Diwali Puja

Lisbon (Portugal)

Feedback
Share
Upload transcript or translation for this talk

Diwali Puja Lisboa, Portugal, 10.11.1996

Hoje, nós iremos venerar Mahalakshmi, que Eu acho que é muito venerada neste país… onde eles A veneram como Maria, e também há um swayambhu de Maria, vocês devem ter visto.

E também houve uma aparição Dela. Primeiro Eu nunca acreditei que poderia ser, mas então depois de sentir as vibrações, agora Eu sei que era verdade, que Ela manifestou-se aqui em uma aparição. Ela apareceu diante de Mim, também, vocês devem ter visto, em uma fotografia. Esse é o Princípio pelo qual vocês se elevaram a esse estado. O Canal Central da ascensão de vocês é criado pelo Poder de Mahalakshmi… para a Kundalini se elevar. No templo de Mahalakshmi em Kolhapur, eles sempre cantam a música “Ude, Ude, Ambe”. Então Eu perguntei às pessoas lá: “Por que vocês cantam a canção de Ambe no templo de Mahalakshmi?” Então, elas disseram: “Nós não sabemos porque fazemos isso, mas é errado?” Eu disse: “Não, porque somente no Canal de Mahalakshmi…” “a Kundalini pode se elevar e a Kundalini é Amba.” É desse modo que eles entenderam e ficaram realmente impressionados… pois Eu expliquei muito bem, porque desde os tempos antigos, essa música tem sido cantada lá… e eles nunca souberam porque essa música é cantada.

Tratando-se do ponto de Mahalakshmi, nós temos de entender, o que isso faz? O que é a ajuda… é que este canal de Mahalakshmi ou os Poderes de Mahalakshmi… criaram dentro de nós um equilíbrio adequado, uma rota adequada para a Kundalini se elevar. Os canais esquerdo e direito foram equilibrados e Ela é Aquela que cria… e cria um caminho mais largo para a Kundalini se elevar. Esse é o caminho da compaixão e do amor. Por meio dessa compaixão e amor, Ela cria esse caminho, porque Ela sabe que, se o caminho não for largo o suficiente, a Kundalini não pode se elevar. Por fim, chegamos a um estado em que vocês começam a buscar… e quando vocês começam a buscar, seu Princípio de Mahalakshmi foi despertado. Ele é despertado e às vezes é muito forte. Então vocês começam a buscar de uma maneira louca. Lamento dizer que muitos já estão perdidos na busca, mas há muitos que vieram agora para o caminho correto e para a ascensão correta. A outra coisa que esse Princípio de Mahalakshmi faz é permitir… que o Poder da Kundalini vá para diferentes chakras também, criar um caminho para os diferentes chakras e corrigir todos os chakras.

Ela é uma força muito flexível, Eu devo dizer, que guia a Kundalini nos diferentes chakras… e Ela sabe qual chakra precisa da ajuda da Kundalini. Então vocês devem ter visto que quando a Kundalini se eleva, como Ela pulsa, aonde Ela vai, onde Ela mostra que a necessidade é do despertar de vocês. Tudo isso funciona porque Ela é cheia de compaixão e amor, e vocês devem obter a verdade absoluta de vocês. Nós temos muitos problemas, na realidade, na Sahaja Yoga porque quando as pessoas estão ascendendo, elas mantêm com elas algumas de suas… pedras passadas e elas não conseguem escalar. Elas tentam, depois caem; elas tentam, depois caem; depois elas sobem novamente, elas caem. Mas hoje Eu irei falar sobre qual é o estado que devemos alcançar. Como Shri Krishna disse no Gita, descreve o Stitha PrAgnya, o segundo capítulo, mas é muito difícil entendê-Lo, Ele não é tão claro quanto a Mãe de vocês. Então, as pessoas não entendem o que Ele está dizendo. E eles perguntam: “Como? Como você alcança esse estado de Stitha PrAgnya?”

“Como você alcança esse estágio?” Mas Gyaneshwara, quando Ele escreveu Seu Gyaneshwari, Ele chamou isso de “Sahaja Stithi”, significa o “Estado de Sahaja”. Ele não chamou de “Stitha PrAgnya”. Ele o chamou de “Sahaja Stithi”, significando o “Estado de Sahaja”. Assim, Ele descreve a Sahaja de uma maneira muito bela e muito sutil. É claro, Gyaneshwara também, muito poucas pessoas O entendem, Eu acho. Uma pessoa que alcança esse estado é como um espelho… e muitos rostos passam por esse espelho, muitos olham nesse espelho, muitos se enfeitam na frente do espelho, mas o espelho é o mesmo de qualquer maneira. Assim, o indivíduo que é um Stitha PrAgnya ou o indivíduo que é Sahaja… não se preocupa com o que está diante dele, quem está diante de quem, onde ele está. Ele permanece dentro de si mesmo, ele se contém dentro de si mesmo. Como o sol.

Se o sol brinca com seus diferentes raios, ele não fica perdido. Todos os raios voltam novamente para ele. Da mesma forma, todos os sentidos que nós temos, todos os sentidos… que existem, de fato brincam, mas para um indivíduo que está em um estado de Sahaja, isso não importa, não faz diferença. Ele não fica envolvido, apenas brinca. Novamente, todos eles retornam para ele. Esse é um estado que todos vocês têm de alcançar. Então vocês são realmente Sahaja Yogis. Mas Eu ainda encontro pessoas perdidas, ganhando dinheiro com a Sahaja Yoga, alguns se perderam saindo das lideranças, alguns se perdem em ter ciúmes e invejas e tudo isso. Então, isso significa que muito trabalho ainda tem de ser feito internamente. Não há necessidade de trabalhar assim se vocês deixarem tudo.

É por isso que Eu sempre digo: meditem, porque quando vocês meditam, o que acontece é que todas essas coisas que estão… puxando vocês para baixo são liquidadas. Gradualmente, elas desaparecem, porque vocês se tornam o seu Si. Vocês ficam contidos por si mesmos e nunca ficam aborrecidos. Eu nunca fico aborrecida. Eu não sei o que significa a palavra “aborrecido”. Quando estou com vocês ou sozinha, Eu nunca fico aborrecida. O que há para ficar aborrecido? Se vocês não ficam envolvidos em nada, vocês nunca ficam aborrecidos. Outra coisa é que vocês se elevam acima de todas essas coisas, como a ganância. Agora, as pessoas que são gananciosas ainda estão envolvidas… ganhando dinheiro aqui, ganhando dinheiro ali, toda essa coisa.

Essas pessoas que ainda estão cheias de luxúria… ainda estão fazendo, organizando algumas coisas assim. Mas em um Sahaja Stithi, vocês apenas observam, vocês são apenas uma testemunha. Vocês não ficam perdidos em nada que os esteja puxando para baixo. Para vocês, esse estado não é difícil de alcançar, de forma alguma, porque vocês cruzaram sua mente. Agora, todas essas coisas vêm a vocês através de sua mente. Eu já disse que a mente é um mito, que vocês devem aceitar. O mito é que esta mente lhes dá ideias. Algumas pessoas pensam: “Sim, mãe, mas… Sim, mãe, mas…” Este “mas” está vindo de seu cérebro, de sua mente. O cérebro é a realidade, mas não a mente. A mente diz “mas”… e então vocês começam a se sentir muito deprimidos às vezes, infelizes, porque algumas pessoas se sentem até mal porque elas são pessoas muito boas, pois há tão poucos Sahaja Yogis.

Não importa. Apenas observem e esse estado de observação, esse estado de testemunha é o Sahaja Stithi. Nele vocês se tornam tão sutis, vocês se tornam o seu Si, significando tão sutil que nada pode perturbá-los, nada pode mudá-los. Agora veja a Natureza como ela é. Vocês sabem que existem 92 elementos… e 92 elementos, nenhum deles pode ser, digamos, por exemplo, vocês não podem transformar prata em ouro, ouro em prata. Os átomos são tão organizados que eles têm certas valências… e além do átomo, mesmo as moléculas são tão organizadas… que elas têm sua própria estrutura. Vocês não podem mudar. Se vocês tentarem mudar, então vocês criarão bombas, bomba atômica, essa bomba. Isso é absolutamente destrutivo. São somente os seres humanos que podem mudar, que podem transformar. Agora olhe para as bênçãos: você é um ser humano e você pode ser transformado, e você pode ser transformado em um novo elemento que é o Si.

Essa é a especialidade dos seres humanos. Mas se alguém, se há um falso guru ou alguém assim, ele tenta fazer algo, vocês explodirão. Eu tenho visto pessoas que foram a falsos gurus, elas ainda desmaiam, elas ainda têm problemas, elas ainda ficam perturbadas, mais do que as pessoas que estiveram sem eles. Elas também estão bem agora, muitas delas melhoraram, mas isto é uma coisa que devemos entender que de uma maneira, quando vocês estão analisando e quando estão quebrando um átomo… ou estão quebrando uma molécula e tentando transformar, ela explode, isso não dá certo. O oposto é que quando vocês tentam sintetizar, então vocês podem formar qualquer coisa na Natureza. Por exemplo, isto foi trazido agora pela sintetização, este plástico é criado pela sintetização. A matéria pode ser sintetizada e pode ser reunida… e os seres humanos têm de ser sintetizados também. Eles podem ser sintetizados melhor do que a matéria, porque eles mudam, eles se transformam. Agora, digamos um exemplo, existe ouro. Você transforma o ouro em joias, transforma em qualquer coisa.

Ele permanece o tempo todo, o tempo todo ouro. Ouro é ouro, ele está lá. Não é que ao transformá-lo em joias ele muda, seu elemento está lá, o ouro está lá. Mas para os seres humanos, eles se transformam quando eles são sintetizados. Essa é uma diferença muito grande entre a matéria e a Natureza e os seres humanos. A matéria, a Natureza são totalmente diferentes dos seres humanos. Os seres humanos, uma vez que sejam transformados, isso é como um processo vivo. Eles se tornam como flores, mas ainda não é o que você vê na Natureza. Não é o mesmo que você vê na Natureza, porque a Natureza não tem uma mente. Ela não tem uma mente.

Ela está apenas sob o controle… do Divino ou é a Natureza que está trabalhando dessa maneira. Mas aqui, vocês estão sob seu próprio controle. Aqui vocês podem se controlar. Nesta síntese que está crescendo dentro de vocês, o que vocês percebem… é que vocês estão completamente no controle de si mesmos. Vocês sabem o que está acontecendo com vocês. Agora, vocês começam a se ver separados de todas essas coisas. Algumas pessoas vêm e Me dizem: “Mãe, meu ego está muito ruim, apenas retire-o.” Ele vê o ego dele, ele vê qual é o problema. Alguém diz: “Mãe, meu Nabhi está muito ruim,” “ainda estou ocupado com o dinheiro.” Ele vê isso.

Primeiro começa o conhecimento sobre você mesmo, chamamos de autoconhecimento. Mas temos de ir além até mesmo do autoconhecimento. Através desse conhecimento, o que vocês fazem, nós temos de ver. Quando vocês têm o conhecimento, primeiro nós dizemos que não há conhecimento, as pessoas não têm conhecimento, elas são ignorantes, existe escuridão, tudo isso. Agora a luz chegou, vocês podem ver. Vocês podem saber o que há de errado com vocês. Agora, vocês começam a se separar de todas essas coisas que vocês veem como erradas em vocês. Vocês as veem saindo. Existem tantas coisas sem sentido. Por exemplo, nós temos ciúme, inveja, ganância e luxúria.

Quero dizer, são coisas horríveis de se dizer em uma festividade do Diwali. Então o Diwali é que uma a uma tantas luzes são acesas… e vocês começam a ver primeiro. Primeiro vocês começam a ver o que está errado dentro de vocês, e depois, como vocês veem isso, vocês não o querem. Então vocês trabalham para se livrar disso, para se tornarem limpos. Agora, esse conhecimento também desaparece. Vocês não têm de ter nenhum conhecimento, vocês estão lá. Vocês estão lá. Não há necessidade de saber sobre seus chakras, vocês simplesmente estão lá. Nesse estágio, nada importa. Vocês se tornam exatamente como uma pedra, Eu posso dizer.

Uma pedra com um cérebro intacto e um coração intacto e um fígado intacto. Vocês simplesmente não se importam com nada, não ficam aborrecidos com nada. Vocês apenas desfrutam o amor e a compaixão que estão fluindo. E as ondas que voltam para vocês, mesmo que sejam perdidas depois de algum tempo, e vocês não são nada além de Sahaja. Esse é o estado que as pessoas alcançaram. Naqueles dias, elas alcançaram esse estado. Mas com isso, com o que estava faltando aconteceu deles se perderem, todos eles se perderam, eles não podiam fazer nada aos outros. Uma pessoa obtendo isso, tornando-se grandiosa, acabou-se. Ou duas pessoas no máximo. Então, agora, a Sahaja Yoga sustenta-se, antes de tudo, no estado de conhecimento, onde vocês têm o conhecimento.

Primeiro vocês devem, antes de tudo, ter pleno conhecimento de si mesmos. O autoconhecimento deve ser completo. Depois, no terceira estágio, nós devemos dizer que quando o conhecimento é pleno, vocês devem se livrar de todas essas coisas que vocês sabem sobre si mesmos, que são inúteis, que estão atrapalhando seu progresso, que vocês sabem que é errado. Por exemplo, Eu vejo um pouco de sujeira caindo no meu sari, Eu simplesmente o limparei assim. Então vocês começam a se separar de si mesmos nesse estado Sahaja. Mas na Sahaja Yoga, vocês ainda desenvolvem outra dimensão… que é a consciência coletiva. Essa é a Sahaja Yoga moderna. Antigamente, eles não tinham isso, então todos eles simplesmente se perderam. Agora vocês têm consciência coletiva e nessa consciência coletiva, vocês começam a sentir os outros, sentir pelos outros, compaixão pelos outros… e vocês começam a trabalhar pelos outros. Nisso também, às vezes, quando vocês estão trabalhando, vocês pensam: “Quanto dinheiro eu posso ganhar?”

“O que eu posso alcançar como líder? “, ou algum tipo de coisa ainda está lá. Mas essa consciência coletiva começa a crescer. Quando ela começa a crescer, então vocês se tornam, como Eu disse, uma gota no oceano, significa o oceano completo. Vocês se tornam o oceano completo. Assim, o oceano tem suas próprias maryadas, ele não se incomoda. Ele tem de viver com suas maryadas, ele vive com suas maryadas. Ele não quer cruzar nenhum limite, tudo bem. Aceita isso, ele não cruzará seus limites. Da mesma forma, acontece que você fica muito reservado.

Você não é egoísta, mas se torna muito reservado. Você está contido dentro de si mesmo. Eu sei que muitos Sahaja Yogis estão zangados, pois Eu não puni muitas pessoas horríveis que têm perturbado a Sahaja Yoga. Eu não tenho de Me preocupar. Existe o Paramchaitanya que está trabalhando muito. Deixem que Ele cuide disso. Por que Eu deveria Me preocupar com alguém? Afinal de contas, as coisas estão funcionando, então por que interferir? Meu trabalho é apenas assistir, apenas observar. Isso é suficiente.

Não há necessidade de Eu matar ninguém nesta vida ou destruir. Eles são destruídos por si próprios. Eu disse a vocês que… Eu não preciso expor as pessoas, mas seja qual for o país que Eu vá, Eu percebo que as pessoas ficam expostas. Eu fujo de lá, verdade, às vezes, pensando: “Deus sabe o que mais está por vir.” Mesmo uma pequena atenção em qualquer país, simplesmente funciona. Mesmo sem Meu conhecimento: “Oh meu Deus”, Eu disse: “Quando Eu fiz isso?” Portanto, a pessoa tem de se tornar, é claro, ela se torna o Poder do Amor Divino, sem dúvida. A pessoa se torna o Poder do Amor Divino, mas ela não lida com isso. Deixem para esse Poder Divino que está trabalhando, que também está separado de Mim, vocês ficarão surpresos, Eu estou sozinha. Totalmente sozinha.

Mesmo este Poder está separado de Mim, mas este Poder sabe o que é bom para os seres humanos, o que é bom para a Sahaja Yoga. Ele trabalha por conta própria. Eu não interfiro. É uma ação reflexa, acreditem em Mim, é uma ação reflexa. Talvez vocês possam dizer: “Mãe, a Senhora fez isso”. Tudo bem, seja o que for, mas Eu não interfiro Nele. Eu não tenho de dizer nada para Ele. Ele simplesmente trabalha e está trabalhando tão bem. Eu lhes darei um exemplo. Uma vez na Inglaterra, há muito tempo, eles disseram: “Mãe, nós queremos ter um verão muito longo”.

Eu disse: “Por que vocês querem pedir essas coisas?” “Não, não, Mãe, nós devemos ter um verão longo, um verão muito longo, muito …” Eles disseram isso três ou quatro vezes e foi um verão muito longo e horrível em Londres. E não é como a Índia, onde nós temos ar condicionado, ventiladores, nós temos alguma coisa, pelo menos leques. Não havia nada lá. Então não sabíamos, tínhamos uma pequena varanda, costumávamos dormir nela. Nós fomos então a uma loja na Inglaterra e pedimos um ventilador na cidade de Londres. Então eles disseram: “Tudo bem, depois de três meses, nos encomendem.” Depois de três meses, quando estará muito frio, eles nos darão o ventilador. Nós dissemos: “Não queremos nenhum ventilador”. Então Minha filha enviou dois ventiladores de avião.

E é desse modo que nos viramos. Nós indianos sentimos muito calor… porque temos muito sol em nosso país, nós sentimos muito mais calor… do que qualquer um de vocês. A maneira como vocês se sentam ao sol, nós não conseguimos entender. Na Índia eles costumavam dizer: “Somente um inglês e um cachorro louco conseguem ficar no sol.” Então nossa situação é assim, nós não conseguimos ficar no sol porque temos tido muito sol. E esse verão, foi tão extremo, tão extremo… que depois disso, uma coisa boa aconteceu. Essa cor ocre apareceu nas folhas… e então, gradualmente, o vermelho e toda essa temporada de outono… foi a melhor naquela época e então um Sahaja Yogi sonhou: “A Mãe me pediu para dirigir no quintal Dela.” Então ele disse a todos: “A Mãe me pediu para dirigir no quintal”. Então Eu telefonei para ele, Eu não sabia que ele tinha sonhado isso, “Você pode vir por um tempo, Eu quero passear e ver este outono…” “por toda a Inglaterra.” Então ele veio e estávamos viajando por vários quilômetros, e então Me disseram: “Mãe, foi assim, ele nos disse isso”, aquele era o Meu quintal.

Vocês podem imaginar que ele estava dirigindo por vários quilômetros, lindo, exatamente como o Canadá, toda a Inglaterra estava cheia com a beleza do outono. Portanto, mesmo que algo assim aconteça, é compensado. É compensado e era tão lindo, todas as pessoas estavam do lado de fora no outono… para ver as lindas cores da Natureza, de diferentes verdes, amarelo, ocre, todos os tipos de cores estavam lá. Surpreendentemente, naquele país você nunca vê tudo aquilo. E por causa do sol brilhar tão forte, isso foi compensado. Foi compensado por este Paramchaitanya. Assim, o Paramchaitanya está cuidando disso. Todas essas coisas são administradas pelo Paramchaitanya. Eu não estou fazendo nada. Eu sou Nishkriya.

Eu estou apenas sentada e assistindo. Para mim, nada importa. Isso está funcionando de forma lenta e constante. Ha, se vocês Me disserem algo, supondo que eles disseram: “Mãe, nós oramos para a Senhora e isso aconteceu.” Tudo bem, talvez, essas Pessoas devem ter ouvido, ao Meu redor, não Eu. E Eles devem ter feito o trabalho e Eu não sou responsável por isso, de forma alguma. Como uma senhora no México tinha um filho que estava muito doente e prestes a morrer. Ela escreveu uma carta para Mim, ela escreveu três cartas: “Meu filho vai morrer, ele é um jovem estudando em Harvard.” Eu não fiz nada. Eu nunca escrevi para ela.

A quarta carta veio dizendo que ele está completamente curado. Eu não fiz isso, porque Eu estava apenas sentada em um lugar e como é que isso funcionou? Assim, tudo que vocês pensam que Eu faço não é feito por Mim, é feito por… este Paramchaitanya. Porque Eu também estou separada de vocês, completamente, totalmente separada. Então, eles dizem: “Orem agora.” Vocês podem orar. Se vocês orarem, vocês oram para essas Divindades que estão ao redor, vocês oram para todos esses ganas e tudo mais, não para Mim. Porque Eu não tenho nada a ver com isso. Eles não Me dizem que Eu tenho de fazer isso ou tenho de fazer aquilo. Então, por que Eu deveria dizer a Eles: “Façam isso ou aquilo”?

É assim. E nesse estado somente, podemos dizer, vocês estão em um estado Sahaja, onde vocês não desejam nada, vocês não querem nada. Eu faço tudo. Todos os tipos de coisas, Eu estou fazendo. Como o sol está fazendo, Eu também estou fazendo no sentido de que Eu estou cuidando… das coisas, das flores, disso, daquilo. Eu também estou recebendo presentes de vocês, estou recebendo isso de vocês… e então Eu não recebo nada. Eu não tenho nada. Eu não tenho nenhum interesse nisso. Mas vocês querem dar pela sua alegria, tudo bem, tenham isso. Vocês querem colocar flores, tudo bem, vocês podem ter flores.

Mesmo que haja flores ou não, não faz diferença para Mim como pessoa, Eu estou dizendo. Mas, como sua Mãe, Eu amo vocês, amo todos vocês. Mas Eu não faço nada assim para amá-los. E todo mundo diz: “Mãe, a Senhora nos ama tanto.” Quando? Quando Eu os amei? Eu nunca nem mesmo os beijei. Mas vocês sempre dizem que Eu os amo muito. Então o que é isso? Quem está realizando isso?

É algo que não sou Eu, está além de Mim. Esse é o estado ao qual, uma vez que nos elevemos, o chamamos de Sahaja Stithi. No Sahaja Stithi, vocês acham que não estão fazendo nada, tudo está dando certo. Mas, neste estágio, se Eu lhes disser, vocês dizem: “Oh, não estamos fazendo nada.” “Por que devemos divulgar a Sahaja Yoga? Não é nosso trabalho.” Nesse instante, esse não é o seu stithi, é por isso. Então vocês têm de se elevar a esse estado. Isso só é possível quando vocês estão no estado de conhecimento, onde vocês têm autoconhecimento, o conhecimento do mundo inteiro. Mas se vocês vão além do conhecimento, então vocês devem ter visto muitas vezes, Eu apenas digo algo, apenas digo algo e está lá.

Eu nunca sinto vibrações de ninguém ou de qualquer coisa. Eu não sinto Minha Kundalini também, nem os chakras, nada, mas Eu sei, Eu sei automaticamente como um computador. Mas esse computador Eu também não sou. É apenas um problema, é difícil de lhes explicar o que é esse stithi, é porque vocês têm de alcançá-lo. Uma vez que vocês o alcancem, então vocês estarão em um estado muito sutil, e esse estado sutil não é nada além de bem-aventurança. Mas essa bem-aventurança também, vocês não conseguem desfrutar. Eu não sei como desfrutar tudo. Supondo que agora vocês digam: “Jai Mataji”. Eu esqueço até mesmo que vocês estão Me saudando, também digo: “Jai Mataji”, pronto. É uma coisa tão simples, temos de entender que o estado em que temos de nos elevar… é um estado onde, sem fazer nada, tudo dá certo.

Se esse for o estado de vocês, tudo bem, mas não é assim. Então, vocês têm de se elevar a esse estado agindo. Primeiro vocês têm de fazê-lo. Primeiro vocês têm de saber e então… o conhecimento não é necessário, vocês não precisam saber, mas primeiro isso tem de ser trabalhado e trazido a esse nível. Agora, Diwali tem o significado de que no dia do Diwali, o que fazemos é que… colocamos luzes por toda parte, de modo que nós colocamos a Sahaja Yoga em todos os lugares. Mas a luz está ciente de si mesma? A vela sabe sobre si mesma? Ela ilumina tudo, mas ela não sabe. Como a lua que está dando o luar, ela está ciente de si mesma? Ela gosta?

Nada. Da mesma forma, acontece que em um dia de Diwali vocês estão fazendo, o que vocês estão fazendo é iluminar as pessoas, vocês as estão iluminando, vocês estão fazendo tudo isso por elas, é uma boa ideia. Vocês devem fazê-lo. Mas também saibam que vocês próprios têm de se tornar a lamparina, que não estão cientes de si mesmos. Portanto, há duas mensagens. A primeira é que temos de iluminar o mundo, nós temos de iluminar os outros. Essa é a primeira mensagem. Depois nós temos de nos tornar isso, que é a própria luz e a luz, ela própria não sabe. Ontem vocês estavam cantando: “Você é a luz, Você é isso”. Tudo bem, e daí?

Eu estava apenas dizendo: “Sim, Eu sou a luz, Eu mesma não sei.” Esse é o estado em que vocês não sabem que vocês são a luz. Vocês simplesmente não sabem disso. Isso não vem à sua cabeça. Mesmo que tenham cantado muitas vezes, tenham recitado os mil nomes que existem, tudo, mas isso não entra em Minha cabeça, que é sobre Mim que vocês estão falando. Agora, quando Eu digo isso, Eu não sei como vocês reagirão. Porque os seres humanos são pássaros estranhos. Você lhes diz algo, talvez seu ego apareça e vocês digam: “Sim, sim, também sou exatamente igual.” Há muitos, muitos que vieram deste jeito: “Eu sou mais elevado do que Mataji.” Baba, talvez, Eu não sei.

Há muitos que disseram: “Eu sou Kalki”. Hoje em dia, há um sujeito andando por aí dizendo: “Eu sou Kalki, sou isso, sou aquilo.” Tudo bem, não importa, seja isso, uma ideia muito boa. Mas se digo que Eu sou a Adi Shakti, isso significa que Eu não sei o que sou, de verdade. Eu tive de dizer porque as pessoas disseram: “Mãe, a Senhora tem de declarar”. Declarar o quê? O que quer que Eu seja, Eu sou. Agora, Eu percebo que pela declaração, vocês começaram a crescer mais, então tudo bem, tenham isso dessa maneira. Mas não há necessidade de ninguém declarar qualquer coisa… ou dizer qualquer coisa. Esse é o estado que devemos alcançar.

Mas para alcançar esse estado, vocês têm de trabalhar. E o trabalho é expandir a Sahaja Yoga. Vocês têm de acender muitas luzes. Isso significa que compreenderão que vocês são a luz que está iluminando tudo isso, e então, de uma forma sutil, vocês perceberão: “Eu sou a luz.” Muitos Sahaja Yogis estão trabalhando muito e fazendo isso dar certo, expandindo a Sahaja Yoga. É uma coisa muito extraordinária que tem acontecido. Em tantos países, a forma como ela expandiu, ela tem removido a escuridão da religião que era externa. Foi a escuridão de tanto racismo, esse “ismo”, aquele “ismo”, tudo ela removeu. Então isto deu certo: a limpeza, para vocês terem água limpa para nadar. Uma vez que vocês comecem a fazer isso, então vocês percebem gradualmente… que agora o mar está limpo, nós apenas observamos, apenas vemos como isso está funcionando.

Eu espero apenas que ao longo de sua vida, vocês alcancem este estado… onde vocês alcançam seu trabalho completo de dar a Realização do Si aos outros. Aqueles que não dão a Realização do Si aos outros, que vêm apenas para os pujas, para essa coisa, são medíocres. Eles não podem se elevar muito alto. Esta vinda ao puja é como você apenas se elevar mais alto com o puja, depois novamente você decai. Mas aqueles que crescem de forma constante… crescerão neste estado, Eu tenho certeza, ao longo de Minha vida, Eu deveria ser capaz de ver essas pessoas que são tais que se elas estão aqui, elas emitem paz, emitem luz, emitem tudo, porque elas são a luz. Elas não têm de iluminar, mas elas são a luz. Esse estágio tem de ser desenvolvido e ser trabalhado dentro de vocês mesmos. E esse estado tem sido descrito por muitos poetas, muitos santos e tudo mais, mas eles estavam nesse estágio e as pessoas pensaram: “O que é isso que eles estão falando?” Elas acharam que eles eram loucos. Mesmo em relação a Cristo, eles acharam que Ele deveria ser crucificado, porque eles não conseguiam entender.

Agora, vocês estão gradualmente crescendo, um a um, passo a passo, passo a passo, então agora vocês entendem isso. Vocês entendem Cristo, vocês entendem todas essas pessoas… e nesse estágio, vocês ainda têm de trabalhar. Aqueles que não trabalham para a Sahaja Yoga não podem se elevar mais alto. Vocês têm de trabalhar para a Sahaja Yoga, vocês têm de expandi-la mais, vocês têm de praticá-la, desfrutar uns aos outros, essa irmandade, tudo. Todas as qualidades de uma bela personalidade devem estar presentes. A menos e até que vocês alcancem esse estado, somente então vocês podem se elevar mais alto até esse estágio… que Eu estou descrevendo que é um Sahaja Stithi. Nesse estado, vocês serão perfeitos. Mas vocês devem se livrar de todas essas coisas… e hoje é um dia também de Mahalakshmi. A primeira coisa, Eu acho que é essa loucura por dinheiro. Isso deve ser entendido que isso é uma verdadeira loucura.

Aqueles que são ricos não têm dinheiro. Você pergunta a um homem rico, ele dirá: “Oh, eu não tenho dinheiro.” “Por quê? O que é tudo isto?” Isto não é dinheiro.” Você pergunta ao homem pobre, ele não tem dinheiro. Um homem rico não tem dinheiro. Portanto, isso é um tipo de ganância que nunca é satisfeita, que nunca os ajuda. Todas essas pequenas coisas primeiro têm de desaparecer. Então, o trabalho de vocês deve purificá-los.

Em seu trabalho, vocês saberão… se vocês estão se limpando ou não. No trabalho, vocês saberão… como vocês estão fazendo seu trabalho. Uma vez que isso seja feito, então Eu acho, Eu tenho certeza que alguns de vocês alcançarão esse estado… ao longo de Minha vida e ao longo da vida de vocês. Isto é o que Eu quero dizer hoje, em um dia de Diwali, que nós temos de nos tornar cada vez mais sutis. Nós não devemos ser influenciados por coisas externas. Como por exemplo, a coisa externa é esta: algum tipo de moda começa. As pessoas que seguem modas são estúpidas, elas são como ratos cegos. Qualquer um pode levá-las a qualquer coisa: “Agora façam isso”, elas o fazem, “Façam isso”, elas o fazem. Então, se vocês tentarem seguir… qualquer tipo de pensamento que nos é dado por alguma outra pessoa, nesse pensamento, vocês se perderão completamente e se tornarão assim: “Eu sou isso, sou cristão, sou hindu, sou muçulmano, sou muçulmana.” Estupidez.

Você é o seu Si, você é o Espírito. E quando você se torna o Espírito, então você começa a saber muito e esse conhecimento é muito importante. Essa é a lacuna entre um santo e um ser humano normal, que vocês cruzaram gradualmente, então vocês sabem quais são os problemas… dos seres humanos e lidam com os seres humanos, vocês sabem como lidar com eles. Somente na Sahaja Yoga, a consciência coletiva nos tempos modernos surgiu. Essa consciência coletiva, os santos também tinham, mas eles não falavam. Eles não diziam nada. Eles não se preocupavam. “Tudo bem, este sujeito tem este chakra bloqueado,” “deixe-o ir para o inferno, não importa.” Não é uma questão de não se importar, mas sim de não se preocupar. Eles ficavam sentados em um estado em que ficavam apenas registrando, tudo bem.

Um homem feio vai diante do espelho, tudo bem; se uma pessoa bonita passa diante do espelho, tudo bem. Da mesma forma, essas pessoas começam a permitir que as pessoas passem, mas nós temos de entender que nós ainda temos de crescer. Nós ainda temos de crescer trabalhando a Sahaja Yoga. Essas pessoas que estão trabalhando e a expandindo por toda parte… são aquelas que realmente estão muito lá… e para elas, Eu devo dizer, o Paramchaitanya é apenas o servo delas. Eu tenho visto pessoas que desejam algo, isso dá certo. Elas pedem alguma coisa, dá certo. Para isso, agora, o que devemos ter, é o ponto. Depois de obter a Realização, depois de obter tudo, o que devemos ter? O que desenvolvemos é a fé, fé em você mesmo. Fé em que você é o Espírito, que você tem a luz e você tem de iluminar os outros.

Essa fé, quando ela cresce cada vez mais profundo, então você pensa: “Oh, o que eu sou? Eu sou o Espírito.” Se você é o Espírito, então toda essa Natureza está com você. Eu sei de alguns Sahaja Yogis. Um deles era um pescador, ele estava fazendo o trabalho da Sahaja Yoga, Ele tem uma fé imensa em Mim e de alguma forma, ele estava indo para outro vilarejo para fazer o trabalho da Sahaja Yoga. Quando ele saiu de sua pequena cabana, ele percebeu que estava tudo cheio de nuvens, nuvens negras. Então ele ergueu sua mão e disse: “Vejam, agora eu estou indo para o trabalho da Mãe.” “e não ousem começar a chover. Mantenham-se como estão, pairando lá…” “até eu terminar meu trabalho “. Porque ele estava indo de barco.

E outros Sahaja Yogis pensaram: “Do que ele está falando?” Todos eles entraram no barco, eles chegaram ao outro vilarejo, deram a Realização aos outros, ele terminou sua palestra, tudo, ele voltou para a praia e entrou em sua casa. Quando ele estava fechando a porta: “Tudo bem, então vão em frente”, ele disse. E ele lidou com isso. Portanto, a fé completa de que este Paramchaitanya é como seu servo, está o tempo todo esperando para servi-los. Tudo que vocês disserem acontecerá. Mas primeiro você deve ter fé completa em si mesmo de que você é um Sahaja Yogi. Mesmo agora Eu percebo que as pessoas têm alguma luxúria, algum tipo de coisa horrível nelas. Portanto, primeiro vocês devem estar estabelecidos no Dharma. Dharma é, como vocês sabem, retidão.

Se você está na retidão, não há nenhuma dúvida. Não há dúvida de que este Paramchaitanya quer obedecê-lo. Mas supondo que você queira algo hoje e isso não dê certo, então mesmo ficar desapontado, por si só, não é uma coisa muito boa. A decepção também é um sinal de sua imaturidade. O que há para ficar desapontado? Talvez isso tenha sido bom para você. Supondo que Eu perca Meu caminho. Eu estou indo por esse caminho e perco o Meu caminho, Eu não sei para onde ir. Então Eu Me perdi, tudo bem. O que há nisso?

Onde quer que Eu esteja, Eu estou lá. Como posso ficar perdida para Mim mesma? E então o que Eu descubro… é que Eu tive de seguir aquele caminho porque Eu devia encontrar alguém, Eu tenho desejado encontrar alguém e encontrei essa pessoa lá. Vocês podem imaginar? Coisas assim acontecem Comigo, e mesmo se Eu não encontrar, e daí? Eu devia ir para aquele lado. Eu tenho de deixar algumas vibrações, talvez. É assim. Então, uma vez que vocês saibam que… seja o que for que estejam fazendo com comando, com comando completo, com plena fé, na verdade, toda a autoridade vem a vocês por meio de sua fé, cuja palavra é “satta” em Sânscrito, significando “a verdade”. A verdade lhes dá autoridade.

Se vocês têm a verdade com vocês, se vocês têm a verdade absoluta com vocês, então vocês têm a autoridade, e a autoridade é tal que isso os autoriza, não os outros, mas vocês. Essa autoridade que vocês têm atua e atua. Eu tenho visto com Sahaja Yogis simples, muito simples, sem instrução também, são Sahaja Yogis muito poderosos, são Sahaja Yogis muito poderosos. Mas eles têm uma coisa: fé, fé completa. Depois, outra palavra em sânscrito é “titiksha”, significa “paciência”, “saburi”, paciência. Vocês devem ter paciência. Se vocês não têm paciência, vocês querem que algo seja feito imediatamente. Como vocês verão a coisa toda funcionando? Muitas pessoas são extremamente nervosas e ficam correndo muito. Este mundo está correndo tão rápido e vocês são aqueles que se destacaram… e estão assistindo essa rotina exaustiva.

Vocês não são um deles. Portanto, deve haver titiksha, significa que vocês devem ter paciência. Portanto, vocês devem ter plena fé em si mesmos e também paciência, como a Sahaja Yoga está trabalhando ou como este Paramchaitanya está trabalhando. Se funcionar dessa maneira, tudo bem; daquela maneira, tudo bem. Existe algum significado. Se funciona dessa maneira, há algum significado. Se for daquela maneira, tem algum significado. Agora, outra coisa que é importante é a fé em seu Guru. Se vocês têm fé em seu Guru, Paramchaitanya é gentil com vocês. Ele auxilia muito.

Mas se vocês duvidam, então Paramchaitanya também duvida de vocês, porque Paramchaitanya conhece vocês através de seu Guru, quer seja Eu ou qualquer outro guru verdadeiro, é o mesmo. Mas Comigo, é claro, porque Eu sou muito misericordiosa, então as pessoas começam a tomar liberdades. Com outro guru, ele baterá nelas. Ele fará todos os tipos de coisas horríveis com vocês se vocês não estiverem lá. Eu lhes contei muitas histórias sobre os gurus, como eles tratam, os bons gurus tratam seus discípulos. Mas Eu perdoo. Eu não digo nada. Deixo prá lá, não importa. Porque Eu acho que deixando-os em paz somente, eles se elevarão… e chegarão até esse estágio. Mas acontece às vezes disto talvez funcionar ao contrário: se eles são perdoados, então eles não dão o devido valor a isso.

Tudo bem. Há liberdade, vocês podem não dar o devido valor a isso, podem fazer o que quiserem. Vocês podem se perder, vocês podem … Eu não tenho nada a dizer. Assim, a fé em você mesmo está com a paciência que você observa… e não se decepciona com nada, seja o que for. Agora, apenas imaginem, muitas pessoas receberam a Realização, muitos santos neste mundo, você viram? Ontem fiquei surpresa com a maneira como os franceses estavam cantando tão bem. Vocês sabem, na primeira vez, Eu tive de pegar um harmônio… para ensiná-los a cantar uma linha. Eu tentei por meia hora, não consegui. Os mesmos franceses alcançaram esse estado de criatividade. Todo o seu potencial aumentará, ele se expressará, mas tomem cuidado para não se envolverem com o ego em relação a isso.

Gradualmente isso florescerá e outros que estão ao seu redor… obterão a fragrância disso e eles virão para a Sahaja Yoga. Essa é a bênção nesse momento, a bênção do verdadeiro Divino será… que vocês serão elevados ao estado que chamamos de perfeito, “purnatva”, completo. Essa completude virá, mas julguem a si mesmos. Você é absolutamente um com a Sahaja? Você é absolutamente dedicado à Sahaja? Ou outras coisas são mais importantes para você do que a Sahaja Yoga? Então vá em frente. Há algo que deve ser entendido com muita clareza, que não há competição na Sahaja Yoga. Não pode existir. Não há competição.

Não há inveja, não há calúnia, nada. Vocês são pessoas diferentes, vocês são santos. O estilo de vocês é diferente. Vocês estão absolutamente acima de todas essas coisas. Vocês não podem ser desonestos, não podem enganar as pessoas, vocês não podem fazer isso. E se vocês estão fazendo isso, mesmo agora, então por favor, tentem entender que vocês ainda têm de crescer. Algumas pessoas importantes acham que são muito elevadas na Sahaja Yoga. Não é assim, não é assim. Se ficarem pensando no que vocês são, então vocês estão perdidos. O que vocês têm de fazer é entender: “O que eu tenho feito?”

“A quantas pessoas eu dei a Realização?” “A quantas pessoas eu falei sobre isso?” As pessoas são tímidas até mesmo para falar sobre a Sahaja Yoga. Eu vi uma senhora que estava viajando Comigo. Muito quente, Eu disse: “Baba.” “quem é ela, esta aqui? Eu não sei.” Então ela Me disse o nome do guru dela. Ela disse: “Meu guru é assim, guru assim, assim”. Eu disse: “Meu Deus, esse calor saindo dessa mulher e ela está falando tanto.”

Mas um Sahaja Yogi não dirá a ninguém sobre o que é a Sahaja Yoga. Eles se sentem envergonhados, terão cem amigos, se encontrarão com cem amigos, mas nunca lhes dirão o que é a Sahaja Yoga. Eles ficarão envergonhados de dizer a eles. Ah, eles não se importariam de ir a festas, se os outros estão bebendo, eles dirão: “Tudo bem, eu não bebo.” Mas eles não dirão: “Eu sou um Sahaja Yogi,” “eu não posso beber, por natureza eu não posso beber.” Eles não dirão isso. Assim, este é o terceiro ponto que a pessoa tem de saber: a declaração. Vocês devem ter fé em si mesmos e devem tornar público. Todos os santos anunciaram. Eles foram mortos por isso, vocês viram como foi dado veneno a Sócrates.

Não importa. Ninguém irá matá-los agora, nestes tempos modernos, existem direitos fundamentais para viver. Portanto, ninguém pode matá-los, acreditem em Mim, mas vocês devem anunciar. E o anúncio deve ser com plena fé… e compreensão sobre a Sahaja Yoga, como ela é importante. O objetivo é transformar o mundo inteiro. Com a transformação de vocês, o mundo inteiro se transforma. É uma coisa muito complicada, por outro lado, a Sahaja Yoga é extremamente complicada, devido a como ela funciona. Outro dia, vocês se lembram, o microfone tinha falhado completamente… e Eu estava dando a palestra e Eu ainda estava falando. O microfone falhou, mas todos estavam Me ouvindo. O que aconteceu?

Eu entrei no éter? O que aconteceu? Eu não sei. Eu não sabia nem mesmo… que o microfone tinha falhado. Eu estava pensando que havia o microfone, pela maneira como as pessoas estavam Me ouvindo, mas então eles disseram que a metade da palestra foi sem o microfone. E todos estavam, sem dúvida, Me ouvindo. É algo que temos de nos perguntar e apreciar: “O que está acontecendo agora? Para onde estamos indo?” Nós estamos entrando no Reino de Deus… e todas as bênçãos, toda a bem-aventurança será sobre vocês. Então esta bem-aventurança, o conhecimento, tudo se torna um só, nada além de bem-aventurança, e vocês estão nesse estado de bem-aventurança… que vocês nem mesmo conhecem, nós simplesmente estamos lá.

A maior bem-aventurança é que vocês não sabem nada, vocês simplesmente estão lá. Eu espero que todos vocês alcancem esse estado com este Diwali… sendo feito em Portugal, que é um lugar especial, Eu acho, de Mahalakshmi, porque Ela apareceu aqui como eles dizem e também esse swayambhu que nós temos… também é esse do rosto de Mahalakshmi, então Eu tenho certeza que isso funcionará para todos vocês. É um pequeno estado sutil sobre o qual Eu estou falando, mas é, Eu tenho de lhes dizer que a pessoa tem de se elevar a esse estado… e esse estado é muito, muito fácil de ser alcançado por vocês. Lentamente, gradualmente, então vocês não têm de fazer nada, vocês vão a um vilarejo e tudo estará lá. Vejam, agora, o que aconteceu. Eu fui ao Cairo. Todo mundo estava… Me saudando. Eu fiquei Me perguntando: “O que aconteceu com eles?” Eu fui para Leningrado, milhares vieram ao Meu programa. Eu perguntei a eles: “Como vocês vieram ao Meu programa?”

Eles disseram: “É óbvio, pelo Seu rosto, é óbvio.” Eles apenas viram um pequeno anúncio no jornal, “É óbvio que a Senhora é Divina.” Isso deve acontecer. E então vocês podem anunciar que… a Sahaja Yoga é o único caminho, então vocês podem anunciar, não há mal nenhum. As pessoas se sentem muito envergonhadas de dizer algo aos amigos e coisas assim. E vocês devem saber que todos aqueles que vocês amam, que vocês conhecem, irão para o inferno ou em algum lugar onde eles ficarão pendurados no limbo ou o quê? Se vocês alcançaram isso, vocês devem tirá-los também. Eles talvez não, eles talvez não sejam buscadores, não importa agora. Eu acho que terminamos com os buscadores agora, deve ser. Nós devemos ter pessoas que não sejam tão buscadoras, parece assim.

Então, que Deus abençoe todos vocês.