Puja de Páscoa, crucifique seu ego

Kolkata (India)

1995-04-14 Easter Puja Talk, Crucify yourself, Calcutta, India (English, Hindi), 37' Download subtitles: EN,PTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Transcribe/Translate oTranscribe


Puja de Páscoa Calcutá, India, 14.04.1995

[Hindi]

Hoje é o dia em que estamos celebrando a Páscoa. A Páscoa é extremamente simbólica, não somente em relação a Cristo, mas também para todos nós. Nisso, o dia mais importante é o da Ressurreição. A Ressurreição de Cristo contém a mensagem do Cristianismo, não a cruz. Através da Ressurreição, Cristo mostrou que a pessoa pode ter a ressurreição com o corpo que tem. E sem a ressurreição Dele, nós não poderíamos ter conseguido fazer a travessia do Agnya Chakra, sem dúvida. A vida Dele foi muito curta, podemos dizer, Ele viveu lá somente três anos e meio. Ele foi à Índia e encontrou-se com Shalivahana, e Shalivahana perguntou o nome Dele. Ele lhe disse que o nome Dele era Isa Masih. Mas Ele disse: “Eu estou vindo do país onde há malichchas,” mala-ichchha. “Eles têm “ichchha do malich”, o desejo de ficar imundo,” “e Eu não sei como viver lá.

Para Mim, este é Meu país.” Mas Shalivahana disse: “Você deve voltar e salvar Seu povo, ” e lhes dar Parama Nirmala Tattwam. Então Ele voltou e naquelas circunstâncias, Ele foi crucificado em três anos e meio. No momento de Sua morte, Ele disse… muitas coisas belas sobre o perdão, mas no final Ele disse: “Contemplem a Mãe.” Isso significa que você deve esperar pela Mãe. E em Sua vida, Ele também disse: “Eu lhes enviarei o Espírito Santo que irá confortá-los,” “aconselhá-los…” “e também redimi-los”, significa lhes dar a ressurreição. Ele tinha dito todas essas coisas… porque Ele sabia qual era o plano inteiro. Ele também disse: “Vocês podem dizer qualquer coisa contra Mim…” “ou fazer qualquer coisa contra Mim,” “mas Eu não tolerarei nada contra o Espírito Santo.” “Eu não tolerarei custe o que custar.” O que é verdadeiro também, então é muito perigoso também ir contra o Espírito Santo, não há dúvida em relação a isso.

Não sou Eu que sou perigosa, mas estas Divindades são extremamente perigosas. Assim, na Sahaja Yoga, todos vocês têm a ressurreição com seu corpo. Antes disso, vocês não estavam conectados com o Poder Onipresente, e seja o que for que vocês fizeram foi através de sua mente… ou através de suas emoções. Mas vocês não saíram desse túmulo de emoções e de seus desejos, de suas ações e de seu ego. Depois da Realização, agora vocês sabem o quanto se tornaram livres, o quanto vocês desenvolveram a sua própria personalidade. Há muitos exemplos que podemos citar sobre Cristo, Ele disse: “Conhece a ti mesmo”, inteiramente. Ele sabia que sem conhecer a si mesmo, você não terá a ressurreição. Mas a Sahaja Yoga é o oposto. Você obtém a sua ressurreição e você conhece a si mesmo. É uma maneira muito sahaja, doce de obter a Realização.

Mas se você observar a vida de Cristo, Ele falou sobre almas murmurantes. Nós também temos na Sahaja Yoga, porque ela é aberta a todos, todos os tipos de pessoas vêm. Nós encontramos pessoas muito superficiais… vindo para a Sahaja Yoga que tentam expressar a superficialidade delas… e falam de uma forma muito, de uma forma muito irresponsável sobre a Sahaja Yoga, sobre o trabalho da Sahaja Yoga. Então isso era inevitável, mas o que Cristo disse é que você tem de ter cuidado… em relação às almas murmurantes. E é exatamente isto: nós temos de ter muito cuidado. Quando você vem para a Sahaja Yoga, no começo, você pode se deparar com pessoas assim que são almas murmurantes, você pode ser seduzido por elas, porque elas são um tipo de, nós podemos dizer, mensageiros das forças negativas. E esses mensageiros das forças negativas, você deve tentar descobrir. Eles reclamarão disso, reclamarão daquilo, eles falam de uma forma muito irresponsável, e quando você observar que eles não estão falando de uma forma positiva, você deve fugir deles. Porque somente tendo a sua ressurreição, você está bem. Depois de obter a sua ressurreição, depois da Realização do Si, você tem de crescer.

E para esse crescimento, nós temos de ter muito cuidado… em relação ao quanto que ficamos impressionados por todas essas, Eu diria, pessoas muito frívolas. Aqueles que crescem nisso… tornam-se belos anjos, não há nenhuma dúvida sobre isso. Mas esta é uma coisa que a pessoa tem de saber: respeitar a sua Realização do Si. Você não deve se preocupar com o que os outros estão falando, com o que os outros estão dizendo, com o que eles estão criticando, mas você deve se observar… e o tempo todo tentar crescer em sua profundidade. É uma chance muito grande na vida você ter a ressurreição, e este é o último grande avanço, como vocês sabem, de nossa evolução. Mas agora, você deve deixar sua mente de lado, porque essa mente, se você continuar trabalhando com ela, você não pode ir além da mente… e você pode alcançar a Sahaja Yoga indo além da sua mente. Então você conhece a si mesmo, porque você obtém o autoconhecimento, Você conhece os seus centros. Você conhece os chakras dos outros. Tudo isso está disponível para você, mas você tem de se tornar uma pessoa cada vez mais sutil, não uma personalidade grosseira. Se você se tornar cada vez mais sutil, você ficará impressionado ao ver como você desenvolverá… seus poderes internos de muitas formas diferentes.

Mas há pessoas na Sahaja Yoga, Eu tenho visto, que são muito ambiciosas. E elas começam a dizer: “Mãe, nós queremos ser completamente conscientes de Deus,” “eu quero ser isso e fazer aquilo.” Não existe nenhum escritório aqui… em que você dá a alguém uma promoção. Você mesmo tem de crescer. Então eles começam a proclamar: “Sou isto, sou aquilo.” Nós os chamamos de “mahayogis”. Alguns deles começaram a dizer que eles alcançaram… posições muito elevadas e eles acabaram no hospício. Se as pessoas lhe transmitirem todas essas influências, então você deve se afastar dessas pessoas. Mas há também outras pessoas… que se juntam a um sujeito muito enfático. Assim, você deve se lembrar que este é o Juízo Final está atuando… e o tempo todo há uma grande peneiração, uma combinação muito grande de escolhas.

Aqueles que são sutis começam a ficar cada vez mais sutis. Mas aqueles que são frívolos, grosseiros, idiotas, estúpidos, eles começam a se desperdiçar. Assim está última peneiração começa muito rápido a acontecer, onde nos damos conta de onde nós estamos. Agora, qual é o critério para isso? Primeiro é sua compaixão. A sua compaixão deve ter discernimento. Algumas vezes as pessoas só têm compaixão por pessoas negativas. Depois da Sajaha Yoga, você deve saber… por quem você deve ter compaixão. Com as vibrações, você pode descobrir, é muito fácil descobrir… com as vibrações com qual tipo de pessoa você está se defrontando. Mas primeiro você deve ter a consciência vibratória.

Se você não tem a consciência vibratória, você não será capaz de descobrir de forma alguma… o que é correto e o que é incorreto. Assim, é importante que todos vocês meditem. Sem criticar a si mesmo, nada disso, você pode simplesmente meditar todo dia, é muito importante. Eu imediatamente sei quem é a pessoa que está meditando… e quem não está meditando. Imediatamente. A pessoa que medita é muito claramente um anjo. Toda a reação, todo o comportamento, toda a atitude de tamanha maturidade espiritual se manifesta. E você fica surpreso. Como você sabe “Sahasrare Mahamaya”. Não é fácil Me entender.

Por um momento, você talvez saiba o que Eu sou, mas de repente você esquecerá. Esse é o truque. Porque se você Me conhecer de maneira completa, você nem mesmo se sentará aqui. Você nem mesmo se aproximará de Mim. Assim, esta Mahamaya está atuando o tempo todo, mas essa é a única forma pela qual você pode julgar as pessoas. Este Juízo Final não é uma coisa fácil. Mesmo que você coloque milhares de juízes, eles não podem fazer esse julgamento. O tempo todo você tem de saber o que é o quê. E de algum modo Eu sei tudo, mas Eu nunca mostrarei que Eu sei. É desse modo que Eu trabalho, e gradualmente… Eu sei o que Eu tenho de fazer em relação àquela pessoa.

Esta ressurreição de vocês é muito mais abençoada do que a de Cristo. Ele estava sozinho, as pessoas não O reconheceram. Ele tinha de mostrar Suas marcas onde eles tinham colocado pregos… em Suas mãos e pés. Mas hoje, essa não é a situação. A única coisa é: antes de tudo, você tem de Me reconhecer, só isso. Não precisa Me conhecer, isso não é fácil, é difícil Me conhecer, mas se você Me reconhece, isso é tudo. E tudo isso depende de sua sensibilidade. A sua ressurreição tem de ser completa… e você tem de amadurecer na Sahaja Yoga. Se você não consegue amadurecer, Eu direi que você deve deixar a Sahaja Yoga. Saia por algum tempo, quando você compreender o que está acontecendo, então você voltará.

Na Sahaja Yoga, assim como Cristo sacrificou a vida Dele, não é esperado que você sacrifique a sua vida. A Sua Mãe não quer isso. Mas você tem de fazer alguns sacrifícios, por exemplo você tem de ficar em lugares desconfortáveis… em Ganapatipule algumas vezes, ou em qualquer lugar. Você tem de enfrentar muitas adversidades enquanto viaja, também vir para cá talvez não seja tão confortável… quanto ficar em sua casa. Mas o sacrifício principal é do seu ego. Você tem de crucificar seu ego. O ego é aquele que lhe ensina todos esses ataques de raiva insensatos… que as pessoas conhecem. Se você puder entregar seu ego, simplesmente entregar seu ego, essa entrega pode ajudar você. Mas se você entregar seu ego pensando sobre isso, então você está usando sua capacidade mental. Tudo que você faz desse jeito é através de sua capacidade mental, através da qual você está usando seu ego.

Assim, a melhor maneira é meditar, entrar em consciência sem pensamentos… e lá automaticamente você fica entregue. Agora, o que Eu tenho de receber de vocês? Nada. Eu não quero nada. Eu não quero ter nada. São vocês que tentam Me dar isso e aquilo. Eu fico tentando fugir de tudo isso. Somente para a satisfação de vocês, Eu também concordo. Eu Mesma não tenho de praticar a Sahaja Yoga, mas este é o Amor de sua Mãe: Ela quer salvar o tanto quanto possível… tudo que está criado nesta Terra, dar-lhes a ressurreição. Essa é uma época especial e vocês são Meus canais.

Vocês podem ir por toda parte e difundir a Sahaja Yoga, e tentar ajudar os outros a saírem disso. Hoje é um dia de promessas, em que temos de prometer para nós mesmos… que cresceremos em uma compreensão muito mais profunda, ou em percepção, ou em sensibilidade na Sahaja Yoga. “Esse crescimento tem de se estabelecer,” “para o qual eu tenho de meditar.” Essa é uma coisa muito importante. Em segundo lugar, as pessoas dizem que… aqui as pessoas são muito avarentas. Elas não estão querendo fazer isso. Elas não querem pagar nada por isso, pagar nada por aquilo. Eu acho que a generosidade é uma expressão do seu amor. Vocês Me darão, tudo bem. Quando se trata de despesas, ou Eu pago ou alguém arca com o fardo.

Agora as coisas melhoraram, mas ainda assim nós devemos saber que… esse trabalho enorme tem de ser feito e precisamos de dinheiro para isso. Eu não preciso, Eu gasto Meu próprio dinheiro. Mas a generosidade é a melhor coisa… e essa generosidade é muito, muito importante para os Sahaja Yogis. Eu tenho visto que as pessoas são muito meticulosas às vezes, ficam calculando muito. Elas Me dirão: “Traga alguns saris para elas.” Levar alguns saris, tudo bem, uma ideia muito boa. E eles dizem: “Nós não gostamos dele, não queremos comprar.” Eu não estou fazendo nenhum negócio. Eu o comprei porque vocês quiseram, Eu o escolhi. E depois dizer: “Nós não queremos comprá-lo.”

Não há nenhum negócio, não há nenhuma comercialização. E esse é o problema em que Eu não entendo os Sahaja Yogis, eles deveriam conhecer a Mãe, Ela própria colocou o dinheiro Dela. Então o que existe também é que eles deveriam dizer: “Leve um pouco mais para a Sahaja Yoga.” Afinal há uma organização tão grande, e há muitos países que não podem pagar um único centavo, para eles também a pessoa tem de pagar. Agora, Cristo foi vendido por 30 moedas. Vocês podem imaginar, Ele foi vendido por 30 moedas. Assim, isso mostra que quando você não tenta compreender… as dificuldades financeiras dos organizadores e você não ajuda, você está realmente vendendo Cristo dentro de você. Você não pode vender Cristo, você não pode vender a Sahaja Yoga. Mas isso não significa que você a explore. Então, Eu tenho de lhes dizer que Eu mesma fiquei surpresa ao ver… como no norte da Índia, onde Eu menos esperava, as pessoas são extremamente generosas, extremamente generosas.

E então a generosidade o ajuda, de certo modo nosso Lakhsmi Tattwa deve ser despertado. Eu tive de introduzir esse assunto porque Eu tive reclamações… das pessoas, que as pessoas são relutantes… em pagar por qualquer coisa assim. É notável que algumas pessoas assumam o controle, mas todo mundo deve contribuir. Isso é importante… porque você está fazendo o trabalho de Deus. Você também tem de se voluntariar para fazer outras coisas… que existem sem resmungar. Desfrute isso. Eu fiquei feliz ao ver os cartazes que foram colocados pelos Sahaja Yogis, e você pode ver que o lugar inteiro ficou vibrado. Você pôde ver como isso funcionou. Portanto tudo mundo deve fazer o máximo… para fazer tudo que for possível. Nada mais é necessário, exceto você estar de todo o coração na Sahaja Yoga.

Então você verá como você crescerá. É somente através do seu coração que você receberá toda a nutrição… para sua espiritualidade. Portanto abra seu coração, não calcule muito. [Paletra em Hindi]