Shri Vishnumaya Puja

(United States)

1987-08-09 Shri Vishnumaya Puja, 44' Download subtitles: EN,ES,JA,PL,PTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): Download video (full quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Download audio:
Transcribe/Translate oTranscribe


Shri Vishnumaya Puja Nova York, EUA, 09.08.1987

Hoje nós nos reunimos aqui para fazer o Puja a Vishnumaya. Vishnumaya é criada através do esforço humano também. Como vocês veem, as nuvens, quando elas se esfregam umas contra as outras, então a eletricidade é criada. Então primeiro, as nuvens têm de ser criadas. O sol age no oceano. Vejam quantos chakras entram em ação. O oceano é o Void e o sol age no oceano. A lua também age no oceano. Como resultado disso, as nuvens são criadas. Essa eletricidade não é criada no oceano, isso criaria problemas. É criada no céu, de modo que todo mundo pode vê-la, pode ouvi-la.

Eles a veem primeiro e a ouvem mais tarde. É tudo bem organizado, bem calculado, isso é Vishnumaya. Mas isso foi criado também… com alguma compreensão dos seres humanos nesta Terra. Antes de tudo, eles viram as duas nuvens se esfregando uma na outra. Então no estágio primitivo, os seres humanos tentaram esfregar… duas coisas materiais para criar eletricidade. Assim, as duas coisas materiais, que são duas partes de matéria, quando esfregadas, criaram a eletricidade. É muito significativo ver: a matéria pode ser usada para criar eletricidade. A centelha de eletricidade surge da matéria. Sem matéria, eles não poderiam ter começado a cozinhar a comida. Assim, o modo como isso ajudou o Void.

Primeiro do oceano, isso foi para o céu, transmitiu a mensagem para as pessoas criarem a eletricidade. Vejam o amor. Então as pessoas aprenderam a cozinhar a comida… para a digestão ficar mais fácil para os seres humanos. Como isso retorna. Da natureza, como os seres humanos aprendem… e fazem isso para o bem, para a melhoria, hita, dos seres humanos. Essa energia benevolente, que foi destinada ao benefício dos seres humanos, novamente foi utilizada. Como vocês veem, esta é a criação, tudo isso é de Vishnumaya. É por isso que é uma maya. Com a eletricidade, vocês podem criar uma maya, vocês sabem disso muito bem, como vocês podem criá-la. Muitos estão aqui, afortunadamente de uma maneira tão espontânea, muitos que estão lidando com essa eletricidade na criação de maya.

A América é tão ajudada por essa eletricidade, por Vishnumaya. Vocês não são gratos por isso. Por exemplo, vocês têm as cataratas do Niágara, vocês têm muitas cachoeiras aqui. Novamente, quando a água cai, isso vem da água, quando a água cai no nível mais baixo, no nível muito mais baixo, então ela move a turbina… e esses movimentos podem criar eletricidade. Então vocês têm eletricidade hidrostática. A eletricidade também é produzida, como vocês sabem, através do carvão. Agora, aqui novamente, a Mãe Terra trabalha, para a melhoria dos seres humanos, para criar o carvão em Seu Ser. Eu acho que ela deve estar capturando todos os baddhas, absorvendo todos eles em Seu estômago e deve estar queimando… as pedras dentro Dela para produzir o carvão. E então esse carvão é usado para produzir eletricidade. O quanto que a natureza está trabalhando para nossa melhoria.

A Nova York de vocês não teria existido se não fosse pela eletricidade. Faltou eletricidade por 15 minutos… e vocês conheceram o poder da eletricidade. Vocês não podem se mover sem ela, vocês não podem viver sem ela. É por isso que ela tinha de ser usada e criada, dando-lhes tanto benefício. Vocês cozinham com ela, enxergam com ela, vocês ouvem com ela, vocês desfrutam com ela. Vocês não teriam suas televisões, vocês não teriam nada sem eletricidade. Vocês nem mesmo teriam essas placas de “Saída” escritas aqui. Vocês teriam batido nas paredes. Muito dessa Vishnumaya tem atuado, mas Ela é uma maya. Ela pode criar uma maya.

E isto criou uma grande maya nas mentes dos seres humanos: “Nós estamos no topo do mundo”. Vocês não estão! Se a eletricidade desaparecer de vocês, vocês se tornarão novamente as mesmas pessoas primitivas… criando eletricidade a partir de esfregar as pedras, acreditem em Mim. Esse fluxo de eletricidade está disponível para vocês… para o seu bem e não para sua destruição. Mas o que tem acontecido hoje é o uso dessa eletricidade… para sua destruição. Eu Me lembro que cerca de 30, 40 anos atrás… ou mesmo antes, quando víamos os filmes, não eram filmes coloridos, os filmes americanos eram belos filmes… com substância neles. Eles não mostravam… um homem casado correndo atrás de uma mulher casada. Nenhuma dessas histórias. Uma forma muito pura da bela vida familiar. Tudo que era nutridor era mostrado.

Não ouvíamos nenhuma dessas coisas onde eles mostravam o mal vencendo. Agora você constata que eles mostram um ladrão, e o ladrão se torna o herói. Então as pessoas veem esses filmes… e as crianças especialmente, Eu tenho visto, têm esse ladrão como símbolo de algo grandioso. Então eles estão indo contra o Void completamente, contra a religião que está dentro de nós, totalmente. A coisa que era para nutrir o Void, aquilo que era para sustentá-los em suas valências, está agora perturbando o Void completamente. Essa é a parte relativa à maya disso. A mesma eletricidade, que era para lhes dar o caminho correto, a luz na escuridão, está agora sugando vocês como um ímã em direção a sua destruição. Essa é a Vishnumaya que veio a este país… de uma forma tão grande e depois se espalhou por toda parte, tem dado ideias a todo mundo. As pessoas assimilam todas as técnicas de vocês, todos os seus estilos, vocês têm até mesmo Hollywood… e todas essas pessoas muito famosas aqui… que prosperaram com essa eletricidade. Mas sem agradecer Vishnumaya, elas começaram a fazer coisas que eram contra Vishnumaya.

Essa Vishnumaya é Aquela que tem ajudado vocês, porque Ela é a Irmã de Shri Krishna… e porque este é o reino de Shri Krishna, Ela veio para cá para ajudá-los. Agora, Ela é a Irmã, isso deve ser muito bem entendido. Agora, a relação de irmã é um relacionamento puro. Agora, é claro, tudo está tão confuso, mas esse é o relacionamento puríssimo entre o irmão e a irmã. O irmão é protegido por uma irmã, e a castidade da irmã é cuidada pelo irmão. Um irmão que não se sente ofendido… se a castidade de sua irmã está em perigo… ou se ela se comporta de forma irresponsável… em relação à sua castidade, ele não é um irmão. Ele não é mais um irmão. Ele é responsável… por se certificar de que sua irmã preserve a castidade dela. Somente a castidade dela pode protegê-lo, é um trabalho mútuo. Este sentimento, se ele não se desenvolve: “Ela é minha irmã e eu tenho de cuidar de sua castidade,” “para isso, eu tenho de me comportar bem,” “de modo que ela não encontre falhas em mim.”

É um tamanho processo de limpeza que esse relacionamento tem, tanto quanto a eletricidade tem o processo de limpeza para vocês. Em todo lugar, o que a eletricidade faz, uma irmã faz pelo seu irmão, ela cozinha para ele, ela lhe fala o caminho correto, ela o ilumina e às vezes lhe dá um choque também. Eles têm de receber certos choques, senão eles não saberão como trabalhar isso. E o melhor de tudo, Ela é Aquela com quem você tem de ser… muito cuidadoso para saber a técnica de como lidar com sua irmã. Se você não sabe como lidar com sua irmã, você pode estar completamente errado e pode ter… algo que você nunca esperaria ter. Então temos de entender como lidar com uma irmã. Nesse caso, nós temos de saber que a mesma Vishnumaya nasceu… novamente na época de Shri Krishna como Draupadi. Ela nasceu como Draupadi, e quando Draupadi foi atacada pelos Kauravas, eles quiseram tirar Seu sari. Retirar o sari por si só é um símbolo… de que eles desafiaram Sua castidade. Se você observar no Maya Nagri, as mulheres não têm nenhum senso, de forma alguma, de que elas devem cobrir esta parte do seu corpo.

E nessa Maya Nagri, é o contrário. Quando Eu ouvi uma pessoa muito responsável dizendo: “Em nossa cultura, as mulheres devem expor seu corpo.” O que é essa cultura? É anti-Krishna, completamente, anti-Vishnumaya. Pessoas assim terão problemas. Eu tenho certeza, com problemas elétricos. Os irmãos que não se importam com a castidade… do marido de sua irmã… e também lhe dão apoio… e pedem para ele fazer coisas erradas, escondem as coisas dele, são também igualmente responsáveis. Como na Sahaja Yoga, você sabe que uma irmã deve ser protegida, a o marido da irmã, se ele está fazendo qualquer coisa errada, ele deve ser repreendido pelo irmão. Como uma vez na Índia, um jornal… publicou alguns comentários sobre Mim. Meus irmãos ficaram exaltados para lutar, Eu pensei: “Agora, isso vai ser terrível.

Como vou lidar com isso?” Aquilo foi um grande problema. Eles estavam indo aos tribunais. Quando Eu lhes disse: “Eu não irei aos tribunais.” “Tudo bem, não vá.” “Mas nós iremos.” Eles falaram com Meu marido também. Meu marido e Meus irmãos juntos era algo formidável. Eu não sabia o que fazer. Eu escrevi a um Sahaja Yogi: “Vá e se encontre com o editor do jornal.”

“Diga-lhe que esses são Meus irmãos, tome cuidado.” “Eles são pessoas muito poderosas na Índia e aqui,” “Meu Marido é terrível.” Mas eles não se desculparam. Então Eu pensei em uma outra Vishnumaya. Houve uma grande greve… e o jornal ficou fechado por exatamente seis meses. E eles tiveram prejuízos enormes. E quando eles recomeçaram, as pessoas que estavam trabalhando lá retornaram e disseram: “Por que você escreveu contra Shri Mataji?” “Nós não vamos retornar.” E eles tiveram de pedir desculpas. Assim, como o amor do irmão pode compelir até mesmo a Adi Shakti… a fazer coisas que Ela normalmente não faria.

Da mesma maneira, quando Draupadi foi desafiada, Shri Krishna não estava em Hastinapur, onde isso aconteceu. Ele estava a mil, pelo menos a mais de mil quilômetros de distância… daquele lugar. Mas é dito: “Shankha chakra gada padma, Garuda lai sidhare.” Ele veio em Seu condor com todas as Suas armas: shankha, chakra, gada, padma. Todas elas, Ele trouxe para salvar a castidade de Sua Irmã. Há muitos incidentes em nossa história, Eu não sei… se Eu consigo citar alguma coisa na história de vocês. Mas Eu diria que quando Eu vejo Abraham Lincoln, Eu acho que ele era um grande irmão da Estátua da Liberdade. O modo como ele lutou pelas mulheres em um amor tão puro… e sem receber nenhum dinheiro, sem cobrar nada delas, para punir os maridos que eram bêbados. Isso é exatamente como um irmão muito bom e poderoso se comporta. Mas esses sentimentos estão desaparecendo agora, Eu acho.

Mas, digamos, na Rússia, quando Eu fui, fui ver a casa de Lenin… e do início ao fim, além de sua esposa, foi sua irmã que o ajudou: datilografou para ele, fez todo o trabalho oficial dele. Ele escreveu volumes e mais volumes de livros… na idade de 54 anos, volumes. Antes de tudo, ele estava na Sibéria, e imaginem só, a irmã dele datilografou a maioria daquilo. Do começo ao fim, em todo o tour, nós sentimos a presença da irmã e o modo como ela teve problema. Esse relacionamento é tão puro que não quer nada. Uma esposa pode dizer: “Se você não me der um casaco, eu divorciarei de você.” Talvez na Inglaterra e é possível nos EUA que elas falem assim. Mas uma irmã não pode divorciar. Ela não pode se divorciar desse relacionamento. Nessa época, no jornal, eles publicaram o nome de Meu irmão, então Eu disse: “O que posso fazer?

Ele é Meu irmão, então ele é Meu irmão.” Quer seja bom, ruim, qualquer coisa, ele é Meu irmão, Eu não posso Me divorciar dele. É algo, é um relacionamento que você não pode romper. A natureza lhes deu esse relacionamento. Mas quando você vem para o coletivo, é muito importante… que respeitemos esse relacionamento. Se você não respeita esse relacionamento, você não pode pôr em prática a vida coletiva. Por exemplo, Eu vou em uma festa… e sinto algo muito estranho acontecendo. A esposa de alguém está envolvida com o marido de alguém. Todos os tipos de coisas estranhas acontecem. Mas no coletivo, se você sabe: “Exceto a minha esposa,” “o resto delas são minhas irmãs”, a pureza se estabelece assim, você não tem de se preocupar: “Elas são minhas irmãs.”

E seus olhos se firmam. A inocência começa a jorrar de seus ohos. É uma coisa muito, muito simples. Assim, no olhar, quando vocês têm sua Realização, vocês têm um brilho, vocês devem ter visto, há um brilho, isso é Vishnumaya. Isso é Vishnumaya que brilha através de seus olhos, e Ela é Aquela que o faz passar através da maya de Vishnumaya. Esse brilho no olhar, vocês devem ter visto… nas pessoas que são almas realizadas. E esse brilho no olhar é o que o faz compreender e sentir… a beleza e o poder do relacionamento de irmão-irmã. No começo da Sahaja Yoga, Eu achava que era impossível… estabelecer isso. Então Eu disse: “Vamos tentar Vishnumaya”. E isso funcionou.

Na verdade, naturalmente nós sabemos que é errado. Nós sabemos que é errado, naturalmente. Nós não temos de ter uma lei para isso. Uma mulher veio para os EUA com seu irmão… e ela Me disse que quando Eu não vou aos EUA, é um lugar estranho. Ela disse: “Eu fui aos EUA e quisemos nos hospedar em um quarto”, porque eles queriam economizar dinheiro. Eles disseram: “Não, se vocês são irmãos e irmãs, vocês não podem se hospedar juntos.” Ela disse: “Por quê?” Na Índia, se vocês são irmão e irmã, vocês sempre podem se hospedar juntos. Se vocês não são irmão e irmã, então, é claro, vocês não podem se hospedar, vocês não se hospedam juntos. É o contrário, se vocês são irmão e irmã, vocês não podem se hospedar em um quarto em um hotel, pela lei.

E se é um pai e uma filha, vocês não podem se hospedar em um quarto. Absurdo. Para nós, indianos, isso é um choque. Eu disse: “Mas por quê?” Eu simplesmente não conseguia entender. Agora Eu sei o que é isso. Isso se tornou agora uma lei, chegou a esse ponto. Para nós, é um absurdo ter uma lei assim. E como nós aprendemos muitas coisas com vocês sobre a eletricidade, é melhor vocês também aprenderem conosco certas coisas… sobre os poderes de Vishnumaya. Não há nenhum mal em aprender algo para as raízes, porque se a árvore deu errado, ela tem de aprender algo muito essencial das raízes… e é isto: a pureza do relacionamento entre irmãos e irmãs.

Mas o relacionamento com a irmã sempre dá… uma força consolidante muito grande para o marido e para a esposa. Eu sei que se Meu marido tentar Me perturbar, sua própria irmã o ficará perseguindo… e é melhor ele tomar cuidado com isso. E o mesmo Comigo, se Eu fizer qualquer coisa errada, Meu irmão tomará partido de Meu marido e não de Mim. Então isso consolida os relacionamentos muito bem. Na história, Eu sei de… dois incidentes muito belos que Eu lhes contarei, que vêm em Minha mente hoje, um é de Shivaji. Quando Shivaji – isso aconteceu duas vezes em sua vida, que é notável – uma vez ele foi presenteado com uma mulher que era muito bonita, e as pessoas tinham pilhado as coisas dela e todas as suas joias, porque ela era a filha de uma cortesã muçulmana, como vocês chamam de cortesão. E eles tentaram pilhá-lo… e eles trouxeram essa bela mulher diante de Shivaji. Então Shivaji olhou para ela e disse: “Por favor, remova seu véu”, porque as muçulmanas têm um véu. E quando ela removeu o seu véu, ele disse: “Se minha mãe fosse tão bonita como você,” “eu teria sido igualmente bonito.” Que coisa de se dizer!

Que coisa poética de se dizer: “Se você fosse minha mãe, eu teria sido bonito como você”, significa “você é minha irmã.” E então ele ficou muito zangado com todas aquelas pessoas e lhes pediu: “É melhor levá-la embora e nunca façam tal coisa a nenhuma mulher.” E não somente isso, mas ele deu muitas joias… e muitas coisas para ela, para dizer que… ela é uma irmã indo para o marido com todo respeito e consideração. E esse senhor, o marido dela, era um inimigo mortal de Shivaji. Como ele resolveu o problema com tanta pureza… e depois aquele senhor se tornou um tipo de pessoa mais pacífica… com esse gesto dele. A segunda história em sua vida é que nós ouvimos falar de um forte… que fica muito próximo à Minha casa em Puna, havia uma moça Rajput chamada Kamal Kumari, que foi capturada pelo homem que era o oficial daquele forte, que era um muçulmano, e ele ficou falando para Kamal Kumari: “Você deve se casar comigo.” E ela não aceitava. Eles a tinham trazido de algum lugar, meio que à força. E ela não aceitava, ela era Rajput. E ele disse: “Amanhã, você terá de se casar comigo.”

Essa moça não sabia o que fazer, então com alguém, muito secretamente, ela enviou uma carta a Shivaji com um rakhi. Mas ela chegou à mãe de Shivaji. A mãe enviou uma carta, uma mensagem a Shivaji em um cavalo: “Venha aqui o mais rápido possível, se você estiver comendo,” “então venha aqui para lavar suas mãos”, chegou a esse ponto. E Shivaji era muito obediente à sua mãe, muito obediente. Temos de aprender a partir de seu caráter. Ele correu lá, porque obediência era o seu poder. Ele correu lá e perguntou: “Mãe, o que é?” Então ela disse: “Não, eu quero jogar xadrez com você.” Ele disse: “Por que agora?” “Eu preciso jogar xadrez.”

Ele não conseguia entender. E ela jogou xadrez e ganhou. Ela poderia ter lhe falado, mas ela só queria… meio que colocar uma Vishnumaya nele. Ele perdeu: “Mãe, o que você quer?” Ela disse: “Hoje eu quero que você à noite capture este forte.” – “Hoje?” – “Sim.” Então ela lhe mostrou a carta e o rakhi. O rakhi foi tão poderoso que a mãe teve de pedir para seu filho… que era responsável pela libertação de Maharashtra… das garras dos muçulmanos, que ele deveria ir a esse forte e capturá-lo. Tamanha mensagem poderosa dessa fita.

Então, tudo bem, ele saiu. Ele ficou muito preocupado em como fazer aquilo. De repente, havia um senhor chamado Tanaji… que tinha vindo com seu tio, convidá-lo para o casamento de seu filho. E ele o viu tão preocupado, ele disse: “Por que você está tão preocupado, senhor?” Ele disse: “Minha mãe me pediu tal e tal coisa.” Ele disse: ¨Tudo bem, eu vou. Você não tem de ir,” “porque temos muitos Tanajis como eu,” “mas nós só temos um Shivaji, eu vou fazer isso.” Ele disse: “Mas seu filho vai se casar.” Ele disse: “Primeiro deixe minha espada se casar…” “com esse forte, depois eu casarei meu filho.” Tínhamos pessoas assim também.

Tamanho sacrifício. Somente com aquele rakhi. Pensem nisso, somente um rakhi, tudo bem. Eles não conheciam aquela moça, eles não conheciam o pai dela,” eles não sabiam nada sobre ela, eles nunca a tinham visto. Vocês conseguem imaginar alguém que faria isso nos tempos modernos? Supõe-se que sejamos pessoas muito evoluídas, poderosas, grandiosas. Mesmo nos filmes, não precisamos mostrar isso. Ninguém virá para ver um filme assim, porque eles se sentirão tão inferiores. E ele foi lá e ele usava um tipo de lagarto grande… que ia e fixava as unhas. Com uma corda, ele escalou e eles conquistaram… e venceram aquele forte.

Foi decidido que se eles tivessem sucesso, eles deveriam acender uma fogueira que Shivaji pudesse ver e vir. Ele viu o fogo de manhã cedo, então foi lá, e debaixo da árvore, o cadáver desse Tanaji estava deitado. Ele olhou para ele e disse: “Nós ganhamos o forte, mas perdemos um leão.” É por isso que ele é chamado de Forte do Leão, Simhagad, que você pode ver de Minha casa muito claramente. Mas esses são os monumentos de uma pequena coisa chamada rakhi. Um pequeno símbolo de expressão… que pode capturar fortes e mais fortes. Uma outra onde – Eu lhes contei essa história antes, mas Eu a repetirei – foi quando Alexandre, o Grande, foi preso por um rei chamado Puru. Alexandre tinha se casado com uma mulher indiana… e o grande Alexandre estava na prisão. Aquele era o dia de Vishnumaya. Então ela enviou – essa moça era muito inteligente, sua esposa – ela enviou um rakhi em um pequenino thali bem coberto… a esse rei Puru.

E, como são os rituais, naquele dia, aquilo foi presenteado a ele. Ele teve de aceitar. Se ele é enviado, você tem de aceitar. A irmã o envia com considerações, mas você tem de aceitar. E ele o aceitou e o rakhi foi amarrado, então ele disse: “Quem é minha irmã?” Eles disseram: “Sua irmã é a esposa de Alexandre.” Ele disse: “Oh Deus,” “isso significa que eu prendi meu próprio cunhado.” Imediatamente ele se tornou um cunhado, imediatamente. Nenhum casamento aconteceu, nada, ele é um cunhado. Ele correu até a prisão, prostou-se diante do grande imperador; Ele não conseguia entender: “O que está acontecendo a Puru?”

“Por que ele fez tudo isso?” Ele disse: “Senhor, sinto muito,” em seu próprio idioma, “sinto muito, eu não sabia que você era…” “meu cunhado. Sinto muito por tudo que eu fiz.” “Você me perdoará?” e tudo mais. E ele o trouxe, pediu para ele sentar em seu trono. Ele não conseguia entender: “O que está acontecendo?” “Por favor”, o fez se sentar lá, colocou guirlanda nele, fez aarti, deu-lhe joias, deu-lhe grandes guirlandas… de diamantes e rubis e coisas assim. e tocou seus pés, lavou seus pés… e depois com grande honra, o enviou para casa. Ele não conseguia entender: “Ele ficou louco ou possuído por alguém?”

Ele deve ter pensado que algum grego possuiu aquele sujeito… pelo modo como ele estava se entregando. Quando ele foi para casa, sua esposa estava sorrindo. Ele disse: “Por que você está sorrindo?” Ela disse: “Eu sabia que o truque daria certo com a mente indiana.” “Qual foi o truque?” Ela lhe mostrou uma fita. “Isto foi o truque.” Ele não conseguia entender, começou a olhar para aquilo: “O que é isto?” Ela disse: “Isto é o rakhi. Esta é a coisa que enviei para ele.”

“Isto tem o símbolo de uma irmã, foi desse modo que você foi libertado.” Alexandre se sentou, ele disse: “Oh Deus,” “essas pessoas podem libertar seus inimigos com uma fita?” “Eu não posso capturar essas pessoas. Eles são muito bons.” “Eles são muito sutis. Essas sutilezas, não podemos entender.” E ele voltou, mas ele levou alguns poetas com ele, que cantaram seu louvor, como ele era, que homem generoso. Mas Eu devo dizer que é muito surpreendente… ver um homem tão sutil na Grécia. Mas talvez aquela era a época para eles entenderem sutilezas, mas hoje Eu não tenho muitas esperanças. Como Eu os tenho visto, eles não são tão sutis assim.

Eles só têm pessoas como Onassis… que são seus heróis, que eles veneram. De onde até o que nós chegamos? Como nós temos usado as mesmas coisas boas a partir de coisas horríveis agora? Até onde nós fomos? E Eu diria que a mesma Vishnumaya… colocou essa maya agora com a qual você vai para o inferno. Acabou-se! É Ela que arrumou isso para vocês. Ela não acha que os americanos merecem estar na Sahaja Yoga. É Ela que fica brigando Comigo, Ela diz: “Mãe, esqueça isso! Esqueça isso!

Esqueça isso!” Vejam os filmes, um pior do que o outro. Vejam os filmes recentes, os modernos, você não consegue nem mesmo vê-los, você tem de fechar seus olhos. O mesmo poder agora é para a destruição de vocês, usado por vocês somente. Vocês o estão usando para sua própria destruição. Todos esses filmes… estão trabalhando em vocês para lutarem uns contra os outros, destruir uns aos outros, como matar uns aos outros, como ser violento, como ser feio, como ser despudorado, como não ter nenhum autorrespeito e nenhum respeito pelos outros, tudo está vindo através dessas mídias. Seus filhos são tão rudes. Ninguém ouve ninguém. Ninguém respeita os mais velhos. Se alguém é um homens simples, honesto, inteligente, brilhante, eles acham que ele é um tolo, porque ele não sabe como ser mais esperto do que vocês.

Ele não sabe como falar rispidamente, porque ele não sabe como insultá-los o tempo todo. Toda a indústria cinematográfica está agora trabalhando… em como inventar mais palavras ofensivas. Quanto mais houver palavras ofensivas, melhor será, e isso é o que o público quer, porque agora se tornou… uma questão econômica usar filmes para propósitos econômicos. Quando o dinheiro se torna tudo: “O que é prostituição? Você ganha dinheiro, o que há de errado?” “O que há de errado em destruir suas famílias? Você ganha dinheiro.” Tudo bem, você vai levar esse dinheiro com você? Ou você vai deixar essas crianças bárbaras neste país? O que você vai alcançar?

E a orientação ao dinheiro é tanta que… as pessoas dizem que os americanos são as pessoas mais mesquinhas, eles são muito autocondencedentes e as pessoas mais mesquinhas, enquanto aqui, é Vishnumaya, que é o Ser mais generoso. Ela queima a Si mesma para lhes dar luz. E a avareza também vem com a orientação ao dinheiro. Eles também são muito maliciosos, às vezes eles tentam pregar… essas peças que são muito horríveis e hediondas. Então a eletricidade tem de atuar e Eu não sei, Eu não sei sobre Ela, como Ela trabalhará isso, mas Ela está muito zangada, especialmente com os americanos, porque este é o país de Seu Irmão. Este é o país onde Seu Irmão governa, e Ela quer que tudo esteja bem, porque daqui são gerados todos esses filmes insensatos, coisas insensatas que estão destruindo o mundo inteiro. A AIDS é uma das “bênçãos” de Vishnumaya. Ela surge do Vishuddhi Esquerdo, as pessoas não sabem. Você começa a transpirar no Vishuddhi Esquerdo, antes de tudo. Quando as pessoas começam a se sentir culpadas, elas devem enfrentar e se livrar disso.

É claro, isso começa, como vocês dizem, com o uso demasiado do canal direito, mas esse uso demasiado do canal direito termina… em bloqueio no Vishuddhi Esquerdo, e então a parte residual disso começa a gerar… esse tipo de fraqueza em um ser humano, porque é também a forma pura da maternidade, é o Coração Central, é a forma pura da maternidade. Observem uma criança, observem uma menina que é inocente. O que interessa a ela é a sua bonequinha. Ela é uma mãe, inteiramente, se ela é educada apropriadamente… desde a tenra infância, ela é uma mãe. E a materninda é o ápice da feminilidade. Há alguns Sahaja Yogis também que são tão estúpidos, eles não querem ter filhos depois do casamento. Eles deveriam sair da Sahaja Yoga, imediatamente. Nós não fizemos tudo isso para ter pessoas aqui… que não sentem inclinação para gerar filhos. Se eles podem, eles devem. O motivo é que há muitas grandes almas que querem nascer.

Esses são os grandes frutos que vão estar… prosperando na árvore de sua vida familiar, e se você não quer ter nenhum filho, então o que você está fazendo aqui? Assim, a coisa principal de Vishnumaya é que… uma mulher tem de ser uma mãe. Então essa maternidade dá a ela essa capacidade especial de brilhar. Agora, isso começa com o Vishuddhi Esquerdo, a AIDS vai para o Coração Central. O Coração Central é desafiado, a maternidade é perdida. É desse modo que os anticorpos se tornam fracos, uma vez que eles são atacados, eles se tornam fracos, eles não conseguem lutar contra a doença… e é desse modo que a pessoa que contrai AIDS… tem de enfrentar coisas… de tal maneira que ela não tem nenhum anticorpo, então ela se torna alérgica a tudo e morre. Para lutar contra a AIDS, as relações de irmãs e irmãos devem ser estabelecidas, de modo que as irmãs possam cuidar dos homens, o modo como eles estão se comportando e eles devem proteger as irmãs, o modo como elas estão se comportando. Em todo esse movimento satânico, Eu percebo que… os homens ficam fisicamente atacados… e as mulheres ficam mentalmente atacadas. E é um tal ataque que para as mulheres, é difícil se livrar disso. Antes de tudo, nós temos de decidir qual é o nosso objetivo: é tornar-se o Espírito e não um objeto sexual.

Essa maya mudou seus objetivos completamente, vai transformá-los em vermes, ou Eu não sei no que mais. Na verdade, isto é o que os americanos têm de entender: aonde eles estão indo? Todo mundo acha que os americanos são… meio loucos, se não loucos por inteiro. Qualquer americano que venha a qualquer organização: “Oh, tome cuidado, americano”. Os americanos talvez não saibam disso. Eles nunca consideram um americano como uma pessoa completamente sã. Qual é a razão? Por causa dessas ideias estúpidas, esquisitas, ridículas que eles têm. Mas Eu ouvi dizer que aqui as pessoas clamam: “Nós temos um direito fundamental de sermos estúpidos e loucos.” Esse é um tipo de coisa que está se passando hoje… no país onde vocês vivem, e se vocês têm de salvá-lo, vocês têm de virar a face deles em direção a Deus.

Vocês têm de virar a face deles em direção à Realização do Si. E isso é uma tarefa muito, muito difícil… para qual todos vocês Sahaja Yogis, Eu peço a todos vocês e oro por vocês… para que desenvolvam esse tipo de poder, que é o Poder de Vishnumaya, de modo que vocês brilhem com o Poder de Vishnumaya. Quando Eu vejo a Estátua da Liberdade, Eu acho que ela é Vishnumaya em pé aqui. Por que eles não fizeram um homem em pé lá? Por que uma mulher? Ela é o símbolo da irmã, de Vishnumaya, e se vocês têm de ter sua liberdade, tenham-na, mas a liberdade a partir da sabedoria, não da estupidez. E isto é o que Eu tenho de lhes dizer hoje, nesse grande país de Shri Krishna: é melhor vocês tomarem cuidado. É melhor tomarem cuidado. Vocês podem dizer que Ela realmente governa… numa forma apropriada na América do Sul, e aquele era o domínio Dela também. E lá, a eletricidade não é tão prevalente.

Mas a perversão começou porque eles começaram a produzir cocaína… e outras coisas horríveis para estragar seu Vishuddhi Esquerdo. Um se sente culpado com uma coisa na América do Norte… e outro o faz ficar mal através da cocaína, e ela é tranquilamente transportada para cá… para vocês estragarem seu Vishuddhi. Isso é um ataque a Vishnumaya, um outro ataque a Vishnumaya… da América do Sul, porque eles estão exportando. E uma vez Eu lhes perguntei: “Por que vocês exportam isso?” Eles disseram: “É responsabilidade deles salvar o povo deles,” “não é nossa responsabilidade.” Na Colômbia, oficialmente! Eles pensam: “Se os americanos não podem cuidar deles mesmos,” “como podemos cuidar de nosso povo?” E eles estão ganhando muito dinheiro de vocês, porque vocês prestam muita atenção no dinheiro: “Tudo bem, tenham isso. Nós também teremos dinheiro lhes dando…” “essa coisa horrível para estragar o Vishuddhi de vocês…” “e tirar todo o seu dinheiro, se vocês acham que dinheiro é tão importante.” Isso é algo, uma grande peça, é uma maya, é uma maya horrível na qual este país entrou.

E vocês têm de fazer isto através de exemplos brilhantes: mostrar de forma incisiva que é horrível a forma… como aceitamos coisas tão facilmente. Eu tenho certeza que essa Vishnumaya rachará certas cabeças aqui… e Eu espero que isso crie um novo caminho… para os Sahaja Yogis seguirem para conseguirem mais pessoas … na Sahaja Yoga de uma forma adequada, dinâmica, e as estabeleçam na Sahaja Yoga. Que Deus os abençoe.