Evening talk before Sahasrara Puja, Nirvikalpa

(Austria)


Feedback
Share

Evening talk before Sahasrara Puja, Nirvikalpa

Por favor, fiquem sentados.

Que lugar maravilhoso. Verdade? É muito gratificante ver que tantos Sahaja Yogis… vieram celebrar o dia do Sahasrara. Sem a abertura do Sahasrara, nós não poderíamos ter alcançado a ascensão em massa. Mas o Sahasrara, que é o cérebro, entrou em um estado de muitas complicações no ocidente… e os nervos estão muito entrelaçados, um sobre o outro. Manter o Sahasrara aberto deveria ser muito fácil, se os cérebros ocidentais pudessem entender… e estar conscientes… sobre sua Mãe. Quando sua Mãe é a Divindade do Sahasrara, a única forma de estar capaz de manter o Sahasrara aberto… tem de ser a completa entrega. Para isso, muitos Me perguntam: “Como fazemos isso?” É uma pergunta muito estranha. Ela é irrelevante, descabida.

Se seu Sahasrara foi aberto por alguém, e afortunadamente é esta Divindade diante de vocês, deveria ser a coisa mais fácil se entregar, mas não é. É difícil, porque a atenção que tem de se elevar… através das células do cérebro, expressando-se através das células do cérebro, está poluída, a atenção está impura, ela é destrutiva. Ela danifica os nervos… e quando os nervos são danificados, a luz do Espírito… não brilha nos nervos. E você sente a incapacidade de se entregar. Normalmente, isso deveria ser a coisa mais fácil de fazer. Assim, nós temos de mentalmente nos abordar. Nós temos de falar conosco… e dizer para nós mesmos: “O que você está fazendo?” O que é a entrega? É a alegria. É somente alegria. “Então, porque eu não consigo me entregar?”

“O que está faltando em mim?” “Eu sou uma pessoa de nível muito baixo?” “Eu sou aquele que ficava apenas dizendo que sou um buscador,” “mas não sou?” “Eu sou uma pessoa desonesta de tal modo que não consigo me entregar?” “Se sou, do que tenho orgulho de mim mesmo?” “Se esta é minha situação, então por que eu sou…” “tão encantado pelo meu ego?” O que você tem de entregar? A gota tem de se dissolver no oceano para se tornar o oceano. E uma gota não pode ser maior do que o oceano, pode? Então, o que é a entrega?

A entrega de nossos condicionamentos, de nosso ego… e das barreiras artificiais que construímos em volta de nós. Podemos abordar mentalmente, podemos abordar emocionalmente… e também fisicamente, nós podemos nos abordar. Nós podemos nos abordar através dos mantras, através de nos observar, através de nos conhecer. Mas devemos saber que esta é… a maior da maior oportunidade para vocês, não para o Divino. Se você não estiver disponível, o Divino pode achar Suas próprias formas… de realizar Sua última culminação de expressão. Mesmo para compreender o quão imensa a tarefa é, você precisa de um coração entregue. Quando você chega somente através da abordagem mental, você desenvolve um ego mesquinho… de que você está fazendo um grande trabalho. Por exemplo, Eu telefonei… para os Estados Unidos dizendo que Eu estava chegando, e há um cientista muito importante em Los Angeles que é indiano, um sujeito de Maharashtra. Ele perdeu seu Prêmio Nobel, um cientista tão importante. Ele telefonou para Mim imediatamente, dizendo: “Mãe, estou chegando em Nova York para recebê-La.”

“Eu estou tirando 15 dias.” “Quando a Senhora estiver aqui, eu quero estar com a Senhora.” “O que mais deve ser feito?” “Do jeito que está,” “estou praticando a Sahaja Yoga só de passagem,” “de acordo com minha conveniência, quando tenho tempo,” “isso é o que estou fazendo, não é?” “Mas eu gostaria de viajar com a Senhora para a Europa,” “para todos os lugares diferentes com a Senhora para passar um tempo.” “Senão, o que eu estou fazendo aqui?” Mas o que Eu tenho ouvido falar é que… as pessoas estão chegando em horas diferentes para o Dia do Sahasrara. Eu fiquei impressionado. Isso é uma típica mente ocidental. A Sahaja Yoga é praticada só de passagem, na maioria dos casos, só de passagem.

Deve ser conveniente, deve ser em um fim de semana. “Quando, por acaso, for um feriado, nós podemos ir para Viena.” “Lá, é claro, só de passagem, nós faremos um puja…” “e, por acaso, a Mãe elevará a Kundalini.” “Ela despertará nossas divindades…” “e então, por acaso, nós estaremos desfrutando as bênçãos.” Nenhum sacrifício pode ser feito por Deus. Nenhum tempo, eles não têm nenhum tempo. Tudo é “só de passagem”.” É muito surpreendente. Pela guerra, as pessoas abrem mão de suas vidas. Para destruição, elas trabalham duro, dia e noite.

Mas para a construção da humanidade, para o objetivo supremo da Divindade, no ocidente, quantos existem que realmente se entregam? “Se for conveniente, então nós estaremos lá.” Sahaja. “Este é o ‘estilo Sahaja’. Nós devemos fazê-lo de forma Sahaja.” Eu ouvi falar disso muitas vezes, e ainda há muitos… que assumem esse tipo de atitude em relação à Sahaja Yoga. Isso é às vezes surpreendente para Mim. Se Eu for a uma vila, as pessoas tiram licença por 15 dias, um mês. Em Rahuri, as pessoas tiram licença por um mês… para se prepararem para Minha chegada. Um dia de licença para eles é uma coisa muito grande.

Eles são as pessoas que merecem. Não é o que você veste e o que come e o que você tem. É o que você pode dar… e abrir mão. As “caudas” da vida mundanas devem ser cortadas, nós devemos entender. É um progresso das pessoas como escravos amarrados a correntes, correntes de desejos, correntes de condescendência, correntes de letargia, correntes de ego que são como um tronco. Assim, nós temos de entender a nós mesmos. Tudo mundo tem de entender a si mesmo, que através de vocês, a salvação do mundo tem de acontecer. Vocês foram escolhidos para a emancipação de toda a humanidade. O Divino quer que vocês trabalhem como um canal… pelo embelezamento deste universo, para a suprema expressão do Amor de Deus. Quando Eu digo isso, Eu percebo que de repente o ego cresce automaticamente.

Pelo contrário, uma entrega, para encher seus vasos com a beatitude, a beatitude da Divindade, de modo que quando vocês forem aos outros, vocês derramem sobre eles a beleza e o amor de Deus. É para vocês compreenderem a si mesmos… muito bem e não os outros. Não culpem ninguém. Isso é tão precioso… que nenhuma palavra pode descrever… a grandeza desses momentos que estamos passando juntos. Você tem de sentir isto dentro de si mesmo, a missão que foi lhe dada. Através de seu Espírito, através de seu próprio estado, você pode cumprir a missão. Mas a falta de fé em você mesmo… não pode lhe dar poderes de entrega. A entrega é a abertura do Sahasrara, mantendo-o completamente aberto, de modo que o estado de Nirvikalpa seja estabelecido dentro de nós. Deve haver um progresso regular de aperfeiçoamento, progresso regular da abertura. Vocês já viram alguma flor de lótus ou alguma flor que floresce, floresce, e em algum ponto novamente não floresce, depois floresce, depois entra em colapso, depois floresce?

Vocês já viram um fenômeno tão sem sentido na natureza? Você se eleva, depois você decai, novamente você se eleva, você decai. Vocês já viram uma árvore que cresce, depois novamente vai para dentro da lama, novamente cresce, novamente volta para a lama, culpando outras pessoas? Vocês já viram algum animal que começa a crescer, depois se torna anão, novamente cresce, depois se torna anão? Mesmo esses palácios enormes, que foram tão belamente construídos para nós, vocês veem que eles ficam pequenos, de repente, e depois sofrem colapso e depois novamente se expandem? Somente o balão do ego e do superego faz isso. E quando vocês estão identificados com eles, vocês também se tornam personalidades muito esquisitas. O lótus de seu Sahasrara está aberto agora. Ele deve abrir cada vez mais… e não deve de repente entrar em colapso, novamente abrir, novamente entrar em colapso. É um fenômeno muito complicado que você pode ver no ocidente… e você pode ficar muito surpreso às vezes.

Para Mim, é às vezes muito chocante ver isso. De repente, alguém virá: “Oh, estou muito nervoso com isso.” “Eu estou muito nervoso com aquilo.” Uma outra pessoa virá e Me dirá: “Eu quero sair da Sahaja Yoga agora.” Um outro vem e Me diz: “Oh, é demais, eu não posso ir adiante com isso.” Assim, nós temos de perceber que há algo muito estranho… dentro de nós, algo absurdo dentro de nós. É por isso que isso acontece. Nós vamos para frente, para trás, para frente, para trás o tempo todo. O que é este pêndulo? Isso não pode ser o Sahasrara.

O Sahasrara não é um pêndulo, ele é um lótus. Assim, o pêndulo é chitta, é a atenção. A atenção que se move da esquerda para direita, da direita para esquerda, segue desse jeito o tempo todo. Mas a região do Sahasrara é o Reino de Deus. Quando o Brahmarandra abre completamente, então os céus se abrem dentro de você. A Kundalini, que se elevou e lhe deu a Realização, cria essa abertura sutil, através da qual o Divino começa a derramar todas as sutilezas Dele dentro… do cérebro de vocês. Mas se você o está pressionando de ambos os lados com estes balões, às vezes abrindo, às vezes fechando, às vezes abrindo, o Divino recua Sua atenção, vocês devem saber disso. A atenção é recuada e se isso é feito muitas vezes, o Divino não se importa mais. Assim, é você quem tem de alcançar esse estado… e todos nós podemos alcançar esse estado de Nirvikalpa. Nesse estado, só há progresso.

Depois do estado de Nirvikalpa, você não pode decair. Se alguém ainda está… indo para cima e para baixo, para cima e para baixo, ele deve saber que ele ainda não está à altura… e deve encarar a si mesmo… e dizer para ele mesmo ou para ela mesma: “Não, eu tenho de estar em Nirvikalpa,” “de onde eu não decaio.” As pessoas que não estão no estado de Nirvikalpa… não serão salvas. Eu sinto muito dizer isso. Eles não serão salvos. Eles serão punidos. Talvez não seja da mesma maneira com os que não são almas realizadas, mas eles não ocuparão… os assentos do Reino de Deus Todo-Poderoso. Você pelo menos deve alcançar o estado de Nirvikalpa. Não culpe nenhuma circunstância. Não culpe seu pai, mãe, irmão, o ambiente, isso, aquilo.

Não há nenhuma necessidade de culpar ninguém. “Porque alguém veio, nós fomos influenciados.” Qual é o problema com você? Eu estou aqui, você não é influenciado por Mim? Como você é influenciado por alguém que é tão estúpido, obviamente, tão dominador? Isso significa – qual é o seu nível? Assim, amanhã, Eu decidi lhes falar sobre… como estar no estado de Nirvikalpa. Como Eu disse, nós podemos abordar mentalmente, mas mentalmente se Eu lhe disser para tomar este remédio… e você não tomar o remédio, então isso é apenas uma coisa mental. O remédio fica guardado no armário, você fica exatamente o mesmo. E depois você dirá: “Mãe, sim, nós ouvimos Sua palestra.”

Assim o tema central… do puja de amanhã, como Eu decidi, vocês têm de estar no estado de Nirvikalpa. Você pode dizer que este Dia do Sahasrara é um dia muito importante, porque Eu nunca lancei um ultimato assim antes. Porque agora nós estamos estabelecidos… como Vishwa Dharma, como a Religião Universal. Nós não somos como as outras religiões… onde após a morte das Encarnações, as pessoas fundaram a religião… e fizeram o que quiseram fazer com ela. Em nossa vida, nós iremos nos tornar esse instrumento… que representará a Vishwa Dharma. Nós temos de ter Divindades fortes dentro de nós mesmos. Nós As temos enfraquecido com todos os erros, não importa. Elas estão fracas, porque tradicionalmente… nós não obtivemos a força, não importa. Mas agora, essa Religião tem sido estabelecida, nós não podemos ter manchas negras, nunca mais. Nós fizemos todas as escolhas, os treinamentos, tudo… e todos vocês têm de saltar dentro do bote agora.

Não resta mais nenhum tempo para nós hesitarmos. Aqueles que ficarão para trás, ficarão para trás. É um período muito intenso agora, vocês devem compreender. A intensidade do período não é “estar de passagem”. Não é mais Sahaja Yoga, é Maha Yoga agora. E vocês têm de se tornar maha, vocês têm de se tornar grandes, senão vocês não podem ficar lá. Vocês têm de saltar para fora de todas essas coisas. Amanhã, de Minha parte, Eu tentarei tudo que for possível. Eu trabalharei isso. Mas é um assunto sério, Eu devo lhes dizer, uma vez que Eu estabeleci a Religião, Eu não quero que haja nenhum buraco nela.

Eu evitei isso, porque não tinha certeza. Agora, Eu sei com certeza que há muitos que poderiam ser chamados… de “Nirmalites”. Porque não deve ter mais manchas negras… no belo sari de sua Mãe. Ele tem de ser totalmente… da mais alta qualidade. Gradualmente nós afastávamos pessoas, gradualmente acontecia isso, não resta mais nenhum tempo agora. Como Eu lhes disse, Eu estou voltando para Índia. Amanhã Eu poderei lhes falar sobre… como gradualmente vocês alcançaram seu Sahasrara. E para alcançar o estado de Nirvikalpa, você tem de realmente se dedicar totalmente. Não é uma questão de conveniência vir para a Sahaja Yoga. É um dia do Sahasrara, você tem de atravessar os Himalaias.

Se vocês lessem sobre a vida das pessoas que tentaram… viajar até Kailasha, vocês saberão quais provações eles passaram. Eu os tenho levado muito docemente, delicadamente até esse ponto, mas não se estraguem com isso. Todos vocês fracassarão no ar rarefeito, a menos e até que vocês estejam no estado de Nirvikalpa. Sinto Eu ter de dizer isso aqui na Áustria. Este é o lugar que… deve demarcar o fim de nossa jornada para esquerda e para direita. “Porque meu marido é assim, minha esposa é assim.” “Porque meu filho é assim.” Você não será perdoado. Com quem você está falando? Com seu próprio Espírito?

Fale com seu Espírito, Ele entende? Isso leva embora sua vibrações, isso leva embora sua alegria, isso leva embora sua posição. Nirvichara é muito fácil de estabelecer, mas isso também algumas pessoas não estabeleceram. Então quanto a Nirvikalpa? Vocês têm de assumir isso muito seriamente. Este talvez seja o último Dia do Sahasrara… que estejamos celebrando na Europa, talvez, Eu não sei. Não é que a Mãe só fique feliz… se há pessoas de qualificação mais elevada… ou calibre mais elevado, não é isso. Eu tenho grande preocupação por aqueles que estão perdidos, que são deixados de fora. Mas às vezes, através de Minha experiência, Eu acho que pessoas assim se estragaram. Meu Amor não é para estragar vocês, não é para arruinar vocês, ele é para emancipação de vocês, ele é para vocês desfrutarem… a beleza das bênçãos de Deus sobre vocês.

Mesmo agora, se há pessoas que não são corretas, que não são honestas, que não são virtuosas no estágio do dharma, então o que Eu posso falar a elas? E depois, se elas não são nem mesmo o Espírito, então o que posso fazer com elas? As ideologias, as conversas, as discussões e argumentos não os levam lá. Não, eles não os levam. É a meditação. O que a meditação é, é realmente encarar a si mesmo… e se corrigir com a compreensão plena em relação ao que você é. Nós temos de criar seres humanos ideais. Isso é o que é o Vishwa Dharma. Do contrário, nós temos muitos dharmas acontecendo. Muitas atividades religiosas… em nome de todas as grandes Encarnações… que não estão nem de longe próximas às Encarnações, são exatamente o oposto disso. Esse estado de Nirvikalpa tem de ser estabelecido, de uma vez por todas.

Assim, Eu não tenho depois de fazer esforço com vocês. O grupo de pessoas que comparecerão amanhã, no Puja do Sahasrara, devem ser capazes de estabelecer esse estado, senão eles são exatamente como as pessoas que são novatas. Eles estão vindo pela primeira vez, ou dez vezes, ou onze vezes, ou centenas de vezes, que diferença isso faz? Para Mim é claro e óbvio, Eu tenho pouco tempo, porque o instrumento tem de estar bem. Se você tem de acelerar o desenvolvimento… do instrumento de uma forma apropriada, de modo que o Amor de Deus flua… e o Deus desse Amor se sinta feliz em relação a isso, nós temos de criar flores tão belas de modo que Ele aprecie, de modo que Ele não destrua. O Espectador dessa peça tem de estar satisfeito, de modo que Ele adie Sua destruição. É por isso que Eu disse que o tempo é curto, o tempo é muito curto. Se queremos que nossos filhos cresçam no Reino de Deus, eles são grandes santos que estão nascendo, se queremos lhes dar uma chance completa de alegria, então vamos antes de tudo nos tornar pais apropriados… e não pessoas que só vivem com ilusões. Nem tudo na Sahaja Yoga pode ser explicado. Eu não posso explicar, não posso, porque… vocês não têm esses poderes para compreender.

Por exemplo, Gregoire disse: “Mãe, eu preciso ter o sol”, porque as pessoas falaram com ele que o fim de semana seria terrível, que não haveria nenhum sol. Em 15 minutos, o sol estava brilhando, dentro de 15 minutos. O vento começou a soprar, todas as nuvens se fixaram belamente em volta de Viena, como um Sahasrara, e o céu se abriu, do mesmo modo que Eu quero que o Sahasrara de vocês esteja aberto. Toda a natureza está tão ansiosa para realizar isso, mas vocês devem aprender… a cooperar com seu Espírito. Não é uma cooperação que é apenas “de passagem”. Isso deve ser o Espírito, o ato de tornar-se o Espírito completamente… é muito importante. Nada deve impedir isso. Eu espero que o anúncio de hoje ajude todos nós… a ter essa compreensão de nossas responsabilidades… em relação a nós mesmos e em relação ao nosso Criador. É bom louvar Meu amor, é bom Me louvar por seja o que for que tenha acontecido, mas para ser muito franca, Eu não sei se vocês estão Me louvando. Eu não sinto o louvor, porque Eu sou Meu Si, Eu não sou Eu mesma.

Eu vejo a Mim mesma como separada… e então Eu falo para Mim mesma: “Veja,” “Você é a Adi Shakti, tudo bem,” “mas Você estragou Seus filhos.” “Você não fez plena justiça com eles.” “Eles levam tudo de forma tão fácil e mundana.” Assim, vocês têm de, amanhã, fazer uma promessa dentro de seu coração. Não são as palavras que são importantes. Isso tem de ser uma ação viva de seu Ser, que deve provar, que deve convencer que vocês estão totalmente entregues. E os efeitos disso, vocês sentirão em sua própria personalidade, em seu próprio Ser, em sua própria manifestação. Com tantos santos, porque… Eu deveria ter qualquer preocupação em espalhar a Sahaja Yoga. Porque há alguns que os arrastam para baixo, há algumas pessoas obstinadas, e há alguns, ainda, que estão possuídos, há alguns que são almas murmurantes. Simplesmente não prestem atenção neles, todos eles estarão perdidos, não importa.

Nós temos de criar um dia grandioso para nós ficarmos orgulhosos… que pertencemos a essa grande Religião da Verdade. Até agora não houve nenhuma religião que fosse a religião da Verdade, Na religião pratica-se alguma coisa e prega-se alguma coisa… e ela não tem nada a ver com a Encarnação. Vocês têm de fazer algo que as pessoas digam: “Nós vemos nossa Mãe nesta pessoa.” Hoje é o dia em que Eu quero abençoar algumas crianças. Eu tenho abençoado muitas crianças. Eu gostaria de abençoar todos os pais também… para compreenderem que eles têm de contribuir muito… para a formação dos filhos. Têm algumas fitas muito boas que eles fizeram na Inglaterra, sobre como ajudar as crianças a crescerem de forma apropriada… nesta louca vida ocidental. E aquele que tem sido o maior inimigo de vocês… trabalhou neste lugar. Ele é aquele que os arruinou… e vocês tiveram de cometer pecados contra o Espírito Santo, pecados contra sua Mãe. Agora, neste momento, neste lugar, nós temos de virar nosso rosto… para tudo que foi o passado, e ascender dentro do novo reino de bem-aventurança e alegria.

Eu lhes garanto que com sua dedicação, isso dará certo. Mas pensem em sua mente: o que nós sacrificamos até agora? Nenhum sacrifício é suficiente, mas nós sacrificamos alguma coisa? Isso os fará compreender que… sua Mãe lhes deu o seu segundo nascimento… sem nenhuma dificuldade. Ela assumiu todas as dores do parto para Si mesma. Agora vocês são adultos… e vocês têm de entender… que agora vocês são pessoas adultas… e não podem se comportar como crianças. Isso acabou agora. Agora vocês são pessoas adultas… e vocês têm de se tornar responsáveis por essa Maha Yoga… e por esse grande dharma que estabelecemos. O dharma que integra todos os dharmas. O dharma que purifica qualquer um que se aproxima deles.

É o oceano de todos os rios. Todos os rios fluem para este grande oceano do Vishwa Dharma. Assim, nós temos de nos moldar para estarmos ajustados ao novo padrão, aos novos ritmos, à nova música da flauta Divina. A menos e até que isso aconteça, Eu não acho que os ocidentais tenham muitas chances. Se vocês vierem para o Sahasrara, estejam preparados. Amanhã Eu gostaria de trabalhar o tanto que for possível. Eu estou trabalhando 24 horas. Não desperdiço nem um único minuto. E da mesma maneira, Eu espero que vocês dediquem suas 24 horas… para sua emancipação e para emancipação de todo o Universo. Que Deus os abençoe.

Água. Que Deus os abençoe. [Eu devo fazer uma rápida tradução…] Tudo bem. Você pode fazer uma rápida tradução… Obrigada. Muito obrigada. Muito obrigada por esta promessa. Hoje Eu agradeço o sol e agradeço o vento… e agora Eu os agradeço por esta promessa. Eu sou uma Mãe muito inocente e simples, posso ser agradada muito facilmente, mas não ajam de má fé Comigo. Não ajam de má fé Comigo. A inocência pode ser muito poderosa também.

Não ajam de má fé Comigo. Assim, agora, como dar nomes às crianças que estão presentes? É isto. Que Deus os abençoe. É um menino? Você foi abençoado. Tudo bem? Eu acho que devemos meditar por cerca de dez minutos. Seria uma boa ideia. Mantenham seus olhos abertos.

Agora todas as crianças devem colocar suas mãos deste jeito. Tudo bem? E olhem para Mim. Levantem suas línguas e as coloquem para trás… o tanto que for possível. Voltem-na para trás. Deixem-na sentir a bem-aventurança do Divino em sua ponta. Agora coloquem seu queixo para baixo, tocando seu – não fechem seus olhos. Em completa entrega. Coloquem o queixo. Mas não fechem seus olhos.

Prestem atenção em seu Sahasrara. Soltem suas mãos completamente nos lados, deixem-nas soltas. Sentem-se eretos. Não toquem o palato. Agora, inspirem. Não empurrem para trás a língua. Mantenham a língua onde está. Inspirem. Agora, contraiam seu estômago, sem expirar, para cima, empurrando o ar para cima em direção aos pulmões. Empurrem seu estômago para dentro.

Atenção no Sahasrara. Vocês começam a ver luz através do Sahasrara. De certa forma, o Sahasrara se torna como olhos. Agora, soltem isso. Deixem isso agora. Levantem sua cabeça. Agora coloquem sua cabeça para trás. Coloquem os dedos (nos ouvidos). Coloquem a atenção no Sahasrara, só isso. Não digam nada, nenhum mantra.

Retirem sua língua, empurrem-na para trás. Inspirem. Empurrem o estômago. Está bom. Agora, olhem para Mim continuamente sem piscar. Sem qualquer pressão nos olhos. Atenção no Sahasrara Vocês podem fazer isso sem piscar. Que Deus os abençoe. É isto, fisicamente, nós trabalhamos nossa atenção, em nosso Vishuddhi e em nosso Agnya. O bloqueio no Vishuddhi Esquerdo ainda está presente.

Agora, coloquem sua cabeça mais sobre o lado direito, solta, deste jeito. Com a atenção no Sahasrara, olhando para Mim. Deixem-na solta. As mãos devem estar soltas. Soltem isso. Agora, está melhor. Vocês sentem a Kundalini se elevando? Vamos fazer bandhans em nós mesmos, após elevar a Kundalini. Elevem. Atenção no Sahasrara, não fechem seus olhos, empurrem para trás sua cabeça.

Um. Novamente. Sentem-se eretos. Elevem sobre sua cabeça. Dois. Três. Agora um bandhan. Um. Dois. Façam isso de forma apropriada, sistematicamente.

Três. Todos nós devemos fazer de forma apropriada. Três. Quatro. Cinco. Tentem esperar enquanto Eu estou fazendo isso… Seis. sete. Nós ainda não o fizemos adequadamente. Todos nós devemos fazer em um único ritmo. Vamos fazer novamente.

Um. Lentamente… dois, com atenção no Sahasrara… três… Do modo como Eu faço. quatro… cinco… bom… seis. Atenção no Sahasrara… sete. Elevando? Vamos fazer o último bandhan… Agora observem. Está nítido? Maravilhoso. Que Deus os abençoe. [Shri Mataji, se a Senhora permitir, eu gostaria de dizer que…] [se há algumas pessoas que não conseguiram decidir que…] [a Sahaja Yoga é a coisa mais importante na vida delas,] [elas não devem vir para o puja amanhã.]

É claro. Para o puja de amanhã, não devemos ter pessoas que não estão pelo menos em Nirvichara. Significa que se elas ainda pensam: “Sahaja Yoga não se adequará a mim,” e tudo mais, nós não queremos esses medíocres. Por favor não venham. Nada dará certo com elas, são pessoas inúteis para Mim, totalmente. Se elas tiverem de vir para o puja, elas devem saber que… você tem de ser de um calibre elevado, senão por favor não venha. Há muitos que pensam assim, que a Sahaja Yoga é a solução… e que Eu sou a Escolhida para essa solução. Somente pessoas assim devem vir amanhã. Ao contrário, todas essas pessoas que pensam daquele jeito, até mesmo agora, por favor perdoem-Me, Eu quero que vocês Me perdoem. Eu não posso tê-los no Puja do Sahasrara.

É demais para Eu trabalhar… com pessoas tão obstinadas, insensatas aqui. Eu não quero que pessoas tão obstinadas, insensatas venham. Se elas acham que estão fazendo alguma obrigação, elas devem saber que não há nenhuma obrigação sobre Mim, mas é uma obrigação sobre vocês. Por favor, nenhum de vocês desse tipo deve vir, pude perceber isso. Há alguns sentados com vocês. Portanto todas as pessoas assim não devem tentar vir e nos perturbar. Elas devem sair da Sahaja Yoga, trabalhar isso e depois voltar. Eu não sei quantas chances elas têm, mas seja o que for. Vocês devem saber que vir para Sahaja Yoga… é um privilégio especial… e qualquer um que pense assim não deve estar aqui. Eu ficarei muito grata.

Muito obrigada. Assim, agora Eu acho que iremos jantar, depois disso, teremos músicas e cantaremos. E então amanhã, nós teremos o Puja do Sahasrara.