Makar Sankranti Puja

(India)


Transcript PDF
Send Feedback
Share

Sankranti Puja, Rahuri, Índia 14 de janeiro de 1987

Hoje é o dia em que nós celebramos a mudança do eixo do sol e ele se move em direção ao Trópico de Câncer.

O Trópico de Câncer é aquele que representa a maternidade, a maternidade da Terra. Este Trópico de Câncer passou através de uma área muito grande de terra, enquanto o Trópico de Capricórnio não passou. E na área pela qual ele passou, ele criou belas manifestações diferentes das qualidades maternas nesta Terra. Nós celebramos essa mudança, porque o sol agora de moveu em uma nova dimensão, de modo que por todo mundo haverá o calor do sol. O calor do sol representa o calor, a ternura do Amor de Deus. Esta é a razão pela qual nós celebramos este festival dando-lhes um tipo de doce feito de sementes de gergelim. As sementes de gergelim são dadas porque elas também são doadoras de calor e agora, como nós estamos vindo do frio, nós vamos para a estação quente, de certo modo, para a estação mais quente de modo a prepará-los com esse calor do sol. Essas coisas especiais são feitas da semente de gergelim para representar a chegada do calor, do afeto e o calor do sol. Embora na Índia o calor seja excessivo, ainda assim as pessoas estão esperando esta época chegar e elas celebram isso com um coração tão caloroso. Nesta época, é dito que eles lhes dão essa semente de gergelim e o açúcar para comer, mas neste momento, vocês devem falar de uma maneira doce, “god god bola” significa “vocês devem falar de uma maneira doce.” Falar de uma maneira doce é muito importante.

Algumas pessoas acham que é esperto falar de uma maneira rude ou que é muito inteligente gritar com as pessoas, mas ninguém gosta desse tipo de personalidade. Vocês podem ser inteligentes, vocês podem ser muito astutos ou espertos, talvez na televisão, as pessoas gostem de ver vocês, mas não como companheiros, como amigos. Falar de uma maneira muito doce é sinal de boa educação, boa cultura e respeito por Deus. Aqueles que temem, respeitam Deus nunca falarão de forma rude com outra pessoa, porque na outra pessoa, também o mesmo Espírito está brilhando, e por que nós deveríamos ser ríspidos ou irritados com outra pessoa que foi criada por Deus Todo-Poderoso do mesmo modo que fomos criados? Assim, esse relacionamento amoroso e belo que temos uns com os outros, especialmente depois da Sahaja Yoga, nos permite expressar na fala de forma doce uns com os outros. Há tantas maneiras pelas quais nós poderíamos ser doces. Há pequeninas coisas que se vocês fizerem, vocês poderão criar muita doçura, mas vocês precisam não de uma língua afiada, mas sim de uma memória afiada Eu experimento essas coisas muitas vezes. Uma vez um Sahaja Yogi, que é um Sahaja Yogi muito bom e ativo, estava indo de carro Comigo e seu canivete foi roubado pelo motorista ou por alguém, e ele ficou muito zangado com o motorista. Eu disse: “Esqueça isso. Veja, ele é um homem pobre,” “então ele o roubou, não importa, simplesmente esqueça isso.” Ele disse: “Não, porque ele era um presente para mim” “de alguém que estava na Suíça e” “é um canivete suíço que eu estava guardando comigo.” “Então, eu lamento tê-lo perdido.” Quando Eu fui para a Suíça, Eu comprei este mesmo tipo de canivete para ele.

Quando Eu cheguei, quando Eu lhe dei, ele não tinha palavras para dizer qualquer coisa. Ele disse: “Mãe, como a Senhora se lembrou?” “Depois de tanto tempo, como a Senhora fez” “para conseguir este canivete?” Eu disse: “Eu tenho uma memória muito boa.” Este é o problema Comigo. A memória é tão boa que às vezes, Eu simplesmente não sei, Eu posso encabular algumas pessoas com Minha memória. Ela é boa assim, Eu não esqueço nada, seja o que for. Eu, é claro, esqueço todas as coisas ruins, porque é inútil lembrar-se de coisas ruins, não adianta pensar nelas. Por causa do perdão, você sempre pode esquecer as coisas ruins. E se você se lembrar das coisas boas, a sua alegria fica multiplicada. Se você tentar lembrar de algo ruim, então a sua alegria decai. Toda vez que você ver uma pessoa, tente se lembrar que bem que essa pessoa fez a você. Que coisas boas essa pessoa tem.

Se você tiver memória para coisas boas, você terá momentos muito bons. Agora, hoje é o dia em que todos vocês estão deixando a Índia. Alguns de vocês partirão depois de amanhã. Seja o que for, Eu tenho que lhes dizer uma coisa: tudo que foi possível foi feito aqui para lhes dar alegria e felicidade. Agora, quando vocês estiverem voltando, tentem se lembrar de tudo que foi dito a vocês. Tudo que foi bom. Como as pessoas os exaltaram. Como elas amaram vocês. Como elas foram gentis com vocês. Como vocês encontraram algumas pessoas boas.

Quais experiências boas vocês tiveram, mas não fiquem remoendo coisas que são sem importância. Tudo bem, alguém deve ter dito algo rude para você ou você pode ter dito algo rude para alguém, simplesmente esqueça isso. Tentem compreender que vocês estão estragando suas chances de regozijar a vida. Ninguém está ferido por isso, então tentem ser extremamente felizes por vocês terem encontrado muitas pessoas, por terem tido casamentos, por terem visto tantos casamentos. Nós tivemos bons momentos e cada parte disso estava cheia de vibrações agradáveis. É claro, hoje alguns de vocês estavam um pouco tristes, Eu posso compreender isso, porque os seus cônjuges estão partindo, o marido de alguém está indo embora ou a esposa de alguém está indo embora. Então Eu posso ver que alguns deles parecem estar muito infelizes por causa disso. Mas isso é algo bom, porque é por causa do amor e da atração de um pelo outro, por gostarem da companhia um do outro. Isso é indicativo de algo muito bom para Mim, mas Eu ainda diria que, afinal de contas, vocês se encontrarão uns com outros e se lembrarão de todas as coisas boas que vocês disseram uns aos outros, vocês regozijaram uns com os outros, e tentem manter-se felizes. Porque esses dias passarão muito rápido.

Na Sahaja Yoga, vocês simplesmente esquecem o tempo, tudo, o tempo passa muito depressa e todas essas coisas passarão e vocês estarão juntos novamente com seus maridos ou esposas, seja qual for o caso. Não há nada para se sentirem muito tristes em relação a todas essas coisas E mantenham o sorriso e as risadas, de modo que quando eles estiverem partindo também, eles não vejam suas faces cheias de lágrimas, mas se lembrem das faces confiantes e corajosas: “A esperança está presente,” “nós nos encontraremos muito em breve e” “não há nada para se sentir triste em relação a isso.” Hoje é o dia de criar alegria e desfrutar tudo e sentir as bênçãos de Deus em volta de nós. O sol voltou em sua glória e nós temos que desejar-lhe todo o sucesso no próximo ano, porque nesta parte do Maharashtra, como vocês sabem, não tem chovido. Tem havido problemas com eles e nós temos que desejar ao sol sucesso, de modo que ele gere chuva e tudo que é necessário a partir dessa energia solar que temos neste país. E vocês têm que estar radiantes como o sol quando voltarem para seus países. Os países de vocês não são tão quentes como o nosso, nem vocês têm tanto calor lá, e vocês podem descobrir por que as pessoas são tão calorosas e tão amorosas: é porque nós temos o sol conosco. Agora carreguem o sol com vocês e deem-lhes amor e afeição e ternura, e deixem-nos sentirem que o sol foi trazido da Índia por vocês. Não importa quando Eu tenha viajado, em qualquer lugar, em qualquer país, o sol costuma estar lá muito brilhante, então eles disseram que – há um ditado: quando os indianos viajam, eles carregam o sol com eles. É claro, vocês não podem carregar o sol em seus bolsos, mas nós devemos estar carregando-o em nossos corações, o sol. Essa deve ser a razão pela qual o sol estava brilhando tão bem e todo mundo saiu com suas melhores roupas e tudo estava (…), e estavam regozijando isso.

Assim, isto é o que acontece: vocês têm que carregar o sol com vocês falando docemente uns com os outros hoje e para sempre, serem cordiais, serem prestativos, serem gentis, porque vocês são yogis, vocês não são pessoas comuns. Vocês são yogis, vocês representam essa categoria de pessoas que são conhecidas por sua retidão, por sua bondade e por sua compaixão e amor. Então, Eu desejo a todos vocês tudo de bom. Desfrutem suas viagens, desfrutem tudo e transmitam essa alegria que vocês alcançaram aqui para outras pessoas, para outros Sahaja Yogis e para outras pessoas que não são nem mesmo Sahaja Yogis. Que Deus os abençoe com isso. [Shri Mataji fala em Marathi.] Hoje é um dia auspicioso e neste dia, nós damos sementes de gergelim para os outros e pedimos-lhes que falem docemente. Nós falamos para os outros, mas seria melhor se falássemos isso para nós mesmos também, porque é mais fácil falar para os outros falarem docemente, mas: “Eu falarei de forma áspera.” Com esse nosso hábito (…), nós temos criado ideias erradas sobre nós mesmos. Nós não temos nenhuma ideia das bênçãos que Deus nos tem concedido. Deus tem nos dado muitas bênçãos neste país.

Mas neste país, as pessoas não se preocupam muito com limpeza. Neste país, há diferentes tipos de germes e parasitas. Eu acho que nós temos todos os parasitas do mundo inteiro neste país. Nós temos até mesmo parasitas que não podem ser encontrados em lugar nenhum mais no mundo. Se esses parasitas forem para outros países, eles morrerão. Por causa do frio, eles não conseguem sobreviver. Devido ao sol, há muitos parasitas neste país. Uma vez um cientista Me perguntou: “Como é possível permanecer” “vivo com tantos parasitas presentes em Seu país?” Eu respondi: “Neste país, as pessoas estão não somente vivas,” “mas vivem com alegria e felicidade,” “com muita bem-aventurança e felicidade.” A razão para isso é o sol. O sol tem nos ensinado a manter nossas casas abertas e também a abrir nossos corações. Na Inglaterra, se você tiver que sair para algum lugar, então você tem que gastar pelo menos 15 minutos apenas para colocar as roupas corretas.

É como se você tivesse vestindo um escudo antes de sair, senão você pode pegar um resfriado e afetar sua cabeça. Essa é a situação lá. Hoje, vocês estão sentados aqui a céu aberto, mas não podemos nos sentar deste jeito na Inglaterra ou em qualquer outro país ocidental. Por causa do clima, esses países se tornaram muito frios. Mesmo em nosso país, há regiões (cidades) assim, por exemplo, se você for a cidades como Bhowali ou para o outro lado de Nainital e Dehradum, e muito próximo aos Himalaias, então você pode encontrar o clima frio como nos outros países. Lá, é frio como na Inglaterra e Estados Unidos. Mas nesses países frios, nem mesmo pássaros ou insetos conseguem sobreviver. Há muitas florestas com belas flores neles. Eles chamam isso de “vale das flores”. Há tantas flores bonitas, como se fosse um paraíso na Terra, mas esse sentimento é somente por um momento.

É tão frio lá que nós não podemos nem mesmo abrir nossos olhos para ver esse belo lugar. Nós temos que usar óculos, senão nossos olhos ficam feridos, por causa do frio. Mas apesar do frio, esses países têm progredido muito. Eles têm lutado contra a natureza e o clima frio, e fortalecido seus países. Apesar de termos muito sol, nós não temos sido capazes de explorar suas vantagens. Nós podemos também produzir energia solar. Se nós usarmos a energia solar, nós nunca teremos falta de energia. Até mesmo os carros podem funcionar com energia solar. Mas a atenção dos políticos aqui na Índia está em outro lugar e devido a esse fato, nós não conseguimos explorar as vantagens do sol, mas sofrer por isso. Se nós não formos aos extremos, então nós podemos fazer muito trabalho.

A coisa principal que nós podemos aprender do sol é sua capacidade de doar. Ele sempre doa. Ele não toma nada, mas sempre doa. Devido a esse tremendo poder de doar do sol, nós podemos ter chuva, nós podemos ter colheitas e seres vivos. Se não tivéssemos o sol, então não teríamos nada. Isso acontece devido somente ao poder doador de amor do sol, de modo que nós temos sido capazes de alcançar este estado. Portanto, o que nós temos que aprender com o sol é que nós devemos também desenvolver o poder de doar. Se nós olharmos em volta de nós, encontraremos pessoas que sempre pensarão: “Como eu posso poupar dinheiro e guardá-lo para mim?” Mesmo se Eu doar dinheiro para alguns programas, algumas pessoas ainda pensam em como elas podem poupar dinheiro com isso também. Mesmo se Eu lhes der algum dinheiro para gastar, elas sempre têm uma tendência de economizar dinheiro com tudo. Por quê?

Porque há uma tendência de se agarrar a algo. Se alguém vai ao mercado e descobre que os preços subiram, e se perguntarmos: “Por quê?” Eles responderão: “Como os outros elevaram os preços,” “é por isso que eu também elevei o preço.” Se os preços das mercadorias não estão subindo, então por que eles elevam os preços? Eles têm sempre uma tendência de sugar a energia dos outros. Mesmo se Eu quiser fazer uma pequena cerimônia para uma ocasião festiva, então os outros Me dizem: “Shri Mataji, a Senhora não poderá ser bem-sucedida.” Quando Eu pergunto: “Por quê?” A resposta é que as pessoas são corruptas e elas se apropriarão do dinheiro. Do mesmo modo que Eu como a comida, eles “comem” o dinheiro, assim, talvez, não nos relacionaremos bem juntos. É uma coisa tão absurda. Aqueles que são responsáveis pelo bem-estar social do país, aqueles que são os administradores e aqueles a quem o poder foi concedido por Deus, mesmo eles não compreendem que nós temos que doar. Essa qualidade de doar, a pessoa tem que aprender com o sol, que nós viemos a esta Terra para doar e não para tomar dos outros. Essa mudança completa a partir de dentro tem que ser alcançada com a compreensão de que nós temos que doar e não tomar. Nós temos que ter a paixão de doar.

É como quando uma mãe sabe: “Hoje, meu filho está chegando”, então com paixão, ela pensa: “O que eu posso fazer por ele?” “Qual comida eu posso cozinhar para ele?” Essa é a paixão que uma mãe tem. Mesmo se ela não tiver os ingredientes, ela provavelmente os pegará emprestado dos vizinhos e preparará alguns doces para você. Ela sempre sente que não fez o suficiente. A menos e até que tenhamos esse tipo de paixão coletiva vinda de dentro e termos esse tipo de sentimento em relação aos outros, nenhum país poderá progredir, nem o nosso próprio nem os outros países. Mas, nós sempre temos a ânsia de tomar coisas dos outros, de saquear os outros, de tomar coisas emprestadas dos outros ou de enganar os outros. Por causa dessa ânsia, nossas crianças sofrerão, nós sofreremos e não seremos capazes de alcançar nada neste país. No vilarejo dos parentes de Meu marido (…) para construir um lago. O governo deu-lhes dinheiro aos milhares para esse propósito. Mas o lago nunca foi construído. Eles disseram que eles tinham que cavar um buraco para fazer o lago, mas depois eles o cobriram novamente já que não encontraram nenhuma água.

Mas na verdade, o buraco nunca foi cavado. Então, para onde o dinheiro foi? Eles o enviaram para a Suíça. Assim, os bancos novamente tomarão emprestado da Suíça e enviarão o dinheiro novamente para a Suíça. Se o sol agisse dessa maneira, então nós não poderíamos sobreviver nem mesmo por um dia. Se ele só consumisse tudo, o que nós poderíamos comer? Hoje, nós estamos celebrando o Sankranti. Sankranti significa um tipo de Kranti (revolução) através da qual nós adquirimos o hábito de doar. Todo mundo diz que nós devemos ter o hábito de doar, mas a maioria das pessoas acreditam em doar algo para o sacerdote. Também, muitas pessoas pregam a arte de doar apenas para encher seus próprios bolsos.

Isso não tem nenhum sentido. Há sempre uma questão de a quem doar e por que doar. Na verdade, com toda liberdade e franqueza, nós mesmos devemos observar o que estamos dando para o nosso país, para nossos irmãos e irmãs e para nossos vizinhos. Nós não devemos ser egoístas, mas doar com todo o nosso coração, de modo que alcancemos toda a alegria de doar. Quando nós doamos com todo o nosso coração, a alegria que alcançamos não pode ser comparada com nenhuma outra alegria. Se nós queremos sentir somente esse tipo de alegria, então nós devemos celebrar o Sankranti hoje. Nossa natureza deve tornar-se como o sol. Seja o que for que ele esteja fazendo, ele não tem o sentimento de que ele está fazendo algo. Ele está fazendo tudo em Akarma (sem o sentimento de estar fazendo algo) e está constantemente queimando a si mesmo e dando-lhes alegria, luz, a essência da vida, e ele os nutri. Nós vemos o sol todos os dias e muitas pessoas fazem Namaskar também, mas nós somente fazemos Namaskar sem absorver suas qualidades de doar.

Eu lhes disse uma coisa bem trivial: cada Sahaja Yogi deve plantar uma figueira da Índia em seu jardim. Por que nós temos que pegar dinheiro do governo para esse propósito? Apenas plantar uma árvore e colocar uma cerca em volta dessa árvore não necessita de muito dinheiro. Até mesmo fumar bidi (tabaco) custa mais. Tentem fazer essa pequena coisa, de modo que os outros vejam que vocês estão, pelo menos, fazendo alguma coisa. Apesar disso, nós sempre pensamos em como podemos ganhar dinheiro dos outros, em como podemos saquear os outros e em como podemos economizar dinheiro às custas dos outros. Por causa dessas tendências dentro de nós, nosso país nunca pode progredir. Nós não tínhamos essas tendências antes nas pessoas, antigamente. Eu posso lhes dizer que quando Eu era jovem, Eu vi pessoas que acreditavam somente em doar e nunca em receber. Eu os vi somente doando, eles não gostavam de receber.

Mesmo os pais não gostavam se os filhos recebiam algo dos outros e eles lhes diziam para devolver. Eu ainda Me lembro que na casa do Meu pai, eles tinham feito algumas cadeiras e também um guarda-sol de prata. Todo mundo perguntava: “Por que vocês fizeram estes de prata?” Então a resposta foi: “Quando nós temos cerimônias de casamento,” “ao invés de pegá-los emprestado ou alugá-los,” “seria melhor que os tivéssemos conosco definitivamente,” “porque se tivermos que alugar, então talvez” “não os consigamos a tempo, porque a pessoa anterior” “que tinha tomado emprestado não os tinha devolvido.” “E algumas vezes, estes guarda-sóis foram perdidos, porque alguém” “não os tinha devolvido e então eles foram perdidos. Então, o que Eu quis dizer é que se nós temos dinheiro, nós devemos investi-lo em alguma coisa coletiva. Se você quer construir uma quadra de badminton, então nessa quadra, todo mundo deve poder vir e jogar, e não devemos dizer: “Somente meus filhos” “devem jogar nessa quadra.” Se alguém compra um carro, nós devemos poder levar todas as crianças para a escola. Portanto, devemos comprar um carro grande, de modo que todas as crianças possam ser levadas para a escola. Esse hábito de ser coletivo e de ser útil a todo mundo, a pessoa deve aprender com o sol. E hoje é um dia especial em que nós podemos aprender isso com o sol. E nós devemos fazer um juramento: “Eu farei algo que é coletivo.” Eu não compreendo como as pessoas podem comer sem se importar com o povo simples. Vocês nem mesmo se preocupam com seus vizinhos e não fazem nada para as pessoas simples.

Eu lhes disse uma coisa bem simples que é plantar uma árvore. Nós temos tantos yogis em Maharashtra, se cada um plantar uma árvore e cuidar dela, isso certamente será benéfico para todo mundo. Assim, Eu peço a todos vocês que façam alguma coisa coletiva e isso será útil para todo mundo. Mas nunca devemos pensar em quanto eu ganharei com isso e ganhar dinheiro com isso. Não deve acontecer do mesmo modo que damos dinheiro para o padre. A pessoa deve abrir seu coração e, amorosamente, fazer alguma coisa para o coletivo e sentir a felicidade proveniente disso. A pessoa deve fazer disso um hábito. Eu não quero dizer que os outros devem ter tudo de graça. Eu nunca disse: “Façam alguma coisa de graça” “para as pessoas que vêm de fora.” Se vocês olharem para eles, vocês verão que eles têm trazido muitas coisas para vocês de fora, para dar-lhes como presentes. É claro, Eu tenho contribuído muito.

Mas eles também têm trazido muitas coisas por conta própria. Quando Eu vi os presentes aqui, Eu pensei que eram os presentes que Eu tinha comprado em Roma para vocês, mas então eles Me disseram que aqueles eram os presentes que eles próprios compraram e eles não trouxeram Meus presentes. Eles sentiram uma tamanha alegria por trazer tantas coisas para vocês. Eles nem mesmo sabem na Itália para quem esses presentes foram dados, mas eles não se incomodam. Eles deixam para que os Eu dê para os Sahaja Yogis aqui na Índia. Mas na Índia, nós temos uma tendência de pensar somente em nossos filhos e em nossa mãe. Depois a mãe vem andando, mancando em uma perna. Então vocês começam a dizer: “Minha mãe não ganhou” “um sari de alta qualidade.” “Já que eu não tenho um, eu lhe dou um sari simples.” Essa é a tendência aqui. Mas em relação às pessoas de fora, é exatamente o oposto. Quando elas vêm aqui, elas chegam com muitos presentes, parece que elas trouxeram duas toneladas de presentes de fora.

Até mesmo Minhas mãos começam a doer enquanto Eu estou dando essas duas toneladas de presentes. O que Eu quero dizer é que eles não esperam nada de vocês. Mas o comportamento de vocês deve ser tal que mostre um exemplo para eles. E vocês devem mostrar-lhes que vocês não são de maneira alguma inferiores a eles. “Nós estamos aqui realmente para servi-los, para dar-lhes as boas-vindas,” “tudo que for possível de nossa parte,” “nós não hesitaremos em fazer.” Isso não custa nenhum dinheiro nem nenhum trabalho duro. A única coisa é que nós devemos mudar nosso ponto de vista. Se mesmo depois de vir para a Sahaja Yoga, nós não somos capazes de mudar nossa natureza dessa maneira, então Eu não sinto que possamos mudar a humanidade inteira com a Sahaja Yoga. A maior qualidade em nós é doar aos outros. E nós devemos assimilar essa qualidade dentro de nós. Na Sahaja Yoga, sua Kundalini é despertada e vocês ficam consciente de seu Espírito, mas a essência do Espírito é como a do sol e essa essência é doar.

Se vocês viram uma fotografia Minha, há o sol brilhando em Meu coração. Na verdade, há um sol em Meu coração e por causa disso, Eu nunca sinto que Eu deva receber algo deles ou saquear alguém. Eu não compreendo de qual parte da cabeça de vocês vem essa ideia de saquear as pessoas. Esse é um comportamento muito estranho. Os Sahaja Yogis não devem pensar desta maneira, mas ao contrário, a cada dia, devemos pensar sobre o que podemos dar ou fazer para os outros Em Rahuri, Eu fundei uma organização cujo nome é “Sahaj Stree Sudhar” ou “Samajsudhar” (associação para o bem-estar das mulheres). Através da Life Enternal Trust, nós não podemos usar o dinheiro para o bem-estar das mulheres, então nós tivemos que criar essa organização. Essa organização foi registrada e pessoas do Canadá e de outros lugares estão prontas para doar para ela, mas aqui, Eu não encontrei ninguém para trabalhar para essa organização. Se as mulheres daqui assumirem a responsabilidade de trabalhar para essa organização, somente então ela terá sucesso. Nós adquirimos terras e todas as facilidades, mas nós não achamos tempo para dedicar a essa organização. Assim, como nós iremos a esse lugar?

Mas devemos nos lembrar que as pessoas estão vindo de fora com o dinheiro para doar para a organização de vocês. Eles trouxeram 14 máquinas para as mulheres aqui. Vocês podem ver as mulheres desperdiçando tempo sem fazer nada. Vocês podem lhes pedir para trabalhar, de modo que elas possam ganhar alguma coisa com isso. E elas podem prosperar. Pelo menos, nós devemos tentar pensar nessas coisas. Ao invés disso, nós sempre pensamos em nós mesmos. Assim, as pessoas que estão na Sahaja Yoga devem saber que essa atitude egoísta não é aceita na Sahaja Yoga. Nós temos que pensar em termos da vantagem global. As vidas (Vibhouti) dos santos são para a salvação do mundo.

E também é para a salvação das vidas santas que este mundo existe. Portanto, os santos serão abençoadas por essa atitude. (Vibhout significa as cinzas com as quais Shiva está enfeitado). Agora que vocês se tornaram santos, vocês devem se comportar como santos, e a primeira qualidade de um santo é doar. Vocês nunca ouviram falar de um santo saqueando alguém. Se um santo pensa em trapacear, ele não permanece como um santo. Portanto, de nossa parte, nós devemos sempre pensar sobre o quanto nós podemos dar e o que podemos dar, quanto amor nós podemos dar. E quantas pessoas nós podemos ajudar. Toda nossa atenção deve ser para esse propósito. Hoje em dia, há associações de assistência social apenas para propósitos eleitorais.

Nós não devemos criar nenhum tipo de associação assim. Mas nós devemos criar associações nas quais nós possamos trabalhar de forma abnegada e nosso amor deve ser nirvajya (altruísta), e não devemos esperar nada em troca. E não há limites para o nosso amor, é um amor infinito. Quando nós temos esse tipo de amor, automaticamente saberemos o que é para ser feito. Os aprimoramentos devem ser feitos gradualmente e cada Sahaja Yogi deve contribuir para esse bem-estar coletivo. Nós devemos tentar dedicar nosso tempo para esse propósito e trabalhar duro para alcançar nossos objetivos. Não deve acontecer isto: “Shri Mataji chega, Ela dá uma palestra,” “e quando Ela vai embora, está tudo concluído.” Essas pessoas (de fora) têm feito muito. Elas fundaram escolas e organizações sociais. Nós devemos também fundar alguma coisa dessa forma. A Sahaja Yoga não deve se tornar uma associação de pessoas que se conscientizaram do Espírito e estão nadando na alegria, mas são preguiçosas.

Não deve acontecer dessa maneira. Nós devemos tentar ver como podemos ajudar os outros. Nós devemos abrir nossos olhos para olhar em volta com amor e tentar ver como podemos ajudar os outros. Eu ainda não pude Me mudar para Índia. Quando Eu voltar para a Índia, vocês verão que Eu farei todo mundo trabalhar. Portanto, é aconselhável começarem a trabalhar antes de Eu vir. A Sahaja Yoga não se destina somente para se sentar e meditar. Para meditar, por que vocês precisam da Sahaja Yoga? Vocês podem ir para os Himalaias. Se vocês querem ficar aqui e ficar na Sahaja Yoga, então as pessoas comuns devem ser ajudadas pela Sahaja Yoga.

Mas a Sahaja Yoga não deve tornar-se como essas organizações sociais modernas. Nós devemos tentar alcançar nossos objetivos com total sinceridade e somente então, nós poderemos dizer que estabelecemos a Sahaja Yoga. Agora, Eu ouvi muitos louvores a Mim. Eu ouvi as músicas e elas Me deram muita alegria e satisfação, pois as pessoas Me reconheceram. Mas vocês devem se lembrar de uma coisa, vocês devem trabalhar para que conheçam a si mesmos, porque vocês não podem ver a si mesmos no espelho. Vocês devem ser capazes de ver o que vocês têm alcançado, assim como antigamente, vocês costumavam cuidar de sua casa, de seus filhos. Da mesma maneira, se vocês não são capazes de trabalhar para o coletivo, então, em Minha opinião, vocês não alcançaram nada através da Sahaja Yoga. Vocês têm permanecido onde vocês estavam, vocês não progrediram de forma alguma. No próximo ano, quando Eu vier, vocês devem poder Me dizer quantas figueiras vocês plantaram. Em segundo lugar, vocês devem poder Me dizer qual trabalho coletivo ou social vocês fizeram.

Se vocês tentarem olhar em volta, vocês definitivamente poderão ver algum trabalho coletivo que vocês podem fazer ou devem fazer. Eu tenho certeza que vocês poderão fazer isso muito bem. Isso não necessita de dinheiro, vocês somente têm que decidir dentro do coração de vocês. Quando Eu iniciei a Sahaja Yoga, naquela época, Eu dei a Realização a uma única senhora e Eu comecei sem nenhum dinheiro. Eu não tive apoio de ninguém, mas mesmo assim, Eu comecei a Sahaja Yoga. Mas por causa da honestidade do trabalho e da consistência, ela tem se expandido muito. Agora, cada um de vocês, homem ou mulher, têm a responsabilidade de que quando vocês introduzirem a Sahaja Yoga para o público em geral, vocês serão capazes de lhes dar alguma prova do bem-estar geral. Vocês não precisam infringir nenhuma lei para isso. Vocês não precisam fazer nada errado nem precisam fazer algo ilegal. De uma maneira muito simples, se vocês simplesmente abrirem seus olhos, vocês serão capazes de ver o que vocês podem fazer para o bem-estar geral das pessoas, como vocês podem ajudar o bem-estar das pessoas.

E Eu estou aqui para dar-lhes toda a força e energia para fazer esse trabalho. Não precisamos de nenhum voto nem de nenhum dinheiro ou qualquer outra coisa. Vocês devem Me fazer uma promessa de que sem esperar nada em troca, vocês começarão a trabalhar para o bem-estar das pessoas. Às vezes, pode acontecer que quando as pessoas começam algum trabalho social, elas circulam pedindo dinheiro. Isso está errado. Nós não devemos pedir dinheiro no começo. Primeiro, vocês devem iniciar algum trabalho que não necessite de dinheiro Todo mundo acha que sem dinheiro, nós não podemos fazer nada. Vocês obtiveram os poderes, então por que vocês precisam de dinheiro? Se alguém está doente ou não está bem em sua vizinhança, então vocês podem ir e visitá-lo e tentar confortar essa pessoa. Ao invés disso, o que Eu vejo é que vocês trazem a pessoa doente para Mim.

Outro dia, alguém trouxe uma pessoa ferida para Mim. Ele tinha um braço quebrado. Um Sahaja Yogi poderia ter tratado dele em dois minutos e fazê-lo ficar bem, mais ao invés disso, eles o trouxeram para Mim e bem no meio de um programa público e pediram-Me para tratar do braço dele. Vocês são tantos e todos os poderes estão fluindo através de suas mãos, mais ainda assim vocês não os usam. Se vocês não são capazes nem mesmo de tratar essas pequenas doenças, de que adianta ser um Sahaja Yogi? Alguém diz: “minha mãe está doente, meu pai quebrou a perna dele.” Ao invés de trazê-los para Mim, vocês podem facilmente tratar deles. Vocês realmente têm os poderes, tentem usá-los. Portanto, vocês devem ser capazes de ajudar as pessoas sem esperar nada em troca e com total alegria. Vocês serão capazes de sentir muita alegria quando tiverem o sentimento de que vocês não fazem nada, mas vocês são apenas um instrumento de Deus, e vocês estão vivendo neste mundo, neste país e estão dando algo especial para as pessoas. É uma coisa tão grandiosa, uma compreensão tão grandiosa.

Com um sentimento assim, se todos vocês decidirem trabalhar, então vocês poderão fazer algo pelos outros e outras pessoas verão o que é a Sahaja Yoga. Agora, o que as pessoas acham que é a Sahaja Yoga? Apenas todo mundo meditando junto e só isso. Mesmo se houver algum problema no país, os Sahaja Yogis apenas ficam sentados em meditação. Um homem veio e Me disse: “Minha esposa não cozinha.” Eu perguntei: “Por quê?” Ele disse: “Ela apenas medita.” Então Eu disse: “É mesmo? Mas quem disse isso para ela?” Primeiro ela deve cozinhar, para meditação, até mesmo cinco minutos são suficientes. Eu lhes dei o poder e a energia para cozinhar bem. Portanto, devemos ter a confiança de que vocês são capazes de trabalhar. Eu estou lhes dando os poderes, vocês podem assimilá-los. Se vocês apenas meditarem todo dia, isso não é o suficiente.

Vocês têm que ver que bem-estar vocês estão dando aos outros. Mas ao invés disso, vocês sempre pensam sobre o seu próprio bem-estar, e vêm e Me pedem para tratar de seu filho, de seu pai, de sua mãe, ou pedem para arranjar um bom emprego. E vocês querem que Eu também vá à sua casa para comer, para fazer isso, fazer aquilo. Dessa maneira, vocês tentam impor a sua vontade sobre Mim, mas e quanto a vocês, o que vocês podem fazer? Vocês devem sempre se lembrar que vocês têm que fazer alguma coisa. “Eu mostrarei para Shri Mataji que eu sou capaz de” “fazer algo especial.” Nós devemos decidir isso de uma vez por todas. Eu tenho uma imagem em frente aos Meus olhos, como Shri Gyaneshwara disse: “Bolte pyushanche sagar.” (Ditado que significa “são como oceanos de néctar”). Onde está isso? Eu quero ver isso. Assim, neste dia auspicioso, Eu dou a todos vocês Minhas doces bênçãos, de modo que vocês ajudem todo mundo e cuidem do bem-estar das pessoas, e tratem todos com amor e falem de forma doce, cheia de amor.

Ele está dizendo que vocês devem colocar suas mãos deste jeito, para dizer que vocês estão ligados pelas palavras da Mãe. E que nós tentaremos fazer o bem aos outros e seremos muito gentis uns com os outros. Eu estava dizendo a eles que nós temos que ser coletivos não somente entre Sahaja Yogis, mas com os outros também. Nós devemos ver a nossa volta, o que está errado lá, como podemos ajudar. Nós temos muitas obrigações sociais que temos que cumprir. Agora vocês alcançaram o estágio em que podem fazer isso sem formar qualquer organização social que coleta dinheiro e tem santos e coisas assim, esse tipo de insensatez. Mas vocês podem ver em volta de vocês mesmos quem precisa de vocês, a quem vocês podem ajudar. E é desse modo que vocês podem realmente dar uma forma muito positiva para a Sahaja Yoga. Marathi Rahurila Eu darei esta água para todos vocês, todos os líderes, e também… vocês podem tomar isto, esta água é muito boa para todas as doenças do Muladhara Chakra.