Shri Mahalakshmi Puja

Kolhapur (India)

1990-12-21 Mahalakshmi Puja Talk, Kolhapur, India, 43' Download subtitles: ENView subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Transcribe/Translate oTranscribe

1990-12-21 Mahakalshmi Puja English Talk, Kohlapur, India, camera 2, 38' Download subtitles: EN,PTView subtitles:
Download video (standard quality): Download video (full quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Transcribe/Translate oTranscribe

Feedback
Share

Mahalakshmi Puja, Kolhapur, Índia, 21.12.1990

Eu dou as boas-vindas a todos vocês que vieram do exterior, e Kolhapur é considerado como um dos Templos das Divindades, que tem três Divindades e meia, ou vocês podem dizer, três voltas e meia da Kundalini, assim é dito que é nesse osso triangular do Maharashtra, porque ele é cercado por montanhas por todos os três lados, e o platô está no centro, então todos os três lados formam um belo triângulo, é a… Kundalini de todo o universo, do mundo inteiro, é expressada pela Mãe Terra no Maharashtra.

Estas são três energias e meia que estão enroladas juntas. A primeira é de Mahakali. Este Poder de Mahakali é expresso em Tuljapur, como Bhavani, e Shivaji Maharaj costumava vir a cavalo todo esse percurso… por várias milhas, para obter o Darshan dessa Bhavani em Tuljapur. Ele sabia disso, e ele tinha uma espada chamada Bhavani talvar, e as pessoas diziam que a própria Deusa havia lhe dado essa espada. Agora, a segunda é Mahasaraswati, está em Mahurgadh. Nós sempre cantamos a canção Mahurgadawari, que é Mahasaraswati, que também é chamada Renuka Devi, que é Mahasaraswati do lado direito. Depois a terceira é Mahalakshmi que fica em Kolhapur. Aqui um demônio muito perverso chamado Kolasur foi morto pela Mãe, então esse lugar é especialmente muito sagrado para todos nós, porque vocês obtiveram sua Realização… quando a Kundalini subiu pelo seu Sushumna Nadi, que está sendo nutrido pelo Princípio de Mahalakshmi. Então eles se sentam no Templo – é um Templo de Mahalakshmi – mas eles cantam assim: “Oh Ambe por favor se eleve, por favor se eleve, por favor se eleve.” Isso vem com a plena compreensão do Sushumna Nadi, mas 99,9% dessas pessoas não sabem, porque todo o conhecimento sobre a Shakti… está sendo perdido devido a diferentes momentos… e as pessoas nunca se preocuparam com isso.

Assim, temos de compreender que nos Shastras indianos, nas Escrituras, a Shakti é a coisa mais importante. Deve ser compreendido o porquê, porque digamos agora, se você tiver uma luz, ou se você tiver fogo, qual é o poder do fogo? O poder do fogo pode ser que ele pode lhes dar luz, ele pode destruir coisas, mas supondo que ele não tenha o poder dele, então quem se importaria com o fogo? Ninguém. Então qualquer um que não tenha conseguido… o poder de ser o Espírito, é inútil. Assim, este Poder, esta Shakti, deve ser despertada dentro de nós, porque nós não temos o Poder do Espírito. Nós temos de ter o Poder do Espírito. Isso só é possível se vocês tiverem sua Realização do Si. Essa é a razão pela qual é muito importante prestarmos atenção… em nosso poder. Agora, esse poder é criado… do mesmo modo que o poder de uma mãe.

A mãe é o relacionamento mais amoroso… e através desse relacionamento todo o amor é expresso. É por isso que a Shakti é esse poder de uma mãe, e é a afeição, o amor, a paciência que a mãe tem por seus filhos, a Shakti também tem os mesmos poderes, e é desse modo que a Shakti nunca pode feri-los. De todas as Shaktis, de todos esses poderes, o mais elevado de todos é o que chamamos de Kundalini, porque sem Ela, vocês não podem ter a Realização. Mas também podemos dizer, mais elevado do que isso, ou complementado a isso está o Poder de Mahalakshmi. Sem Mahalakshmi, vocês não podem se elevar. Essa é a escada pela qual esse Poder da Kundalini pode se elevar. Então, ambos os Poderes são muito importantes… e muito relacionados um com o outro. O Princípio de Mahalakshmi começa… quando concluímos com o Princípio de Lakshmi. Por exemplo no Ocidente, as pessoas estão fartas de riquezas, fartas de todos os ricos e tudo isso, então elas ficam pensando: “O que alcançamos?” “Nós nos desequilibramos, então o que devemos fazer?”

“Nós temos de nos equilibrar. Então como nos equilibramos?” Nós temos de ter o conhecimento do Espírito. Isso é chamado de aadhya. Vocês têm de saber o que é o conhecimento do Espírito, e para ter o conhecimento do Espírito, a Kundalini têm de ser despertada, e assim vocês devem ser conectados a este Poder Onipresente. Uma vez que isso aconteça, você apenas se torna um com essa energia… e obtém a transformação dentro de você mesmo, porque há luz e na luz você pode ver todos os seus problemas, todos os seus defeitos e também se você souber como corrigir isso, a coisa mais fácil a fazer é obter transformação na Sahaja Yoga. Todos vocês têm sido muito transformados… e agora Eu acho difícil até mesmo reconhecê-los, porque suas faces estão mudadas, suas atitudes mudaram, vocês parecem tão diferentes, tão belos. Hoje parece ser um dia especial para Mim, aqui no Templo de Mahalakshmi, em que Mahalakshmi está sendo despertada… e estou Me sentindo realmente… nesse estado de consciência sem pensamentos. Eu não sei como estou conversando, e estou simplesmente em estado meditativo, totalmente em estado meditativo. Porque quando vocês estão no centro, vocês não pensam, vocês estão em meditação.

É por isso que Mahalakshmi é muito importante. Então, quando vocês estão fartos, vocês podem sentir que há algo faltando… e então vocês se entregam ao Princípio de Mahalakshmi. Mas na Índia, por causa de tantos santos, nós sentimos que devemos dar um curto-circuito nisso. Primeiro vamos desenvolver nosso próprio aadhya, vamos desenvolver nosso conhecimento do Atma… e depois nos dedicar à ciência, então não haverá mais desequilíbrios dentro de nós, porque sem o alicerce de aadhya, do conhecimento do Espírito, vocês adotam qualquer tipo de progresso, vocês podem desabar. É por isso que todos os empresários ocidentais, as empresas e também as projeções da religião… foram uma perda de tempo, porque não tem havido nenhum equilíbrio. É importante que tenhamos o equilíbrio dentro de nós mesmos. Agora, na Índia, nós temos pessoas que têm esta ideia, de que pelos menos você tem de se elevar acima do materialismo… e você tem de se tornar um só com o Virata, parte integrante do todo. Disso eles sabem, e é por isso que sabendo disso, quando eles chegam à Sahaja Yoga, eles crescem muito profundamente, uma profundidade, eles têm atingido uma profundidade com essa fé… de que nós temos de ser almas realizadas, e temos de sentir o Poder Onipresente. Essa convicção por si só dá a eles a profundidade… e então, quando eles alcançam a Realização, eles simplesmente vão muito fundo. Mas o mais surpreendente são as pessoas que nunca ouviram falar… de Ganesha, que nunca ouviram sobre Kolhapur, nunca ouviram sobre Mahalakshmi, são às vezes muito, muito melhores, muito mais profundas do que as pessoas… que sabem todas essas coisas de cor.

Então pode-se deduzir que aqueles que sabem externamente, aqueles que sabem através de seus livros, ou através de alguns gurus que lhes ensinam algo, estão totalmente na superfície. Eles não têm nada neles para nos dizer, porque eles não tiveram nenhuma experiência do Si, nenhuma experiência do Si. Isso só é possível quando a sua Kundalini se eleva… e rompe seu brahmarandra. Esse é o momento em que a primeira experiência… deste Poder Onipresente lhes acontece. Então todas essas pessoas… que têm ficado apenas orando para Mahalakshmi, têm ido a Ela, fazendo muitas penitências, jejuando, isso, aquilo, não têm ideia do que Mahalakshmi quer, e elas sempre reclamam Comigo: “Mãe, fizemos isso, fizemos aquilo.” As pessoas são muito religiosas. Elas ficam fazendo todo tipo de ritualismo, o que chamamos de karmakanda, mas com isso vocês não chegam aonde têm de chegar. Assim, temos de entender que tudo que foi escrito e dito sobre… todas essas coisas grandiosas na Índia, as pessoas podem saber em palavras, mas como experiência, elas não conhecem. Portanto a Sahaja Yoga é muito importante… para lhes dar essa experiência, de modo que elas possam realmente verificar que tudo que é dito… na ciência da espiritualidade sobre obter a Realização… é absolutamente verdade. Não somente isso, mas ela é muito prática e todas as pessoas que… obtêm a Realização podem entendê-la muito bem.

Assim, nós estamos aqui em um lugar muito sagrado… cheio de pessoas profanas. Mas ainda há algumas pessoas muito, muito boas aqui também, e por causa de Mahalakshmi, elas fazem ornamentos muito bons… porque esses ornamentos são oferecidos a Deusa. Você pode sentir lá uma espécie de sentimento suave por Deus, sentimento pela espiritualidade, mas eles não têm a experiência que vocês tiveram, então vocês são muito mais elevados do que todos eles, e aqueles que têm a experiência… podem sentir mais quando eles vão ao Templo, se vocês puderem ir ao Templo para ver o lugar também. Mas deem um grande bandhan em si mesmos, porque Eu vi que perto da Divindade… há pessoas muito esquisitas sentadas. Eles ficam fazendo todos os tipos de atividades comerciais. Eles ficam vendendo flores, vendendo isso, vendendo tudo. Então vocês têm de ser cuidadosos, com um bandhan, vocês podem ir e ver por si mesmos. Agora eles dizem que esse Templo foi criado porque é um swayambhu – é aquele que surgiu da Mãe Terra – vocês mesmos podem ver se há vibrações e além do mais, vocês devem saber que este puja a essas divindades… são feitos por pessoas que não são de forma alguma religiosas, mas são apenas comerciantes. O mercantilismo nunca pode lhes dar nenhuma satisfação, nunca pode lhes dar de forma alguma satisfação. Além disso, ele pode levá-los para algo desconhecido, para terras perigosas.

Mas se sua fé é pura, sem nenhuma ganância, sem nenhuma exigência, então você desenvolve sua profundidade dentro de si mesmo, que é muito útil depois da Sahaja Yoga. É algo extraordinário como este Shri Chakra está aqui… e como eles fizeram um cálculo completo do Shri Chakra. Eu encontrei um cientista na Rússia, em Moscou, que fez uma pesquisa, uma pesquisa muito grande sobre este Shri Chakra. Agora, então nós temos o Shri Chakra no lado direito, no lado esquerdo temos o Lalita Chakra, assim todas as coisas que fazemos com as mãos depois da Realização… são trabalhadas no lado direito pelo Shri Chakra, no lado esquerdo pelo Lalita Chakra. Agora, como isso funciona é uma coisa muito complicada, mas nós não precisamos nos preocupar com isso. Assim que vocês colocam sua mão em alguém, o chakra sabe como trabalhar isso. Ele funciona por si mesmo, é como se fosse um mecanismo formado dentro de nós… que sabe que tipo de vibração deve ser dada a uma determinada pessoa… por uma determinada razão ou para um determinado propósito. Se essa pessoa tem certos defeitos também, estes chakras sabem o que deve ser emitido, como resolver isso. Assim, não é que tenhamos… somente o despertar da Kundalini, estes chakras são despertados, nós também temos estes dois chakras despertados dentro de nós… por causa da Kundalini. Mas se vocês têm problemas de Vishuddhi, então vocês podem achar que suas mãos estão rígidas… e não conseguem perceber a orientação, ou vocês podem dizer, as intenções Divinas da Realização, porque quando vocês começam a usar suas mãos, vocês não sentem nenhuma vibração, então como saberão o que está acontecendo?

É uma coisa bem complicada e para essa coisa complicada, estes instrumentos já foram feitos, já foram preparados; eles estão totalmente equipados com todo o conhecimento… que é necessário, como um feedback, como vocês chamam isso, ou vocês podem chamar isso de uma programação completa que está lá. Portanto, assim que vocês colocam suas mãos numa pessoa, a programação começa a trabalhar isso. Porque essa programação é feita por Deus Todo-Poderoso, ela nunca pode estar errada. não pode ser duas coisas diferentes… no que se refere à Sahaja Yoga. Eu tenho pensado em escrever sobre… todos esses grandes peethas que estão na Índia, então isso será útil para vocês… assim como para as outras pessoas na Índia. Mas aqui a atmosfera é tão ruim, como se pensar em Deus, falar de Deus, fosse completamente errado. Você não pode falar. Se as pessoas estão na ilusão… e acham que todas essas palestras não nos trouxeram nada, para eles é o progresso do Ocidente que é mais eficaz, mais evidente, pois eles podem ver como vocês têm progredido no materialismo, e eles não conseguem entender como pudemos progredir muito… com aadhyatma, no âmbito do desenvolvimento físico ou mental. Assim, agora chegamos a um ponto onde compreendemos que é muito… importante para todos os ocidentais terem o alicerce de aadhya. Para isso, é importante abandonar alguns de seus condicionamentos, porque esse conhecimento vem definitivamente da Índia.

Quero dizer, os indianos tinham todo o conhecimento… da ciência médica de vocês, desta ciência, daquela ciência, daquela ciência. Mas a Ciência de Deus está na Índia, e o que vocês farão por isso? Quando se refere à Ciência de Deus, o que vocês farão sobre isso? Como vocês farão isso dar certo, pois essa é a Ciência de Deus, e a Ciência de Deus tem de ser compreendida… com total dedicação e devoção. Por causa do condicionamento da influência ocidental, do progresso ocidental, às vezes nós simplesmente não sabemos… como captar esse conhecimento dentro de nós. É muito difícil. Mas se vocês puderem entender que assim como nós tivemos de… aceitar totalmente a ciência vinda do ocidente, vocês têm de aceitar o conhecimento de seu Espírito vindo do oriente. O oriente tem o conhecimento do Espírito. Para isso, vocês têm de estar prontos para recebê-lo. Se vocês ainda estão em sua arrogância, se vocês ainda estão em seus próprios condicionamentos, então vocês não podem fazer isso.

Como um menino que… vem de um vilarejo que nunca teve conhecimento sobre a ciência… e você de repente o coloca numa faculdade de ciência, ele dirá: “O que é essa insensatez? O que é tudo isso?” “Eu nunca soube dessas coisas.” “Por que eu deveria usar um tubo de ensaio?” “Por que eu deveria ir no laboratório?” Ele pode começar a dizer todos os tipos de coisas, e esse condicionamento está presente, então ele fugirá da escola dentro de um ou dois anos, talvez antes, e o que Eu percebo são os condicionamentos deles… que fazem com que muitas pessoas se afastem da Sahaja Yoga… depois de algum tempo. Assim, nós devemos observar nossos condicionamentos, que tipo de condicionamentos nós temos. Enquanto os indianos têm condicionamentos das… assim chamadas crenças religiosas e esse ritualismo, isso, aquilo, eles são muito condicionados também. Mas é fácil superar isso quando vocês se dão conta de tudo que… vocês estão venerando, por exemplo, na Índia todos têm… uma Kuladevata, significa a Deusa da família, todo mundo tem. Eles devem venerar aquela Deusa, uma Deusa específica, todos têm de venerar.

Então se eles apenas perguntarem: “Mãe a Senhora é esta Deusa?” As vibrações começam a fluir. Então o condicionamento é muito facilmente erradicado, mas a aceitação mental de algo é muito difícil de erradicar. E Eu tenho visto também que quando eles se casam… ou um casamento é arranjado, eles se tornam mentais. Eles se tornam mentais. Se você se torna mental, então você não pode entender muitas coisas. Mas se você é espiritual, então pode entender. Por exemplo, nós vemos a Mãe Terra nos dando estas flores e tudo mais, como podemos ficar mentais em relação a isso? É um processo vivo. Não podemos ficar mentais em relação a nenhum processo vivo.

Assim, agora vocês dirão: “Tudo bem, isso é porque a semente teve isso…” “e a semente é plantada”, mas como? Por quê? Isso vocês não podem responder. Nunca podem responder. Então vocês ficarão quietos. Mas digamos que haja um sábio, ele dirá: “Tudo bem, esta é a Mãe Terra,” “Ela quer dar a Seus filhos estas flores, frutos, estas árvores,” “então Ela está realizando isso.” Portanto a pessoa tem de transpor um condicionamento do materialismo. Agora, vocês devem ver que na matéria, a energia nunca se move. A energia fica parada. Ela nunca se move.

E também as energias que estão se movendo, as assim chamadas, como a eletricidade, isso, aquilo, são totalmente cegas. Vamos supor que haja eletricidade aqui fluindo, tudo bem, está tudo muito bem, mas vamos supor que alguém a interrompa, ela cessará. Ela não tem mente. É uma coisa sem mente. Assim, no materialismo, vocês se tornam sem mente. Vocês começam a ver isto também em vocês mesmos, que ficaram sem mente e ficaram totalmente, totalmente, Eu devo dizer, como robôs algumas vezes, que são sem mente, que são fixos, quantidade fixa. E Eu vejo muito claramente, no ocidente Eu tenho visto que as pessoas têm ideias muito fixas. É difícil para elas sair disso porque elas não têm esse movimento… em direção à sutileza espiritual, onde a pessoa pode usar a mente para fazer algo. Nós diríamos que a Mãe Terra tem a mente. Agora, isso ninguém pode acreditar no ocidente, exceto os Sahaja Yogis, que a Mãe Terra produz esses vigrahas, que Ela produz essas Divindades, ninguém acreditará.

Como vocês podem acreditar em uma coisa dessas, por exemplo que esta Mãe Terra pensa, que esta Mãe Terra produz essas coisas? Mas logicamente vocês podem ver, logicamente. Logicamente. Por exemplo, uma árvore tem uma certa altura, as frutas têm uma certa forma, certas cores de flores, digamos – quem muda todas as estações? Especialmente na Índia, são seis estações bem definidas. Isso é chamado de ritambaraprAgnya na Hatha Yoga. Agora esta é Aquela que é uma Dama, que pensa. Ela tem uma mente própria, Ela decide e realiza todas as coisas. Esse conceito foi duplamente negado no ocidente, primeiro é que eles não conseguem aceitar uma Deusa. A mulher não tem nenhum papel.

De Sócrates em diante, ninguém falou muito sobre uma mulher, exceto, é claro, há Atena e tudo mais, mas Elas têm papéis muito menores. Os gregos tiveram Deusas que eram exatamente como seres humanos, de modo que também foram descartadas, e muito pouco foi aceito, e quando o Cristianismo chegou, de uma forma ou de outra… os cristãos se certificaram de que não houvesse nenhuma menção à Mãe, de forma alguma. Mas apesar disso, as pessoas veneraram a Mãe. Elas veneraram a Mãe de Cristo como – alguns como uma Deusa – embora na Bíblia Ela tenha sido mencionada como uma mulher, Ela foi citada de um modo muito depreciativo. Assim, o condicionamento das pessoas… é em relação ao Poder de Deus que paira no ar em algum lugar; de que Ele está presente e nos provê tudo, mas qual é a comunicação? Qual é a justificativa ou qual é a coisa lógica? Como explicar? Então vocês têm de dizer: “É um mistério. Deus é um mistério.” “Ele paira em algum lugar no ar.

Ele faz tudo.” E como as pessoas podem acreditar nisso? O condicionamento cristão tem sido ainda pior do que… o condicionamento judeu, Eu acho, porque eles simplesmente tiraram a Mãe de Cristo. Embora os pintores, os artistas não fariam isso. Eles não aceitariam. Eles tinham a Mãe presente. Mas apesar de tudo isso, a Maternidade não foi respeitada… como deveria ter sido na Bíblia, o que é algo muito errado, na época em que Mahalakshmi Ela própria encarnou como a Mãe Maria, Ela própria. E falar de Mahalakshmi como uma mulher, Eu acho que é um grande insulto. E onde as mulheres são insultadas assim, onde as Deusas são insultadas, não podemos esperar nenhum crescimento espiritual… a menos e até que aceitem que é a Shakti, a Mãe, que é a única forma de comunicação entre nós e a Divindade. Portanto esse condicionamento, o condicionamento cristão… tem de acabar no que se refere à Maternidade.

É surpreendente às vezes quando Eu vejo… o modo como essas pessoas têm tentado baixar… o nível de uma Deusa a apenas uma mulher. Assim esta é uma grande bênção na Índia, pois eles respeitam a Mãe como a Shakti… e tudo é feito pelo movimento da Shakti, pelo pensamento da Shakti, pela coordenação e compreensão e planejamento da Shakti somente. Não é feito por Deus Todo-Poderoso. Ele é apenas um espectador. Ela faz tudo. Uma vez que esse conceito… se encaixe adequadamente na cabeça de vocês, então vocês verão que muitos condicionamentos desaparecerão, porque a religião foi organizada, e numa religião organizada, você pode colocar o que quer que você queira, do jeito que você quiser, e isso foi um erro muito grande. Através disso as pessoas desenvolveram muito ego, muitas coisas contra as mulheres… e também o primeiro pecado que eles chamam de “pecado original”… e tudo mais é por causa de uma mulher. Eles realmente maltrataram as mulheres… e eles não têm nenhum respeito por elas. Assim as mulheres têm mudado os papéis delas… e em vez de se tornarem mães e deusas, elas têm tentado se tornar alguma coisa semelhante a atrizes. Mas vocês podem entender… que sem o Poder não há nenhum sentido em nada, e este é o Poder do Amor e este é o Poder da Verdade.

E uma vez que vocês obtenham este Poder, devemos nos tornar humildes, e saber que este Poder está dentro de nós, que nos tem dado todo esse conhecimento, que nos tem dado toda essa habilidade de elevar a Kundalini. Tudo isso é por causa da energia dentro de nós, a Shakti dentro de nós. Sem isso, nós não somos nada. E isso também é a Mãe que tem feito. Eu não sei o quanto Eu insisto nesse ponto, mas isso é importante porque Eu percebo, especialmente na Inglaterra, que alguns jornalistas vieram: “Como a Senhora se sente como Guru, como uma mulher?” Quero dizer, isso é um tipo de coisa, uma mulher, como se Eu fosse tipo aquele movimento onde as mulheres… estão começando uma luta contra os homens, um tipo de coisa assim, e “agora essa é uma outra guru, que é uma mulher,” “então ela deve ser apoiada”, algum tipo de insensatez assim. É somente a Mãe que faz esse trabalho. Então está fora de questão fazer uma pergunta assim. Mas é assim que é, nós devemos primeiro saber… que é a qualidade feminina de uma mulher, como uma mãe, que é muito poderosa. Mas devemos encorajar isso e tentar desenvolver isso, de modo que espiritualmente vocês possam comunicar, espiritualmente possam absorver… essas qualidades para seus próprios filhos.

As mães que não têm aadhya… nunca conseguirão criar boas crianças com emoções apropriadas, com um sistema de valor de moralidade apropriado. Assim é muito importante para todas as mães… serem muito orgulhosas de serem mães… e para as moças que vão ser mães serem muito orgulhosas… de que vão ser mães e que elas representam a Shakti. Então, agora qual é a parte dos homens? É aproveitar completamente esse poder, entendendo, complementando, cuidando desse poder. Eu não estou falando apenas de suas esposas. Estou falando de suas irmãs, suas filhas, suas mães… e de toda a sociedade, onde a mulher deve ser respeitada, e elas têm de ser respeitáveis. E as mulheres devem tentar ser respeitáveis, tentar saber que elas são os poderes e que elas são aquelas que serão… usadas por esse Poder Divino como canais, mais do que os homens. Mas se elas forem inúteis, então é claro, elas não se importarão com eles, elas gostarão de incomodar também os homens muito mais do que vocês. Então é importante entender qual é o seu papel na Sahaja Yoga. Esse é o seu papel na Sahaja Yoga.

E Eu tenho certeza que vocês podem realizar isso. Vocês podem lidar com essa parte. Vocês podem equipar-se para esse papel, que é tão belo e tão bom. Tanto pode ser dito sobre Mahalakshmi, e não há fim para isso, mas Eu acho que mais tarde… nós devemos manter este programa todo ano, e todos vocês devem vir aqui ao Templo de Mahalakshmi, quero dizer, Kolhapur, e então Eu lhes falarei novamente sobre as qualidades da Mãe, o que Ela é como Mahalakshmi. E hoje teremos o… Shri Sukta. Shri Sukta é sobre as qualidades de Mahalakshmi. Eu acho que teremos o Ganesha Stuthi e depois teremos isso. Então vocês têm de entender seriamente o que é isso. Há uma tradução? E apenas em estado meditativo, hoje, não sei o que estou dizendo, porque esta Mahalakshmi é algo que vai, acaba com tudo mais.

Esquerdo, direito está acabado agora, você fica apenas… no estado de Mahalakshmi, o que fazer? “Estado de Mahalakshmi” significa nirvichar, nirvikalpa, além disso, Eu não sei qual estágio é esse. Isso vem um pouco, depois novamente volta ao mesmo.