Birthday Puja

Kolkata (India)

1994-03-21 Birthday Puja Talk: Power of Attention, Kolkata, India, DP-RAW, 32' Download subtitles: EN,JA,PTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): Download video (full quality): View and download on Vimeo: Listen on Soundcloud: Transcribe/Translate oTranscribe


Birthday Puja

Todo ano, nós temos aniversários de várias pessoas e, todo ano, nós fazemos uma promessa: “este ano, eu não farei isso ou eu não farei aquilo.”

Essa é uma maneira muito boa de ver… até que ponto nós chegamos na vida. Muitas pessoas, que realmente alcançaram uma grande elevação… em sua vida espiritual, não precisam de um aniversário, mas todo dia, elas sentem que é um aniversário, para iniciar, para ir em frente, para compreender, para aprender. Todo dia é um ano novo para elas. Em nossas próprias vidas, nós percebemos que o que nos cerca muda muito lentamente. Algumas vezes é chocante, às vezes você fica surpreso… como o ambiente ao redor não está mudando. Mas, em uma maneira sutil, há uma mudança enorme acontecendo dentro e fora de nós. Todo o ambiente hoje é governado pelos seres humanos. Eu não sei até que ponto o Paramachaitanya atua nisso, mas cabe a nós nos abrirmos para novas dimensões em nossas vidas. Por exemplo, se nós achamos que ainda temos, através de nossa introspecção, nós constatamos que temos estas velhas coisas sutis e insensatas… ainda pairando em torno de nós, nós não temos de fazer uma promessa por causa disso. Você só tem somente de testemunhar isso.

E o caminho destrutivo que está capturando você, imediatamente você o abandonará. Você não tem de se preocupar em fazer uma promessa para si mesmo, porque agora você é samarth, significa que agora você está completamente dotado de poderes. O que quer que você ache que é errado, a sua própria atenção nisso irá aos poucos, gradualmente, remover as dúvidas sobre ter esses problemas, essas conexões, condições e o ego, que ainda estão persistindo. Definitivamente, você largará isso. Com a sua atenção, isso irá embora. Então você perceberá que… todo dia sua atenção está ficando purificada, ficando poderosa, ficando compassiva. Normalmente, qualquer reação que você tenha em sua atenção… simplesmente desaparece… e você começa a testemunhar a coisa toda. E o seu poder de atenção, através dessa força de testemunhar, atua e funciona. Ela atua não somente em você, mas em tudo que o cerca. Primeiramente, através de sua meditação, neste estado de meditação, você expande dentro de si mesmo.

Você fica no presente. Outro dia, alguém Me perguntou: “Onde foi o Seu último aniversário?” Eu simplesmente esqueci onde foi. Quanto ao mais, Minha memória é muito boa, como a de um elefante. Mas isso Eu esqueci. Talvez, todo momento, todo dia, você vive no presente e você cresce, então você esquece quando e onde esse crescimento aconteceu. Meu próprio crescimento tem sido assim, toda vez que Eu vou a um lugar, Eu encontro pessoas muito boas chegando… e algumas das pessoas horríveis do grupo antigo desaparecendo. É algo como por exemplo, quando a árvore cresce, as folhas vão caindo e novas folhas começam a surgir. Mas na Sahaja Yoga é algo diferente. Eu percebo que na árvore da Sahaja Yoga, muito poucas, muito, muito poucas folhas caem e, algumas vezes, você fica diante de um exuberante jardim de belas pessoas.

Para Mim, é como fogos de artifício milagrosos. Começa como um pequeno fio… e depois se abre em vários padrões belos. É impossível prever ou visualizar o que acontecerá a nós, a Sahaja Yoga e a todos vocês. Eu nunca aprendi a imaginar coisas, mas a visão que você observa é realmente notável, é muito notável, pois Eu vejo todos os Sahaja Yogis mergulhados no Amor Divino… e expressando a si mesmos de uma maneira muito bela e profunda. Isso quando vem, realmente faz sua atenção ficar completamente… envolvida em tamanha Felicidade Divina… que você esquece esse momento. Um desses momentos acontece quando… vocês comemoram o Meu aniversário. Eu até mesmo esqueço quantos anos Eu tenho vivido nesta Terra. Às vezes, Eu digo que tenho 73 anos, às vezes Eu digo que tenho 70 anos. Eu simplesmente não sei. Porque, como Eu lhes disse, isso não deixa nenhuma marca de tempo, de data, de ano, nesse estado de felicidade.

É como se às vezes você pudesse imaginar que… você foi ver algo muito belo, como o Taj Mahal, sem saber o que é e, de repente, você descobre, inesperadamente, uma bela construção. Você simplesmente fica ofuscado, como eles dizem. Em Hindi, eles falam: “awak”. Você não sabe como expressar. Você fica sem fala. E, invariavelmente, você descobrirá que nesse momento você esquecerá o tempo. Você esquecerá como chegou lá. Toda a história por trás de tudo isso termina assim que… você percebe a realidade da visão. Essa realidade da visão é… algo além até mesmo de Meu pensamento e imaginação. Eu não consigo, mesmo agora, algumas vezes, acreditar que há tantos Sahaja Yogis… que obtiveram esse conhecimento sutil.

Antes de mais nada, Eu nunca soube que havia tantos buscadores. Eu nunca soube que havia essas pessoas sutis nesta Terra. Por todo o mundo, em todo lugar que Eu fui, seja no Nepal ou no Brasil, de repente Eu Me encontro diante de muitos belos buscadores. Se vocês Me perguntarem: “Quando a Senhora foi ao Brasil?” Eu não serei capaz de lhes falar as datas. Eu tenho uma memória muito ruim para datas pela mesma razão, Eu acho, porque a todo momento Eu vejo a visão. E o tempo também simplesmente pára naquele momento. Ele não se expressa. Nada é registrado, exceto a experiência. E essa experiência está em uma forma abstrata.

Você não consegue descrevê-la. Ela está além das palavras e além de qualquer descrição. Naquele momento, você realmente fica sem pensamentos… e esse é o momento que nós temos de realmente desfrutar. A maior desgraça dos tempos modernos é o relógio, o qual mantemos o tempo todo. E o tempo todo, nós só ficamos olhando as horas, que horas são agora, e após dois segundos, novamente você quer ver que horas são. Nós atravessamos os limites do tempo, kalateet. Tentem entender porque nós atravessamos (os limites), porque o tempo se move de acordo conosco. Vocês podem experienciar isso. Outro dia, Eu estava vindo de Delhi e em Minha família, todos pareciam estar muito preocupados com as horas. Então, eles ficaram atrás de Mim: “Vamos, vamos, estamos atrasados, estamos atrasados.”

“Agora, Você não vai conseguir pegar o avião”, isso e aquilo. Tudo bem. E quando cheguei lá, eles disseram: “O avião ainda está esperando. ” “Não é, não é necessário que a Senhora se apresse.” “Levará pelo menos 15 a 20 minutos para a Senhora partir”. Assim, também esta palavra “aeroporto” torna as pessoas… realmente sobressaltadas, Eu diria. Eles terem de ir para o avião é como se houvesse alguma guerra… ou Eu não sei o que é isso. Até agora, felizmente, Eu nunca perdi o avião, nunca perdi o trem em Minha vida. Embora Eu viaje bastante, Eu acho. E todas as vezes Eu constatei que, invariavelmente, o avião estava esperando por Mim.

Ele não partiria. Eu lhes darei hoje um exemplo muito interessante, se vocês estiverem calmos. Nós estávamos em Praga e nós devíamos ir para Polônia via…, novamente a mesma coisa acontece Comigo, com a experiência que Eu tinha, Polônia via Viena. E estava conosco um grande Sahaja Yogi que Me disse que… o avião partiria às 11:00 horas. E ele Me liga do aeroporto: “Não, o avião está partindo às 9:30.” Se Eu quiser, Eu posso estar pronta em cinco minutos ou… Eu posso gastar duas horas, depende. Assim, Eu estava pronta. Eu simplesmente entrei rapidamente no carro. Nós chegamos no aeroporto, mas nós estávamos atrasados 15 minutos… e a funcionária da empresa começou a gritar muito alto Comigo: “Vocês são VIPs, são isso e aquilo.” Ela disse para Mim todos os tipos de coisas.

E esse Sahaja Yogi não pôde suportar isso. E ele sentiu que foi erro dele ter Me falado a hora errada. “Por isso que esta mulher está gritando como minha Mãe.” Ele não pôde suportar isso. Ele ficou muito triste. Então, nós entramos no avião… com aquela mulher gritando atrás de nós. E nós vimos que o piloto e os engenheiros estavam ocupados… com algum conserto do avião. Eles disseram: “Está com defeito, mas ficará pronto.” Então nos sentamos. Agora, aquele Sahaja Yogi não pôde suportar aquilo… e lágrimas começaram a cair de seus olhos.

Uma Sahaja Yogini disse: “Irmão, está tudo bem, não chore.” Eles estavam sentados atrás de Mim. Eu Me virei e disse: “Tudo bem, não se preocupe.” Ele disse: “Não Mãe, por minha causa de mim, ela pôde dizer…” “todas aquelas coisas, eu não posso suportar isso.” E ele não conseguia parar de chorar. Em um minuto, o céu que estava completamente aberto foi coberto… com grandes nuvens, como enormes elefantes andando por toda a área, muito grandes. Todos os Sahaja Yogis que estavam no outro lado, na parte superior do aeroporto, também viram aquilo acontecendo. Tudo ficou completamente negro. “Meu Deus! “, Eu disse.

“Vejam, as lágrimas deste homem têm tamanho poder.” E assim, o pessoal do aeroporto nos disse: “Este avião está com defeito, então nós temos de sair.” Assim, nós saímos do avião. Nós retornamos, então ele foi até à funcionária da empresa… e falou com ela: “Agora, com quem nós devemos gritar?” “Agora, o avião não vai partir, nós deveríamos gritar com você?” “Como ousas gritar com minha Mãe e dizer todas aquelas coisas?” Mas todas as pessoas lá no aeroporto, que ainda estavam… sob o mesmo estilo de regime, tomaram um grande susto. O próprio gerente veio a Mim. Ele disse: “O Seu avião ainda vai demorar cinco horas…” “e se a Senhora desejar sair, nós podemos Lhe dar uma permissão, ” “todos vocês podem sair.” E ele Me tratou de uma maneira especial.

Eu não pude entender aquela reação. Assim, Eu saí e nós fomos fazer algumas compras ou algo assim. E quando nós voltamos, nós ficamos surpresos. Todo o aeroporto estava bastante impressionado conosco. E quando Eu cheguei, aquele era o único avião que estava partindo. Todo o tráfego foi interrompido, exceto para este avião. E quando fomos embarcar no avião, um senhor que estava lá disse: “Mãe, a Senhora pode me ajudar?” Eu disse: “Como?” “Eu peguei uma dor nas costas terrível?” Eu disse: “Como Eu posso fazer isso?”

Então uma senhora entrou e disse: “Mãe, eu tenho dores…” “no meu ombro, a Senhora pode colocar a Sua mão nele?” Eu simplesmente pus Minha mão no seu ombro e ela disse: “eu estou me sentindo bem.” Ela começou a levantar o seu braço. Então Eu fui. Eu pensei: “É melhor Eu pegar o avião agora.” Quando Eu estava andando, o mesmo senhor veio a Mim. Ele disse: “Por que não põe a Sua mão nas minhas costas?” Eu disse: “Eu tenho de embarcar no avião.” Ele disse: “Eu vou andando com a Senhora, apenas coloque Sua mão…” “nas minhas costas, tenho certeza que ficarei bem.” E nós caminhamos juntos por uns dois minutos ou mais.

Ele disse: “Eu estou bem.” Todo o ambiente mudou. Isso fez um enorme efeito naquelas pessoas… que estavam sob aquele regime e era realmente como um regime militar. E todo o modo de tratar estava tão estranho. Tudo mudou em tão pouco tempo. E Eu fiquei surpresa como… as lágrimas daquele Sahaja Yogi tinha produzido aquele milagre. Agora, imaginem o momento em que… as lágrimas começaram a rolar de seus olhos, naquele momento, simplesmente um grande drama se manifestou. E, por fim, o que você descobre é que as pessoas no aeroporto… se tornaram extremamente humildes e respeitosas. Portanto, quando nós começamos a pensar no tempo e no tempo e no tempo, nós temos de entender que o tempo é nosso escravo. Nós não somos escravos do tempo.

Há mil e uma histórias que Eu posso lhes contar como… por estar atrasada em um lugar, por chegar atrasada a um lugar, por não estar preocupada com o tempo, Eu tenho visto manifestações tão belas, dramas tão belos, a arte do Poder Divino, que Eu fiquei impressionada… ao ver como as pessoas se preocupam tanto com o tempo. Se o tempo é realmente necessário, se nós todos ficamos observando o nosso tempo a cada ano, como o nosso aniversário, e se você pensar que o tempo é muito importante, ele o é de uma certa maneira. Nestes tempos modernos, nós realmente precisamos de tempo para a meditação, para os encontros coletivos e para a Sahaja Yoga. Eu sei que quando houve a guerra da independência deste país, onde os Meus pais lutaram com todo o seu tana (corpo), mana (mente), dhana (riqueza). Naquela época, Eu Me lembro de como eles nunca se importaram com nada. Eles deram o máximo deles, porque era muito importante… tornar este país livre das garras do Império. E isso era tão importante. Eles tinham que encontrar alguém em tal lugar. Aquele homem, vamos supor, estava fugindo da prisão ou algum tipo de coisa estava acontecendo. Eles não podiam se permitir perder a hora.

Eles não podiam se permitir negligenciar aquela hora importante, encontro importante, discussão importante, porque tudo se tornou uma emergência para eles. Ninguém falou com eles, ninguém deu palestras para eles, mas para eles, era de dentro. Todos eles foram pessoas lendárias, Eu devo dizer, pela maneira como eles lutaram pela sua liberdade. Hoje é a mesma situação. É uma emergência, uma emergência muito sutil, em que nada é mais importante do que difundir a Sahaja Yoga. Se algumas pessoas a perderem, não saberão sobre a Sahaja Yoga… e nós seremos os responsáveis por isso. Na época de Cristo, Buddha, Mahavira ou qualquer um Deles, não havia aviões para viajar. Não havia esses alto-falantes, também não havia outros meios de comunicação… e televisões e todas essas coisas. Todas essas coisas surgiram agora. Isso tem se manifestado agora.

É o trabalho do Paramachaitanya. Por meio dos cientistas, de outros conhecimentos, toda essa manifestação ocorreu. Essas pessoas também não tiveram de enfrentar o povo, enfrentar tantos, nem tiveram que dar a Realização às pessoas em número tão grande. Assim, todas essas invenções, tudo isso vocês vêem hoje como iniciativas modernas que obtivemos, todas elas são para a Sahaja Yoga. Sem a Sahaja Yoga, vocês não conseguem imaginar o que aconteceria a este mundo. Antes de tudo, nós não temos paz em nossos corações. Nós falamos de paz. Eu soube de pessoas que receberam prêmios pela paz… não têm nenhuma paz em seus corações, nenhuma paz de forma alguma. A menos e até que nós seres humanos tenhamos paz, não poderá haver paz no mundo. Somos nós que criamos as guerras.

Somos nós que fazemos todos os tipos de violências. Somos nós que arruinamos a possibilidade das pessoas… entrarem no Reino de Deus. Portanto, a paz somente pode ser alcançada… por meio da estabilização da paz nos corações das pessoas. E isso somente é possível… se você alcançar o estado de consciência sem pensamentos, você permanecer no presente. E lá, onde vocês ficarão impressionados, vocês serão firmes como uma rocha, porque vocês terão a realidade em suas mãos. Vocês podem trabalhar da maneira que quiserem. Na verdade, Eu não faço nada, realmente, seja o que for. Vocês podem dizer: “A Senhora faz isso, a Senhora faz aquilo.” Eu não faço. É o Paramchaitanya que trabalha.

Da mesma maneira, ele trabalhará também para você. Mas você tem de ter fé em você mesmo… e fé absoluta na Sahaja Yoga. Absoluta. Essa é a única maneira pela qual nós podemos atingir isto: muitas, muitas, muitas pessoas, a maioria das pessoas do mundo, Eu diria, todas elas, apesar da dificuldade de dizer isso, mas pode ser possível, devem entrar no Reino de Deus conosco. Essa é a coisa mais importante, mais importante que todas essas coisas mundanas… e mais do que todas essas coisas insensatas. Portanto, a atenção deve ser: “Quantas pessoas nós vamos trazer para a Sahaja Yoga? ” “Quantas nós iremos salvar?” “O que nós faremos em relação a isso?” Quando você tem de pensar sobre isso todas as manhãs, como você pode se lembrar das horas e de datas? Quando estamos agora em uma emergência… e você sabe que esta emergência tem de ser atendida, então como você pode simplesmente prestar atenção… em todas as coisas mundanas, em todas as conquistas mundanas?

Essas coisas tomarão o seu próprio curso. Vocês não têm de se preocupar. Isso funciona automaticamente. Automaticamente. A única coisa que você realmente precisa é que… o seu redirecionamento ou o seu foco seja a Sahaja Yoga, completamente. Se nós realmente queremos a paz nesta Terra, se realmente queremos o progresso para nós mesmos, se nós queremos que todos os tipo de problemas físicos, mentais… e emocionais sejam resolvidos, tudo para o nosso bem, por que não virmos para a Sahaja Yoga, onde nós não temos de… fazer nada, exceto elevar a nossa Kundalini, exceto meditar para isso por muito pouco tempo… e alcançar esse estado de felicidade? Hoje, os Meus sentimentos estão realmente cheios alegria, cheios de alegria, porque agora Eu posso ver… como as coisas estão acontecendo, como uma pessoa pode fazer milhares e milhares de Sahaja Yogis. Eu vi um milagre. Eu falei uma vez que uma semente tem todas as milhares de árvores… que vão ser criadas. E quando Eu vejo uma nova técnica de cultura de tecidos, Eu fiquei surpresa ao ver que em uma única pequena semente… houvesse tantos pequenos brotos que brotaram.

Da mesma maneira, todos vocês são capazes e podem fazer isso, mas o que é necessário é a fé em vocês mesmos… e também a completa sinceridade em relação à Sahaja Yoga. Se isso acontecer hoje, vocês realmente celebraram Meu aniversário. Se vocês acham que Meu aniversário é importante, para Mim o mais importante é que… todas as pessoas obtenham o seu aniversário espiritual.

Que Deus os abençoe.