrir como neutralizar a raiva de outra pessoa é uma coisa muito bela, que Eu nunca vi os seus escritores abordando. Mas na Índia, nós temos muitos escritores que têm abordado essa situação. Agora, vocês devem descobrir quais são os pontos fracos de seu marido, antes de mais nada, e de sua esposa. Em relação a que ponto ela fica aborrecida. Agora, a atitude deveria ser: “Nós não devemos aborrecê-la,” “nós não devemos fazer com que ela fique zangada”, e a atitude da esposa é do mesmo modo, mais ainda pelo marido. Então agora, quais são os pontos frágeis que realmente aborrecem o marido? Apenas examinem, é muito simples, riam disso, não levem isso a sério, mas tomem cuidado para evitar isso. Agora, também descubram o que o faz feliz.

Por exemplo, se Eu fico realmente algumas vezes… Eu nunca fico zangada, como vocês sabem, Eu nunca fico zangada, mas se Eu estou mostrando Minha raiva, apenas… Assim, agora como mostrar isso? Como neutralizar a raiva de uma pessoa? Digamos agora, vamos supor que Eu esteja tentando mostrar raiva, se vocês colocarem uma criança no Meu colo, acabou, a raiva vai embora. Eu não consigo mostrar raiva com uma criança em Meu colo, é simples. Então, vocês devem descobrir. Como por exemplo Meu marido, vejam, vamos supor que ele está zangado, Eu o conheço, então se Eu lhe disser: “Que tal comprar para Mim um belo sari?” Ah, acabou-se, então ele fica muito feliz. Ele diz:” Ah, eu Lhe fiz o maior favor.” Desse modo, vocês devem descobrir que coisa agrada seu marido, que coisa agrada sua esposa, e neutralizem a raiva. E vejam, pequenas coisas como essas, vocês devem aprender.

Essa é a arte de viver, essa é a arte de viver a vida de um Sahaja Yogi. É a arte de vivê-la, como com poucas coisinhas, vocês veem como Eu lido. Agora, vocês devem ter visto como em Minha palestra Eu digo coisas bem sérias, mas em suas gargalhadas, isso simplesmente se estabelece em sua mente, é desse modo que vocês devem fazer isso. Porque o humor é uma das coisas mais grandiosas que faz a coisa penetrar, que faz a pessoa compreender, e ele não fere ninguém. É desse modo que as coisas melhoram, e quando você vê que está em paz, estabilizado, esta é a primeira coisa que um marido e uma esposa devem fazer: estabilizar-se em paz. Os filhos se sentem bem, todo mundo se sente bem. E depois, gradualmente, deixem isso se corrigir. Vocês não têm nenhuma responsabilidade de corrigir uns aos outros. Mas se você se casou com alguém que não é uma Sahaja Yogini, que é horrível e tudo isso, então a questão é muito diferente. Mas se ambos são Sahaja Yogis casados diante de Mim, deveria ser a coisa mais fácil de fazer.

E protejam um ao outro, cuidem um do outro. Deve haver completa confiança. E isso é o que temos em nosso país. Realmente, Eu devo dizer que nosso sistema de casamento tem algo especial em relação a isso. O que aconteceu foi que uma vez fui a Singapura, vocês ficarão surpresos, no começo, Eu estava indo para os Estados Unidos, e havia uma horrível esposa de diplomata, ela veio bêbada ao programa e foi pedido para ela sair porque ela estava bêbada. Então, ela informou à nossa primeira ministra Indira Gandhi: “Essa Senhora está fazendo esse tipo de trabalho” “e Ela não deveria fazer isso. Ela é esposa de diplomata” “e Ela tem uma posição elevada”, e isso e aquilo. Então, Indira Gandhi, sem compreender nada, disse para uma pessoa, que era Haksar, que era o braço direito dela: “Vá e diga à Sra. Srivastava” “que isso não deve ser feito e que Ela deve retornar.” Então o ministro, vejam, recebendo a mensagem de Indira Gandhi, significa que o choque fatal chegou ao ministro naquele momento.

Então ele enviou para Meu marido. E ele o chamou e disse: “Nós achamos que sua esposa deve ser chamada de volta” “e foi isso que aconteceu.” E ele disse: “Por quê? Por que você quer chamá-La?” “Ela não bebe, Ela não fuma,” “Ela não faz nada errado. Ela é a mulher mais decente.” “Ela é muito digna e sabe o que Ela está fazendo.” “Ela está fazendo um bom trabalho sem cobrar nenhum dinheiro.” “Ela não está fazendo nada de errado e se você quiser, eu me demitirei,” “mas eu não irei chamá-La.” E ele tomou um susto, porque se ele se demitisse, quem iria fazer o trabalho?

Ele é tão competente. Ele apenas disse: “eu me demitirei.” E todos eles ficaram chocados com isso, vejam, o modo como ele era confiante. E isso, Eu vim a saber por meio de uma outra pessoa, que ele próprio, o ministro, estava morto, meio morto com a mensagem do primeiro ministro, vejam. E ele depois enviou a mensagem de volta, ele também teve que olhar dentro de si mesmo, ele disse: “Conheço essa Senhora muito bem, Ela é muito” “digna, Ela é uma Senhora muito decente, Ela é muito dhármica,” “nós não deveríamos perturbá-La.” Enquanto aquele sujeito Haksar que enviou a mensagem também levou um choque, e empurrou o choque de volta para Indira Gandhi. Desde então, ela nunca, nunca mais tentou interferir em Meu trabalho. Vocês ficarão surpresos, ela nunca tentou interferir. Essa é a confiança do Meu marido em Meu trabalho e a compreensão dele. Isso, vocês devem ter.

Vocês devem conhecer sua esposa e conhecer seu marido, eles não podem fazer tais e tais coisas. O mesmo em relação a seus filhos. Vocês devem ter total confiança neles. Vocês devem saber o que eles são, do que eles são capazes, até que ponto eles podem ir. E então essa confiança, uma compreensão interior, é a única via para a paz, o amor e a afeição. Completa confiança mútua, onde quer que eles estejam. Eu posso dizer com confiança que se você mandar Minhas filhas para qualquer lugar, elas nunca adotarão uma vida adhármica, nem Meus genros, mas as Minhas próprias filhas, Eu posso afirmar. Elas nunca poderão pensar numa vida adhármica, seja o que for que você tente. Deve haver essa confiança dentro de vocês em relação aos seus próprios filhos. Como quando elas eram pequenas, muito pequenas, os vizinhos vieram e disseram: “Suas filhas vieram e estavam usando o nosso jardim” “para um banho ritual.”

Eu disse: “O quê?” “Minhas filhas,” “mesmo se elas puderem entrar em seu banheiro e vocês as pegarem,” “Eu lhes darei 2.000 rúpias nesse exato momento, agora mesmo.” “Apenas peçam a elas para irem ao seu banheiro,” “só isso.” Eu as conheço muito bem. Se alguém disser: “Sua filha pegou algo”, Eu as conheço muito bem, elas nunca tocariam nas coisas de alguém, Eu as conheço muito bem. Elas nunca deverão nenhuma obrigação a pessoas assim, Eu as conheço muito bem. Então, o que vocês devem fazer é conhecer seus filhos muito bem. Não os insultem na presença dos outros. Edifiquem o caráter e a grandiosidade deles dizendo: “Venha, você é um Sahaja Yogi,” “você é grandioso, você será isso, aquilo.” E os coloquem nesse caminho, mantenham-nos lá, respeitem-nos.

Mas não os mimem. Não os mimem. Nós normalmente mimamos. Ou nós somos muito tolerantes ou os tornamos muito mimados, ambas as coisas estão erradas, novamente é ego. Digam-lhes como compartilhar as coisas, digam-lhes como compartilhar. E por exemplo, se eles compartilharem, derem algo para outra pessoa, vocês devem ficar felizes por isso ter sido dado aos outros. “Dê isso aos outros,” “deixe que os outros brinquem.” Mostrem sua felicidade em relação a isso, vocês mesmos deem aos outros, então as crianças aprenderão todas essas coisas. Assim, o casamento é um grande compromisso para a Sahaja Yoga. Através dos casamentos, todos nós estamos ligados.

É toda uma sociedade de pessoas muito felizes em seus casamentos. Agora, se alguém não é capaz de ter um bom casamento, é melhor esquecer isso. Esqueça isso. Vejam, depois de tudo, Eu tenho visto mulheres de 60 anos, da Minha idade, pedindo para se casarem. Sim, há mulheres e homens e eles têm 60 anos: “Mãe, eu só tenho 60 anos e eu gostaria de me casar.” Eu disse: “O quê? Aos 60 anos, Eu tenho milhares de filhos,” “como você pode dizer uma coisa dessas?” Quero dizer, você não deveria ser uma noiva por toda a sua vida. Você deveria ser uma mãe e uma avó. Eu acho que depois de 45 anos ninguém deveria pensar em casamento, é uma insensatez.

É uma insensatez depois de 45 anos, mesmo as mulheres casadas devem saber que elas são mães e elas serão avós. Elas são o tempo todo noivas. Vejam, é por isso, essa é uma das razões pelas quais os casamentos fracassam. Porque você não é uma noiva depois de, digamos, 30 anos de idade ou 35 anos de idade, você é uma mãe, sem dúvida, você é uma mãe. E você é um pai, e é desse modo que vive como um pai e uma mãe dos filhos. Nós somos chamados assim em nosso país. Até a idade de 30, 30 anos, nós somos chamadas de noivas, como doolai, mas quando vocês são adultos… Eu nunca sou chamada pelo Meu nome por ninguém. Eles dizem “a Mãe de Kalpana” ou “a Mãe de Sadhana”. Ou até mesmo o Meu marido é chamado de pai de Kalpana, ele nunca é chamado pelo seu nome, porque você se torna um pai e uma mãe. Aceite essa posição.

Mas não, vocês querem ser noivas naquela idade, então vocês querem ter a cama toda como uma noiva tem, o quarto todo como uma noiva tem e a coisa do quarto e isso não funciona. Porque vocês não são mais uma noiva e então vocês pensam: “Oh, este homem tornou-se insípido, monótono”, “Esta mulher tornou-se insípida”, então você parte para uma outra mulher, um outro homem, continua. Depois você passa para crianças e destrói a inocência das pessoas. Mas se aceitarem, crescem adequadamente, amadurecem como Sahaja Yogis, como pai e mãe, como pessoas dignas. Não é que a fonte de amor esteja somente no relacionamento como maridos ou esposas, há tantos relacionamentos que são uma fonte maior, mas depende de em que ponto você está. Quando você é um pequeno rio, tudo bem; mas agora você se tornou o oceano, então torne-se o oceano. Quando você se torna o mar, torna-se o mar. Quando você se torna o oceano, torna-se o oceano. Um mar não pode permanecer como um pequeno, um minúsculo ponto de partida, pode? Do mesmo modo todos devem saber que eles precisam crescer a partir deste relacionamento e não devem continuar desejando ardentemente o tempo todo aquele marido e aquela esposa.

Como por exemplo, aos 45 anos de idade, elas ainda estão procurando seus maridos, elas estão loucas? Isso deve parar na Sahaja Yoga agora, todas aquelas que foram além de uma certa idade, devem parar de Me incomodar em relação aos casamentos, devem tornar-se mães. Há tantas crianças para serem cuidadas, nós teremos creches. É melhor estar lá. O que é isso, o que é o companheirismo? O companheirismo é com as crianças, com os netos, com os bisnetos. Isso é o que as pessoas têm que entender, ambos, homens e mulheres. Os homens são do mesmo modo. Os homens também nunca tentam tornar-se pais. Se vocês forem pais maduros, vocês não terão essas ideias de casamento.

Esqueçam isso. Se não der certo com uma mulher, esqueçam isso. Então esqueçam isso. Não há necessidade, vocês já tiveram o suficiente. Assim, esse tipo de coisa não é necessária de forma alguma e isso tem funcionado numa sociedade que não é uma sociedade de Sahaja Yogis, então deve dar certo com vocês. Portanto, os costumes sociais dos indianos são muito bons, mas eles são ruins em economia e política. Nunca sigam seus políticos, são horríveis. Horríveis. Quero dizer, Eu não consigo pensar em políticos piores do que os políticos indianos, são os piores de todos. Se vocês os ouvirem, vocês não saberão se devem chorar ou rir, são tão idiotas, todos os burros entraram na política, totalmente burros.

Pior do que isso. Eles zurram como burros, eles se comportam como burros, eles dão coices uns nos outros, eles fazem todo o tipo de coisas, vocês podem imaginar? É tão horrível. Quero dizer, se você quer ter uma piada, então você pode olhar para isso do ponto de vista de uma piada de burros, vejam, comportando-se assim, sem dúvida, como se eles estivessem encarregados de liderar o nosso grande país. Assim, a maioria deles são burros. Eu não encontrei muitos que são sensatos. E aqueles que são sensatos também querem se tornar burros. O que fazer? Este é o grande desejo deles – imaginem, um santo quer se tornar um burro. Assim, saibam que quaisquer que sejam os nossos pontos positivos, isso nós não devemos perder.

Quaisquer que sejam nossos pontos negativos, nós devemos corrigi-los. Esta é uma visão muito equilibrada de si mesmo. Porque nós somos o ganho, ninguém mais irá ganhar e os Sahaja Yogis têm que ser “egoístas” em relação a isso. Nós somos aqueles que ganham, se ganhamos, o grupo todo ganha, toda a Sahaja Yoga ganha. Então, isso é o que Eu estou lhes dizendo sobre a sua vida social, a qual é muito importante, e sobre o seu ego. Mas a coisa mais importante é que quando vocês estão no Sahasrara, vocês se tornam Meu cérebro. Vocês se tornam realmente o Meu cérebro. E então, vocês têm que tomar muito cuidado, porque vocês não estão pensando em sua família, seus filhos, seus lares. Não estão pensando no Ashram de Melbourne ou no Ashram de Sidney ou na Austrália, mas vocês estão pensando no mundo inteiro e no universo inteiro e na melhoria dele. Quando vocês crescem até esse estado, vocês se tornam realmente uma parte integrante do Meu cérebro, o qual se interessa por visões muito maiores, coisas mais elevadas.

Ele atua em níveis mais baixos também, isso é algo bom em relação a ele, mas ele pode atuar nos níveis individuais de vocês. Eu presto atenção em seus problemas individuais, em suas sugestões individuais, em qualquer coisa que vocês dizem, mas a luz é para o Universo inteiro. Assim, nós entramos no reino da religião universal, a qual nós temos que despertar, a qual nós temos que fazer funcionar. A menos e até que vocês alcancem este estado, vocês não serão chamados de Sahaja Yogis completamente desenvolvidos. Assim, para alcançar isso, vocês têm que trabalhar duro, ou nós podemos dizer que agora vocês são Sahaja Yogis e vocês se tornarão Mahayogis. Portanto, nós temos que alcançar esse estado de Maha Yoga. Deste estado para aquele é muito simples, funciona. Imaginem, há quatro anos atrás, Eu nunca pensei que Eu seria capaz de formar tantos de vocês aqui como Meus filhos e isso tem acontecido hoje. É algo muito grandioso que em quatro anos nós fomos capazes de alcançar resultados tão belos e no ano que vem serão ainda maiores, Eu posso perceber pelo modo como as pessoas estavam lá. Então, temos que entender que, na Sahaja Yoga, a obediência ao que a Mãe diz é o correto.

Mas algumas pessoas têm o mau-hábito de fazer uso disto: “Pelo amor da Mãe, faça isso, pela Mãe.” Quem é essa pessoa? Por que alguém deveria dizer: “Faça isso pelo amor da Mãe?” Ou dizer: “A Mãe disso isso.” Não, quando você é o Espírito, você compreende o que a Mãe diz, então tente compreender o seu Espírito. Essa é a melhor maneira pela qual você pode realizar isso e você pode ser amável. Eu quero que todas as nossas crianças cresçam a partir deste nível, deixem que elas comecem com padrões melhores, a partir de níveis melhores, porque nós começamos de níveis mais baixos, nós tivemos problemas, mas deixem nossas crianças começarem a partir de um nível mais elevado e Melbourne é o lugar que Eu escolhi para nossas crianças crescerem. Assim, Eu espero que as mulheres assumam seus papéis, os homens assumam seus papéis e será construído um belo sistema familiar aqui, uma bela sociedade e essa bela sociedade… O que é isto. Tire isso. Eu sei.

Eu conheço as luzes muito bem. Eu sei como elas atuam. Vishnumaya, isto é Vishnumaya, nós canalizamos Vishnumaya. De onde nós conseguimos luz? Vishnumaya. Escondida onde? Vishnumaya, vejam, é Aquela que nós precisamos atualmente e precisamos compreender de uma forma sutil como Vishnumaya surge. Vejam agora como, de maneira sahaj, aquela coisa apareceu ali e Eu pude falar sobre Vishnumaya, porque mudar para o assunto de Vishnumaya não é fácil. Vejam, vocês precisam observar o jogo, vocês precisam observar o jogo. Agora, esta Vishnumaya, como Ela aparece?

Como Ela atua através de Mim tão bem? Como? O que acontece? De onde Ela vem? Hidroelétrica. Como a hidroelétrica ficava? Na água, é na água, no Guru Tattwa. Mas quando ela desce, quando o Guru Tattwa vem a vocês, nesse nível, Vishnumaya atua, de modo que se libera e age. Para quê? Para a iluminação.

O que acontece no nível grosseiro, acontece no sutil. Assim, alguém tinha que se encarnar, então o Princípio do Guru teve que se encarnar para vir a esta Terra. Assim, Vishnumaya atua e ilumina as pessoas. E isso é o que acontece, e é como a coisa toda funciona. Agora vocês viram como Eu pude mudar o assunto de repente para este e vocês não perceberam isso. Mas Eu apenas queria que vocês vissem como a Mãe muda o assunto, porque alguns acontecimentos ocorrem em algum lugar, sobre os quais Eu sei, e isso muda. E parece um único assunto uniforme continuando. Outra coisa que Eu tenho que lhes dizer é que todos vocês devem conhecer bem a Sahaja Yoga inteira. Muito poucas pessoas realmente sabem sobre a Kundalini, realmente sabem sobre as vibrações. Elas não sabem onde está o Void.

Deve haver um curso regular, mesmo para os Sahaja Yogis adultos. Onde fica o Void nos pés? Onde ficam os chakras nos pés? Quando lhes digo para esfregarem Meus pés, eles não sabem onde ele fica. Vocês podem não ser cultos, não tem importância, mas na Sahaja Yoga, vocês devem ser instruídos. Vocês devem ter uma educação completa na Sahaja Yoga. Vocês devem saber de onde esta doença está vindo, como curá-la. Cada um de vocês deve adquirir o conhecimento aqui. Assim, quando vocês tiverem seu curso de meditação, também vocês devem ter um curso para aprenderem sobre a Sahaja Yoga, quais são as coisas que devem ser feitas. Agora, há um livro, é claro, Eu vi que este é um bom livro que eles escreveram sobre as crianças, mas não há espontaneidade, então Eu terei que trabalhar nisso.

Mas não são somente os livros, também tem as Minhas fitas. Quando vocês estão ouvindo Minhas fitas, anotem os pontos que a Mãe disse e verifiquem por si mesmos. Portanto, aprender a Sahaja Yoga é muito importante, senão sua inteligência irá enferrujar-se. Vocês devem ter uma completa instrução da Sahaja Yoga. Somente dar a Realização não é o trabalho. Vocês devem ter, assim os outros devem saber que vocês são profundos conhecedores. A quantidade de conhecimento que vocês têm, ninguém teve antes, nenhum santo teve isso. Então agora, tirem proveito disso. Qualquer que seja a sua idade, seu grau de instrução, sua qualificação, não importa, mas vocês todos devem saber o que é a Sahaja Yoga, o que ela significa, como ela funciona. Faça perguntas a si mesmo e encontre respostas.

Vocês todos ainda são estudantes da Sahaja Yoga – devem saber disso, vocês ainda são estudantes da Sahaja Yoga e devem conhecê-la a fundo, vocês devem conhecê-la, cada termo dela. Somente regozijar a Sahaja Yoga não é o objetivo, vocês precisam também conhecer, como por exemplo, se vocês apreciam um bolo feito por alguém, vocês devem saber como prepará-lo, porque então vocês podem prepará-lo para os outros. Mas se vocês não souberem cozinhar, as pessoas não irão acreditar. Isso é o que Eu tenho visto. Então, Eu tenho visto que alguns Sahaja Yogis estão o tempo todo realizando o trabalho, eles são ativos porque eles eram ativos antes, mas alguns são letárgicos. Vocês podem observar que mesmo entre dois indianos, vocês encontrarão a mesma diferença, embora eles estejam aqui ou possam estar lá. Isso não deveria ser assim. Todos devem tentar criar o mesmo tipo de entusiasmo e dinamismo, não uma única pessoa. Se uma única pessoa faz isso, então isso é inútil. Algumas vezes essa única pessoa pode ser muito dominadora também.

Todos devem trabalhar, o grupo todo tem que trabalhar. Se nós pudermos desenvolver isso, isso contribuirá para o completo desenvolvimento, elevação. Tudo bem? Assim, hoje, neste dia do Meu aniversário, Eu quero abençoá-los muito, mas cada aniversário está reduzindo o Meu período de vida, devem saber e então devem crescer agora para assumirem o controle, é muito importante. É muito importante que vocês cresçam. O Meu assim chamado período de vida, embora não aparente, está diminuindo, vocês devem saber disso, portanto vocês têm que apertar o passo, atinjam esse objetivo, realizem isso. Quando os outros vierem, falem com eles gentilmente, deem alegria a eles, não lhes deem nenhum… deem alegria a eles. Cuidem deles, sejam gentis com eles, isso será atrativo, ao invés de imediatamente alguém dizer: “Você é um bhoot, saia daqui.” Quando eles estiverem na Sahaja Yoga, quando eles estiverem lá, Eu os repreenderei. Ainda há, Eu sei, alguns deles aqui, ainda, nós temos que dizer a eles: ” Você tem um problema, é melhor você sair.

Está certo, eles têm que sair dos ashrams por um tempo, depois voltar. Tem que ser assim, senão eles não podem ser corrigidos e essas pessoas devem aceitar com satisfação que elas devem ficar bem, elas devem mudar, elas devem ficar melhor, ao invés de continuar com o que quer que seja que elas tenham por causa do ego delas. Assim, tentem cooperar com o seu Si, porque ele quer ficar melhor, cada vez melhor. Então, todas aquelas pessoas sobre as quais Eu irei perguntar, Eu direi ao Warren, aquelas pessoas que Eu percebo que não estão bem, devem sair do ashram. O ashram não é um lugar onde todos os tipos de pessoas deveriam ficar. Aqui, somente os puros, que estão à altura disso, devem ficar. Deve haver um certo nível mínimo que eles têm que ter. Se eles não tiverem esse nível, eles saem. Até mesmo se houver uma mulher que está dominando ou um homem que é como uma mulher, eles têm que sair. Vocês têm que ser pessoas normais, senão os outros que vierem e virem um homem se portando como um “frango” cortado a partir daqui, vejam, eles não terão uma boa impressão.

Eu lhes digo, como um Cristo infeliz, vejam, como Eu lhes mostrei, permanecendo lá sem firmeza daquele jeito. Eu não sei quem se sentiria impressionado por alguém assim. Vocês devem ter alguém como Cristo na Capela Sistina, em pé como uma fortaleza, é desse modo que os homens devem ser. Mas serem dignos, respeitáveis, gentis, majestosos, tudo bem. E as mulheres devem ser muito doces e amáveis. Isso traz um retorno muito, muito grande. Muito, muito grande. Vocês não sabem o quanto Eu tive de retorno por isto. E este retorno, hoje tem-Me sido muito útil. Vejam, quando Eu não estava atuando na Sahaja Yoga, por Minha própria natureza, Eu era gentil com as pessoas, e tudo isso aconteceu.

Eu lhes darei um exemplo: em Londres, um sujeito veio, seu nome é… qual é o nome daquele comissário? O comissário de Pune, ele é agora o comissário de Pune, tudo bem. Ele veio nos ver, nós tínhamos uma reunião do gabinete do Meu marido ou algo assim. CP disse: “Eu os chamarei para jantar”. Eu disse: “Tudo bem”. Eu havia preparado o jantar em casa; havia cerca de 25 pessoas que vieram para jantar. Eles jantaram, Eu devo ter cuidado deles, o que o quer que seja. Então, quando Eu fui para Pune, Mehrotra Me disse que esse comissário estava muito ansioso para que ele viesse como Presidente, ou Presidente do Conselho, ou o comitê de recepção, que devia Me receber. Eu disse: “Eu não Me lembro quem é este senhor.” “Eu Me lembro de alguém com o mesmo nome.”

Ele disse: “Não, não, não, não, este é outro.” Agora, este é um dos que veio. E Me elogiou muito, Eu fiquei surpresa ao ver como ele notou tudo aquilo. Ele disse: “Esta Senhora, cujo marido tem uma posição tão elevada” “na vida, é tão humilde, Ela é tão gentil, tão maternal.” E ele foi para casa e disse para sua esposa: “Eu nunca vi uma Senhora assim antes,” “uma Senhora tão perfeita.” O que Eu fiz, Eu não sei. Eu devo ter cozinhado bem, é claro que Eu cozinho. Mas Eu devo ter cuidado bem dele, Eu devo ter sido gentil com ele, com todos eles. Eu mesma não devo ter comido nada, devo ter cuidado, devo ter feito algo. Eu não Me lembro do que Eu fiz.

Mas por Minha própria natureza, Eu tenho que fazer, e isso não é de hoje, mas Eu tenho visto tantos deles tornarem-se tão prestativos, apenas por causa dessa Minha natureza, apenas por causa dessa Minha natureza. Vocês sabem, o nosso alto-comissário na Inglaterra, ambos os alto-comissários, o primeiro e o segundo. B.K. Nehru, e o segundo, eles tinham um enorme respeito por Mim, consideração por Mim, vocês não podem imaginar. Porque vocês têm que ser gentis e atenciosos e bons. Assim como vocês cuidam de Mim aqui, Eu cuidei deles lá. E é desse modo que eles tiveram essas impressões, Eu lhes digo, todos os amigos do Meu marido e todo mundo têm tanta consideração e respeito. Nós fomos ver alguém que era o líder da justiça, o chefe da inteligência na Índia. Ele nos deu um verdadeiro tratamento real. O representante do Tesouro Nacional foi informado que os Meus filhos estavam chegando, ele próprio foi ao aeroporto, vocês sabem disso?

Ele estava sentado lá, Eu não sei se ele apareceu para ter certeza de que todos vocês haviam chegado. Isso é somente a Minha vida pessoal com eles, de qualquer forma, quem se importa com a esposa de quem? Tantos vieram depois de Meu marido, ninguém se importou com suas esposas. Em qualquer lugar. Vejam, Eu vim dessa vez com Meu marido para ir à China e seus agentes que estavam no Japão e em outros lugares, Honolulu, todos eles vieram apenas para encontrarem-se Comigo, porque se ele vem, ninguém vem vê-lo. Ele disse: “Agora que Você veio, eles vieram ver.” Vocês podem acreditar nisso? É só ser uma dama para eles. É algo tão poderoso. É algo tão poderoso e as mulheres devem saber cozinhar, isso é importante.

Se elas não souberem cozinhar, elas não são mulheres, Eu não acho que elas são mulheres. Todas elas devem saber cozinhar. Vocês devem aprender a cozinhar e todo mundo pode aprender isso, isso é muito importante. O poder secreto da mulher está em como ela cozinha. Vejam, os nossos maridos não conseguem ir a lugar algum, porque nós cozinhamos tão bem que eles têm que voltar para casa. Eles se lembram da comida. Assim, esse é o poder que vocês têm. Hoje, nós teremos um Puja muito curto, porque hoje é o Meu aniversário e então o Puja de aniversário deve ser de tal forma que seja mais profundo, mais de coração, mais alegre, do que ficar no aspecto ritual. Não há nenhuma necessidade de ter muitos rituais, porque nós estamos num estado de espírito de alegria celebrando o aniversário de nossa Mãe. Nós já estamos lá, tudo que for necessário para vocês estarem lá, não é necessário agora, porque vocês estão nesse estado de espírito de alegria, tudo bem?

Então a única coisa é que deve ser feito um puja muito curto, Eu disse a ele, hoje é um aniversário. Não há nenhuma necessidade de ter um puja enorme, tudo isso é necessário para trazer todas as Divindades. Elas já estão lá, lá em cima, apenas observem as vibrações que Elas estão emitindo. Elas estão tão felizes por vocês estarem celebrando o Meu aniversário. Então, em cada puja, o que nós temos que fazer é despertá-Las, pedir a Elas para serem gentis com vocês, isto, aquilo. Embora Elas estejam despertadas em Mim, vocês querem que Elas fiquem. Mas agora, todas Elas estão despertadas em vocês, nós não temos que ter um grande puja de forma alguma, não há nenhuma necessidade. E o que Eu disse a Modi é que tenham um puja muito, muito curto e um puja muito curto deve ser satisfatório. Assim a palestra de hoje foi exatamente como um puja. Lembrem-se que essa palestra destina-se a vocês quando vocês não eram Sahaja Yogis.

Hoje, isso não se destina a vocês. Então vocês não se sentirão culpados. Primeiro lembrem-se que vocês são Sahaja Yogis, vocês são Meus filhos e Eu os amo muito, muito, muito. Então por favor, tenham confiança em si mesmos, completa confiança em si mesmos, tudo bem? Essa é a coisa mais grandiosa que vocês podem Me dar hoje como um presente. Que Deus os abençoe. Shri Mataji fala em Hindi. Então, para isto vocês têm que lavar os Meus Pés por 10 ou 5 minutos e lavar as Minhas Mãos por cerca de 10 minutos, só isso, simples assim. Agora, nós não precisamos de muitas pessoas para isso, apenas coloque aquilo aqui.

Qual é a necessidade de continuar no Meu passado?

No presente. Om twamewa sakshat, Shri Nirmala Devyai namoh namaha. Este é o maior mantra, Eu lhes digo. Este é o maior mantra. Experimentem. Por favor, repita-o novamente. Venha. Lave Meus Pés. Venha. Com as mãos.

Use ambas as mãos. Duas pessoas novamente. Mais rápido. Lave-o. Agora, outros três. Ambas as mãos. Venham. Dois de vocês. Bom. Pronto.

Aqueles que não vieram, venham. Agora venham as crianças pequenas, na frente. Venham deste lado, venham. Use a outra mão. Tudo bem – pronto. Com ambas as mãos. Agora, digam mantras em Inglês. Tudo bem. O outro grupo. Venham, um por um.

Em Inglês. Ambas as mãos. Bom – pronto. Bom. Muito bom. Por favor, use ambas as mãos. Esfregue-o com ambas as mãos. Está bom. Tudo bem. Agora, quem é o próximo?

Há mais alguém? Vão e sentem-se atrás deles, um depois do outro. Com força, esfregue-o com força. Tudo bem, pronto. Aproxime-se. Este é o garoto. Agora, lave Meus pés. Bom. Com a outra mão também. Que Deus os abençoe.

Tenham muita confiança! Que Deus os abençoe. Bom. Absorvam isso, o que ele está recitando, absorvam isso. Todos vocês recitando isso. Agora, vocês poderiam ter visto isso, Ganesha é a chave. Cristo é a chave de todas as coisas. Ele é a chave, Ele é a essência de todas as coisas, vejam, e portanto, através Dele, tudo se realiza. Vejam, mesmo se vocês tiverem que vir a Mim, vocês têm que vir através Dele. Isso significa que essa inocência deve nascer em vocês, depois vocês vêm a Mim.

Portanto Ganesha é tão importante. E a Austrália é o centro de Ganesha. Portanto, vocês são muito importantes, vocês são a chave. Assim, é mais necessário que vocês estejam mais na essência do que qualquer outra pessoa. De todas as formas, como Eu lhes disse, o homem tem que ser um homem, a mulher tem que ser uma mulher. Essas são todas as essências, essa é a essência. Isso é muito importante. Sobre vocês, isso se apoia, porque através de vocês, isso irá se realizar, através da inocência de vocês. Vocês são aqueles que moldam a inocência dos ocidentais, isso é muito importante. É melhor dar isso ao Warren por enquanto.

Vocês também devem ter notado que a cada ano tudo está ficando mais curto. Vejam, até mesmo dar a Realização está ficando mais curto, o puja está ficando mais curto. Nós temos que poupar tempo, não é? Assim, está acontecendo de ficar mais curto. Mas por quê? Porque há poderes. Há sustentação, e vocês podem sustentar este poder, porque vocês estão lá, tantos canais; assim, vocês podem encurtar isso. Eu espero que isso não caia! Você está dizendo – ele está dizendo sim. Tudo bem.

Agora, o que nós faremos? Vamos apenas lavar as Minhas mãos, vamos fazer isso. Mas vocês não têm que fazer, vocês podem apenas colocar um… Alguém mais pode fazer isto? Venha aqui. Derrame isso em cima. Venha para o outro lado. Venha aqui para fazer isto. Hoje, como é o aniversário na ilha de Shri Ganesha, Eu acho que todo o Puja deve ser feito pelas crianças, isso seria melhor. Tudo bem, então as meninas têm que se levantar agora. Segurem o sari, deixem que elas segurem o sari.

Você arrumou meninas maiores? Não casadas? Apenas deem o saria para elas segurarem, as meninas. Eu não sei se as crianças conseguem segurá-lo ou não. está muito pesado. Dobre-o, deste jeito. Então, agora, todas vocês fiquem em pé na ponta, tudo bem? E segurem o sari deste lado, e vá para aquele lado e segure-o, alto. Agora, todas as crianças primeiro. As pequenas deste lado.

Tudo bem. Agora, venham à frente. Deixem as meninas mostrarem o sari em volta. Tudo bem, venham para frente desta maneira. Tudo bem. Agora, segurem o sari. Vá para aquele lado. Agora, todas as meninas venham aqui. Agora, segurem-no deste lado, segurem mais alto. Deixem todos verem o sari.

Algumas meninas maiores devem também ajudá-las. Deixem que elas o segurem na altura delas. Agora, venham, as meninas maiores. Vocês duas ou quatro de vocês, venham, as meninas maiores. Venham aqui. Deixem que elas o segurem um pouco daquele lado. Tudo bem, apenas coloquem-no para dentro, nas crianças. Agora, o que vocês fazem é colocar aqui, o ponto vermelho. É ponto vermelho, de lá? Primeiro façam a linha, tudo bem?

Eu acho as meninas maiores devem segurá-lo agora, eu nós as chamaremos para colocarem as flores, tudo bem? Apenas as meninas maiores devem fazer isso. Tudo bem. Todas as menores devem sentar-se agora. Nós as chamaremos para as flores, tudo bem? Agora, vocês têm que colocar a linha aqui… e depois além da linha. Aqui também, uma linha, e depois além da linha. Isto tem que estar dentro da linha. Coloque a linha. Coloque isso debaixo do pé.

Você tem que passar o vermelho nele todo, lá. Agora, você tem que faze uma suástica. Em cima. Agora, coloque uma também deste lado. Está bem. Vocês são exatamente sete! Vocês notaram isso? Sim, agora remova isso daqui, e vocês têm que essas coisas individuais… daqui. Tem que colocar isso um pouco. Faça uma suástica no vermelho, no centro.

Eu ajudarei você a colocar isso. Em cima daquele. Bom. Tudo bem, pronto. Agora, tragam o sari ao redor, agora. Agora, decorem com flores. As crianças podem vir. Agora, tragam o sari ao redor, deste jeito. Deixem as crianças virem, para oferecerem as flores. Agora, tragam os meninos aqui para oferecerem as flores.

E nós arrumamos outras flores também. Deixem os meninos fazerem isso. Faça isso reto, coloquem isso para baixo de modo que as flores fiquem em cima. Deixem os meninos oferecerem as flores e peçam a eles para arrumá-las. As meninas maiores pode vir fazer isto, as meninas. Não aquelas que pintaram Meus pés agora, porque aquelas que pintaram Meus pés, vocês viram. Aquelas que pintaram Meus pés agora. As outras, venham. Deem uma para ela. Lá, também, levem uma.

E todos estes anéis… Primeiro o esquerdo, é isto. Muito obrigada! Arrumem mais algumas meninas ali agora. Alguma outra menina? Venha e ajude. Você pode fazer isto, veja, um lado? Faça isso igualmente… a mesma coisa do outro lado. Agora, este, você tem que colocar ao contrário. Um é deste lado, e outro é para aquele lado. Está tão bonito.

Shri Mataji, de todas as crianças da Austrália pelo Seu aniversário. Muito obrigada. É muito! Ele diz que Eu tenho que colocá-lo agora, Eu não sei o quê. Sabem, ele combina com Meu sari. É um colar do amor! Agora, é deste modo que deve ser. Com este colar, Shri Mataji, nós esperamos que o Vishuddhi Esquerdo seja desobstruído em todo lugar! Também com este colar, Shri Mataji, nós o escolhemos porque o chakra das pérolas também é desobstruído! Muito boa ideia!

Há um outro anel, um anel meno, tudo bem. Isso está tão bonito! Um pouco alto. Um está bom. Dê-Me o pente, por favor. Agora, Eu tenho 63 anos de idade. Não, 64 anos, vocês podem imaginar? Nós teremos este especial… Agora, aqueles que quiserem tirar fotografias, podem vir. Isto é para a Senhora, Mãe. É?

Eu sei que você tem que cuidar de coisas tão fantásticas, mas Eu não sei aonde nosso fotógrafo foi. Eu acho que ele não está aqui… Matthew não está aqui. Vamos ver como isso funciona. Tire uma foto inteira. Tire uma ou duas bonitas. Agora, está pronto. Tudo bem. Vocês gostariam de tirar fotos sem guirlandas? Eu acho que é melhor. Olhe aquela.

Essas são tão bonitas. É o verdadeiro estilo Radha, vejam. A maioria está na parte de trás. Olhem este aqui, lindo! Venham. Aonde você conseguiu todos estes? Há alguém para ajudar? É lindo. O melhor estilo que tínhamos. Este é o modelo que deveríamos ter também.

Nós devemos levá-la para Inglaterra, Índia, nós resolveremos qual é a melhor. Estas são as três Deusas… Tantos ornamentos! Agora. Seria melhor ver o que… É tão bonita e confortável. Isso poderia ser deste jeito, vejam, porque isto deve ter sido o Muladhara… A questão é esta: não há nenhum modo de cobrir o Muladhara. Então deve ser deste jeito. Entende? Agora, deixe-Me colocar o sari. Coloquem o sair, as meninas, venham. Tire uma foto por inteiro, se você quiser.

Eles tiraram fotos dos pés, tudo bem. Agora, essas são todas as fotografias? Agora, há muito o que fazer. Você tem que pegar a guirlanda. Então, antes de mais nada, deem-Me aquelas coisas que estão lá. Eu apenas as tocarei. Tudo bem? Mais meninas, meninas maiores. Três saris em um. Todas as sete meninas venham.

Aquelas que estavam segurando Meu sari. Tudo bem? Que Deus os abençoe. Agora pronto. Agora as flores. As meninas podem fazer isto. Agora, as guirlandas. Isto é tipicamente feito no sul da Índia., eles fazem uma enorme. E também na Índia, eles fizeram isto. E eles chamaram isso de… Muito obrigada!

Tirem uma fotografia por inteiro, incluindo os pés. Muito obrigada, obrigada. Com o aarti, nós gostaríamos de manter a guirlanda. As coisas grandes de latão também podem ser trazidas. Uma deste lado, outra daquele lado. Estas coisas podem sair, de modo que vocês possam tirar uma fotografia por inteiro. Tudo bem. Agora Eu descerei daqui.