Adi Shakti Puja, Respect the Mother Earth

Cabella Ligure, Nirmal Temple (Itália)



Feedback
Share

Shri Adi Shakti Puja, Cabella Ligure, Itália, 25.05.1997 Hoje nós iremos fazer o Puja da Adi Shakti.

É um assunto difícil falar sobre a Adi Shakti, porque não é fácil entender… que a Adi Shakti é o Poder de Sadashiva. Sadashiva é o Deus Todo-Poderoso. Ela é a respiração Dele, como algumas pessoas chamam isso. Aguns dizem que Ela é o desejo… e alguns dizem que Ela é o poder inteiro de Sadashiva, e Sadashiva não pode fazer nada sem os poderes Dela. Esse assunto tem sido descrito por muitas pessoas… em diversos livros de diferentes formas. Mas na verdade, nós não precisamos ir… ao fundo da criação da Adi Shakti, para isso, vocês precisarão de pelo menos sete palestras, Mas chegaremos ao ponto… onde a Adi Shakti começou a trabalhar nesta Mãe Terra. A primeira coisa é que nós devemos saber… que Ela criou uma Kundalini na própria Mãe Terra… e Ela criou Shri Ganesha a partir da Mãe Terra, isso é muito interessante. Então a Mãe Terra se torna uma coisa muito importante para nós. Se nós não sabemos como respeitar a Mãe Terra, nós não sabemos como nos respeitar. A expressão da Adi Shakti dentro de vocês é a Kundalini, sem dúvida, Ela é o reflexo da Adi Shakti em vocês.

Mas o reflexo na Mãe Terra é também expressado, como todos vocês sabem, em diferentes lugares, em diferentes países, em diferentes cidades, como a manifestação dos chakras e das criações da Adi Shakti. Foi muito importante primeiro criar uma Mãe Terra muito sagrada… para que os seres humanos nascessem Nela. Assim, o reflexo da Adi Shakti como Kundalini… primeiro foi na Mãe Terra. A Kundalini é uma, devemos dizer, uma pequenina parte da Adi Shakti, ou podemos dizer que Ela é o desejo, o puro desejo da Adi Shakti. Assim, a Adi Shakti é o desejo, o completo desejo de Sadashiva, e a Kundalini, a Adi Kundalini, é o desejo, o completo desejo da Adi Shakti. Agora, este foi expressado primeiro… na Mãe Terra, dentro da Mãe Terra. Dentro da Mãe Terra, a Kundalini se elevou… de tal maneira que Ela esfriou… a parte interna da Mãe terra… o tanto que Ela pôde, e depois Ela se manifestou… na superfície da Terra como diferentes chakras. Então é uma enorme similaridade que temos… com o Virata, a Mãe Terra e os seres humanos. Se todos eles estão sendo refletidos pela Adi Kundalini, então tem de haver uma grande conexão entre eles. Não é compreendido pelos seres humanos… como eles estão conectados a esta Mãe Terra.

Esta Kundalini passa através de diferentes centros, criando diferentes centros na Mãe Terra… e por fim atravessa o Kailasha. E Eu não sei quantos de vocês que estiveram no Kailash verão… as fabulosas vibrações fluindo do Kailash. Agora, o modo como insultamos nossa Mãe Terra, o que estamos fazendo é que estamos insultando a Adi Shakti. Há muitas maneiras com as quais nós devemos respeitar a Mãe Terra. É um costume indiano, antes de mais nada, quando você se levantou de sua cama… e tocou a Mãe Terra com seus pés, você tem de dizer: “Oh Mãe Terra, por favor me perdoe,” “porque eu estou tocando a Senhora com meus pés.” Todos os movimentos da Mãe Terra… são controlados por esta Kundalini interna, que é o reflexo da Adi Shakti. A gravidade que Ela tem também é a manifestação… da Kundalini da Mãe Terra. Agora, por que estamos sofrendo neste belo planeta? Porque nós não respeitamos o que temos de respeitar ao máximo. A Mãe Terra deve ser respeitada, isso significa o quê?

Significa que tudo que é criado nesta Terra… pelo movimento da Terra, pelo oceano, por todos os elementos, tem de ser respeitado. O problema de hoje é a poluição, as pessoas falam todos os tipos de coisas. A razão por trás disso… é que as pessoas nunca entenderam a importância… de todos esses cinco elementos que estão dando suporte à nossa vida. Então para respeitar a Mãe Terra, as pessoas fazem o Bhoomi Puja. Muitas pessoas, quando elas estão construindo uma casa, elas farão o Bhoomi Puja, significa que elas respeitarão a Mãe Terra, porque se Ela não estiver sendo respeitada, talvez poderia haver um terremoto, que significa que esta Mãe Terra compreende, sabe e age. Ela age de tal maneira… que os seres humanos não entendem por que essas coisas acontecem. Agora, nós podemos dizer que em um lugar chamado Latur, era o 14o dia de Shri Ganesha e eles tinham de submergir… as estátuas dentro do oceano ou dentro do rio, então todos eles foram cantando, dançando. Depois de virem de lá, todos eles começaram a beber, e bebida não é apreciada pela Mãe Terra de forma alguma. Se você está bêbado e está andando na rua, você cairá. Supreendentemente com a bebida deles, um grande terremoto irrompeu, e todos aqueles que estavam dançando, bebendo, todos eles… foram engolidos dentro desse terremoto pela Mãe Terra.

Somente nosso centro, que está lá, foi cercado por uma grande fenda, mas nada aconteceu ao nosso centro… e nem um único Sahaja Yogi foi destruído por aquilo. Nós podemos entender porque somos Sahaja Yogis, como a Mãe Terra atuou… para salvar aquelas pessoas que eram Sahaja Yogis. Assim, a compreensão da Mãe Terra em relação aos santos é muito grande. Ela sabe quem é um santo, Ela reconhece os pés de um santo… e é por isso que muitas coisas foram criadas. Por exemplo, Moisés. Ele foi ao oceano e a Mãe Terra se elevou… para que eles atravessassem. Se todos os judeus tivessem ido, isso não teria funcionado, mas foi Moisés… e devido à Sua santidade que… a Mãe Terra, Ela própria se elevou e ajudou. Da mesma maneira, quando Rama estava construindo uma grande ponte… entre Lanka e Índia, a Mãe Terra se elevou como uma ponte. Portanto, nós não devemos tentar amaldiçoar a Mãe Terra… por causa de acidentes nesta Mãe Terra. Se as pessoas são santas, elas sempre serão protegidas pela Mãe Terra.

Ela sempre tentará dar a elas seja o que for que elas quiserem. Você pode ver isso em pequeninas coisas. Agora vamos supor, em nossa Cabella, aqui, as rosas são tão grandes, tão grandes, você não achará rosas tão grandes no mundo inteiro. Mas nós temos aqui, rosas tão grandes. Em Pratisthan, nós tivemos… girassóis tão grandes assim. Um homem não conseguia levantá-lo. Agora, como é que tudo isso está acontecendo em determinados lugares? É a Mãe Terra que sabe quem está vivendo aqui, quem está andando em Suas costas, devemos dizer, ou em Seu solo, porque a Mãe Terra entende as vibrações. Agora, certos lugares, nós dizemos que são muito sagrados. Como eles descobriram que esses lugares são sagrados?

Por causa das forças magnéticas. As forças magnéticas na Inglaterra, Eu fiquei surpresa, estavam cruzando umas com as outras… em um lugar chamado Oxted, onde nós moramos. Elas estavam cruzando há muito tempo, mas nós moramos lá mais tarde. Assim, a Mãe Terra também organiza… e arranja as coisas para as pessoas santas. É muito interessante ver como a Mãe Terra… os guia de uma forma apropriada. Eu não sei quantos exemplos Eu posso lhes dar, mas nós não entendemos o valor da compreensão desta Mãe Terra… e Sua proteção amorosa para todo os santos. Da mesma maneira, nós temos de entender como a atmosfera inteira, a chuva chega no momento certo, a lua, o sol, tudo trabalha de uma maneira tão bela, porque eles sabem que é um santo. Eles sabem que estas são pessoas santas sentadas aqui. Eles sabem que elas são pessoas puras, que elas são a essência da vida e deve-se tomar conta delas, elas devem ser cuidadas, deve-se se preocupar com elas. Ela não se preocupa com pessoas que são inúteis.

Por exemplo, agora para o Haj, muitas pessoas foram… e muitas foram mortas. Algumas foram para Amarnath e foram mortas… porque elas não eram santas, apenas pessoas ritualísticas indo para um ritual que… no discernimento da Mãe Terra… não era de nenhuma utilidade e de nenhuma vantagem para eles. Mas ninguém aprende a partir disso, ninguém aprende. Quando muitas pessoas que estavam indo para Amarnath foram mortas, o Paquistão disse: “Eles não deveriam ter ido para Amarnath,” “é um lugar falso, por que eles foram lá? E indo lá,” “o que foi provado é que aquele não é um lugar sagrado”. Mas quando o Haj aconteceu, eles não tinham nada a dizer, eles não sabiam como explicar este Haj… e a matança, a morte de tantas pessoas. A razão é esta: essas pessoas têm ido ao Haj o tempo todo. Uma vez houve uma debandada com 32 mil pessoas sendo… feridas e perturbadas e mortas. Agora, esse é o ponto importante. Agora, o que a Mãe Terra está sugerindo… é que indo a esses lugares, a lugares sagrados – eles realmente são sagrados, sem dúvida – indo a esses lugares, você não está fazendo nenhuma ascensão espiritual.

Você não está alcançando nada indo a esses lugares, que são realmente sagrados. Isso não pode ser contestado, eles são lugares sagrados. Vocês devem estar sabendo que Eu nasci em Chindwara, e Meca e Chindwara… estão na mesma linha do Trópico de Câncer. Como é isso? E quanto a Meca? Meca é Makkeshwarashiv, é um Shiva. Por que o Profeta Maomé pediu às pessoas para venerarem uma pedra? Ele não acreditava em pedras, Ele era contra todos os tipos de veneração de ídolos, então por que Ele disse que esta pedra preta, que está lá, deve ser venerada? Para isso as pessoas têm de ir lá. Qual foi a razão?

Porque Ele podia sentir as vibrações, Ele pôde sentir que aquilo era um swayambhu, então Ele disse aquilo. Então todos os muçulmanos como loucos estão indo lá. Por ir lá, ninguém se aprimorou, Eu não tenho visto ninguém que se aprimorou indo a Meca. Isso é somente um tipo de ritual. Eles acham que se eles forem lá, quando eles morrerem amanhã, eles dirão a Deus: “Veja, agora nós temos um certificado, nós estivemos em Meca.” Como nosso papa fez uma certa vez, ele dava um certificado, de modo que quando você fosse para o Céu, você poderia mostrar o certificado: agora eu sou um cristão verdadeiro. Dessa maneira, todas essas coisas artificiais surgiram, mas existe uma realidade por trás disso. A diferença é que a realidade é para as pessoas verdadeiras… e não para as pessoas falsas. Mas esse ritualismo tem crescido muito. Por exemplo, na Índia, nós temos muitos swayambhus… criados pela Kundalini, novamente Eu diria, e que são realmente venerados.

Eu estive na maioria deles e fiquei surpresa ao ver… que a maioria dos pujaris… estavam sofrendo de algum tipo de doença séria. Por exemplo, um era um sujeito paralítico. Ele disse: “Nós estamos servindo este Deus aqui,” “e a Senhora disse que este é um swayambhu,” “então Mãe, por que é que estamos sofrendo desta doença?” Eu disse: “Porque vocês só estão ganhando dinheiro.” “Vocês não podem ganhar dinheiro com Deus.” “Se vocês não querem servir Deus, não fiquem aqui,” “mas se vocês querem servir Deus,” “então vocês podem ficar aqui, mas não ganhem dinheiro com isso.” Isso é muito comum, Eu tenho visto, essas pessoas que ganham dinheiro… contraem paralisia, Eu tenho visto isso. É uma compreensão muito profunda, todos esses elementos, a Mãe Terra, que todos têm sobre tudo. Porque a Kundalini deles não é como a Kundalini de vocês, que embora em Si mesma seja pura, mas por causa dos seus esforços humanos, dos erros humanos, do ego, do superego, de todos os tipos de insensatez, a Kundalini não é tão sensível… nem lhes diz o que está acontecendo. Tem de ser uma espiritualidade muito alerta, sensível dentro de você, através da qual você possa dizer imediatamente o que você pensa, o que você sabe, o que você compreende em relação a qualquer coisa.

Mas o problema é que isso não existe. Por que acontece de você ser tão sensível? Ao contrário, Eu tenho visto, se a mente deles trabalha contra alguém, então eles começam a dizer: “Você está bloqueado nisto, está bloqueado naquilo,” “está bloqueado naquilo.” Na verdade, a pessoa que está dizendo isso é que está bloqueada. Assim, com essa noção, a pessoa tem de entender… que se nós somos o verdadeiro reflexo da Adi Shakti, então nós devemos ser puros, totalmente puros como a neve. Mesmo que uma única gota preta – é por isso que hoje vesti o sari branco – caia no branco, ela aparece. Você deve ser tão puro que qualquer coisa, que qualquer minúscula mancha preta… também deve ser vista por você, e nos outros também deve ser percebida por você. Se essa elevação é alcançada pela vida pura, pelo pensamento puro, pelo coração puro, não é necessário… manipular nada, não, não há nenhuma necessidade, de forma alguma. É tudo natural assim como a Mãe Terra é. Ela manipula alguma coisa? Nada.

Apenas veja como Ela é espontânea. Você coloca uma semente na Mãe Terra e vê como ela germina. Ela é tão espontânea, Sua atividade é tão espontânea, nós nunca nos perguntamos sobre isso. Vejam os diferentes tipos de flores, diferentes tipos de fragrância, diferentes tipos de arbustos e árvores, como Ela faz crescer com tanto equilíbrio em todo lugar. Em cada minúsculo átomo e molécula desta Mãe Terra há sensatez. Assim, diante de nós está o melhor reflexo da Adi Shakti, que é esta Mãe Terra. Portanto primeiro nós devemos respeitar a Mãe Terra. Eu gosto de vocês, porque estão sentados no chão, isso é muito bom. Para a meditação, se vocês puderem se sentar na Mãe Terra, isso será extremamente bom, porque a qualidade especial da Mãe Terra, que Eu também tenho, desafortunadamente, Eu absovo seus problemas. Ela também absorve seu problema… e quando Ela absorve seu problema, você se livra deles sem nenhuma dificuldade.

Assim, se você não pode, digamos, se sentar no chão, então pegue uma pedra, é melhor, ou você você pode ter um mármore, ou algo que seja natural, no qual você deve tentar se sentar. Mas se você se senta no plástico e faz sua meditação, Eu não sei o que vai ajudá-lo – o plástico? É por isso que Eu sempre lhes peço para usarem coisas naturais, porque as coisas naturais podem absorver seus problemas muito bem. Por outro lado, nós também vivemos não naturalmente. Isso acontece no plano físico, também no plano mental. No plano mental, o que fazemos? Nós continuamos argumentando, explicando, isso continua sem parar. Não há fim para isso. A pessoa deve ter dor de cabeça, na verdade, com tudo isso. Mas se você é espontâneo, se você é muito espontâneo, imediatamente você saberá… o que o outro sujeito está tentando fazer ou dizer… ou comunicar.

Você não precisa de muito pensamento sobre isso, porque você pode absorver até mesmo o pensamento de uma outra pessoa. Absorver não significa que você pegue o lado ruim dessa pessoa, mas é como a peneiração. Você absorve o que a outra pessoa está dizendo… e você peneira isso. Agora, o problema desta Adi Shakti é este: Eu decidi que terei todos vocês… entrando em Meu corpo, absorverei todos vocês. É um jogo muito perigoso, Eu sei, mas Eu de fato o joguei, porque espera-se que Eu faça isso nesse estágio, de maneira que Eu devo absorver todos vocês em Meu corpo. Assim, com vocês, todos os seus problemas também entraram em Mim, todos os seus distúrbios também entraram em Mim. Mas absorvendo isso, é como o oceano no qual você é colocado… e você é purificado. Mas e quanto ao oceano? O oceano ainda tem os seus problemas e coisas perdurando… e elas são muito problemáticas. Então a melhor coisa para você seria você se purificar.

A purificação é muito importante através da introspecção. Mas não significa ficar pensando, nunca significa ficar pensando. Mas introspecção significa meditação… e todos vocês devem meditar. Eu devo lhes dizer, nós tivemos uma reunião de líderes… e eles vieram e se sentaram na sala de estar. Assim que eles se reuniram, Eu tive uma dor muito forte no estômago… e Eu tive uma diarreia intensa que vocês não podem acreditar. Agora, quem tinha esses problemas, Eu não sei. Quem trouxe esses problemas, Eu não sei. Mas como uma Mãe, como uma Mãe, Eu não Me importo com nada, contanto que todos vocês fiquem bem e purificados. Exatamente como a Mãe Terra cuida de vocês, Eu também cuido de vocês. E exatamente como a Mãe Terra os ama, Eu também os amo, quer você seja ruim ou bom não é o ponto.

Mas para serem gentis Comigo, se vocês puderem tentar… ser realmente bons Sahaja Yogis, não exibicionistas, não como negociantes, não do tipo que só fica pensando, não argumentadores, não críticos com os outros, se vocês só tentarem meditar todo dia de 10 a 15 minutos, Eu lhes digo, Minha saúde será excelente. Porque Eu tomei suas injeções internamente… e elas começam a torturar Minha vida por nada. Vejam então, agora, isso é um risco que corri… e Eu tenho certeza que todos vocês são pessoas muito sensatas, e vocês compreenderão que sua Mãe não deve sofrer. Isso é uma crucificação diária para Mim às vezes, e Eu não sei o que dizer. Por exemplo, outro dia em Delhi, um senhor que é um líder veio a Mim para se encontrar Comigo, e Meu pé começou a ficar deste jeito e doendo muito. Eu não sabia o que falar com ele, como “saia agora”, porque Eu simplesmente não posso magoá-lo. Mas Eu disse: “Qual é o problema?” “Onde você esteve? O que você fez?” E então ele percebeu e saiu, e realmente aquilo melhorou.

A proximidade também, Eu acho, tem um efeito, porque se um homem assim ou uma mulher assim… está cheia de problemas e ela se aproxima muito de Minha atenção, então Eu tenho de aceitar a cruz, é desse jeito. Uma compreensão muito simples deveria ser: “Por que nós estamos na Sahaja Yoga?” Nós estamos na Sahaja Yoga para ascender, para ir cada vez mais alto, do mesmo modo que vocês cantaram ontem. Foi muito divertido ontem a forma como vocês falaram… sobre sua ambição de ser cada vez mais elevado. Realmente aquilo deu muita alegria, sem dúvida. Mas o que estamos fazendo em relação a isso, o que estamos tentando em relação a isso, nós devemos observar. Nós devemos pensar seriamente: nós estamos meditando? Todos nós estamos fazendo algo para elevar os outros também, para dar a Realização aos outros? Especialmente as mulheres, Eu tenho observado, não fazem muito isso, o que é muito ruim, porque vocês são as mães. Vocês têm de fazer o máximo para dar a Realização aos outros.

Mas os homens são mais ativos dessa maneira e as mulheres não são. Assim, isso funciona ao contrário. Agora, por um lado os homens são, Eu acho, são ativos, mas não meditam. As mulheres meditam e os homens fazem o trabalho externo, é de certa forma meio-período… ou vocês podem chamar isso de uma boa… divisão de trabalho: “Vocês meditam em casa…” “e todos nós iremos para fora”. Isso não vai dar certo. Portanto a pessoa tem de meditar e também tem de sair… para expandir a Sahaja Yoga. Ambas as coisas têm de ser feitas. Vamos supor, agora você medita e não expande a Sahaja Yoga, você nunca ascenderá. Por que, afinal de contas, esta Kundalini, Ela é uma mulher sensata, Ela é muito sensata. Ela pensa: “Por que Eu deveria fazer dela uma santa?”

“De que adianta?” A Sahaja Yoga não é individualista, não é para uma única pessoa se tornar um santo… e se sentar em algum lugar, ela não é assim. Ela não se destina a uma única pessoa, para si mesma, Ela não é individualista. Ela é um acontecimento coletivo. Portanto, se você não está ajudando o coletivo, a Kundalini diz: “Tudo bem, você está bem do jeito que está”, exatamente como nosso corpo. Em nosso corpo, se um órgão diz: “Tudo bem, agora eu estou bem,” “eu não vou trabalhar”, ou uma célula diz: “Eu não vou crescer agora, está tudo bem.” “Por que deveria me preocupar com o corpo inteiro? “, isso não funcionará. É um organismo vivo, Eu lhes disse centenas de vezes, quando é um organismo vivo, ele tem de crescer, tem de crescer e também de absorver. Para ter energia, você tem de meditar e você tem de crescer.

Se você não crescer, você está acabado. Você não é mais um Sahaja Yogi. Eu não chamaria de Sahaja Yogi… uma pessoa que não dá nem mesmo a Realização a uma única pessoa. Não pode ser um Sahaja Yogi, o Sahaja Yogi tem de dar a Realização aos outros. Além de outras atividades, a atividade principal deve ser: como nós daremos a Realização aos outros. A menos e até que realmente cuidemos desse lado da vida, nós nunca, nunca poderemos crescer na Sahaja Yoga. Por exemplo agora, peguem como exemplo a Minha situação. Eu estou bem, Eu sou completa, não tenho nenhum problema. Mas por que Eu trabalhei tão arduamente… e quis ter tantos Sahaja Yogis? Por quê?

Qual foi o motivo? Não tenho de crescer também, já sou crescida demais. Eu não tenho de fazer isso, mas por quê? Qual é a necessidade? A necessidade é assim: a necessidade é do amor. Eu tenho tanto amor que tenho de canalizá-lo, Se Eu não canalizá-lo, Eu sufocarei, não consigo amar a Mim mesma. Assim, este amor tem de se espalhar. Para isso, Eu tenho de ter vocês, que podem levar esse amor aos outros e torná-los felizes. Esse é um tipo de visão que Eu tenho… e nessa época especial, isso foi prometido por muitas pessoas, por muitos santos, e é tão óbvio… que todos vocês foram especialmente escolhidos para esse tipo de coisa. Agora, até que ponto você compreende a sua importância… é uma questão diferente.

Você faz por sua emancipação, tudo bem, você medita. Mas se você não está canalizando o amor, o Amor Divino, de que adianta? Agora, vamos supor que Eu conserte algo muito bem, Eu conserto bem este equipamento, o corrijo, faço tudo, e não falo, de que adianta ter isto? Da mesma maneira, se você trabalha muito duro… Eu conheço pessoas que se levantam às 4:00hs em ponto, tomam banho, meditam, se sentam, à noite, novamente elas se sentam para meditar. Mas elas nunca saem, elas nunca falam com os outros, nunca propagam a Sahaja Yoga. Elas não dão o Amor Divino aos outros, então como este grande problema do mundo pode ser resolvido, de que não tem nenhum amor nele? O mundo nunca conheceu o Amor Divino… Isso tem de ser dado a eles. Eles têm de sentir este Amor Divino, este Poder da Adi Shakti. Eles têm de conhecê-Lo, senão você tem sido egoísta, Eu diria, pois você teve um bom momento tendo tudo isso… e não o deu aos outros. Essa é a razão pela qual a Sahaja Yoga falha às vezes para criar… uma personalidade apropriadamente equilibrada em um ser humano.

Algumas pessoas são assim: agora, vamos supor… que um Sahaja Yogi se casou com outro Sahaja Yogi, pegue uma situação assim. Agora, Meu desejo é que eles devem desenvolver… uma completa compreensão um do outro, o amor um pelo outro, mas também o amor pela Sahaja Yoga e pelos outros. Essa é a única forma pela qual… podemos justificar o casamento na Sahaja Yoga, do contrário, por que eles deveriam se casar? Mas não acontece assim. O que acontece é que uma vez que eles se casem, então ou eles discutirão, ou eles pedirão o divórcio, se isso não acontecer afortunadamente, porque na Sahaja Yoga é tão fácil se casar. Se isso não acontece, então eles começam a ter sua própria família, suas próprias casas, eles novamente estão se tornando… muito pequenos, muito, muito pequenos, muito limitados. Você veio para a Sahaja Yoga para isso? Você tem de se dar conta de sua responsabilidade. Vejam esta Mãe Terra, o modo como Ela conhece Sua responsabilidade. Ela é feita apenas de terra, algum barro, mas olhem para Ela.

Como Ela é consciente, como Ela é minuciosa, como Ela realiza isso, como Ela é atenciosa, como Ela é cuidadosa. Enquanto vocês, embora tenham sido tão abençoados por tudo, vocês estão pensando em dar isso aos outros? Com 12 discípulos, seja qual fosse o problema do Cristianismo, quero dizer, aquilo não era um trabalho nada bom, Eu devo dizer, mas ainda assim o Cristianismo se espalhou. O Islã não era um trabalho muito bom também, ele se espalhou. Todos esses trabalhos ruins se espalharam tanto, então por que não o bom trabalho da Sahaja Yoga? Ela tem de se espalhar, ela tem de ir a vários lugares. Tente e descubra onde você pode ir e falar sobre ela… e fazer algo bom aos outros e ajudá-los de algum modo… a se elevarem acima dessa… existência comum de miséria, infelicidade e destruição. O tempo é muito curto e Eu acho que se você observar o tempo, a taxa na qual estamos nos movendo não é adequada. Nós temos de ser muito mais rápidos, nós temos de ir muito mais adiante, e nós temos de formar muito mais Sahaja Yogis… através de nosso esforço muito intenso e consistente. Mas nós – ela é um assunto secundário, ela é de passagem, a Sahaja Yoga é de passagem.

E isso é onde nós estamos falhando em nossa responsabilidade. Nós temos de aprender a partir da Mãe Terra. Você pode dizer: “Mataji, como podemos ser como a Senhora?” “Afinal de contas, a Senhora é a Adi Shakti.” Muitas pessoas dizem: “A Senhora é a Adi Shakti, e daí?” “Com um dedo, a Senhora pode mover coisas deste jeito.” Mas por que Eu deveria? Por que Eu deveria? Qual é a necessidade? Assim, nesse reflexo em que você é Eu, nesse reflexo em que a Mãe Terra é Eu, nessa bela criação dentro de você, você tem de se tornar muito sensível às necessidades do mundo.

Qual é a necessidade deste mundo? Hoje, se vocês falharem, a coisa toda falhará para sempre. Somente muito poucos estarão lá. Portanto, a necessidade para vocês é… difundir a Sahaja Yoga, porque esse amor… não é somente para vocês, não é para ser desfrutado por vocês, mas é para ser desfrutado… por tantas pessoas quanto for possível neste mundo inteiro. Assim, hoje, nós temos de decidir: como filhos da Adi Shakti, nós temos de fazer o máximo, em todo lugar, em cada canto, nós temos de gritar e temos de dizer em voz alta… qual é o momento no qual estamos vivendo… e qual é a responsabilidade… que vocês têm de cumprir como Sahaja Yogis. Deve haver alguma razão pela qual vocês estão aqui. Por exemplo, no começo, os Sahaja Yogis costumavam Me perguntar: “Mãe, eu fui isto na vida passada?” “Eu fui Shivaji na vida passada?” Eu disse: “De que adianta?” “Você pode ter sido qualquer coisa, mas o que você é hoje é muito mais elevado.”

Tentem entender. Você pode ter sido, digamos, Napoleão, pode ter sido, digamos, um dos reis ou talvez a rainha de algum lugar. E daí? O que eles fizeram? Eles elevaram a Kundalini de alguém? Eles tinham algum poder? Mesmo os discípulos de Cristo… ou mesmo os discípulos do Profeta Maomé, qualquer um, eles fizeram isso? Eles tinham alguma compreensão da Kundalini? Eles tinham algum amor pelos outros… de modo que eles deveriam dar a Realização às pessoas? Houve alguns sufis, eles nunca deram a Realização a ninguém.

Houve tantos santos que nunca deram a Realização a ninguém. O Profeta Maomé nunca deu a Realização a ninguém. Gautama Buddha nunca deu a Realização a ninguém, pensem nisso. Cristo nunca deu a Realização a ninguém, ninguém. Krishna não fez isso, Rama não fez isso. Ninguém, mas vocês podem fazer isso. Vocês podem fazer isso e vocês sabem tudo sobre a Kundalini. Isso é algo muito grandioso porque vocês são filhos da Adi Shakti. Vocês estão aqui e sua Mãe está aqui. É algo muito, muito afortunado para Mim vocês estarem aqui.

Eu sou muito orgulhosa de vocês, mas repetidamente tenho de lhes dizer… que o trabalho tem de ser feito com uma velocidade mais rápida, nós temos de nos mover com uma velocidade mais rápida… e conseguir mais pessoas para a Sahaja Yoga. É bastante, bastante difícil para Mim dizer algo forçosamente, essa não é Minha natureza, você sabem disso. Eu não posso perder a paciência e não posso ficar zangada, e Eu não posso forçosamente dizer algo a você, mas se você falha, então a única coisa que acontecerá é que você falhou Comigo completamente. Significa isso, nada menos do que isso. E se você não quer fazê-lo, então Eu pediria a todos vocês que façam uma promessa hoje… de que vocês difundirão a Sahaja Yoga… e falarão sobre a Sahaja Yoga, saberão sobre a Sahaja Yoga. Há muitos que não sabem nada. Isso é também muito surpreendente, eles são Sahaja Yogis, eles não sabem nada. E não criem problemas para Mim, como casamentos: “Nós não podemos viver agora com a esposa, não podemos viver com o esposo.” Todos os tipos de problemas insensatos, as pessoas criam para Mim na Sahaja Yoga. Você está aqui para criar problemas ou para remover os problemas dos outros?

Assim, de modo geral, nós temos atuado bem, Eu devo dizer, mas isso não é o final. Nós temos de trabalhar mais rápido, com mais entusiamo e alegremente. Você não sabe que alegria você tem quando você dá a Realização a alguém. O momento mais alegre é quando você dá a Realização aos outros. Apenas tente, você deve tentar uma vez, você desfrutará isso, então você irá querer cada vez mais. Agora, depois da Sahaja Yoga, realmente o desejo desaparece neste desejo: “Meu Deus, este homem está chegando,” “eu devo chamá-lo e lhe dar a Realização?” Na rua, você terá vontade de chamá-lo: “Venha aqui, venha aqui,” “eu quero lhe dar algo”, então você o faz se sentar, lhe dá a Realização. Este será o seu estilo, como louco, você dirá: “Não, não, olhe para isto,” “este senhor não tem a Realização, vamos lhe dar”. Você terá de ir às igrejas, você terá de ir às universidades, você terá de ir a todas essas congregações… onde eles não têm nenhuma ideia sobre o que eles podem alcançar, e então lhes dizer sem nenhum medo, sem nenhuma malícia. Você pode lhes falar e você deve lhes falar: “Agora, nós estamos aqui ajudá-los, para seu bem.”

“Não viemos para o nosso bem, mas para o seu bem, agora, nos ouçam.” E Eu tenho certeza, tenho muita certeza… de que a Kundalini dentro de você ficará muito feliz. Ela não está feliz, Ela não fica feliz com pessoas… que não A estão usando totalmente. Então Ela ficará muito feliz em ajudá-lo e fazer o necessário… para a emancipação do mundo inteiro. Que Deus os abençoe.