Shri Mahalakshmi Puja

(Auckland)

1990-03-12 Mahalakshmi Puja Talk, Auckland, New Zealand, 33' Download subtitles: EN,ES,PTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Download audio:
Transcribe/Translate/Verify using oTranscribe


Feedback
Share

Shri Mahalakshmi Puja, Auckland, Nova Zelândia, 12 de março de 1990.

Estou muito feliz por estar aqui com vocês, depois de um longo tempo e Eu senti muito a falta de todos vocês. Eu sei que vocês estão muito longe do resto deles, mas vocês estão sempre em Meu coração… e vocês não devem se preocupar com a distância. Nós temos de perceber que entramos em um novo, um… Você não deve deixar as mãos assim, penduradas, se você tem de se sentar apropriadamente. Vocês têm de entender que… nós entramos agora no Reino de Deus… e nossa cultura tem de mudar, nosso estilo tem de mudar, nosso entendimento tem de mudar. A menos e até que nós mudemos, ninguém vai nos levar a sério. Além disso, é muito difícil desencadear coisas… se não houver nenhum instrumento perfeito. Como vocês sabem, Eu fui à Rússia pela segunda vez… para o seminário de Yoga, onde tínhamos pessoas de todo o bloco oriental. Esta foi Minha ideia: tê-los lá. E eles eram de todos os países, cerca de somente duas ou três pessoas por país. E muito forte, muito profundo, muito compreensivo.

Eu mal falei por 30 minutos e um milagre tão grande aconteceu, em quinze minutos, Eu lhes dei Realização, por volta de dez minutos, e em cinco minutos Eu já estava lá, e todos eles obtiveram a Realização praticamente, todos eles. Muito surpreendente. E tão profundamente, quando Eu saí do quarto, todos eles vieram atrás de Mim. Isso você não vê nos países ocidentais, esse tipo de coisa. Todos andaram atrás Mim, correram atrás de Mim, Eles queriam dar seus endereços… e queriam que Eu fosse para o país deles e isso e aquilo. Eu disse: “Tudo bem, Eu irei!” Nós pegamos seus endereços, mesmo da Romênia, de todos os lugares. E eles voltaram. E dentro de oito dias, alguém poderia iniciar o assunto. Funcionou, porque eles eram muito profundos, porque eles estavam muito equipados… para desencadear o acontecimento.

Foi desse modo que eles levaram a seus países… e como eles realizaram isso. Assim, se vivemos em um nível superficial da Sahaja Yoga, então não podemos fazer muito por nós mesmos nem pelo país. E é apenas uma vida desperdiçada, nem aqui nem ali. É como uma semente que foi germinada e não cresceu como árvore. Então, antes de tudo, nós temos de aprender… que temos de nos tornar pessoas muito profundas, muito profundas, vocês devem ensinar nossa profundidade. Ouvi dizer que as pessoas vêm a Pujas… e o principal interesse delas é a comida. Assim que o Puja acabe, vocês apenas correm para a comida. Como podem? Depois de Puja, você entra em um clima, depois da meditação, você entra em um clima de natureza meditativa, e você simplesmente se senta e não consegue se levantar, porque você caiu na fonte e coisas assim acontecem. Como você pode se levantar e ir atrás de bolos ou coisas assim.

Você não consegue pensar nisso. Então julgue-se: como você está, até que ponto você está. Você tem de trabalhar suas vibrações porque você vai criar… essa bela visão neste país… para seus filhos, para você mesmo e para todo o país, por fim, para o mundo inteiro. Mas se você não leva isso a sério, apenas ao acaso, a Sahaja Yoga é apenas ao acaso, isso não funciona, ela tem de ser um modo de vida. E em tudo que você faz, isso tem de ser uma cultura Sahaja. E na cultura Sahaja, muitas coisas devem ser entendidas, que isso é natural, isso é verdadeiro… e nós temos de aceitar do que jeito que é. Muitas coisas estão acontecendo no ocidente, as quais Eu acho que são somente destrutivas. totalmente destrutivas para a sociedade. A sociedade aqui não é cuidada de forma alguma. Talvez Eu culpasse isso às mulheres da Austrália e da Nova Zelândia, pois as mulheres não compreendem sua responsabilidade… e não compreendem qual é a glória delas, elas também não têm autoestima. Outro dia, Eu estava viajando de avião e… a maioria das mulheres estavam fumando e os homens não estavam.

Os homens estavam cuidando dos filhos, as mulheres estavam ocupadas fumando como homens, parecendo meio homem, meio mulher. É surpreendente, isso é muito destrutivo. Porque como Eu disse, os homens e as mulheres são como duas rodas de uma carruagem, um à esquerda, outro à direita. A da esquerda não pode ir para direita… e a da direita não pode ir para esquerda. Portanto, nós temos de entender que nosso papel é… muito mais importante do que o do outro. Por exemplo, os homens têm um papel importante, assim como as mulheres têm um papel ainda mais importante. Ser mãe, por si só, é uma coisa muito importante. Por que Deus lhes deu a maternidade? Porque Deus acha que vocês são como a Mãe Terra, pois vocês cuidam, nutrem o filho, nutrem a família, fazem todas essas coisas. Não tentem seguir os modos dos homens, como fumar, beber, se comportar como eles.

Apenas tente ver a tendência, até onde isso está indo, a autoestima é tão baixa. Agora, para as mulheres, outro dia, Eu estava lhes falando… sobre o modo como elas estão falando sobre mulheres sensuais. Quero dizer, a pessoa deveria ficar envergonhada… de dizer tal coisa para as mulheres, porque a pessoa deveria fazer uma objeção: “Não somos prostitutas…” “de modo que todo homem deve nos olhar e gostar de nós. Por quê?” “Nós fomos vendidas para eles ou somos algo para exibir?” As mulheres não têm nenhuma autoestima, elas lutam por coisas erradas, elas não lutam por coisas corretas. O correto é que você deve ser respeitada… e você não deve ser tratada como algo em exibição, em que qualquer homem pode olhar para você… e os homens devem olhar para você, então você tem algum valor. Isso é insensatez. Essa não é a maneira de formar grandes nações… e grandes crianças e grandes famílias. Portanto, a sociedade de qualquer país depende das mulheres, que é um trabalho muito sólido, que é oculto, elas não querem se exibir.

Qualquer país que têm boas mulheres formam uma boa sociedade. E Eu devo dizer que o crédito vai para as mulheres indianas, na Índia. Elas não têm se preocupado com essas coisas, não estão preocupadas com a aparência delas e a insensatez da sensualidade. Se alguém lhes diz: “Muito sensual”, elas o esbofetearão, se sentem muito ofendidas: “O que é isto? O que você pensa que nós somos?” E ser orgulhosa de qual trabalho você está fazendo. É claro, você tem de trabalhar fora e fazer alguma outra coisa, mas quem cuidará dos filhos, quem administrará os afazeres domésticos, quem manterá a paz da casa, isso deve ser visto. Assim, na cultura sahaja, temos de entender… que as mulheres têm de ser mulheres e os homens têm de ser homens. Mas os homens devem aprender a respeitar as mulheres… como donas de casa. O australiano de fato as respeita muito.

Se os homens não respeitam suas esposas, então elas também retaliarão, elas se tornarão rebeldes… e há toda essa rebelião das mulheres que começou. É erro dos homens, não tanto das mulheres, porque eles desafiaram tanto a personalidade delas… que agora elas começaram a se comportar desse jeito. Assim, na Sahaja Yoga, nós respeitamos as mulheres, nós as permitimos terem sua própria lilberdade, confiamos nelas… e as tratamos igualmente. Elas têm de ser iguais. Elas talvez não sejam similares, mas elas são iguais. Ambas as rodas têm de ser iguais, senão uma roda é menor e a outra é maior, então a carruagem nunca se moverá para frente, ela ficará dando voltas e mais voltas. Portanto, isso deve ser compreendido, isso é muito importante hoje em dia no ocidente, porque Eu percebi que… vagarosamente o descarrilhamento é em direção ao inferno. Todos esses pensamentos vão levar as pessoas a nenhum lugar, porque ninguém assume a responsabilidade de moldar a moral, de criar valores morais para os filhos. Vocês têm de dar a educação adequada. Atualmente Eu percebo que as crianças são muito indiciplinadas aqui, porque nós temos medo de encará-las.

Nós temos de encará-las e você tem de lhes falar: “Isto não é assim, vocês são Sahaja Yogis…” “e vocês têm de se comportar como Sahaja Yogis.” As crianças têm de ser modestas, elas têm de ser humildes. Deve haver um tipo de admiração pelos pais. Se elas não tiverem essa admiração pelos pais, como elas terão admiração por Mim ou por Deus? Elas não conseguem ter. Seja o que for que você lhes falem, elas não terão. Se elas não tiverem nenhuma admiração de forma alguma… pelos pais que são Sahaja Yogis, isso significa que essas crianças… se tornarão muito rudes como as outras crianças, e esse é um risco muito grande que vocês estão correndo, porque Eu estou dependendo das crianças que nascem realizadas… e Eu não quero que elas se descontrolem… porque os pais não cuidaram delas e as encararam. Assim, de modo geral, devemos entender o papel dos homens e das mulheres… e ter o respeito de que vocês têm de prestar uns aos outros. Agora, se os maridos não são respeitosos com as esposas, então os filhos não serão respeitosos com ela… e a coisa toda será arruinada. E é por isso não há nenhuma dominação de ninguém, não deve haver nenhuma dominação, mas todos têm seu próprio papel, e onde se diz respeito à esposa, ela deve tomar uma decisão, onde se diz respeito ao homem, ele deve tomar uma decisão, e deve-se respeitar isso, porque essas são duas áreas diferentes… nas quais o homem tem de viver e a mulher tem de viver.

Seja onde for que esse equilíbrio acabe, ele acabou em nosso país também, devemos dizer, na Índia, devo dizer, há agora coisas estranhas que estão acontecendo graças aos muçulmanos… que viveram lá e teve um tamanho impacto que estamos tendo… um sistema de dotes e temos todos os tipos de outras coisas lá. Mas também há sociedades que estão tentando resolver isso, não são Sahaja Yogis, mas trabalham isso, eles estão melhorando… e eles estão tentando mudar seus meios e métodos, e isso isso está surgindo antes das pessoas virem que as coisas… devem estar bem. Mas vamos supor que as mulheres tivessem pego… algum tipo de arma em suas mãos… e começassem a bater em todos os homens, o que teria acontecido? Vocês são complementares uns aos outros. Então vocês devem entender, antes de tudo, nossa regra na Sahaja Yoga: nós temos de estabelecer nossa autoestima… e temos de nos respeitar e respeitar os outros, porque todos vocês são santos e santos têm de respeitar as pessoas, Eu tenho falado o tempo todo. Portanto, vocês têm de respeitar os santos, pois você é um santo e o outro é um santo. Eu sempre dou o exemplo de Namadeva. Namadeva era um alfaiate, o grande poeta e um grande santo. E ele foi se encontrar com outro santo… cujo nome era Gora Khumbar, que era um ceramista. E quando ele foi vê-lo, Gora Khumbar estava ocupado… entrelaçando a argila para fazer os potes, somente com seus pés, ele estava entrelaçando a argila.

Ele olhou para ele. Quando ele olhou para ele, ele simplesmente ficou em consciência sem pensamentos. E então ele disse as palavras de forma tão bela, ele disse: “Eu vim ver o Nirakara, o Nirguna,” “o sem forma”, significa as vibrações. “Eu vim ver as vibrações, mas aqui elas estão em uma forma, em pé.” Que apreciação, que adoração… de um santo com outro que nunca tinha visto a outra pessoa. “Mas Eu vejo o todo deste Nirakara,” “o Nirguna está na sua forma.” Apenas pense nisso. E isso é o que temos de ser. Mas se não conseguimos confiar nos outros Sahaja Yogis, não podemos amar uns aos outros, não podemos entender uns aos outros, significa que somos algo inferior, mais inferior do que os outros. Algumas pessoas têm o hábito de criticar o tempo todo: “Isto não está bem.”

Eles não veem que há algo errado com eles, dentro deles, pois eles estão criticando os outros. Portanto não há nenhuma possibilidade para críticas na Sahaja Yoga, a primeira coisa é que você mesmo deve observar o que você é… e onde você se coloca e como você vai se ajudar, antes de tudo. Então você pode ajudar os outros. Mas não há nenhuma necessidade, de forma alguma, de colocar um olhar crítico nos outros. Porque então você se torna inútil, você fez todas as coisas ruins, você vê todas as coisas ruins nas outras pessoas… e o que você faz é desenvolver uma personalidade não coletiva, que é uma tamanha dor de cabeça para nós… e por fim, você tem de sair da Sahaja Yoga. Como Eu disse, há duas forças que estão atuando na Sahaja Yoga. A primeira é aquela que através da qual você é atraído, é chamada de, é chamada de força centrípeda, força centrípeda através da qual você é atraído… e a outra força é chamada de força centrífuga. Vamos supor que você tenha uma pedra amarrada a uma corda, e você a mova com velocidade, então você consegue mantê-la se movendo deste jeito, mas assim que você a solte um pouco, ela pode sair como uma tangente. Da mesma maneira, há duas forças… através das quais nós somos atraídos em direção à Sahaja Yoga, nos mantemos unificados a ela, nos tornamos partes integrantes do todo; a outra é através da qual nós saímos. Agora, Eu percebo que sair se tornou uma força muito forte.

E Eu fico preocupada com isso, você não somente sai, mas você sai com problemas muito grandes. E isso é o que Eu tenho visto acontecendo muito na Austrália. Antes de tudo, se alguém falar contra Mim… ou contra a Sahaja Yoga, simplesmente feche seus olhos. Apenas diga: “Nós não queremos ouvir nada contra isso,” “porque fomos beneficiados, temos obtido todos os benefícios com isso,” “e agora, não nos fale nada. Nós não queremos ouvir isso.” Apenas feche seus olhos… e cubra seus ouvidos e diga: “Nós não queremos ouvir isso.” Mas nós tivemos três casos agora, onde as pessoas sofreram de câncer, ou disso ou daquilo, pessoas que deram ouvidos a isso. O homem que disse talvez não contraia isso, talvez não, mas o que ouviu… porque ele já está fora, mas aquele que é um Sahaja Yogi, se ele der ouvidos a essa coisa, é muito perigoso… e não deve dar ouvidos a ninguém assim, que fala mal de Mim ou da Sahaja Yoga. Esse é um ponto que nós devemos entender. E aqueles que acham falhas… em outros Sahaja Yogis também estão em dificuldades.

Vocês não devem achar falhas nos Sahaja Yogis. Se você acha que há algo errado com algum Sahaja Yogi, você pode ir e falar com o líder. Se você acha qualquer coisa errado no líder, você é bem-vindo em escrever para Mim, imediatamente. Você deve escrever para Mim, é uma coisa importante, porque Meu relacionamento com você está conectado. Líderes são somente um mito, de certa forma, porque Eu só telefone para eles e lhes falo, porque Eu não posso telefonar para todos vocês. Só isso. Mas é um mito. Portanto, qualquer coisa que você queira fazer, você deve tentar Me informar diretamente, se eles são muito severos com você, se eles são arrogantes, se eles são abusivos, se eles estão tirando dinheiro, qualquer coisa que ache que não está correto, por favor, deixe-Me saber. E imediatamente a partir de sua carta, saberei qual é a situação… e permitirei que você saiba o que está errado, se você está errado ou se o líder está errado. Mas se você não Me informar, então terei de descobrir Eu mesma.

E quando Eu descubro, Eu descubro que muitos danos foram feitos. A melhor coisa é que você deve deixar que Eu saiba, porque hoje estou aqui. Eu não consigo manter a atenção em Colômbia, onde Eu estive; Eu não consigo manter a atenção nos EUA, mas quando Eu vou lá, Minha atenção está lá. Mas se alguém tem algum problema, eles devem Me escrever. Desse jeito, Eu tenho visto que temos muitos problemas… e muitos Sahaja Yogis deixaram a Sahaja Yoga, porque eles nunca Me informaram. Eu não consigo entender, mesmo agora, por que não Me escreveram, por que eles não Me telefonaram. Mas escreverão por pequenas coisas, a esposa de alguém está doente, ou o sogro de alguém está no hospital, ou todas as coisas insensatas, desse jeito eles escrevem. Mas nunca Me contarão… que há algo errado com o líder até que Eu descubra isso, até que a Sahaja Yoga inteira seja destruída nessa determinada cidade. Assim, este é o Meu humilde pedido: todos vocês devem saber que Eu sou sua Mãe, diretamente. Eu não tenho nada a ver com os líderes no que se refere a vocês.

Qualquer líder que seja rude com vocês, que seja problemático com vocês, que os disciplina demais ou tentar impor… suas ideias o tempo todo na cabeça de vocês, ou qualquer coisa assim que vocês achem que… está restringindo sua liberdade de crescimento, vocês devem Me escrever e vocês devem saber. Não é desculpa dizer que o líder estava desse jeito, então está tudo bem ou “nós fomos embora”. Por que você foi embora? Qual foi a necessidade? E isso Eu acho muito comum, especialmente nos australianos e neozelandeses. Ou eles se tornam exatamente como escravos completos… ou se tornam totalmente rebeldes. Não há nada no meio. Assim, vocês têm de saber que… se há qualquer coisa que vocês achem que está tentando dominá-los, vocês devem nos deixar saber, e Eu sempre vou corrigir… e falar com eles na frente deles, de todos os líderes, o que penso deles, porque eles também sabem que Eu estou sentada lá… para cuidar disso. É claro, em relação aos líderes, Eu tenho lhes dado muitas vezes muitas palestras e coisas assim, e toda vez eles vêm para Ganapatipule, tentamos nos encontrar e falar sobre isso, e se há qualquer problema, vocês têm de ter isso ressaltado. Mas aqui Eu não sei, mas na Austrália, especialmente as coisas, o que aconteceu, seja o que for que os líderes estejam fazendo, a mesma coisa penetrou em muitos Sahaja Yogis… e eles se tornaram de certa forma “meio líderes”… e eles costumavam meio que dominar as pessoas… e dizer coisas que não são, de forma alguma, Sahaja.

Como por exemplo, ano passado estava tudo bem, antes disso, eles começaram a dizer: “Austrália é grandiosa,” “nós somos a coisa mais grandiosa”, isso, aquilo, então metade dos Sahaja Yogis os deixaram. Contando tanta vantagem e bombasticamente, até mesmo os indianos ficaram surpresos, começaram a olhar para eles pensando: “O que deu errado com eles?” E eles Me reportaram: “Eles não ouvem ninguém,” “lhes falamos: ‘Por favor, é melhor começarmos, temos de ir agora’.” “Eles não deram ouvidos, disseram: ‘Nosso líder tem de nos falar’.” “Eles disseram: ‘A Mãe disse”. “Mãe, não, nosso líder.” Então mesmo os líderes tinham tomado Meu lugar completamente, por causa dessas poucas pessoas que se juntaram com os outros como, podemos dizer, como a burocracia da Rússia. Não há nenhuma burocracia, não há nenhum sacerdócio na Sahaja Yoga, todo mundo é igualmente o mesmo. Todos eles são santos, eles devem ser respeitados… e todos os líderes devem respeitar vocês e compreendê-los. É claro, se você tem alguns problemas nos chakras que deve ser falado, esse é o trabalho deles e para isso, você deve ser grato.

Ao invés de se sentir mal com isso, você deve ser grato a eles: “Sim, isso é assim e nós tentaremos nos corrigir.” Agora, a melhor parte disso é que agora de repente Eu descubro… que há uma grande explosão na Sahaja Yoga acontecendo em vários lugares… onde é menos esperado. como em (…) e nós temos outros lugares como a Turquia e a Rússia. É algo tão notável que está acontecendo. Assim, a Sahaja Yoga está colhendo seus frutos bem… e talvez essas pessoas possam crescer mais rápido, então vocês têm de ter cuidado, vocês não devem ser deixados para trás, porque há uma coisa: Eu dei uma indicação, Eu não sei se vocês lhes falaram antes, em Ganapatipule vai haver um outro salto, um outro disparo. Eu sempre faço a analogia de um espaço aéreo, de uma nave espacial, por exemplo, podemos citar o Sputinik ou algo assim, o princípio disso, o mesmo é aplicado a nossa evolução. Por exemplo, primeiro há um contêiner… que tem três ou quatro contêineres nele. Então o primeiro contêiner vai metade do caminho… e então uma explosão acontece e depois o resto dele é jogado fora. Então a primeira velocidade que é a velocidade que ele tem… é totalmente acelerada. e vai com uma velocidade muito maior.

Depois o segundo contêiner explode e então a mesma coisa acontece, é desse modo que a velocidade que, por fim, eles atingem é muito alta. Da mesma maneira, Eu sinto que na Sahaja Yoga está acontecendo agora… e é o momento para vocês saberem que vai acontecer um outro disparo. E esse disparo, você tem de estar em pé de igualdade. Para isso, você deve estar preparado, senão você será deixado… no contêiner que simplesmente não deve ser usado para isso. Então um novo disparo, um novo salto tem de ser dado… e para isso, você tem de se apressar e não há tempo a ser perdido. Portanto, a coisa mais importante é: nós devemos nos desenvolver nessa capacidade de podermos saltar… nesse novo disparo que vai acontecer na Sahaja Yoga. Então Eu tenho de alertá-los, embora vocês sejam poucos, vocês têm de ter qualidade, quantidade não importa, porque muita quantidade talvez não prossiga. Então o fato é esses que realmente querem ascender… devem entender que nós devemos meditar de manhã, à noite… e devemos ser totalmente coletivos. Se não somos coletivos, então há algo sério conosco, algo errado conosco e nós temos de corrigir isso. Portanto, essas são as coisas que quis lhes dizer… e Eu devo dizer que o coletivo aqui agora crescerá muito… por causa do que fizemos, o milagre de hoje que aconteceu.

Ontem nós tivemos muitas pessoas, toda vez que venho, há pelos menos 300 pessoas… e Eu sabia que haveria dessa vez também. Mas qual é a diferença? Quando Eu venho, eles estão presentes e depois eles não vêm… ou mesmo se eles vierem, eles desaparecem. Eles precisam ter confiança em vocês. Primeiro você deve ter confiança em você mesmo. Você deve abordá-los de uma forma que eles sintam confiança. Eles não devem sentir: “Algumas pessoas estúpidas…” “estão sentadas aqui apenas nos falando sobre essas coisas.” Mas você deve ter essa dignidade, você deve ter essa abordagem, você deve ter essa compreensão, somente então isso dará certo, do contrário, você não consegue fazer isso dar certo. Minha ideia própria é que… seja onde for que houver muito bons Sahaja Yogis profundos, as pessoas fixam. Como a Áustria, Eu diria.

Na Áustria, nós temos muitas pessoas novas agora. Em Milão, nós temos muitas pessoas. A razão é que em ambos os lugares, Eu notei que… os Sahaja Yogis são de uma qualidade muito grande. Todos eles estão trabalhando isso. Por exemplo, há um rapaz… que procurou muitas coisas no Alcorão, na Alemanha, do Alcorão, o que ele tem de dizer para a Sahaja. E eles disseram que há uma Sura chamada Shasta Yoga, Shasta Yoga, e essa Sura está se referindo a Mim, porque está dito: “Nós iremos enviar e Aquele que é enviado não será aceito por vocês.” “Vocês negarão, vocês afrontarão.” Tudo está descrito, até mesmo que suas mãos falarão na época da ressurreição, Tudo isso é fornecido nesse Sura. Esse Sura é muito interessante. Assim, o que Eu estou dizendo é que eles estão tentando localizar isso.

Eles estão se movendo agora para muitas coisas em diferentes coisas, eles também estão tentando fazer pinturas muito belas… e desenhos e coisas assim, para serem capazes de explicar. Eles também tinham programas na TV Então na TV, eles falaram sobre… sejam quais foram suas experiências, isso e aquilo. Mas se você mesmo não é capaz, você não vai influenciar ninguém, mesmo que você vá a TV ou a qualquer lugar, ninguém vai levá-lo a sério. Portanto, você tem de ser mais sério em relação a isso… e mais sincero para fazer sua meditação. Agora, há um outro aspecto da Sahaja Yoga, nós queremos que as pessoas se casem. Mas casamento não é a última coisa, não é a última coisa, é apenas um auxílio, nós podemos dizer, um complemento de um outro lado de modo que você se desenvolva melhor. Mas qualquer tipo de impedimento no casamento… pode ser um grande impedimento para sua ascensão. Então não preste nenhuma atenção em tais impedimentos, apenas livre-se disso e tente manter seu Si, porque é somente o seu Si… que irá lhe dar alegria e ascensão, ninguém mais. Tudo dará certo se você apenas se manter fiel ao seu Si… e compreender que você é importante, que tem de cuidar de sua ascensão, também que o coletivo da Sahaja Yoga é importante. Ele é muito importante para todos vocês porque vocês são tão poucos… e isso tem de dar certo neste país de uma forma grande.

E todos estavam perguntando por que é que na Nova Zelândia as pessoas… são as mesmas, não há muita mudança, por que não estão progredindo. Mas Eu tenho certeza agora que mais coisas acontecerão… e do jeito que as coisas se desencadearam hoje, pode dar certo. Assim, agora, essa é Minha própria aceitação sobre isso… e se vocês acham que há algo mais que Eu deva dizer sobre isso… ou algo que vocês queiram saber, vocês podem escrever para Mim, Eu certamente responderei essas cartas. Mas Eu não sei o que responder a cartas assim: “Meu marido fugiu com outra mulher”, isso, aquilo. Isso não é importante, você foi casada tantas vezes na vida antes. Então o que importa se ele fugiu? Deixe-o fugir, o que fazer? Você é um Sahaja Yogi, quantas mulheres… ou quantos homens se tornaram Sahaja Yogis neste mundo? Portanto você são excelentes. E quantas pessoas excelentes assim… não deveriam se incomodar com coisas mundanas e coisas inúteis.

Elas devem conhecer sua responsabilidade. É você quem será responsável pela emancipação… de todos os neozelandeses. E isso, você deve entender. Você não deve tentar baixar sua autoestima. Tente se elevar e realize isso. É importante para toda nação. Algumas pessoas são extremamente alertas e outras não são. Mas agora, Eu tenho certeza que isso dará resultado mais rápido. Nós temos muitas pessoas e agora tentem lhes dar, tentem lhes dar chá, alguma coisa primeiramente, porque a atenção delas está na comida, mas apenas não comecem a comer primeiro, senão eles pensarão: “Pessoas inúteis, estão apenas tentando…” Vocês devem mostrar toda a dignidade ou hospitalidade. A hospitalidade ajuda muito.

Essa é uma coisa muito importante que devemos entender. Por exemplo, se vocês forem à Índia, Eles verificarão dez vezes se vocês comeram, eles os chamarão se alguém não estiver lá: “Onde vocês estão? Vocês devem vir e comer.” Mas o que Eu ouvi é que aqui ninguém chama ninguém, ninguém aparece, você come sua própria comida. Até que os convidados cheguem do lado de fora, ninguém diz: “Tudo bem, você gostaria de comer?” “Você comeu ou não? Você tomou seu café da manhã?” Essa não é a forma, nós temos de ser zelosos e devemos ter esses modos, é muito bonito sermos hospitaleiros com as pessoas, ver se elas estão… Quero dizer, os convidados devem ser tratados de uma forma diferente… e os moradores são de um jeito diferente, e seja o que for que você faça, seus filhos irão aprender e… se comportar da mesma maneira. Temos de ter essa cultura dentro de nós, através da qual nós compreendemos o valor da outra pessoa, dos convidados que vieram, daqueles que ainda não são Sahaja Yogis, que ainda têm de se tornar Sahaja Yogis, que só tem de ter a Realização. Eles devem ser tratados com muito cuidado, como, podemos dizer, uma semente, que acabou de germinar, ela é tão delicada.

A planta está de uma forma tão delicada. Agora, você tem de replantá-la adequadamente no campo Sahaja. Então o que você tem de fazer é retirar todas as que brotaram, aos poucos, uma por uma, manter a distância adequada entre elas… e tentar plantá-las delicadamente no campo da Sahaja Yoga. Mas se você tem um certo sistema de valores, se você alcançou algo, então você não deve menosprezá-los ou não deve zombar deles o tempo todo. porque algumas pessoas são sarcásticas, algumas ficam rindo o tempo todo, então eles pensam: “O que está errado em nós?” “Porque eles estão rindo o tempo todo?” Portanto, não há nenhuma necessidade de ter sorrisos artificiais… nem há nenhuma necessidade de algum tipo de crítica, de certa forma, ou às vezes, o riso pode ser ridículo, vocês sabem, as pessoas pensam, elas interpretam mal. Ou dizer: “Este bhoot em você está bloqueando,” “aquele bhoot está bloqueando”. Algumas vezes as pessoas dizem: “Este chakra está bloqueado”. Não há necessidade.

Você deve dizer: “Gradualmente tudo vai dar certo.” “Se você não está sentindo a brisa fresca, tudo bem,” “vamos ver qual é o problema.” Mas você não precisa lhes falar todas essas coisas, essa linguagem… não deve ser exposta aos novatos, pois eles ficam apavorados, “Nosso chakra está bloqueado, este chakra está bloqueado”, isso cria um medo grande. Assim nós temos de fortalecer a confiança deles, isso é muito importante. Uma vez que tenha fortalecido a confiança deles, eles começam a sentir as vibrações e tudo mais, eles têm de confiar em você, eles têm de acreditar em você. Assim, esse é um esboço muito pequeno da forma… que Eu gostaria qua a Nova Zelândia se elevasse… e agisse de uma forma sensata, de modo que as pessoas devem dizer que… os neozelandeses são as pessoas mais sábias na Sahaja Yoga.

Que Deus abençoe todos vocês.