Puja, Quem é o Deus e Quem é a Deusa

Ganapatipule (India)

1990-01-07 Puja Talk, Ganapatipule, India, DP, 18' Download subtitles: EN,IT,NL,PTView subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Transcribe/Translate oTranscribe

Feedback
Share

Puja, Quem é o Deus e Quem é a Deusa 7-1-1990, Ganapatipule

Na Índia, nós acreditamos que Deus, Ele próprio, se encarna com Seu Princípio de Vishnu… quando há o declínio da retidão, e tenta elevar. Cada Encarnação tem trabalhado muito… e também têm trabalhado dentro de nós mesmos. Agora, este é o conhecimento que nós tínhamos na Índia, há muito tempo atrás. Mas quando eles falavam sobre as Encarnações, as pessoas começaram a venerá-Las como estátuas… ou como alguns tipos de imagens que eram vendidas no mercado… e eram feitas por pessoas que não tinham nenhum direito de fazer isso. Mas, está descrito nos Puranas… que nós tivemos alguns dos lugares onde muitos… Eles disseram que… em muitos lugares na Índia e pelo mundo inteiro, a Mãe Terra criou… belas Divindades… para falar com as pessoas, ou meio que para correlacionar com o que quer que foi descrito… naqueles livros antigos. E todos estes são chamados de swayambus; eles são criados por eles mesmos. A menos e até que você seja uma alma realizada, você não consegue distinguir se eles são verdadeiros ou não. Você tem de ter as vibrações para certificar-se de que… eles emitem vibrações de forma muito forte, uma pedra começa a emitir vibrações, mas ela tem uma forma, ela tem um coeficiente. Então como isso está sendo criado? Tem havido muitos milagres neste país destas Encarnações, como Ramadasa, que foi o guru de Shivaji Maharaji, é dito que em sua época, a Mãe Terra emitiu, manifestando, eles dizem, 500 Hanumanas. Eu não sei se o número está correto ou não, seja o que for.

Mas aquela estátua, eles acharam uma estátua nas águas de Angapur. Twas Ramadasa foi quem a achou… e manteve lá e havia uma estátua de uma outra Deusa, Anglai Devi, deve significar Inglaterra, Eu acho, a Deusa vindo da Inglaterra deve ser Anglai Devi. Seja o que for. Então, eles quiseram remover aquelas estátuas de lá. E eles disseram que as estátuas não se deslocavam. Então eles tiveram de pedir perdão, e com grande dificuldade, eles conseguiram mover… aquelas estátuas para um lugar chamado Chaphal, onde elas permanecem. Agora por que eles as levaram para Chaphal? Porque havia um Hanumana esculpido, e eles quiseram mudar o rosto deste Hanumana, os arquitetos. Então eles continuaram, mais fundo, tentando descobrir o que é o – até que ponto a pedra ia. Então isso continuou ininterruptamente, por, Eu não sei, eles desceram milhares de metros.

E eles viram que ela ainda continuava sobre uma única pedra reta. Então eles desistiram e deixaram como estava. Todos esses milagres aconteceram aqui para mostrar que… aqueles são swayambhus. Mas depois, as pessoas começaram a fazer estátuas… e começaram a venerar, depois fizeram mais estátuas e veneração. Como resultado, houve Encarnações, outras Encarnações como nós consideramos que Dattatreya, o Mestre Primordial, teve Encarnações nesta Terra. E a maioria Deles depois tentou, mais tarde, dizer que nós não devemos falar da flor, mas nós devemos falar sobre o mel, e nós temos de obter o mel. Então eles começaram a falar sobre o Ruh, sobre o Poder Onipresente, sobre Brahmachaitanya. Todos Eles, praticamente, falaram assim. Não no começo, Eu diria, mas mais tarde quando eles descobriram… que as pessoas estavam ocupadas somente venerando alguma pedra, pegavam de lá, colocavam em algum… Quero dizer, tornaram-se somente adoradores de pedras. Então outro tipo de religião simplesmente surgiu… na qual só se dizia: “Nós devemos acreditar em Deus Todo Poderoso…” e devemos apenas venerá-Lo como um Deus abstrato.

Então, essa abstração também se mostrou ser fútil, porque quando você fala sobre a flor, você venera a flor. E quando você fala sobre o abstrato, você só fala. É falar, falar, falar, falar, falar. Você não consegue chegar ao mel. Então mesmo se você falar do mel, de que adianta falar sobre ele? Você tem de tê-lo. Para isso, nós temos de nos tornar a abelha. E é por isso que isto é importante: você tem de ter a sua Realização do Si. E em toda religião, seja qual for, até mesmo no Islã, é dito que você tem que se tornar um wali. No Cristianismo é dito: você tem de nascer novamente.

No Budismo é dito: você tem de se tornar Buddha, significa que você deve ser profundo conhecedor. No caso de Mahavira, Ele disse: você deve ter a sua Realização do Si. Lao Tsé disse isso. Se simplesmente você começar de Sócrates em diante – é claro nós devemos esquecer Platão e aquelas pessoas… porque Eu não acho que elas tinham muito senso de espiritualidade. Mas a maioria dessas pessoas falaram sobre a Realização do Si. E não há nenhuma religião na qual eles não tenham falado sobre… a Realização do Si, até mesmo no Judaísmo, ou onde eles acreditavam na vinda do Salvador… para a salvação deles. Até mesmo eles falaram sobre isso. Assim, está tudo descrito no Alcorão, há um Sura completo descrevendo “O Enviado”, significa o Avatara, significa a Encarnação. E também está dito: “Você não acreditará, você não aceitará”, e todas essas coisas. Então agora, uma vez que vocês sejam almas realizadas, somente então vocês começam a ver que toda essa conversa é fútil.

Você tem de se tornar uma pessoa realizada. Se você obtém a sua realização, somente então você pode superar… as ilusões superficiais e você pode ir fundo nisso. Todas essas ilusões estão presentes em todos os países, em todas as religiões. E é por isso que há um problema. E nós temos visto pessoas sofrendo das angústias do fundamentalismo. Como por exemplo, Eu dei uma outra palestra sobre o para-modernismo, nela Eu falei sobre a Rússia, que Rússia agora se retirou. Quando um lado se afasta do resto das pessoas, agora com quem eles irão lutar? Se há um outro lado que não irá lutar, este lado é deixado de fora e eles não sabem o que fazer com seus… armamentos e tudo mais. Portanto, esse foi o grande trabalho de Gorbachev, Eu acho. E ele é uma alma realizada, então ele podia ver o ponto principal, e a maneira como ele lidou é formidável.

E agora o principal problema é o fundamentalismo, e isso surge da ignorância, da ignorância e também do egoísmo, porque as pessoas querem dizer: “Esta é minha religião,” “este é meu profeta, este é meu guru, este é meu mestre”, e todas essas coisas. Mas na verdade, Eles não pertencem a nenhum grupo, a ninguém, Eles pertencem ao mundo inteiro. Uma pessoa consegue entender… se você estabelecer algo para a sua proteção contra outros grupos, mas você mesmo fundar algo de certo modo para estabelecer uma falsidade, é surpreendente, muito surpreendente. Eu não entendo os seres humanos. Por essa falsidade, eles ficam muito felizes em se juntar, e muitos se juntarão sem nem mesmo pensar, saber, todos eles se unirão por uma insensatez como essa. Em prol de uma insensatez, os seres humanos sempre se unem. Mas em prol de uma coisa sensata, eles não querem entender. Assim, agora nós estamos chegando à questão do Puja, porque há tantos novos Sahaja Yogis que talvez não saibam… o que é um Puja. Do jeito que está agora, todos vocês acreditam que Eu sou a Adi Shakti. E vocês têm a prova disso.

O Puja é uma das maneiras pelas quais… você pode ter muito mais a prova disso, porque quando você está fazendo o Puja, Minhas Divindades que estão dentro de Meus Chakras, Elas ficam entusiasmadas e se sentem felizes, e Elas querem emitir mais vibrações. E quando Elas começam a emitir mais vibrações… Quando Elas começam a emitir mais vibrações, então você fica surpreso ao ver como depois do Puja, você fica tão embebido e você simplesmente se sente elevado… e em um nível muito mais alto. É claro, é verdade que durante o Puja, você se sente muito mais elevado, por algum tempo você consegue manter esse estado elevado. Algumas pessoas definitivamente retêm isso. Mas algumas pessoas vão para cima e para baixo como um ioiô. Elas não têm essa capacidade de reter isso. É por isso que a pessoa tem de meditar… em consciência sem pensamentos para manter esse status, esse status mais elevado. Mas se somente o Puja da Deusa é permitido, o Puja de Deus é permitido. Mas nós devemos saber quem é o Deus ou quem é a Deusa. Portanto fazer o Puja de cada personalidade, cegamente; qualquer um que vem à frente e diz isso e aquilo, não deve ser aceito.

Vocês ficarão surpresos, nos primeiros quatro anos, Eu não lhes permiti ter nenhum Puja, seja qual fosse. Eles até mesmo disseram: “A Senhora é a nossa Guru,” “então a Senhora deveria nos permitir ter o Guru Puja”. Eu disse: “De maneira nenhuma, Eu não permitirei.” Então primeiro, depois de quatro anos, no dia do Navaratri, eles quiseram ter um Puja. Eu disse: “Tudo bem.” Vocês podem tê-lo, mas muito poucas pessoas. E então eles perceberam que aquele Puja lhes deu muitas vibrações, muita espiritualidade cheia de alegria. E o Puja tocou repentinamente tantas dimensões que depois… eles começaram a Me pedir: “Mãe, a Senhora tem de me conceder um Puja.” Mesmo na Índia, onde nós temos esse sistema de Puja, as pessoas não tem nenhuma ideia de como realmente fazê-lo. Foi muito constrangedor, mas Eu tive de lhes dizer cada coisa: Faça deste jeito.

Faça daquele jeito. Você deve fazer desta maneira. Eu realizava aquilo dessa maneira. Na primeira vez, Eu fui a Delhi, vocês ficariam surpresos, se alguém puder conseguir aquela fotografia. Eu estava simplesmente encolhida. Eu estava simplesmente encolhida, o corpo inteiro tinha encolhido, Eu fiquei tão magra. E Eu fiquei tão chocada porque eles estavam usando tudo de plástico… e coisas assim, coisas usadas, todos os tipos de coisas. Oh, Deus”, Eu disse, “Agora o que fazer? Assim, Eu também nunca lhes permitia Me dar nenhum dinheiro… ou nada assim antes. Então Eu disse: “Tudo bem, comecem com uma libra.”

Nós começamos com uma libra. Gradualmente eles aumentaram, porque Eu pensei: “Eles não sabem que você tem de usar prata.” E depois com aquele dinheiro, Eu disse: “Tudo bem, Eu comprarei prata.” Eu colocarei Meu nome nisto, então é Minha propriedade. Assim, seja o que for que vocês Me derem é Meu, como se diz, “e fica com vocês”. E é desse modo que nós começamos essa compreensão apropriada… da noção de que temos de ter um tipo específico de metal, tipos específicos de estilos. Agora, esses metais têm um efeito em nós, muito efeito em nós. E em qual metal você faz o Puja também tem um efeito. É tudo uma ciência da espiritualidade, na qual a pessoa deve entender que é muito importante… e deve ser feito de uma maneira apropriada, se nós temos de ter os melhores resultados. É como uma ciência.

E então o Puja começou e Eu acho que agora as pessoas alcançaram… uma boa consciência disso. Agora é – em Maharashtra especialmente, eles são peritos, e é muito difícil argumentar com eles. Então eles disseram: “Mãe, a Senhora deveria,” nós deveríamos Lhe dar um sari. Eles são peritos, eles diziam: “Não, nós temos de Lhe dar um sari.” E então Eu disse: “Tudo bem. Deem-Me um sari comum,” “Eu não aceitarei um caro.” Então eles argumentaram Comigo, isso, aquilo, e continuaram sem parar. E então isto começou, eles disseram: “Nós não podemos Lhe dar um sari falso.” Eu disse: “Tudo bem. Deem-Me qualquer coisa.”

Então isso se tornou tão caro agora. Assim, Eu tenho pedido isso agora, para o futuro, tentem entender que agora Eu estou idosa, e para uma Deusa idosa, vocês podem dar alguma coisa simples. Mas ninguém está querendo aceitar. Agora, nós estamos seguindo muito isso, aquilo. Tudo bem, vamos ver como nós nos reconciliamos uns com os outros. Assim, é dessa maneira que é, não faz nenhuma diferença, mas faz, de certo modo, qual importância você dá… a tudo que você quer fazer. Isso é muito importante. É a completa atenção, dedicação… e a total importância que você dá a qualquer coisa que você faça. É muito importante. Se você não der a isso a mais alta prioridade, não irá funcionar.

Se for só “de passagem”, não funciona. Então é importante entender que se você tem de ganhar qualquer coisa… neste Puja, você tem dar ao Puja a mais elevada prioridade. E então pouco antes do Puja, se a sua mente está falando ou duvidando, simplesmente lhe diga para parar. Porque essa mente pode agir contra você. Então para o Puja, todos vocês devem estar preparados… de certa maneira, de uma maneira receptiva, e recebê-lo. Todos vocês entendem bem o inglês. Seja o que for que Eu disse agora, vocês já sabem que… toda vez que vocês fazem um puja, isso agrada muito as Divindades que estão residindo em Mim. E Elas começam a emitir vibrações com força total, às vezes mais do que o necessário, quer vocês absorvam… ou mesmo quando vocês não são capazes de absorver essas vibrações. Quando vocês não absorvem as vibrações, isso causa muita dor em Mim. É por isso que todos vocês devem… se sentar no puja com coração e mente abertos.

Quanto mais convicção você tiver, mas você será capaz de ter vantagem com isso. Você deve ter o puro desejo, sente-se com o puro desejo e peça: “Mãe, por favor colora meu ser interior de tal maneira…” “que essas cores nunca se apaguem.” “Colora-me de uma forma que nunca desapareça,” “preencha-me com uma cor assim.” Deseje em seu coração dessa maneira antes de se sentar. Agora está bem tarde. Desnecessariamente eles designaram policiais. Eu tive de gastar tempo também entretendo-os,