3o Dia do Navaratri, Nós podemos realmente expulsar nosso ego e nossos condicionamentos

Cabella Ligure, Palazzo Doria (Itália)

1991-10-10 3rd Day Of Navaratri, Part 2 Talk, Palazzo, 24' Download subtitles: EN,FR,PL,PTView subtitles:
Download video (standard quality): Listen on Soundcloud: Transcribe/Translate oTranscribe

Feedback
Share

3º dia de Navaratri Palazzo Doria, Cabella, Itália, 10.10.1991

Ontem Eu lhes falei sobre… a forma como todas essas Encarnações do Princípio do Guru… vieram a esta Terra, e como Eles tentaram estabelecer o Dharma, essa valência entre os seres humanos.

Como vocês sabem, na natureza, quaisquer elementos que tenhamos, todos esses elementos têm oito valências, nos quais, o máximo é oito. Então, pode ser dois, três, quatro, pode ser cinco, seis, sete, oito. Portanto, qualquer que seja, digamos que haja três valências ou duas. Então as duas valências, porque elas são menos, elas combinarão com as outras. Se forem mais de quatro, supondo que sejam cinco, então elas têm três lugares. Desse modo elas atrairão as outras que são as três, é desse jeito. E isso acontece de tal forma que os átomos… não estão conscientes disso, eles não sabem sobre isso. Automaticamente, isso está acontecendo. Por exemplo, o carbono tem quatro valências, então ele pode receber quatro ou dar quatro. Foi desse modo que a vida começou, com o carbono, porque ele tinha mais possibilidade de atrair elementos para si mesmo.

Mas todas as coisas que estão mortas… não estão conscientes da Divindade, do Dharma. Os dharmas delas estão incorporados. Então, se você pegar, digamos, o oxigênio, ele se comportará como oxigênio. Se você pegar o hidrogênio, ele se comportará como hidrogênio. Eles não mudam porque não estão conscientes. Eles não têm consciência. Depois vem o estágio animal, onde eles têm nove valências. Esses também, os dharmas deles são determinados por Sadhashiva. É por isso que Ele é chamado de Pashupati, significa o Senhor de todos os animais. Assim, uma serpente será uma serpente, um tigre será um tigre.

Não pode ser assim: um tigre poder se comportar como uma serpente, a serpente poder se comportar como um tigre, ou um lobo poder se comportar como um pássaro. Todos eles têm incorporado, dentro de si mesmos, seus dharmas. É claro, eles sabem que podem voar, que podem ver, que podem cheirar, que podem identificar, eles têm um ímã dentro de si mesmos, eles têm direções. Porque como os pássaros podem voar da Sibéria à Austrália… se eles não tivessem um senso de direção? Eles têm um ímã dentro deles e sabem como agir de acordo com o ímã. Eles têm um sentido, um outro sentido o qual vocês podem dizer que nós não temos. Por exemplo, há pássaros no Japão… que quando vai haver um terremoto, eles podem ouvir, eles sabem. E se todos esses pássaros desaparecem, então você sabe que o terremoto está acontecendo. Ou então, existem alguns pássaros, de outro tipo, por exemplo, vocês conhecem a arca de Noé, ele disse: “Eles vão para fora”, e no final, ele descobriu que… a água abaixou e as folhas surgiram. Porque o pássaro trouxe uma folha de… [Shri Mataji está procurando o nome em inglês] Então, é desse modo, mas isso só pode ser feito pela pomba, qualquer outro não, supondo que você use um corvo, eles não farão isso.

Portanto, todos os dharmas deles estão incorporados neles mesmos. E eles são limitados por esses dharmas. Eles têm de ser assim. Então, foi dada a liberdade aos seres humanos. Assim, nós não estamos limitados por nenhum dharma. Nós podemos ser cruéis como Hitler ou podemos ser como Cristo… ou podemos ser como qualquer animal. Mas nossa fonte natural é a natureza animal, que tínhamos primeiramente, que é obedecer ao nosso dharma, é natural. Seja o que for que esteja dentro de nós é o dharma incutido, nós obedecemos a esses dez dharmas. Basicamente, nós sabemos: “Isso está errado”, basicamente. Até as crianças pequenas sabem o que é errado e o que é bom.

Então nós temos liberdade. Depois nós começamos a adotar o adharma, começamos a cruzar nossos limites, nos afastando do que pensamos ser correto e chegamos a um tal estado… onde começamos a pensar que seja o que for que estamos fazendo é a coisa correta. É por isso que esses Gurus vieram e lhes trouxeram o seu dharma. Assim, o dharma lhes dá o equilíbrio e a elevação. Supondo que você tenha um pouco de trigo e o espalhe, ele se espalhe por toda parte, não há elevação. Mas você o coloca em um saco, então ele consegue ter altura. Da mesma forma, quando vocês têm dharma, vocês obtêm a profundidade do seu dharma, vocês se tornam uma personalidade mais profunda. E a partir desse dharma, uma vez que vocês se tornem dhármicos, somente então vocês começam a ver que há algo além de vocês. Mas se vocês forem adhármicos, então vocês pensam: “Isso é melhor para mim,” “é bom, bom estilo de vida, por que abandonar disso?” E vocês continuam desaparecendo gradualmente… do sistema de valores humanos para o sistema de valores subumanos.

Pode ser o sistema animal, pode ser o sistema do demônio, pode ser um sistema de “bhoots”, pode ser qualquer sistema, não há fim para isso. Assim, existem muitos dharmas incorporados em nós, que são dez, basicamente, dez dharmas. E esses dez dharmas são como os Dez Mandamentos no Ocidente. Eles nos são ensinados como mandamentos. Mas, na verdade, eles são para nossa benevolência, através dos quais nós desenvolvemos nosso dharma. Mas uma vez que vocês desenvolvam seu dharma no centro, então seu dharma se expande para tudo: dinheiro, poder, sua família, ou para sua sociedade, para seu país, para o mundo inteiro. Vocês começam a pensar: “É o meu dharma.” “Qual é o meu dharma agora? O que eu devo fazer?” “Em relação aos meus filhos, em relação à minha família,” “em relação ao meu vilarejo, ao meu país, a esse mundo inteiro,” “qual é o meu dharma?”

Então, quando esse dharma começa a se estender, de forma horizontal, vocês começam a olhar para os outros, vocês tentam descobrir qual é o problema deles. “É meu dharma ajudar esta pessoa”, “É meu dharma fazer dessa maneira, daquela maneira.” Então vocês estendem sua família cada vez mais, vocês se tornam muito generosos, vocês se tornam muito corretos, vocês se tornam muito gentis, vocês se tornam muito tranquilos, todas essas coisas acontecem. Mas, apesar disso, vocês ainda não são uma alma realizada. Então, às vezes quando vocês são bons e descobrem que há reação externa, porque vocês são bons, as pessoas tentam perturbá-los, então vocês pensam que não é suficiente ser bom. Não é suficiente, vocês têm de se elevar mais alto. E é desse modo que um Princípio de Mahalakshmi nasce… dentro de vocês, de busca. E os tempos modernos são as circunstâncias principais onde muitas pessoas… obtiveram esse princípio dentro delas mesmas, quer elas estejam conscientes disso ou não, mas elas estão. Vocês nunca tiveram tantos buscadores. É uma categoria, uma categoria especial de pessoas que vocês são, que todos vocês são buscadores e vocês têm buscado a Verdade… e é desse modo que vocês são buscadores.

E uma vez que vocês estejam buscando a Verdade, então vocês tentam entender… que vocês têm de buscar algo mais elevado. Mas se vocês já não são dhármicos, então enquanto estão buscando, há problemas, conflitos. Sua mente também pode lutar contra você, seu fígado pode lutar contra você, qualquer coisa pode lutar contra você em seu corpo. Supondo que você tenha danificado seu fígado, então ele lutará contra você quando você estiver se elevando. Se há algo errado com você, digamos, do lado do seu pai, do lado da mãe, qualquer coisa, isso lutará contra você. Mas ainda assim, se o desejo for profundo e intenso, você pode se elevar. Todo mundo tem de se elevar. Quer você seja um rei ou uma rainha ou um empregado ou qualquer coisa, todo mundo tem de se elevar e todo mundo pode se elevar. Mas nem todo mundo se elevará, esse é o problema. Nem todo mundo se elevará, esse é um grande problema que vocês têm.

E é por isso que não devemos nos preocupar com aqueles que não querem se elevar. Nós devemos nos preocupar apenas com as pessoas que querem se elevar… e que querem ascender. Assim, hoje, Eu já lhes falei sobre… a encarnação da Deusa no nível do coração. E isto é o que o Navaratri é, onde no nível do coração, Ela veio e salvou as pessoas… de serem destruídas pelas forças malignas. Mas elas já eram dhármicas, já eram bhaktas, elas já estavam buscando Deus, seu “moksha”, em seu “kalyan”. Não devia ser falado a elas todas essas coisas, elas já estavam lá. Então, Ela apenas as salvou naquela época… e Ela veio novamente e novamente para fazer isso nove vezes, e as Encarnações Dela são consideradas do mais elevado valor. Mas então isso não deu certo, porque você salva essas pessoas para quê? Elas ainda estão apenas no nível do dharma. Como elas irão além disso?

Como o dharma se tornará simplesmente parte integrante delas? Isto deveria ser Sahaja dentro delas: elas serem dhármicas, como vocês são. Eu não tenho de lhes dizer “não bebam”, não, vocês simplesmente não fazem isso. Então, o problema é: como se tornar dhármico sem colocar nenhum esforço. Como por exemplo, de manhã recitar os 108 nomes, depois você faz isso, e o dia todo você pratica, você vai para o Himalaia e… chega lá naquele frio; aqui também, vocês têm um pouco disso aqui. Vocês devem adquirir um pouco de imunidade. Isso não é nada comparado ao que é o Himalaia, mas ainda assim, um pouco disso fere um membro do corpo. Então todas essas coisas que as pessoas buscam, elas trabalharam muito por isso dentro de si mesmas. Mas a Deusa não lhes disse que vocês têm de ascender. Ela apenas matou todos os demônios… e Ela matou todas as forças malignas.

E foi para isso que as nove energias encarnaram, foi muito importante. Então, o Navaratri é para orar a Ela, para prestar a homenagem de vocês de que Ela os salvou do mal… e Ela lhes deu um senso de segurança dentro de vocês. Assim, no nível do coração, no Coração Central, há um senso de segurança. Quando esse senso de segurança é perturbado, então vocês bloqueiam seu Coração Central. E apenas no Coração Central, em sua infância, até os 12 anos, neste osso esterno, vocês desenvolvem o que chamam de anticorpos, que são os Ganas. Esses são os Ganas da Deusa… e o Rei desses Ganas é Ganapati, é Ganesha. Então, sempre que vocês vem algo com o qual vocês se assustam, o esterno começa a pulsar em sua infância. Mas quando você é adulto, ele envia como um controle remoto… a mensagem para todos esses Ganas que saem do osso esterno… em todo o corpo e recebem as mensagens… e então eles se preparam para lutar contra os ataques. Ataques da negatividade. Por exemplo, há um câncer que está se manifestando, esse é o tipo de violência contra a qual eles lutam.

Eles tentam lutar contra todos os tipos de coisas. Eles tentam lutar contra toda a negatividade. Eles têm de lutar contra a negatividade do lado esquerdo, não do lado direito. Eu acho que vocês mesmos têm de lutar contra a negatividade do lado direito. Além disso, pessoas como Hanumana e outros anjos, Eles tentam mostrar o quão estúpidos vocês são por serem egoístas. Cada vez que vocês tentam ter algum ego, Eles lhes mostram. E então Eles controlam o ego de vocês, Eles tentam mostrar… como vocês caíram na vala do ego. Mas quando isso lhes acontece, então vocês começam a ver seu ego, depois vocês se tornam culpados. Mas essa não é a maneira. Se vocês virem seu ego, então vocês têm de se separar desse ego.

Digam: “Oh, então estou batendo em você, tudo bem, eu o corrigirei agora.” “O que você pensa de si mesmo?” Abaixe o ego com seu ego. “O que você pensa de si mesmo?” “Você é o Sr. Fulano de Tal, você se comporta assim?” “Tudo bem, vou fazer shoebeating com você.” Mas nunca devemos jogar nas mãos do ego, é muito perigoso. Mas às vezes, Eu tenho visto pessoas que também estão possuídas… podem se tornar muito egoístas porque esses “bhoots” tornam vocês (…). E então isso é muito perigoso, vocês nunca sentem que estão fazendo algo errado. Simplesmente começam a cometer erros, começam a agredir os outros, vocês nunca sabem o que está agredindo nos outros.

Mas se vocês também se oporem a esses bhoots, eles perturbarão seu corpo; eles lhes causarão dor. Mas se vocês os aceitarem, eles incomodarão os outros. O indivíduo que tem ego, ele mesmo nunca sente a dor. Mas outros sentem e sabem que ele é uma pessoa muito difícil. Mas ele acha: “Eu não faço nada de errado.” “Como as pessoas podem dizer que sou difícil?” Então, é deste modo que isso está funcionando dentro de nós: nós podemos ver nosso ego, porque agora nos tornamos o Espírito. Portanto, seja o que for que vejamos é como uma janela. Agora, nós podemos ver através da janela o que é externo. E podemos realmente expulsar nosso ego e nossos condicionamentos… muito tranquilamente se tentarmos fazer isso.

Então, nesse estágio, o Princípio de Mahalakshmi começou… e a primeira Encarnação de Mahalakshmi, como vocês devem saber, Ela veio como Sita, por causa do Maryada Purushotama. Ele era Aquele que era repleto de Maryadas. Sua esposa, Ela veio como a primeira Encarnação de Mahalakshmi nesta Terra. Agora, nós temos hoje um filme sobre Ramayana, se vocês quiserem, se vocês não estiverem com muito sono, nós podemos ver, e vocês podem ver como Ela se comportou. Você tem algum problema de coração direito, Eu acho. Sim. O que a Senhora quer dizer? – Como está seu pai? – Meu pai? – Tudo bem?

  • Ele não pode ver com um olho. Ele não pode ver com um olho, Shri Mataji. – Ele não pode ver? – De um olho, ele está bloqueado. – Olho esquerdo? – O olho direito. – Olho direito, ele não pode ver? – Ele bebeu muito. Olho direito, ele não consegue ver de forma alguma? Há duas semanas, ele não consegue ver com o olho direito.

Aconteceu de repente depois de dormir e ele não conseguia ver com esse olho. – Onde ele está? – Em casa. Ele esteve com algum guru ou alguém assim? Não, mas ele bebeu muito. Bebendo, Shri Mataji, ele estava bebendo muito álcool. Bebendo. – Mas eu fui a um guru. – Você foi? – Sim.

  • Qual deles? Eu fiz renascimento e estive com “Sai Baba”. – Hã? – Sai Baba. Este Shirdi Sai Nath? – Sai Baba falso. – É outro sujeito? Sim. Ele era um dos demônios mortos pela Deusa. E ele era Mahishasura.

A música inteira, Mahishasura Mardini, é sobre isso. Mas seu pai deve ter diabetes, Eu tenho certeza. Ele tem diabetes? Minha namorada tem diabetes. – Quem tem? – Minha namorada. – Ela tem? – Sim. Ele não tem? Seu pai não tem?

É possível, mas até onde eu sei, não. Deve ter começado também. Beber demais, estraga seu fígado completamente… e também pode vir a ser Swadishthana ruim. [O antigo vídeo do Ramayana em preto e branco começa] Agora, todos vocês podem se virar. Eu não sei que tipo de coisa. Rama está indo para a selva. Como você está por aqui. O que é isso? Isso você pode tirar daqui. Você pode apenas (…).

Imagens muito, muito, muito antigas. Muito antigo. Você deve ter visto este. Muito velho. Veja, você tem de ser o contrário, eu acho. Veja o que você tem de orar. [Hindi]