Shri Mahalakshmi Puja, Sempre faça introspecção

Wamuran Ashram, Brisbane (Australia)

Feedback
Share

Shri Mahalakshmi Puja Brisbane, Austrália, 20.02.1990

Há algo errado. Quem fez isso com as coisas… (Hindi). Você deveria colocar mais algodão nisso, desliza para trás. (Hindi) Você pode fazê-lo pelo… (hindi). Para pujas, vocês devem ter moças indianas, é melhor, elas sabem todas essas coisas melhor. Elas disseram: “Ninguém nos pediu”, então elas ficaram em cima do muro. Elas pensaram: “Nós não devemos nos voluntariar, porque eles pensarão:” “essas pessoas estão falando demais, essas indianas.” Então… Quero dizer, elas – quando elas têm de vir, elas devem vir. Vocês podem ver no filme de ontem que nós temos uma tradição, nós sabemos todas essas coisas, não é? Isso tem existido naquele país, então elas devem lhes dizer e vocês não devem se importar com isso. Elas também têm o mesmo medo que vocês têm de que dirão: “Você tem um ego”.

Eu não sei como abordar isso. [Hindi] Está bem quente. Está tudo bem. Eu lhe ensinarei como fazer isso, tudo bem? Que Deus te abençoe. Hoje Eu estava pensando que faremos o Puja para Mahalakshmi. Será melhor, de modo que entenderemos o que é a Vishwa Nirmala Dharma. Como vocês sabem, o Princípio de Mahalakshmi está dentro de todos vocês, no centro. E uma vez que você esteja farto da falsidade… e também da hipocrisia das pessoas, você começa a buscar a verdade dentro de você. É desse modo que uma nova categoria de pessoas nasce, que são chamados de buscadores, sadhakas.

Eles são muito diferentes dos outros. Eles não se importam com nenhum ganho material… ou com qualquer poder, posição social. Eles querem buscar a verdade e é nessa categoria que vocês estão… e é por isso que vocês vieram para a Sahaja Yoga. Isso vem de suas vidas passadas também. Para muitas pessoas, Eu acho, é a vida passada delas… que trouxe essa busca nelas. Também a riqueza que você alcançou, você está farto dela, e você está buscando a verdade. Também há pessoas, como na Índia, onde a tradição é buscar a verdade, desde a infância, é dito a você que o dinheiro não é tudo, poder não é tudo, é tudo falsidade, você deve buscar a verdade. Então, você está impregnado com isso. Estes são chamados de bons condicionamentos, “su-sanskara”. Agora, se é apenas um tipo de moda, essas coisas, em que você entra na moda: “Vamos buscar a verdade…” “porque todo mundo está falando sobre a verdade, vamos ter isso como uma moda,” “porque todo mundo está fazendo isso.”

Então isso pode ser muito perigoso. Pessoas assim se perdem. Eu tenho visto pessoas que eram viciadas em drogas, que vieram até nós primeiro na Inglaterra. E Eu fiquei surpresa ao ver que eles eram realmente buscadores, e eles não estavam tomando drogas por causa da moda. Eles só estavam tomando, porque eles pensaram que tomando drogas, eles entrariam no Princípio de Mahalakshmi deles. Muito inteligentes, educados, muito perspicazes, Eu devo dizer, as pessoas se tornaram hippies e começaram a tomar drogas. Eu descobri que a busca deles era apenas que eles deveriam encontrar a verdade. Mas eles não tinham nenhuma ideia do que é a verdade. Então, esse Princípio de Mahalakshmi nasceu dentro deles, meio que começou a se manifestar: “Além de tudo isso deve haver alguma coisa”. Essa categoria de pessoas está em todo lugar no mundo.

Especialmente Eu fiquei surpresa, na Rússia, onde não se fala de Deus, não se fala de religião. Eles são ainda melhores do que os indianos em entender a Sahaja Yoga. Assim, os condicionamentos de cada país também tem dificultado… o progresso da Sahaja Yoga dentro de vocês e externamente. Então, agora, antes de tudo, para entender o Princípio de Mahalakshmi, nós devemos saber que temos dois outros canais dentro dos quais podemos saltar. Um é o canal esquerdo, outro é o canal direito, e depende do tipo de histórico que vocês tiveram nesta vida. Por causa de seu histórico na vida passada, vocês vieram para o caminho correto. Mas a vida passada está sendo coberta por esta vida. O ambiente, o país em que vocês nasceram, seus amigos, pais, a sociedade em que vocês viveram, têm dominado vocês de tantas maneiras… que o Princípio de Mahalakshmi não se expressa nesse poder completo… que realmente deveria absorver todo o resto… e colocá-los no trono de um Sahaja Yogi. Então você encontra pessoas – ontem havia muitas pessoas, por exemplo, pessoas muito boas, todos eles eram buscadores de muitas vidas que foram lá, mas nós não sabemos quantos virão para a Sahaja Yoga… e quantos se estabelecerão na Sahaja Yoga, quantos alcançarão a consciência sem dúvidas. Novamente o mesmo problema, eles começam a entrar… nos hábitos formados pelo canal esquerdo… ou no ego formado pelo canal direito.

Agora, para um Sahaja Yogi manter seu Princípio de Mahalakshmi bem, ele tem sempre de fazer introspecção, não olhar para os outros, mas fazer introspecção: “O que eu estou fazendo?” “Eu estou no canal esquerdo ou no canal direito?” “Para qual canal estou me movendo?” “Para qual lado eu estou seguindo? Eu estou no centro?” Agora, como você julgará? O melhor é sentir suas vibrações, sintam suas vibrações. Mas às vezes você vai tão longe… para o esquerdo ou para o direito, que você simplesmente não sente as vibrações, seu Princípio de Mahalakshmi não está funcionando. Então você continua. É como um descarrilhamento completo, Eu devo dizer, uma espécie de ladeira na qual você simplesmente continua caindo.

Portanto a todos esses condicionamentos, nós devemos ficar atentos… em nós mesmos e nos outros: “Como nós adquirimos esses problemas…” “em que escorregamos para fora do canal central?” Imaginem que um trem esteja indo em uma linha férrea adequada… e de repente ele comece a se mover por esse caminho ou por aquele caminho. Então, onde ele acabará? Em destruição. Mas você tem uma forma de arranjar para que esse descarrilhamento… possa ser trazido de volta para o caminho do meio. Então, de uma forma muito desapegada, se você olhar para si mesmo como uma testemunha… e ver por si mesmo, não sobre os outros, mesmo quando Eu dou palestras, as pessoas começam a dizer: “Oh, a Mãe está falando sobre outra pessoa.” Não, Eu estou falando sobre você, você mesmo. Então fique alerta: você está no centro ou você está indo para a esquerda ou para a direita? Em primeiro lugar, aqueles que estão no centro… não deveriam ter nenhum problema físico. Deveriam ser capazes de se curar completamente.

Se não os outros, eles deveriam ser capazes de se curar. Em segundo lugar, um indivíduo que está no centro é uma pessoa muito pacífica. Ele nunca fica zangado, ele talvez faça uma encenação de que está com raiva. Mas ele não se envolve em raiva ou quaisquer emoções, sejam quais forem. Ele só observa e pode atuar. Ele pode simular estar nesse sentimento… de raiva, também de luxúria, ganância, qualquer coisa, mas apenas para atuar. Porque às vezes essa atuação é necessária, então ele pode usar isso. Mas você deve ter certeza, antes de tudo, de que você está completamente desapegado. Então em primeiro lugar, antes de atuar, você deve se tornar um mestre da atuação. E para isso, você tem de se tornar o seu Si.

Se você se tornar o seu Si, então você é um mestre e você pode ver aonde você está indo. Agora a diferença entre um Sahaja Yogi e um Sahaja Yogi que é desse jeito, como vocês dizem, é esta: ele é capaz de ir para a esquerda ou para a direita. Eles não são solidamente Sahaja Yogis… e eles continuam assim e não há progresso. Imaginem… qualquer avião que esteja oscilando assim, ficará apenas no chão. Ninguém será capaz de colocá-lo no ar, porque só Deus sabe a que hora, quando ele vai cair. Então, em relação a qualquer maquinário, nós temos de consertá-lo… apropriadamente primeiro antes de começarmos a trabalhar nele. Para consertar nosso Princípio de Mahalakshmi, você tem se certificar de que seu ser físico esteja bem, esteja normal, sem problema. Eu não estou querendo dizer as formas modernas de olhar para a saúde, mas que você deve se sentir saudável e feliz. Você deve sentir que não há nenhum problema com o seu ser físico. Mas se você é um tipo que reclama: “Eu estou com dor aqui, estou com dor ali”, então há algo errado com você.

Esse é o primeiro critério de que você está no centro. Então sua atenção deve estar mais em direção à natureza, como a natureza é, como ela está florescendo, como ela está funcionando. Ela deve estar em direção ao céu, às estrelas e às coisas. Apenas desfrutar toda a criação que está em volta, apenas desfrutá-la. Isso é uma alegria que é realmente tão surpreendentemente profunda. Quando você vê algo, uma bela vista ou algo assim, você vai a um lugar muito bonito, então um tipo de alegria derrama em você… de seu Sahasrara, isso você também deve experienciar. Também você deve experienciar sua consciência sem pensamentos, quando você olha para algo bonito, você deve de repente ficar sem pensamentos. Apenas comece a ver aquilo, toda a alegria começará a derramar em você. Então uma outra coisa é que você não deve diferenciar entre religiões. Você não deve condenar nenhuma religião.

Mas os indivíduos que são estúpidos e se dizem religiosos, eles podem ser condenados, porque eles são estúpidos. Eles não seguiram o princípio da religião, de forma alguma. Eles não são almas realizadas e é por isso que eles estão cometendo um erro. Então está tudo bem. Por exemplo, as igrejas podem ser condenadas, mas não Cristo, nem a Bíblia, de forma alguma, nunca. Então, quando você observa as raízes, as raízes estão bem, mas agora como Eu disse, essas flores foram arrancadas pelas pessoas e elas estão lutando. Então você nunca deve condenar nenhuma Encarnação, nenhuma religião, nenhum profeta. Você não condenará. Não é questão de Eu ficar dizendo: “Não faça isso”. Você simplesmente não fará isso.

Você respeitará todas elas automaticamente, porque agora você nasceu nisso. Se você, digamos, é um cristão, você respeitará as escrituras hindus. Se você é hindu, você respeitará o Alcorão Islâmico. Isso tem de existir. Se não for assim, então por favor, saiba que você ainda não é um Sahaja Yogi. Não deve haver rancor em relação a qualquer religião, seja qual for. Nenhuma religião fez nada de errado até agora. São as pessoas que as seguem de uma forma errada, usam-na para ganhar dinheiro, usam-na para o poder e também são estúpidas. Para elas é diferente. Mas para vocês, toda religião é sua própria religião.

Portanto, nós não podemos ser fundamentalistas. Nós não podemos lutar pelo fundamentalismo. A Vishwa Nirmala Dharma, que é baseada no Princípio de Mahalakshmi, é a essência de todas as religiões, a verdade de todas as religiões. E procuramos encontrar com nossas buscas… quais são os pontos comuns em todas essas religiões. Nós tentamos neutralizar os que não são pontos comuns… e descobrir com nossas pesquisas, buscas: “Isto aqui não era a coisa certa.” Mas não está na religião, as pessoas estão seguindo assim. Há tantas coisas que você pode descobrir. Se na Bíblia, você remover Paulo, você limpará a maior parte dela. Se Paulo não estiver lá, Eu lhes digo, a maior parte do Cristianismo pode ser limpa, porque ele começou as confissões, ele começou toda essa insensatez. Ele começou a fazer as pessoas se sentirem culpadas… e tratar as mulheres como nada.

Sr. Paulo fez tudo isso… e ele não tinha o direito de estar lá na Bíblia porque ele nunca conheceu Cristo. Ele era epiléptico e viu uma cruz, quer dizer, algum tipo de… Eu não sei até onde isso é verdade. Mas ele disse que viu uma cruz. E daí? Ver a cruz não significa que você se torna a cruz. Também ele queria ter um palanque. Um belo palanque é feito, tudo bem, para vocês. E ele tem poderes e ele quer ter poderes, então ele sobe no palanque. Então ele organiza o Cristianismo. Tudo erro dele.

Na Bíblia não é dito, Cristo nunca disse… que você deve organizar o Cristianismo, nem disse… que você deve confessar ou você deve se sentir culpado. O tempo todo, Ele tem falado de perdão. Naquele curto espaço de tempo também, Ele nos deu a verdade. Mas se alguém quiser interpretar, então dá errado. Assim este é um outro ponto de um Sahaja Yogi: seja o que for que Eu diga, eles não têm de interpretar, eles sabem exatamente o que Eu digo. Se eles começarem a interpretar, então há algo errado com eles. O cérebro deles não está bem, eles não são normais. Vocês não podem Me interpretar. O que quer que Eu diga, Eu digo em inglês muito simples. Eu não uso linguagem shakespeariana ou algo assim.

Eu modulei Meu padrão de inglês para a língua normal das pessoas comuns, e se você começar a interpretar isso, significa algo definitivamente muito, muito errado com você. Não há nada para interpretar. Eu estou dizendo coisas diretas… que não precisam ser interpretados. Isso é uma coisa muito importante. Mas muitos Sahaja Yogis que são imaturos, Eu devo dizer, começam a Me interpretar, porque eles acham que têm inteligência para interpretar. Vocês não têm inteligência desse calibre de modo que vocês possam Me interpretar. Não há interpretações. Seja o que for que Eu tenha dito, Eu disse… e não há nenhuma necessidade de interpretar. Esse é um dos sinais de que você não está no centro. Ou você está possuído ou se tornou egoísta.

Então, para se manterem no centro, para serem solidamente Sahaja Yogis, em primeiro lugar, não deve haver interpretações do que Eu digo. Se você acha que Eu estou querendo dizer outra coisa, você pode escrever para Mim, mas não interprete e comece uma grande organização… contra a Sahaja Yoga. Esse é o maior erro que as pessoas cometem. Eu disse a muitas pessoas: “Vocês não devem dar palestras sobre a Sahaja Yoga.” Porque uma vez que eles começam a dar palestras, às vezes também… eles saem dos trilhos. Ou eles ficam egoístas ou dizem coisas, como eles dizem, tolices, que Eu nunca disse, que não devem ser ditas. Então, a menos e até que você seja um Sahaja Yogi sólido, Eu acho que você não deveria falar sobre a Sahaja Yoga. O melhor é dar a Realização. Embora você seja imaturo, você pode dar a Realização. Esse é um ponto com certeza.

E aqueles que obtiverem permanecerão Sahaja Yogis. Eu tenho visto pessoas que deram a Realização aos outros e são casos perdidos, enquanto aqueles a quem eles deram são perfeitos. Agora, quando alguém lhe dá a Realização, ele não é seu guru… de forma alguma. Ele não é seu guru e não tenha nenhum tipo de admiração…. ou uma obrigação em relação a essa pessoa que lhe deu a Realização. Se você agir assim, então o ego daquele homem não irá embora. e você terá condicionamento. Você sempre defenderá esse indivíduo embora ele tenha cometido erro. Embora, sem dúvida, ele não seja um Sahaja Yogi, você o defenderá, ficará com ele. Você também se move para a direção na qual ele se moveu. Assim, no Princípio de Mahalakshmi, temos de tomar cuidado, sem dúvida, para ver aonde estamos indo.

Agora, o sistema de grupo começa, também com a mesma coisa. Há uma grande fraternidade de “bhoots”, Eu devo lhes dizer. Se você for para o canal esquerdo, todos os de canal esquerdo se juntarão a você. Se você for para o canal direito, todos os de canal direito se juntarão a você. Então eles lutarão entre si e irão embora. Agora, para os Sahaja Yogis que acreditam em reagir, em agrupar-se, eles devem saber que saíram dos trilhos. Talvez eles sejam muito inteligentes, eles pensaram que poderiam fazer isso, talvez. Mas nenhuma inteligência, nenhum deles está acima da inteligência Divina. Mas quando você começa a se mover para fora do aspecto de Mahalakshmi, você se torna uma pessoa comum, ainda pior do que uma pessoa comum, Eu diria. Então você é agarrado pelas forças negativas que estão ao nosso redor.

Exatamente como todos os outros são agarrados, você também é agarrado. Há condicionamentos que também devemos observar se nós temos. Por exemplo, um ocidental deve observar os condicionamentos ocidentais… muito claramente: “Quais são esses condicionamentos?” Porque nós somos buscadores da verdade, não pertencemos a nenhum país. Nós pertencemos ao Universo, a Vishwa Nirmala Dharma. Nós não pertencemos à Austrália, não pertencemos a Brisbane. Esse pertencimento torna-se tão pequeno e tão medíocre que no final, isso se tornará: “Nós pertencemos a essa rua”, e depois “nós pertencemos a esse quarto” e “nós pertencemos a esse banheiro”. Começa a decair, decair, decair muito. Enquanto ela é a Vishwa Nirmala Dharma. Significa que ela é uma religião universal, nós pertencemos ao Universo.

Nós somos partes integrantes do Universo, não apenas pertencendo a um lugar ou a um local. Nós não podemos. Agora nós entramos na vida eterna. Nós fomos para algo que é ilimitado. Então nós pertencemos a este Universo. Uma vez que você compreenda que você pertence a este Universo, você também deve saber quais condicionamentos… ainda estão grudados em nós desse país, dessa cultura, desse lugar, dessa casa, dessa família. Como um pequeno lótus que brota da lama. Lentamente, lentamente joga fora toda a lama que está grudada nele. Por fim, ele brota como uma flor muito limpa. Da lama, ele alcança à água, limpa-se… e brota como uma linda flor, totalmente perfumada, e então ele espalha sua fragrância por toda parte, de modo que essa lama também fica com fragrância.

Esse é o trabalho de vocês. Isso é o que vocês têm de ser. Porque você não é um buscador da verdade para si mesmo, mas para o mundo inteiro. Porque você pertence a Vishwa Nirmala Dharma. Esse Princípio de Mahalakshmi não é só para você, mas é para o mundo inteiro, e você tem de dá-lo para o mundo inteiro. Então, agora, vocês estão aqui… formando um novo tipo de raça, um novo tipo de sociedade, que é iluminada, que se sustenta na verdade e no amor. É claro, vocês devem entender que deve haver compaixão. Olhem essa criança. Meu Deus! Esta é outra condição das crianças daqui, elas têm necessidade de fazer algo para se machucar.

É muito comum. O tempo todo, elas fazem coisas que vão machucá-las. Elas não conseguem ficar sentadas quietas. É muito surpreendente. Na Índia, vocês perceberão que as crianças ficarão sentadas quietas… por três horas, quatro horas, enquanto os pujas estiverem acontecendo. Agora aqui as crianças ficam, Eu não sei, mas Eu irei descobrir uma solução para isso, elas não conseguem ficar quietas. E agora na América, elas estão sofrendo de hiperatividade, é uma doença, é uma doença agora. Eles não sabem o que fazer com as crianças hiperativas. Elas são hiperativas. Mas Eu acho que serei capaz de encontrar uma solução para isso.

Mas no que diz respeito a vocês, vocês são sua própria solução. Vocês podem se observar. Vocês querem ser… pessoas que são espiritualmente muito bem equipadas. Para esse equipamento, você deve ver por si mesmo: “Onde você está?”. “O que você está fazendo?” “Qual é o seu estilo de vida?” Um Sahaja Yogi sólido ou uma Yogini, todos conhecem em todo o mundo. Eles são sólidos. Nada pode detê-los. E você também pode saber sobre si mesmo.

Não é que você não possa saber. Todos vocês podem se conhecer muito bem porque agora vocês são muito sensíveis… e vocês têm seus próprios centros iluminados pelo Princípio de Mahalakshmi. A Kundalini definitivamente iluminou seu Princípio de Mahalakshmi. Então vocês sempre podem discernir: “Onde estamos? Quais são meus chakras?” “Como eles estão se bloqueando? Onde estão bloqueando?” Ao invés de evitar isso, apenas trabalhe isso: “Qual é o problema? Onde está o problema?” Uma vez que você trabalhe isso, então você se surpreenderá ao ver que… assim que seu desejo for para dentro, a Kundalini, Ela própria correrá e limpará seus chakras.

Como Eu estava lhes dizendo, nós não conhecemos nossos poderes. Somente uma coisa, vocês têm de fazer: é desejar. Vocês têm de desejar: “Que minhas vibrações fiquem bem, que meus chakras sejam limpos,” “que eu fique no centro, em equilíbrio.” Vocês só têm de desejar. Desejar é uma coisa tão simples. Mas isso também, nós não conseguimos fazer. Nossos desejos são por alguma outra coisa. Não o que nós temos de ser. Vocês só têm de desejar: “Que eu seja um Sahaja Yogi puro.” “Que eu seja um Sahaja Yogi sólido.”

Há medíocres que nunca pode ser. Eu não estou falando deles. Mas muitos podem ser muito elevados, podem ser muito elevados na Sahaja Yoga. Mas os desejos deles ainda não estão sendo totalmente manifestados. Então há um efeito amortecedor de muitas coisas que Eu lhes falei. Então, supondo que você tem de pegar o avião, então você não desce em qualquer lugar no caminho e fica fora. Da mesma forma, quando sua Kundalini tem de se elevar, você pode ver tudo que está acontecendo. Mas mantenha-se distante, porque você tem de alcançar seu ponto e isso acontece… através desse Princípio de Mahalakshmi. Ele é um princípio que é tão desapegado. É o princípio nutridor dentro de nós, que nutre nossos centros, que nutre nosso caráter, que nutre nossa religião que é a Vishwa Nirmala Dharma.

Ele nutre tudo, nutre nosso cérebro, nosso intelecto, tudo, ele nutre. Esse Princípio de Mahalakshmi, acima de tudo, é o equilíbrio, ele o equilibra. Se você está fazendo algo em excesso, então ele lhe dá uma espécie de empurrão. Se você não está fazendo nada, novamente ele trabalha de tal maneira que o equilibra. Assim, esse é o fator orientador para você, este Princípio de Mahalakshmi, que trabalha tudo que, você pode dizer, que está equilibrando, que é o equilíbrio e a sabedoria. À medida que a luz do Princípio de Mahalakshmi começa, a sabedoria torna-se perceptível em você. Mas o maior de todos é o amor. Amor por Deus, o amor pela verdade e você prospera nesse amor. Você somente fica lá. Quero dizer, Eu perguntei: “Por que tantos estão aqui?”

Eles disseram: “Para o Puja.” “Por quê?” Esse é um sinal de que vocês são grandes Sahaja Yogis, pois vocês estão aqui por causa do Puja, vocês entendem o valor do Puja… e vocês precisam do Puja, vocês desfrutam porque é nutridor para vocês. É uma coisa muito boa porque isso mostra que vocês estão muito presentes. Vocês estão entendendo muito a importância das coisas corretas… e vocês querem fazer isso a qualquer custo. Todos esses desejos são significativos porque eles mostram que vocês estão… no Princípio de Mahalakshmi e vocês querem se manter nele. Eu diria que há uma coisa simples que vocês podem fazer… que é apenas estar em Minha Kundalini. Se vocês puderem, tentem estar em Minha Kundalini, em Minha Kundalini. Apenas coloquem a atenção. Vocês podem, todos vocês podem.

Qualquer problema, apenas coloque sua atenção em Minha Kundalini… e você ficará bem. Você simplesmente ficará sem pensamentos, porque não há nenhum pensamento. Essa é a melhor maneira de fazer isso, é simplesmente resolver todos os problemas… colocando a atenção em Minha Kundalini… e através disso, seu ego definitivamente se dissolverá, porque então você saberá: “A Mãe está fazendo tudo, eu não estou fazendo nada,” “então por que eu deveria estar orgulhoso disso?” Os condicionamentos também se dissolverão porque… Minha Kundalini é totalmente pura, Ela não é apegada a ninguém. Não está apegada nem mesmo à Sahaja Yoga. Ela não está apegada a ninguém. O trabalho que Ela tem de fazer é nutrir tudo. Se Ela puder nutrir, tudo bem. Se Ela não nutre, tudo bem. Isso depende do que você quer.

Você quer ser nutrido? Tudo bem, então a Kundalini está lá, o Princípio de Mahalakshmi está lá. Isso o nutrirá. Mas se você não quiser, ninguém irá forçá-lo de forma alguma. Ninguém pulará em cima de você ou formará algum tipo de opressão enorme. Nada desse tipo. É exatamente como o rio Ganges, você pode dizer, que está fluindo. Agora, se você quiser, pode encher seus jarros. Se você não quiser, Ela não irá entrar em seus jarros. Ela não entrará em sua casa e não entrará em seus jarros.

Então tem de haver um desejo de obter isso e isso é o que é chamado de “Bhakti”. “Bhakti” é o desejo, a devoção para obter… a alegria de Bhakti. É uma coisa tão bela. Eu gostaria de poder fazer a Bhakti para alguém, mas Eu não posso fazer. Porque Eu vejo vocês, quando estão em Bhakti, vocês simplesmente se perdem nela. Vocês desfrutam tanto, uma coisa tão agradável. Então vocês não pensam, vocês só desfrutam a Bhakti. E esse é o estado mais cobiçado, o estado mais elevado… onde você é apenas um só com o Divino e fica apenas nadando no oceano de alegria. Assim, esse Princípio de Mahalakshmi deve ser preservado… e tem de ser sempre observado e examinado minuciosamente. E as bênçãos de Mahalakshmi são tantas que, Eu lhes digo, Eu não posso nem mesmo falar delas… em uma única palestra.

Eu terei de dar pelo menos dez palestras. Mas você mesmo sabe quais são as bênçãos desse Princípio de Mahalakshmi. A maior é a completa autossatisfação, você fica totalmente satisfeito consigo mesmo. Você não quer apoderar-se de algo, você não quer correr atrás de algo, você é apenas satisfeito consigo mesmo. Você não quer nenhuma publicidade, Você não quer nenhum conforto, nada. Você está confortável em seu Espírito. Essa é a maior bênção desse Princípio de Mahalakshmi, e se é assim, então por que não cuidarmos do nosso Princípio de Mahalakshmi… e esquecermos o resto? Por último, quando isso entra em seu cérebro, então o Virata está se manifestando e você se torna coletivo, totalmente coletivo. É uma coisa tão bela ser coletivo. Havia uma moça que foi para a Sicília… e ela estava em um restaurante comendo algo sozinha.

E então ela olhou para outra pessoa e aquela moça também olhou para ela. E esta se levantou e veio até ela e disse, elas não estavam usando broches. Elas disseram: “Você esteve com Shri Mataji?” “Sim, você esteve? “, “Sim.” “Nós somos Sahaja Yoginis.” “Sim.” E então elas simplesmente se abraçaram com tanta alegria. Em um lugar improvável, em algum lugar da Sicília, em um restaurante, imaginem. Elas simplesmente se perderam nisso.

O sentimento de carinho, a irmandade, a amizade é tão grande e causa tanta alegria. Você não considera então de qual país você é, de onde você vem, qual é a cor de sua pele… ou qual é a religião que você tinha seguido, o que seus pais são. Você simplesmente desfruta se encontrar com as pessoas. Essa amizade, essa alegria vem do mesmo Princípio de Mahalakshmi, quando Ela ilumina seu Sahasrara. No Sahasrara, você tem esse sentimento do Todo… e o sentimento do Todo é algo tão grandioso. As pessoas falam de individualismo, mas isso é contra o princípio do Todo. Quem não conhece o Todo fala de individualismo. Esse individualismo é que tem produzido todos os tipos de perigos para nós. Agora nós temos de saber que nós somos um só com o Todo. É claro, nós somos indivíduos no sentido de que nós temos rostos diferentes, roupas diferentes, modos de viver diferentes, relacionamentos diferentes, mas nós pertencemos ao Todo.

E esse sentimento do Virata de que somos partes integrantes do Todo… lhes dá paz total e completa proteção. Você nunca sente que algo pode lhe acontecer, nunca sente. “Algum acidente acontecerá, tudo bem, acontecerá,” “mas nada acontecerá comigo, eu sou um Sahaja Yogi.” Tantas pessoas se beneficiaram desse jeito, permitindo-se… serem completamente cuidadas por esse Princípio de Mahalakshmi. Apenas se entregue ao Princípio de Mahalakshmi, significa que você abandona seu ego… e abandona seus condicionamentos. Você abandona ambas as coisas, apenas se entregando ao seu Princípio de Mahalakshmi. É por isso que Mahalakshmi é tão importante.

Que Deus abençoe a todos.