Adi Shakti Puja, Orientação ao Dinheiro

Cabella Ligure, Nirmal Temple (Itália)


Send Feedback
Share

Shri Adi Shakti Puja

Cabella Ligure, Itália, 04.06.1995 

Hoje nós nos reunimos aqui… para fazer o Kundalini Puja ou o Adi Shakti Puja. Há uma diferença entre as Duas. A Adi Shakti é o Poder total de Deus, de Seu Desejo, enquanto a Kundalini é Aquela que é refletida, a parte que é refletida nos seres humanos como Kundalini. Então há uma diferença entre a Adi Kundalini… e a Adi Shakti. A Adi Shakti é o Parashakti, é o Poder que está além de todos os poderes, que controla todos os poderes. E um dos poderes da Adi Shakti é a Kundalini. Por exemplo, a Kundalini que está localizada dentro de Mim, no osso triagular, não é a totalidade em Mim. Da mesma maneira, a Kundalini que está localizada dentro de vocês… não é a totalidade. É claro, Ela é o poder que está presente… para lhes dar a Realização do Si; é o poder que os redime, que os nutre, que ilumina seus chakras. Mas há dois outros poderes, como vocês sabem, muito poderosos, que estão atuando através do Ida e do Pingala, e o terceiro é Mahalakshmi, que está no centro. Agora, o trabalho principal da Kundlini… é lhes dá a Realização do Si, porque Ela é a sua Mãe individual.

Todo mundo tem a Kundalini dentro… de si mesmo ou de si mesma refletida, seja qual for a qualidade dessa pessoa. Agora, como vocês veem os reflexos caem sobre tudo, por exemplo, o reflexo da lua cai sobre a pedra, nós não vemos nenhum reflexo. Ele então cai em um refletor melhor, digamos a água, então nós podemos ver o reflexo. Mas quando ele cai sobre um espelho… que é muito bem feito, digamos, na Bélgica, ele reflete melhor. Assim, é desse modo que o reflexo gradualmente continua melhorando. Da mesma maneira, nós temos os seres humanos… que têm diferentes refletores. Mas eles podem ser melhorados… e eles podem ser feitos totalmente de primeira classe, isso é possível. Isso depende, agora aqui, isso vem dos dois outros poderes… que estão dentro de você. O poder que é o desejo, embora a Kundalini, como nós vemos, seja o poder do puro desejo: Ela não deseja nada, mas Ela quer lhe dar a Realização do Si. Os outros dois poderes, um deles é o desejo mundano.

Esse desejo mundano, se ele se torna nada além de puro desejo, então a Kundalini não tem nenhum problema no canal esquerdo. Mas se ele não for um puro desejo, mas cheio de outros desejos, por exemplo, o primeiro desejo dos seres humanos, que vem dos animais, Eu acho, é comida, ele quer comida para se nutrir. Mas os seres humanos não comem só para nutrir, também pelo sabor da comida ou pela beleza dela, que está de forma inata atuando neles. É por isso que corremos atrás de comida… que é muito boa, muito saborosa. Todos os tipos de ideias, nós temos… e não há nenhum padrão, alguém pode gostar disso, alguém pode gostar daquilo. Mas aquele que entende que… o sabor da comida não é importante… e consegue praticar isso, então isso atua, isso faz milagres, porque o desejo mais baixo, que é o de comida, fica sob seu controle. Se você consegue às vezes ficar sem comida, é claro, não para Deus, mas para si mesmo. Deus não quer que você passe fome. Se você consegue viver sem comida, se você consegue desfrutar todo tipo de comida, então você fez muito… para melhorar o caminho do Sushumna para a Kundalini. Eu tenho visto, em muitos casos, que a Kundalini simplesmente não se eleva.

Ela não se eleva. Mesmo que Ela se eleve, Ela cai de volta. Isso acontece quando o sujeito é muito autocondescendente. Ele fica o tempo todo pensando em coisas… que não são de muita grande importância para a espiritualidade. Além disso, há um outro desejo horrível que temos: é apossar-se de dinheiro o tanto que for possível, pensar em dinheiro. Dessa vez, Eu tive uma experiência ruim porque… os Sahaja Yogis vieram a Mim e Me disseram: “Mãe, eles estão perguntando se devemos reduzir…” “o dinheiro do puja ou algo assim.” Eu fiquei chocada, porque Eu nunca decidi sobre isso. É tudo decidido pelos líderes. Eu disse: “Eu não estou preocupada.” Então eles gostariam de ter uma barganha… assim como você tem na loja, ou talvez algum tipo de liquidação ou algum tipo de coisa assim.

Esse é um dos maiores perigos em sua ascensão. Para um guru, as pessoas pagam milhões e milhões. Aqui, vocês sabem, Eu estou trabahando para os seus projetos, estou comprando terras para vocês, estou fazendo coisas para vocês… e para os quais vocês precisam de dinheiro. Mas ninguém se apresenta com algumas doações. Eles não se apresentarão. Eles não entendem que isso é para vocês, Eu tenho de ter todas essas coisas não para Mim. E eles incomodaram as pessoas muitas vezes desse jeito. Uma vez, repentinamente, nós decidimos que poderíamos ter… 50% de pagamento. Imediatamente muitos ligaram: “Vocês vão receber 50% menos?” “Preço de barganha?

Nós estamos vindo para a barganha.” Isso é programa de liquidação. Por exemplo, numa liquidação, o que eles fazem? Eles lhes oferecem algo de modo que eles possam… ter muito mais clientes ou coisas assim. A Sahaja Yoga é exatamente o oposto disso. Você não tem de dar nada, mas você recebe muito. Mas isso não é para venda, isso não é para venda de forma alguma. É uma coisa onde você tem de pagar, porque nós temos de ter todas essas coisas e… Eu tenho de pagar muitas coisas que vocês não sabem. Como da última vez, nós tivemos cerca, Eu acho, de 50 pessoas… que simplesmente vieram de graça. Alguns dos líderes sabem, mas alguns dos líderes, eles somente ficam perguntando desse jeito porque, Eu não sei, talvez eles queriam economizar dinheiro ou… queriam ficar populares entre os discípulos, talvez essa seja a razão.

Assim, esse pensamento em relação ao dinheiro por si só… e uma força muito nociva para sua espiritualidade. De qualquer forma, o que os outros estão fazendo é a mesma coisa: o tempo todo eles estão pensando em dinheiro, pensando em dinheiro. Agora, se você estiver pensando em dinheiro… e pensando em ganhar mais dinheiro para a Sahaja Yoga, para ajudar a Sahaja Yoga, está tudo bem. Mas isso é para suas próprias ideias. No ocidente, isso é muito comum, não na Índia, Eu devo lhes dizer. A Índia é um país pobre, mas um dia, um yogi Me disse: “Mãe, eu preciso de algum dinheiro para a escola.” Eu disse: “Tudo bem, Eu lhe darei.” “Não, não”, ele disse: “Eu vou coletar.” E ele coletou em um único encontro 1.800.000 rupias. É claro que Eu lhe disse: “Não assuma isso,” “Eu tenho dinheiro para pagar, não colete.”

Mas tanta orientação ao dinheiro o tempo todo, pensando em dinheiro, economizando dinheiro, essas coisas são totalmente contra a Sahaja Yoga. Você pode perguntar a qualquer um o quanto Eu entendo de dinheiro. Não entendo de transações bancárias, Eu não consigo contar dinheiro, mesmo mil libras, Eu não consigo contar. Eu contarei para eles dois mil ou três mil, Eu não sei o que Eu faço. Meu cérebro para de funcionar… quando se trata de dinheiro. Eu não sei contar dinheiro, não fico preocupado com quanto dinheiro nós temos, o que nós temos. O que temos de fazer é: este dinheiro está aqui, vamos fazer algo com ele. Hoje, não sei porque tenho de lhes falar sobre esse assunto grosseiro, mas isto tem sido comentado Comigo: “Mãe,” “a Senhora nunca diz nada sobre isso…” “e as pessoas estão ficando realmente materialistas.” Esse é um assunto muito triste. Mesmo uma pessoa que seja materialista… terá de sair da Sahaja Yoga.

Gradualmente, isso atuará dessa maneira e você ficará surpreso… ao ver que você está fora da Sahaja Yoga. É muito impressionante como… depois de obter a Realização também, alcançando o topo do mundo, nós ainda vivemos em pequeninos buracos… como ratos desse negócio de dinheiro. Esse dinheiro trouxe muitos problemas para nosso mundo, vocês podem ver isso claramente. Toda essa economia e todo esse conhecimento de economia, onde ele chegou? Através dele, o mundo está melhor? Há recessão acontecendo em todo lugar. Todo mundo está desempregado. Em cada país que você vai, há muito desemprego; isso está demasiado. Isso mostra que essa economia… é também uma ciência muito artificial… e está lidando com a fraqueza dos seres humanos, não com a força deles. Se eles pudessem conhecer a força dos seres humanos, eles teriam feito muito melhor do que eles fizeram até agora.

Eu lhes darei um exemplo simples. Agora, nós temos lugares muito sofisticados no ocidente, muito sofisticados. Vocês sabem, eles têm tudo elétrico e você aperta o botão… e tudo está lá. Especialmente nesses aviões modernos, quando Eu viajo, Eu não sei qual botão apertar, porque eles são tão finos e tão delicados, é necessário um artista especial para fazer aquilo. Tudo isso é para quê? Para ganhar mais dinheiro… e mais dinheiro e impressionar as pessoas. Mas ao mesmo tempo, as pessoas estão fartas. Quando todas essas sofisticações estão em operação, eles ficam fartos de computadores, ficam fartos da eletricidade, ficam fartos do cimento, eles ficam farto de todos os tipos de coisas artificiais, é um fato, muito, muito, muito mais no ocidente do que… nos países em desenvolvimento. Eles simplesmente estão fartos. Agora, essa é a energia, essa é a força.

Porque eles estão fartos disso? Eles estão fartos disso porque eles perceberam… que isso não lhe dá alegria. Isso não lhe dá um sentimento tranquilizante. Isso os irrita. Então isso é contra a mente humana, a um caráter humano… ou a civilização humana, é algo inumano. Então, agora o que fazer? Eu fui aos EUA uma vez e fui ver um amigo nosso, e todas as casas estavam cobertas com cor de esterco de vaca. Então Eu disse: “Por que eles têm esse esterco de vaca…” “por toda essas casas? Qual é o problema com eles?” “Por que eles não têm um branco agradável?”

“Outras pessoas gostam muito dessa cor de areia.” Eles disseram: “Hoje em dia, esses americanos…” “querem ter esterco de vaca.” Eu disse: “Esterco de vaca? Para quê?” “Porque eles estão fartos de cimento.” “E agora eles não conseguem ter muito esterco de vaca aqui,” “então eles têm uma forma especial de…” “fazer cimento parecer com esterco de vaca.” “Eles misturam coisas, então a cor sai como esterco de vaca.” Eu disse: “Porque dentre todas as coisas o esterco de vaca?” Então eles disseram: “Alguns deles foram à Índia…” “e eles tiveram de dormir em algumas cabanas…” “que estavam cobertas com esterco de vaca.” “Então eles descobriram, logicamente,” “que se tivermos esterco de vaca,” “é a cor mais tranquilizante para nós.”

“E então houve artigos sobre isso…” “e as pessoas começaram a usar esterco de vaca.” Então, qual é a energia por trás agora? Qual é a força? A força é que eles querem viver de uma forma natural. Eles não querem ter coisas artificiais, então eles vão para outro extremo de ter esterco de vaca. A Sahaja Yoga está entre os dois extremos. Agora, temos de entender que quer você coloque esterco de vaca… ou coloque cimento ou qualquer coisa, isso não vai lhe dar alegria. Digamos, na Índia, as pessoas que têm casa de cimento… são importantes. De acordo com eles, cimento representa luxo e também riqueza. Mas no ocidente, se as pessoas virem cimento, meu Deus, cimento significa para eles que é algo como um túmulo.

Assim, agora, a coisa positiva que está neles é que… eles agora querem viver com as coisas naturais. Eles querem usar material natural, ter a vida natural. Mas se eles forem ao extremo disso, vejam, nós tivemos a anticultura como o movimento hippie e tudo mais, isso não trouxe nenhuma felicidade. Portanto ir de um extremo ao outro… é também não favorável para uma vida humana. Porque um ser humano não pode se tornar primitivo. Mesmo se ele tentar se vestir como uma pessoa primitiva, seu cérebro é moderno. Então quando eles ficam fartos, de uma coisa para outra, eles não percebem qual é o ponto que falta. Em ambas as coisas, quer você viva como uma pessoa rústica… ou uma pessoa muito “cImentada”, você pode viver qualquer tipo, o ponto que falta é que… em tudo há uma competição. Uma vez que isso comece, a moda, tudo bem, todo mundo terá cadeiras de cana, todo mundo está tendo cadeiras de cana. Agora, nessa competição, eles perdem o ponto que é a alegria.

Uma pessoa que é uma alma realizada não desejará. Quer seja cimento ou qualquer coisa ou qualquer coisa, não importa, é exatamente a mesma coisa. Mas chegará na mente dele… que todas essas coisas artificiais estão arruinando os seres humanos, então ele dirá “não”. Mas ele não terá cabelo como as pessoas primitivas, ele não se comportará como as pessoas primitivas, e ele levará uma vida natural muito normal. Assim, quando a mente começa a pensar algo sobre isso, isso nunca levará ao ponto da alegria, de um ponto ao outro. Assim, eles acham que vão entrar em equilíbrio, eles vão entrar no dharma. Mas Minha experiência é diferente. Mesmo aqueles que eram hippies, Eu os conheci, eles comiam como verdadeiros glutões, e eles estavam muito mais interessados no conforto deles, e eles iriam a qualquer extremo para arrancar qualquer coisa… que pertença a outra pessoa. Eles pensavam… que agora eles se tornaram hippies, então eles já são os senhorios, porque eles abandonaram isso, abandoram aquilo. Assim, a mente que sugere… que para superar sua orientação ao dinheiro, sua competição e todas essas coisas artificiais, você deve mudar seu estilo de vida, mas isso não ajuda, nunca.

É apenas um jogo da mente de um ponto a outro. Então como se desapegar dessa ideia de orientação ao dinheiro? Quer você vista uma roupa de sanyasi… ou vista alguma roupa maravilhosa, muito cara, é a mesma coisa para o corpo. Você não consegue nem mesmo ver sua própria roupa. Então é a mesma coisa para os olhos. Mas com a mente, você começa a se convencer: “Agora eu me tornei um grande sanyasi,” “porque estou usando uma roupa cor de açafrão.” Usando esse tipo de roupa, você nunca pode se livrar dessa insensatez. Assim, a primeira coisa é você tem de ser uma pessoa normal. Não há necessidade de ser anormal externamente, você está se enganando. Se você acha que mudando sua roupa, seu vestuário, seu estilo de vida, você se tornou um grande sanyasi… ou uma formidável pessoa desapegada dessa orientação ao dinheiro, então Eu devo dizer: não engane a si mesmo.

Uma pessoa que é desapegada a partir de dentro… ajuda a Kundalini a se elevar… constantemente sem nenhum bloqueio. Portanto, para um Sahaja Yogi, é importante fazer introspecção… e ver por si mesmo qual é o seu nível, como Eu lhes falei sobre o refletor, que tipo de refletor você é. Não adianta se enganar, porque a Sahaja Yoga é para você, para sua benevolência e sua Kundalini é para sua benevolência. A ascensão é o objetivo de sua vida… e aperfeiçoar isso é o seu trabalho. Portanto você não tem de aderir a nada externo. É internamente que você tem de se observar, que tipos de apegos você tem. A segunda força é – Eu fico surpresa como… de repente surgiu entre os Sahaja Yogis… de eles não terem problemas de imoralidade. Eles simplesmente se tornaram morais, a maioria deles. 99,999%, Eu acho, são pessoas morais na Sahaja Yoga, há talvez aqui e ali – porque eles desfrutam a moralidade deles. Porque eles desfrutam a moralidade deles, eles querem ser assim. Não somente isso, eles querem que seus filhos sejam morais, suas famílias sejam morais.

E é desse modo que… a moralidade está se espalhando na Sahaja Yoga muito rápido. Nisso também, temos de entender que… é a inocência que é a força, não a moralidade. Como algumas pessoas escrevem para Mim: “Mãe, eu me levanto de manhã,” “eu me sento diante da fotografia, faço isso, faço aquilo,” “depois tomo meu banho e depois faço isso e…” Eu não consigo entender isso, não, não é necessário. Você tem de se limpar uma vez à noite, assim como você se limparia, limparia seu corpo, e uma vez na manhã, você tem de orar, só isso. Não é necessário ter esse ritualismo, esse tipo de ladainha o tempo todo acontecendo, todo dia, manhã até à noite essas coisas insensatas. E eles se tornam fanáticos. Eles começam a se tornar totalmente fanáticos em relação à Sahaja Yoga. E esse fanatismo pode ser muito perigoso, porque eles tentam se lembrar de tudo de cor, isso e aquilo. Não. Não é necessário.

Isso deve estar dentro do coração, porque isso chega à devoção da boca para fora. E com a devoção da boca para fora, gradualmente você começa a sentir… que você é importante, seu pai é importante, você é isso e aquilo. Então você é jogado para fora. Você mesmo se joga para fora, como um, Eu posso dizer, você chuta uma bola e ela volta. Eu tenho visto pessoas, muitas que tentam se enfiar na Sahaja Yoga… simplesmente são repelidas por elas mesmas, não pela Sahaja Yoga. A Sahaja Yoga atrai você, sem dúvida, mas você deve ter gravidade. Se você não tem gravidade, como você pode ser atraído? A seriedade sobre isso é somente esta: você deve fazer introspecção, seriamente, descobrir o que está errado com você. Porque essa é uma grande oportunidade para você ascender. Com esse tipo de mente, que se torna fanática na Sahaja Yoga, começa a dizer coisas rudes para os outros… e perturbar a paz dos outros, porque eles acham que eles são Sahaja Yogis muito importantes, então Eu acho que a pessoa deve fazer introspecção e descobrir: “Por que eu estou fazendo isso?”

Muitas pessoas têm os mesmos defeitos, para isso eles repreenderão os outros. Talvez eles achem… que corrigindo uma outra pessoa eles podem ser corrigidos. Eu não sei qual é a ideia dos procedimentos deles. Mas é muito absurdo às vezes… o modo como as pessoas olham para seus, olham para seus problemas… como se esses fossem os problemas dos outros. Agora, se estou lhes dizendo isso, alguém deve estar contabilizando: “Ah, eu conheço este aqui, a Mãe está falando sobre aquele ali.” Nunca dirá: “Isto é para mim e eu tenho de me observar…” “e fazer introspecção e descobrir o que está me arrastando para baixo.” Assim, esta é uma das coisas mais importantes: você não pode ser rude, você não pode ferir as pessoas, você não pode se comportar mal dessa maneira. E se você pode fazer isso, então você é jogado para fora da Sahaja Yoga por você mesmo, ninguém tem de jogá-lo para fora. Você tem de ser coletivo, as pessoas têm de gostar de você… e você tem de ser um deles. Se a coletividade não estiver presente, sua Kundalin nunca se elevará.

Porque Ela está se elevando, Ela está tentando lhe dar um segundo nascimento, de modo que você se torne unificado com o Todo, a gota se torna o oceano. Esse é o trabalho Dela. Ela nunca se elevará em um sujeito que acha que… ele é muito exclusivo, especial, não deveria vir para a Sahaja Yoga. Este é um outro grande obstáculo na elevação da Kundalini, quando as pessoas acham que elas são algo especial. Nós não temos nenhum sacerdócio… e liderança é também um mito, Eu acho. Com as pessoas que acham que estão… em melhor situação com a Kundalini delas, Eu posso Me comunicar melhor. Mas às vezes elas também se comportam de tal maneira… que ficamos chocados, como elas puderam se comportar assim? E essas serpentes simplesmente de repente aparecem… e você as vê, você fica chocado. “O que elas estão fazendo? Onde está a atenção delas?”

“Com o que elas estão preocupadas?” Assim, essas ideias estúpidas, se elas entram em sua mente, diga-lhes: “Cale-se agora, eu me conheço muito bem.” Essa é a melhor forma de você se manter fora disso, de todas essas ideias insensatas que estão atuando. Antes de tudo, vocês devem se lembrar que vocês são buscadores da verdade, têm procurado a verdade por eras, por anos seguidos, e agora, Eu diria, por muitas vidas e agora vocês a encontraram. Então agarrem-se a ela e segurem-na rápido, compreendendo que isso é o que vocês queriam, vocês o conseguiram agora. O outro problema que surge… no despertar da Kundalini, que Eu sinto que é muito importante… ser falado para vocês, é que alguns de vocês acham que… são muito próximos a Mim, que vocês têm um direito especial sobre Mim. Vocês não sabem que sua Mãe é Mahamaya. Tomem cuidado. Eu estou lhes falando repetidas vezes. Nunca pensem dessa maneira.

Ninguém pode ser Meu favorito, Eu lhes asseguro, não pode ser. É como o mercúrio, se você o colocar… em um outro metal ou algo assim, ele não gruda. Minha mente nunca gruda em ninguém, nunca gruda. Agora, vamos supor que alguém esteja em dificuldades, alguém escreveu para Mim que há algum problema, então o pensamento entra em ação, mas Eu não Me grudo a isso. Eu não Me grudo a ninguém, nem Eu tenho qualquer apego a ninguém, porque isso será contra o princípio do amor puro. Eu não posso ficar apegada. É claro, Eu observo seus problemas… muito intimamente, Eu gostaria de resolvê-los, Eu fico preocupada, às vezes, vocês podem chamar isso de “preocupação”. Mas o pensamento, a atenção vai em direção a essa pessoa. Vocês têm visto que quando há uma maré, a lua, quando é lua cheia, a maré é muito maior. O oceano pensa?

E quanto a lua, ela pensa que ela tem de atrair um determinado oceano ou alguém? Isso é simplesmente a natureza, o swabhava, a própria natureza que atua. Isso é a natureza, você não pode evitar isso. E essa natureza é aquela que deveríamos também tentar… adotar e adorar, porque isso é muito util. Isso lhe dá um grande alívio de sua mente, que fica sempre pensando, pensando, pensando… e não permite que você tenha a consciência sem pensamentos. Você fica apegado a alguém, você fica preocupado com alguns problemas. Mesmo os seus problemas às vezes, o tempo todo o seu problema, pensando em seu problema ou em alguém a quem você está apegado. Então essa mente começa a trabalhar: como resolver o problema? O que fazer? Isso e aquilo.

Mas então você cessa seu Agnya completamente. Como a Kundalini vai se elevar? Em qualquer camada social, para um Sahaja Yogi, esta é a melhor maneira de parar de pensar: pensar em como ele vai expandir a Sahaja Yoga. Apenas desvie sua atenção. Esse é o maior prazer para você, pelo qual você não tem de pagar ou qualquer coisa, apenas saiba quais poderes você obteve. Nesse ponto, Eu percebo que muitas pessoas não estão de forma alguma… conscientes de seus poderes e não estão os usando. Quando você não usa seus poderes também, a Kundalini cai. Por que Ela deveria trabalhar? Ela não é estúpida. Se você não quer usá-La para o que Ela tem de alcançar, então por que Ela deveria se preocupar com você?

Então Ela simplesmente desce e Ela não tem nada a ver com você. Então de repente aparece: “Mãe, eu contraí essa doença,” “eu contraí aquela doença, isso aconteceu.” Especialmente doenças como artrite… e todas essas doenças vêm de pessoas que não usam suas vibrações. Deem-nas às flores, deem-nas às árvores, deem-nas a qualquer coisa que esteja viva, mas não se esquive disso. Você não precisa tocar a pessoa, mas o desejo deve ser: “A quem eu devo dar vibrações?” A única preocupação deve ser: “Em quem eu devo colocar a atenção?” “Onde eu devo colocar esta minha energia?” Uma vez que você comece a usar este Poder Divino, Ele começa a fluir muito mais, muito mais, e sua Mãe, a Kundalini, fica muito feliz com você. E então você começa a ver milagres, o que está acontecendo. Para isso, você tem de ter, antes de tudo, a atenção na… compaixão e amor.

Mas compaixão e amor de Deus, Deus Todo-Poderoso. Mas quando Eu falo de compaixão, Eu percebo que as pessoas estão mais interessadas nas pessoas… que são Sahaja Yogis que estão sofrendo, que têm problemas, que estão expulsos da Sahaja Yoga, eles escreverão para Mim: “Mãe, por favor, por favor de um modo ou de outro, traga-os de volta.” Esse é Meu trabalho, não seu. Mas aqueles que não amam Deus, eles não vão alcançar muito. Eles têm língua frouxa, falam de forma estranha, eles não entendem que eles estão lidando com Deus Todo-Poderoso. E esse tipo de conversa frívola e comportamento frívolo, você deve entender que os anjos estão em sua volta o tempo todo, o tempo todos eles estão com você. Eles vigiam você. Eles o ajudarão, eles lhe darão suporte, eles o elevarão, eles cruzarão todos os tipos de obstáculos, mas… você tem de amar Deus de todo coração e com toda sua alma. Você não pode dizer coisas que não estão cheias de protocolo. Tudo isso só é possível quando você entrega seu ego.

Deus não quer nada de você. O que você pode dar a Deus? É uma ideia estranha que as pessoas têm. Mas tudo bem, você pode dar qualquer coisa a Deus. Krishna disse: “Você pode Me dar flores,” “você pode Me dar água, você pode me dar isto, presentes,” “isso, aquilo, Eu aceitarei.” Mas o que Ele diz? “A única coisa que você tem de fazer é ficar unificado Comigo.” “Você tem de estar unificado Comigo,” “você tem de estar conectado Comigo.” E esse sentimento de conexão é tão gratificante, tão doador de alegria, tão bom, que não pode ser descrito em palavras. Desse modo, você percebe que sua Kundalini está somente fluindo… com alegria para você mesmo e para os outros.

Também o canal direito: ambição, dominação, exibicionismo, rispidez, crueldades. Eu não sei quantas coisas existem no Canal Direito, mas elas podem ser ilimitadas. Quero dizer, o limite é Hitler, você pode dizer, até agora. Só Deus sabe se algum outro pode vir para competir com ele, mas até agora, ele é a última palavra nisso. Assim, tudo isso também começa a destruir essa Kundalini. Eu tenho visto também a Kundalini das pessoas… que está machucada, ferida, simplesmente não pode se elevar, está acabado. Então Eu sinto: “Deixe-os terem um segundo nascimento,” “somente então alguém pode trabalhar isso, porque…” “é impossível para uma Kundalini assim fazê-La se elevar.” Se você é egoísta e você é cruel, então essa Kundalini fica ferida. Uma boa mãe sente-se ferida quando seu filho se comporta mal, então essa Kundalini fica muito ferida. Porque Ela quer que você tenha seu segundo nascimento, e Ela simplesmente não consegue suportar isso, e issa A torna totalmente incapaz de se elevar.

Ela se torna enferma, doente e ferida. Então todos os tipos de agressividade devem ser abandonados. Isso não vai ajudar. Porque vocês vieram para a Sahaja Yoga… não para poupar dinheiro ou barganhar ou qualquer coisa assim. Vocês vieram para cá porque vocês são buscadores. Eu tenho visto que invariavelmente as pessoas que estiveram… com falsos gurus sempre têm esse tipo de orientação a dinheiro, porque eles devem ter sido linchados completamente… por esses gurus anteriores, talvez, Eu não sei o que dizer. Então somos nós que podemos nos elevar… através de nossa própria bondade e beleza. E somos nós que podemos nos elevar a um nível de grandes Sahaja Yogis. Não mantenha esse poder para si mesmo. Ele deve ser distribuído… e dado aos outros e fazer os outros também muito felizes e contentes.

É um dever de cada Sahaja Yogi fazer isso. Também pensar na Sahaja Yoga, não pensar em si mesmo, é a melhor forma de evitar muitos problemas. Mas uma vez que eles comecem a pensar na Sahaja Yoga, eles começam a pensar nos defeitos dos Sahaja Yogis. Isso não vai ajudar. Você tem de desenvolver essa paz da mente dentro de você mesmo, através da qual você pode se tornar a testemunha de si mesmo primeiro. Você deve ser capaz de testemunhar a si mesmo e ver… quais são as coisas que estão rebaixando você, porque hoje o mundo está totalmente caótico. Desse mundo caótico, você tem de se elevar… em mundo mundo muito pacífico, belo… e você tem levar muitos para dentro disso. Para isso, você tem de ter a qualidade. Não é somente vocês se tornarem Sahaja Yogis, colocarem Meu broche aqui e tudo mais. De todas as formas, você pode expandir a Sahaja Yoga.

Mas tome cuidado, porque você não deve sentir que… você fez um grande trabalho. Seja o que for que você estiver fazendo… é para seu próprio bem, não para os outros. Agora, nós temos de ver qual é a grande coisa que aconteceu, porque a Kundalini era um grande mistério antes. Mas agora não é mais, está tudo aberto. Todos vocês sabem sobre Ela. Vocês conhecem os poderes Dela. Você sabe como você pode alcançar o seu mais elevado objetivo. Mas apenas para se equilibrar, apenas para levar uma vida medíocre, não é a maneira com a qual um verdadeiro… buscador da verdade deve agir. Mas se você é um verdadeiro buscador da verdade, então você deve observar: “O que está errado com o que eu estive fazendo,” “com seja o que for que eu estive seguindo?” E “O que eu tenho de alcançar?”

Todas as escrituras disseram que você tem de ser o Espírito. Todas as escrituras disseram que você tem de nascer novamente. Eu não estou dizendo isso sozinha. A única coisa que Eu estou fazendo é: o que Eles disseram, Eu estou tentando fazê-lo, e lhes pedindo para que vocês façam. A Sahaja Yoga não vai ser como as outras religiões… onde as pessoas abusam de crianças, fazem o que elas quiserem, ganham dinheiro, isso, aquilo, toda insensatez, como uma máfia. Somos pessoas que foram escolhidas e somos pessoas especiais… que acreditam na boa vida moral e numa vida pacífica. Que Deus abençoe todos vocês.