Shri Bhairavnath Puja, Bhairava e o Canal Esquerdo

Garlate (Itália)


Feedback
Share

Shri Bhairavanath Puja, Garlati, Itália, 06.08.1989

Hoje, estamos reunidos aqui… para fazermos o Puja a Bhairavanath. Eu acho que não compreendemos o significado de Shri Bhairava Nath… que percorre o Ida Nadi. – Posso fazer a tradução, Shri Mataji? – Por favor. Ida Nadi é o nadi de Chandrama, da Lua. Assim, esse é um canal para nos acalmar. Portanto, o trabalho de Bhairavanathji é nos acalmar. Por exemplo, as pessoas têm um temperamento irascível, com o ego delas, com o fígado, com o que quer que seja. E se uma pessoa está com um temperamento explosivo, então Bhairavanath faz truques com essa pessoa para acalmá-la. Ele organiza tudo sob Seu próprio controle com a ajuda dos Ganas, com a ajuda de Ganapati, para acalmar o seu temperamento, para lhes dar equilíbrio. Assim, se alguém é de temperamento irascível… cruza todos os limites de seu temperamento, então de uma forma ou de outra, Bhairavanath irá organizar, também com ajuda de Hanumana, para mostrar que essa estupidez da raiva é inútil.

Assim, por exemplo, pessoas que são depressivas… ou que se tornam canal esquerdo, Hanumana tenta ajudá-las a sair disso, sem dúvida, mas Bhairavanath também as ajuda muito mais a sair disso. Agora, uma pessoa que é canal esquerdo não consegue ser coletiva. Isso é muito difícil para uma pessoa que é muito canal esquerdo, que está o tempo todo se sentindo muito triste, infeliz e preocupada, ela não consegue desfrutar da alegria da coletividade. Enquanto que uma pessoa irascível, uma pessoa de canal direito, não desfruta nenhuma coletividade, não permite que ninguém desfrute a coletividade, sem dúvida, mas tenta estar na coletividade de modo que ela possa se afirmar. Porque uma pessoa assim tenta mostrar superioridade, que é algo superior. Naturalmente, ela não consegue desfrutar o coletivo. Ao contrário, a pessoa que é depressiva, pensa o tempo todo: “Ninguém me ama, ninguém cuida de mim, sou tão depressivo,” isso, aquilo, o tempo todo esperando algo dos outros, ela também não consegue desfrutar o coletivo. Uma pessoa tão de canal esquerdo irá achar que tudo é algo infeliz. Como outro dia, Eu fui a Moscou. Havia uma senhora conosco que era uma Sahaja Yogini, uma Sahaja Yogini canal esquerdo.

Então, nós fomos almoçar e começou a chover… e eles não conseguiram pegar um táxi. Mas então um carro veio e nós fomos para lá. Então eles disseram: “Vocês estão muito atrasados,” “portanto vocês terão que se sentar do outro lado,” “vocês terão que aceitar os assentos que são mais caros.” Então essa senhora começou a dizer: “Quantos problemas,” “nenhum táxi, está chovendo e não conseguimos um lugar para sentar.” Eu disse: “Isso tudo é diversão, isso não é nenhum problema.” Essa palavra “problema”, deveria ser abandonada. Esta é uma palavra nova que Eu aprendi, porque “problema”… nós usávamos somente para geometria na nossa juventude. Agora, esse tipo de atitude, atitude negativa, de achar todas as coisas são negativas, é a maneira que nós realmente estragamos nosso canal esquerdo. Mas depois o cavalheiro que nos convidou veio e disse: “Nós estamos sentados do outro lado esperando por vocês.” Assim, nós fomos para o outro lado, desfrutamos boa comida, tudo estava bom, Eu disse:`”Veja agora,” ” “você está apenas contando quantas coisas negativas existem…” “e não estava vendo o divertimento.”

Então, ela Me perguntou: “O que eu devo fazer?” Eu disse: “Recite os nomes de Bhairava.” “Sente-se com sua mão esquerda voltada para fotografia…” “e a mão direita na Mãe Terra,” “e desse modo todos os seus bhoots da negatividade irão embora.” Assim Bhairava sempre tem uma luz em Sua mão, há sempre luz em Sua mão. E Ele percorre para cima e para abaixo o Ida Nadi para criar luz… para que vocês vejam que não há nada negativo. E essa negatividade vem a nós de várias maneiras. Uma das negatividades é: “Isto é meu”. Como, por exemplo: “Meu filho, meu marido,” “minha propriedade. Meu!” Portanto então uma vez que ficam apegados dessa maneira, o que vocês percebem é que seus filhos também se tornam negativos.

Mas, se você quer ser positivo, isso é muito fácil. E para isso, você deveria observar: “Onde está a sua atenção?” “Você está vendo somente problemas…” “ou está vendo alguma diversão nisso?” Há pessoas que não conseguem se divertir com nada. Se está um dia ensolarado, elas irão choramingar: “Oh Deus, que dia ensolarado!” E se está um dia com nuvens, elas dirão: “Oh, que dia!” Nada consegue agradá-las. Mas desfrutar o positivo em tudo que é negativo… é a capacidade de um Sahaja Yogi. A negatividade não existe, isso é uma ignorância. Também não é ignorância, porque ignorância também não existe.

Se tudo é o Poder Onipresente, então como pode existir ignorância? Mas supondo, na força desse Poder, se você se esconder, fugir, você dirá que há negatividade. Como por exemplo, você se esconde numa caverna, fecha-a adequadamente e diz que não há Sol. Assim, essas pessoas que não conseguem se tornar coletivas… são tanto canal direito quanto canal esquerdo, mas mais canal esquerdo. Mas pessoas de canal esquerdo podem ser coletivas na negatividade. Existe uma fraternidade muito grande de seus bhoots. Observem alguns bêbados sentados juntos, eles ficam dizendo: “Existem tantos problemas, problemas ecológicos.” Eles estão bêbados, todos embriagados. “E existem problemas de outros tipos, quando isso irá acabar?” Então, um outro diz, “Espere, espere,” “eu ouvi que o mundo inteiro irá entrar em colapso muito em breve.”

Então, o terceiro diz: “Graças a Deus,” “nós iremos entrar em colapso, acabou-se!” Então o quarto diz: “Mas o que vai acontecer com nossos bares?” Eles dizem: “Tudo bem, se nós não existirmos, o que isso importa?” É dessa forma que a fraternidade de bhoots age. Eles não conseguem ver o divertimento de forma alguma, eles não conseguem desfrutar de nada de forma alguma. E se tornam muito…, do tipo que acham que são muito meditativos, que eles são pessoas mais elevadas, que são algo superior…, em negatividade. Mas o fim dessas pessoas é que elas se tornam loucas, enquanto o fim das pessoas de canal direito é tornarem-se idiotas. Uma vez Eu fui a um manicômio. E enquanto Eu estive lá, Eu encontrei uma senhora e ela estava muito bem, quero dizer, Eu pensei que ela era uma mulher completamente sã, então Eu comecei a conversar com ela. E ela começou a falar muito sabiamente: “Meu cunhado está lá, não é necessário que…” “ele esteja aqui e nós não deveríamos fazer isso, aquilo…”.

Ela estava Me dizendo todo tipo de coisa, mostrando para Mim como se ela fosse muito boa e gentil… e que ninguém a amava. E ela disse: “Eu estou muito insegura” e isso e aquilo. De repente, o médico veio… e ela começou a insultá-lo e gritar com ele. Eu disse: “O que é isto?” Então o médico ordenou as pessoas: “Segurem esta mulher.” Ele Me disse: “Ela é a louca mais violenta…” “e por que a Senhora está conversando com ela?” Eu de fato tive uma dor de cabeça, mas não Eu sabia que ela era louca. Talvez em Minha presença, os bhoots dela devem ter fugido… um pouco e estavam fazendo truques, mas você pode ver isso claramente. Portanto, esse apego emocional é demasiado… e preocupar-se emocionalmente com alguém: “Este é meu filho, esta coisa é minha, isto é isto, isto é aquilo”. E o tempo todo gastando a sua preciosa vida nessas coisas… não é a forma que um Sahaja Yogi deve viver.

Se um Sahaja Yogi não consegue se tornar coletivo, então saiba ele não é um Sahaja Yogi. Assim, deve-se saber que esse é o trabalho de Shri Bhairavanath… dentro de nós. Um outro trabalho é que Ele nos concede luz na escuridão, Ele destrói todos os bhoots em nós… e todas os tipos de idéias de bhooths… e idéias estranhas sobre apegos… e também a depressão. Assim, hoje Eu estou muito feliz por nós estarmos venerando… Shri Bhairava, porque Ele é muito conectado com Ganesha. Como vocês sabem, Shri Ganesha está no Muladhara, e enquanto Bhairava se move no canal esquerdo… e vai para o lado direito. Assim, todos os tipos de condicionamentos, todos os tipos de de hábitos, podem ser dominados através da ajuda de Bhairavanath. No Nepal, nós temos uma enorme estátua de Bairavanath, a qual é realmente um swayambhu. E as pessoas são mais canal esquerdo, então elas têm medo de Bhairavanath. Assim, se alguém tem um mal hábito, digamos, de roubar, eles colocam essa pessoa em frente a Bhairavanath… e colocam a luz lá, acendem uma chama. Quero dizer, a polícia os pegam e depois eles lhes perguntam: “Agora, diga diante de Bhairavanath, confesse.”

E eles confessam o que têm feito de errado. Portanto, Ele nos protege também de fazer coisas erradas, coisas furtivas como roubar. Tudo que pensamos que podemos fazer secretamente… pode ser escondido, mas você não pode esconder de Bhairavanath. Se você não mudar, então Ele o expõe completamente. É desse modo que Ele tem exposto todos os horríveis falsos gurus. Assim, hoje nós estamos aqui para venerar esta grande divindade… de Bhairavanath que encarnou nesta Terra mais tarde, por último como Mahavira também. Assim, Ele se posiciona na portão do inferno… e impede que as pessoas caiam no inferno. Mas se você quer ir para o inferno, se esse é o seu desejo, é sua força de vontade atuando: “Eu devo ir para o inferno”, então Ele diz: “Tudo bem, você pode ir.” Mas como vocês sabem, agora o inferno está também cheio de pessoas. Então é melhor tentarmos combater nossas negatividades… e nos tornarmos pessoas que gostam de se divertir, desfrutando os outros, amando os outros, não se preocupando com o que os outros estão fazendo a você, mas somente pensando que bem vocês podem fazer aos outros.

Assim, hoje é um Puja especial para Bhairavanath que nós oferecemos, para dar-nos uma sensibilidade para rir, para desfrutar, para ter divertimento. Que Deus abençoe todos vocês.