Shri Ganesha Puja: O dharma tem de estar presente para sua ascensão

Cabella Ligure, Campus (Itália)

Feedback
Share

Shri Ganesha Puja Cabella, Itália, 07.09.1997

Hoje nós vamos venerar Shri Ganesha. É dito sobre Ele que… Ele é a primeira Divindade que foi criada nesta Terra… pela Adi Shakti. E sobre Sua criação, vocês conhecem a história. E vocês também sabem… como uma cabeça de elefante foi colocada Nele. Hoje Eu vou lhes falar sobre algo mais sutil… sobre Ele, a Kundalini e a Mãe Terra. Ele foi feito a partir da Mãe Terra, com as vibrações de Sua Mãe. Agora, o significado da Mãe Terra, nós nunca entendemos. Agora, olhem para a Mãe Terra, Ela é Aquela que produz todos os tipos… de belas flores, de diferentes fragrâncias, de diferentes naturezas, cores, alturas. As árvores são diferentes. As árvores, quando elas crescem, elas crescem de tal maneira que cada folha, cada folha dessa árvore recebe o sol. Observem o senso coletivo… que nos é dado por esta Mãe Terra.

Nós nunca percebemos que esta Mãe Terra… está nos dando tudo que precisamos, e o sol ajuda a Mãe Terra, coopera, coordena com Ela. Para ir adiante com isso, você viram aquele quadro… onde a Kundalini está saindo da Mãe Terra, e metade Dela é vista. Assim, o que essa Kundalini faz por nós? Ou o que esta Mãe Terra faz por nós? A Kundalini deixa a Mãe Terra como um reflexo, e o que Ela faz dentro de nós… para nos desenvolver? De qual maneira? Portanto, Ela é o Poder Primordial… que está saindo da Mãe Terra. A Mãe Terra, Ela própria age como uma Mãe. Ela cuida de vocês, Ela lhes dá tudo que vocês precisam, e uma outra coisa milagrosa é… que a árvore mais alta é um coqueiro, e um coco nunca cairá… sobre nenhuma criatura ou nenhum ser humano. Isso significa que todo pensamento, toda compreensão, toda consciência, toda percepção está vindo da Mãe Terra.

Mas nós nunca entendemos. Na realidade, não damos o devido valor a isso. Agora, o que Ela faz por nós, por nós seres humanos? Ela é o Poder Primordial. O que Ela faz é formar dentro de nós, o que nós podemos chamar, restrições primordiais… ou tabus primordiais ou dharmas primordiais. Por exemplo, vejam o aço que está aqui. Ele tem seu próprio dharma. Ele não pode se comportar como a madeira. A madeira tem seu próprio dharma, ela não pode se comportar como a prata. Todos eles têm seu dharma e eles estão limitados neste dharma.

Tudo que está na natureza têm seu próprio dharma. Se você observar o tigre, se você observar o leão, se você observar um mangusto ou se você observar uma cobra, todos eles têm seu dharma, seu estilo, tudo deles próprios. É muito surpreendente o modo como eles estão limitados por isso. Uma vez no Prathisthan, Eu fui do outro lado para o Meu quarto… e Eu vi uma cobra muito grande sair de um buraco. É claro, Eu estava muito distante dela, mas ela sentiu Minhas vibrações e começou a fugir. Ela caiu na piscina e não saiu. Então alguém foi e a matou… e trouxe seu corpo para lá. Eu fiquei surpresa, ela era muito grande, com cerca de dois metros, mas ela estava entrelaçada em si mesma em um padrão muito bonito, surpreendentemente, quando ela estava lá, tudo bem. Então o que eles fizeram? Eles disseram: “Mãe, se nós a deixarmos,” “ela cairá na água e voltará a vida novamente.”

“então o que devemos fazer?” Eu disse: “Deixe-a então. O que vocês fazem?” Eles disseram: “Nós a queimamos”. Então eles queimaram a cobra. Mas a fêmea da cobra saiu após dez dias. Eles disseram: “Deve haver uma fêmea”, e ela estava procurando por ele, quando de repente alguém a viu. Eles a mataram também, eles a mataram. e ela também fez o mesmo tipo de padrão, Eu fiquei impressionada, um padrão muito bonito… do corpo dando voltas, deste jeito, deste jeito, deste jeito. Exatamente o mesmo, ela também fez.

Então Eu fiquei surpresa ao ver como essa “senhora” sabe… imitar “seu marido”? Ela o fez e quando nós a queimamos, ela foi liquidada, é claro, ambos foram mortos. Mas o que Eu senti é que os animais, os rastejadores, aqueles que rastejam continuamente, outras pessoas também, todo tipo de animal, a biologia inteira, Eu estudei, Eu fiquei impressionada ao ver… que todo tipo de animal tem… o mesmo exato exemplo de comportamento. Por exemplo, você pode colocar o cachorro na água, ele nadará, mas o gato talvez não. É uma coisa que está incorporada, o dharma, o que Eu chamo de tabus primordiais. Nós temos, da mesma maneira, tabus primordiais… formados dentro de nós, que são o dharma. Um ser humano tem de ser assim. Se ele tenta ser alguma outra coisa, algo dá errado com sua vida. É como, digamos, se você tem um vidro, você o deixa cair no chão, ele quebrará, esse é o dharma. Da mesma maneira, quando os seres humanos… começam a se desviar da linha do dharma, eles se metem em dificuldades.

Mas é somente os seres humanos que podem fazer isso. Somente eles podem passar por cima desses tabus, esses tabus primordiais, e podem se tornar horríveis. Você observa um indivíduo, às vezes Eu Me pergunto o que há de errado com ele. Ele tem uma boa casa, uma esposa muito boa, tudo, então ele tem uma amante, qual é a necessidade? Para um homem, é primordial que ele tenha… uma única esposa e ela, um único marido. É um tabu, assim que você se desvia disso, algo dá errado. Agora, quem pune ou quem corrige ou quem destrói… e esse Poder Primordial que chamamos de Paramchaitanya. Se você conseguir entender, isso é uma estrutura. Digamos que esta é a estrutura deste hangar, agora, se vocês querem quebrá-la, vocês podem quebrá-la… porque vocês são seres humanos, mas ela ficará quebrada. Simples assim.

Nós temos de entender que somos seres humanos… e não podemos fazer coisas que são contra nosso dharma. Agora, por que o dharma? O dharma tem de estar presente para nossa ascensão. Agora, o homem, em sua inteligência e em seu progressismo… acha que qualquer coisa que faça: “O que há de errado?” Especialmente no ocidente, isso é muito comum. Mas Eu devo dizer, para o povo aborígene, ou as pessoas que são, quero dizer, Eu não sei se devemos chamar os índios de aborígenes ou não. Mas são essas pessoas que foram conscientizadas… de seus tabus primordiais de algum modo. O modo como os animais sabem o que é ruim para eles, e esse conhecimento estava presente nesses aborígenes. Hoje nós estamos aqui com os australianos, e na Austrália, os aborígenes são muitos. Eu fiquei surpresa, a maior parte das palavres deles eram em Sânscrito.

Então talvez eles tenham recebido isso da Índia… ou talvez eles vieram de lá da Índia. Eles têm muitas palavras que são do Sânscrito. Então Eu comecei a pensar sobre eles. Normalmente os aborígenes – digamos na Índia, nós temos aborígenes. Nós os chamamos de “gorn, korku, peel”. Nós tínhamos uma senhora que era uma empregada doméstica, Gaynabai era seu nome, ela era uma cozinheira excelente, mas ela tinha suas maryadas. O tempo todo, por exemplo, se Meu pai viesse, ela imediatamente cobriria a cabeça dela… e entraria em outra sala, para respeitá-lo. Ninguém lhe falou para fazer isso. O sistema de casamentos deles era também surpreendentemente muito bom, e seus relacionamentos com os filhos eram também muito bons. De um modo ou de outro, em Minha infância, Eu encontrei muitos deles, porque Eu também tinha o hábito de ir para as florestas… onde Eu os encontrava e Eu ficava surpresa, eles não bebiam, isso que Eu estou lhes contando era há cerca de 60 anos atrás, talvez mais.

Eles não bebiam, muito “lajashi”, significa “com vergonha de tudo”. Uma questão de, um tipo de reputação, para eles, era importante. Eles nunca roubariam qualquer coisa, e Eu ficava realmente muito impressionada ao ver… como aquelas pessoas eram tão dhármicas, tão boas e felizes. Eles viviam em cabanas, eles não se importavam, mas eles eram pessoas muito limpas e asseadas. Isso está mudado agora. As mesmas pessoas mudaram tanto. Eles eram como pessoas sagradas, Eu lhes digo, pessoas santas. Eles veneram a Mãe, eles veneram a Mãe Terra, nada mais. E Eu perguntei a essa senhora: “Por que você venera a Mãe Terra?” Ela disse: “Ela nos dá tudo.

Ela é somente uma Mãe,” “nós vivemos em florestas, Ela cuida de nós,” “e Ela é a pessoa mais consciente,” “Ela sabe que nós estamos lá e ela tem de cuidar de nós.” Mesmo para tirar algumas folhas das árvores, eles costumavam pensar sobre isso. Mas então os missionários vieram, eles os converteram, eles lhes deram saias e blusas e Eu não sei o que todos eles fizeram. Mas Gaynabai não aceitou, ela disse: “O que é isto?” “Por que eu deveria usar uma roupa assim,” “onde o corpo inteiro fica exposto?” “Não, eu vestirei um sari, não posso abrir mão dele.” “Por que eu deveria vestir esse tipo de roupa inútil?” Mas quando eles se encontraram com essas assim chamadas pessoas avançadas, muitos deles começaram a viver assim. Eles disseram: “Vocês não têm nenhuma liberdade;” “vocês estão apenas limitados por algo, por alguém”. Mas na verdade, eles eram limitados pelo sagrado, pela compreensão divina… e então eles começaram a mudar.

Ela estava bem, seu marido estava bem, mas o filho dela começou a beber, esse é o começo do fim, depois jogos de azar e todos os tipos de coisa, ele começou. Depois o neto dela começou a ir para prostitutas, e a ideia eram somente esta: “Nós somos livres, o que há de errado?” Agora, esses tabus primordiais estão em vocês, formados, eles estão lá. Eles existem talvez em um estado potencial, talvez vocês os reprimiram, talvez vocês os “desligaram”, mas eles estão lá, eles estão lá o tempo todo, e isto é o que nós dizemos: vocês estão deixando as maryadas, ou então nós dizemos que vocês estão insultando Shri Ganesha. Assim, quando a Mãe criou este universo, a primeira Divindade foi Shri Ganesha. A auspiciosidade foi criada. Agora, nós não entendemos o que é a auspiciosidade. Auspiciosidade é uma completa compreensão… das restrições primordiais e também do protocolo. Por exemplo, na Índia, todos nós fazíamos assim, embora Eu estivesse em uma família cristã, antes de tocar na Mãe Terra ao levantar da cama, nós dizíamos: “Oh Mãe Terra, por favor nos perdoe,” “porque nós estamos tocando a Senhora com nossos pés”. Assim, o respeito pela Mãe Terra e pela natureza… está formado dentro de nós, é parte integrante, nós somos partes integrantes desse todo, podemos chamar de todo o universo.

Mas quando você está envolvido com essa ideia insensata de liberdade, então você está abandonando sua Mãe Terra, a sua própria gravidade reduz. Esta Mãe Terra tem de nos ensinar, enquanto nós estamos saqueando. Agora há de tudo, ecologia, as pessoas da ecologia estão tentando. Tudo que é externo é também interno. Se você quer explorar sua Mãe dentro de você, ou se você quer perturbar sua Mãe dentro de você, você também pode perturbar esta Mãe Terra. Agora, o que substituiu nossa compreensão é muito simples, é que estamos prestando mais atenção no dinheiro. Se você pode cortar uma árvore, você diz: “Para ganhar dinheiro”, então isso está ferindo a Mãe. Mas se você está cortando a árvore para embelezá-La, então Ela fica feliz. O discernimento Dela é tão maravilhoso, vejam a forma como Ela produz flores. Diferentes, diferentes tipos de flores.

Em diferentes países, diferentes tipos de flores. Por exemplo, Eu vi em Meu país que as flores são extremamente perfumadas, muito perfumadas. E Ela entende tanto. Uma vez Eu fui à Austrália e essa flor que vocês chamam de hibisco, é uma flor vermelha, ela se torna rosa e depois vermelha, imaginem, ela primeiro se torna rosa… e depois gradualmente se torna vermelha. Mesmo o girassol fica virando sua face para o sol. Agora, como você pode dizer que não há nenhuma conexão… entre um girassol e o sol? Automaticamente ele continua mudando. Assim, esses hibiscos são as flores… que usamos para venerar Shri Ganesha, e o programa era venerar Shri Ganesha. No caminho, Eu vi muitas árvores de hibisco, simplesmente florescendo. Eu disse: “Nesta época, tantas flores”.

Eu disse: “Eu acho que é melhor vocês pegarem estas flores para o puja”. Eu fui e quando cheguei no salão, todos os Sahaja Yogis tinham pego hibiscos por conta própria. Eu nunca lhes falei, simplesmente por conta própria. Eles não sabiam que ele deve ser usado para Shri Ganesha, mas a Mãe Terra, Ela própria criou naquele momento. Essa é a época de Shri Ganesha quando você devem ter hibiscos. É notável como a natureza está tão dentro de nós… e como isso, seja o que for que está dentro de nós, guia externamente e recebe as bênçãos. Nós não somos algo separado. Esta Mãe Terra é nosso lar, nós temos um lar Nela e Ela tem um lar dentro de nós. Eu disse hoje isto em relação a Shri Ganesha: Ele tinha um corpo de barro, apenas de barro comum. Então você pode imaginar.

Se você realmente puder pensar sobre isso, como este universo inteiro nos criou, tudo isso está dentro de nós… e quando nós tentamos ferir algo, então nós estamos nos ferindo. A inteligência da Mãe Terra, Eu tenho observado desde a Minha infância. É uma coisa tão bela conhecer a natureza e a Mãe Terra, é por isso que todos os santos, na Índia especialmente, costumavam ir e viver na floresta. Somente na floresta, você poderia ver claramente… como essa restrição primordial era totalmente obedecida, totalmente obedecida, naturalmente pela natureza. Para nós, isso é difícil, nós somos pessoas bastante “livres”. Então coisas simples, coisas simples como uma mulher… deveria estar sempre coberta apropriadamente em seu corpo. Porque ela respeita o corpo dela, ela respeita a castidade dela. Mas se você falar isso com alguém, eles não darão ouvidos. Por exemplo, vejam as sempre-vivas, elas estão sempre cobertas, nenhuma folha cai. Eu as chamo de “fêmeas”… e as outras árvores, os caducifólios, elas de fato perdem suas folhas, então Eu as chamo de “homens”.

Porque eles são homens. Aqui é o oposto, Eu tenho visto, se Eu ia para qualquer festa, de um modo ou de outro, eles achavam que Eu era uma pessoa muito serena. Você encontra alguém, imediatamente, o homem se abotoará… e as mulheres se abrirão. Eu disse que o cérebro inteiro, daqui foi para este lado… e este aqui foi para este lado. É tão estúpido. Mas mesmo a Sra, Thatcher, eles disseram que ela dsse… que em nossa cultura as mulheres devem expor o corpo delas. Para quê? Elas são prostitutas ou o quê? Assim, essa loucura de exposição do corpo… de tornou tão forte agora que mesmo na Índia, não nas ruas ou em casa, mas no cinema, nos filmes, você vê mulheres, realmente isso nunca acontece na Índia. O que você vê nos filmes, nunca acontece.

Se elas começarem a usar roupas assim, muitas pessoas jogarão pedras nelas. Então todos os outros tipos de, Eu não diria “torpe”, mas coisas muito grotescas… aconteceram, como por exemplo, Eu não consigo entender… homem tendo relacionamento com homem, mulher tendo relacionamento com mulher, e crianças, e isso e aquilo e aquilo. Nós não conhecíamos essas coisas na Índia, Eu não conhecia. Por quê? Por que isso aconteceu aqui? Eu não acho que há 50 anos atrás, eles faziam isso… também nesses países. Por que nos abandonamos nosso senso de vergonha? E esse tipo de insensatez que surgiu em nós, Eu acho que deve ser alguns bhoots neles ou badhas neles… ou algo horrível, mas isso é algo totalmente não natural. Absurdo. Então um homem casado tendo olhos em mulheres não casadas… e homens não casados estão tendo relacionamentos.

Todos os tipos de coisas, as pessoas fazem. E vocês não acreditarão, isso não acontece na Índia. Realmente Eu lhes falo, hoje em dia isso meio que se espalha, mas Eu diria que em boas famílias, vocês não têm isso. Alguém Me disse que há AIDS na Índia. Sim, porque eles tomam banho no rio. Se eles pararem de tomar banho no rio, isso irá parar. Eu fui uma estudante de medicina, Eu estudei, Eu vim de uma família muito aberta, Eu nunca soube dessas coisas, que os homens podem fazer coisas assim, é estúpido. Mesmo no hospício na Índia, nós nunca ouvimos esses relatos. Isso é absurdo. Vejam as crianças.

Outro dia, Guido Me deu um presente de uma menina… que estava se sentindo acanhada, a menininha estava segurando seu vestido deste jeito e sentindo-se acanhada. Acanhamento é o ornamento das mulheres. Todas as crianças são acanhadas. Eu Me lembro de Minha neta, uma vez ela estava vendo uma revista, ela era muito pequena, dois anos mais ou menos. Então ela viu uma mulher de biquini ou algo assim, ela estava batendo nela: “O que você está fazendo?” Ela viu na revista. “Minha avó virá e lhe dará dois tapas, cale-se!” “Por favor, vista suas roupas”. Elas não fariam isso. As crianças não gostam, vocês notaram isso?

Eu não sei se elas forem avançadas, mas normalmente as crianças não gostam disso, dessa falta de vergonha. Mas a falta de vergonha foi a tal limite que… para as pessoas, ficarem nuas e um avanço muito grande. Isso não é nada. Alguém Me disse que queria salvar os aborígenes, mas eles estavam tão, tão impressionados com os brancos… que eles aceitaram tudo. Mas eles estavam tendo até mesmo relacionamentos… com suas próprias irmãs, filhas, mães. Competição. Esses são os assuntos sobre os quais é hediondo falar… e Eu não posso entender… como um ser humano pode chegar a esse nível. E nesse momento, nós temos a Sahaja Yoga, onde vocês se tornaram conscientes, conscientes de seus tabus naturais. Isso existe, porque Eu lhes falei, potencialmente existe, está iluminado e de repente vocês aceitaram. Eu nunca tive tanta expectativa, Eu lhes digo, mas vocês aceitaram isso, e não somente isso, mas vocês estão desfrutando, estão praticando.

Vejam as vidas de todos os grandes santos. Vocês não podem ter algo, como por exemplo Diana, eles irão chamá-la de santa. Ela não tinha nenhuma maryada. “Oh, eu tenho empatia por ela porque…” “seu marido a torturou” ou talvez algo assim, mas as maryadas são muito importantes. Como ela pode ser uma santa? Agora, se você apenas se torna um ser humano comum, que tem seus tabus, que compreende, que está consciente, então eles dirão: “Oh, que homem ele era”, Quero dizer, isso é o que ele era, ele nasceu assim, então um homem assim é louvado, no ocidente especialmente. Também por outro lado é que… agora a maioria é a lei. Se a maioria é estúpida, então toda a estupidez é considerada como grandiosa. Eles não têm cérebro, eles não têm nenhuma inteligência… para entender como essas coisas podem ajudar; o álcool por exemplo. Quero dizer, o álcool, ele não fez nenhum bem a ninguém, mas o álcool, sem álcool você é imprestável.

Eles não falarão com você, eles dizem que… a menos e até que você beba álcool, você não pode falar. Isso tão exacerbado, está tão presente na sociedade… que todas as festas que Eu compareci, exceto Eu e Meu marido, todo mundo estava bebendo… e bebendo muito mais do que o normal porque era de graça. Todas elas são venenos, todas essas bebidas são venenos… nos estragando completamente, todas elas. Este é um tabu agora, cigarros. Imaginem, por que fumar? Eu não entendo, as pessoas estão fumando como uma chaminé. Mas elas não têm coragem de abandonar isso agora. Em todo lugar, não fume, não fume, não fume. Quando eles começarão “Não beba”? Todo mundo vê que isso é tão perigoso.

É contra a consciência humana, todo mundo vê isso. Você vê pessoas caindo, você vê pessoas xingando umas às outras, brigando. Eu lhes digo, se vocês cessarem esse alcoolismo, toda essa falta de vergonha irá embora. Porque quando você bebe álcool, sua consciência fica reduzida. Um alcoólatra Me disse: “Quando Eu bebo álcool, eu não vejo minha irmã como minha irmã,” “mas eu a vejo como minha amada”. “Bem, como você faz isso?” “Sim”. Mas para todos os status sociais e tudo mais, você deve beber. Agora, nós nem mesmo entendemos como… os nossos tabus primordiais são completamente demolidos… pela sociedade aqui. A coisa simples é que… para compreender o seu próprio Si… é melhor algumas vezes observar as pessoas estúpidas.

Você ficará surpreso ao ver que tipo de coisas elas estão fazendo, porque Eu tenho visto, Eu ficava muito impressionada, o que elas estão fazendo? E então para acobertar isso, para acobertar isso, eles têm etiquetas, muito elitista. Eles falam de uma maneira muito especial, movem-se de uma forma muito, Eu deveria dizer, como uma pessoa treinada… e qualquer um que não faça isso está fora do alcance da vista deles. Eles acham que falta elitismo na pessoa. Assim, uma outra ideia é que nós temos de ser elite. Ganesha, como foi feito, vocês veem isso. Olhem para Ele. Ele não é de forma alguma elite. Ele come como um glutão… e Ele olha para você… como se Ele fosse bater em você com Sua maça. Para Ganesha, não há perdão.

Quando Ele se tornou Cristo, lá Ele desenvolveu. Eu não sei como isso aconteceu, mas como Ganesha, não há perdão de forma alguma. Não tentem pedir o perdão de Shri Ganesha, Ele nunca perdoará, mesmo se Sua Mãe disser: “Agora, é melhor você perdoar”. “Não, isso Eu não farei”. Ele nunca perdoa. Somente então isso chega ao ponto em que a Mãe tem de dizer: “Eu o perdoo”, então Ele pode fazer isso, porque uma coisa a respeito Dele é… que Ele é extremamente obediente à Sua Mãe, totalmente. Então se a Mãe perdoou, acabou-se. Mas do contrário, Ele nunca, nunca perdoará. E é por isso que todos os tipos dessas doenças horríveis estão aqui. Milhares delas.

Também se você não O respeita, então a impotência pode surgir… ou a AIDS e… todas essas doenças sexualmente transmissíveis que as pessoas têm. Eu tive um momento muito ruim com pessoas que sofriam… dessas doenças sexualmente transmissíveis, porque Shri Ganesha aceita o Meu perdão, mas sempre que Ele tem uma chance, novamente Ele volta. Agora vejam, Eles são divindades com Seu próprio dharma. Eles também têm Seu próprio dharma. Ele lhes dá muitas coisas, Ele lhes dá… principalmente sabedoria, discernimento, compreensão, mas se você não obedecê-Lo, as qualidades Dele, então Ele é um homem muito difícil. Então dizer a alguém: “Não faça isso”, é muito difícil, mas a natureza faz uma trégua. Se você quer ficar doente, não é difícil, mas para você ficar curado no Muladhara é muito, muito difícil. Você fica curado, sem dúvida, no final das contas, mas a doença mais difícil é do Muladhara. Ele é uma criança, tudo bem, Ele é uma eterna criança, Ele é a inocência, apesar de tudo isso, Ele não consegue perdoá-lo… se você perturba sua inocência, A Mãe é exatamente o oposto, Ela quer salvar a qualquer custo, Ela quer salvar as pessoas. Mas não Ganesha.

Ganesha diz: “Tudo bem,” “é melhor você ir para o inferno”… e o inferno é em nossas próprias vidas aqui, vejam, aquelas pessoas que gostam de beber, de fumar, de prostituição, tudo isso – isso é tudo inferno. O que mais é inferno? E Ele nunca o salvará do inferno. Somente em Seu Aarti, em Marathi, de Shri Ganesha, eles dizem: “No momento em que eu estou tendo minha realização,” “o Senhor deve me salvar.” Esta é a única coisa que eles pedem: “no momento da minha ressurreição, o Senhor deve me salvar.” O Aarti não diz: “No momento da minha ressurreição, proteja-me”, não! “Salve-me”. Porque Ele é Aquele que está sentado em cada chakra, como um vice-reitor da universidade. Mesmo se você tiver Vishnu ao seu lado, Mahadeva ao seu lado, mas se Shri Ganesha está sentado lá… e Ele diz: “Não, não a ascensão dele”, isso não dá certo, é muito difícil. Então agora Eu estou lhes dizendo que isto, que seus filhos estão aqui.

Nesses tempos modernos, coisas horríveis estão acontecendo às crianças. Eu acho que toda essa negatividade é contra à inocência. Onde quer que elas encontrem as crianças, elas as desvirtuam, elas lhes ensinam coisas ruins. Mesmo as escolas, tudo é tão horrível. Então nós temos de tomar cuidado. Nós temos de tomar muito cuidado em relação às nossas crianças. Nós temos de guiá-las apropriadamente, cuidar delas… e permitir que os tabus primordiais sejam de tal forma… que essa restrição, esse tabu seja preservado. Assim, se uma criança faz alguma coisa boa, valorize isso. Eu não estou preocupada em relação a uma criança… sendo um pouco, o que podemos chamar, sendo um pouco travessa, aqui elas têm de ser. Tudo bem.

Mas se a criança começa a fazer alguma coisa que é anti-Ganesha, tome cuidado. Todos os tipos de doenças podem se desenvolver, e se eles são destruídos na infância, esses tabus, então eles são muito difíceis de restabelecer. Continuamente Eu sempre tenho dito que a inocência nunca é perdida, somente há algumas nuvens… que tentam cobrir a inocência… e nos tornamos muito ignorantes em relação a isso, que nós fizemos alguma coisa errada. Esse é o seu dever. Sua sociedade é horrível. A próxima geração, Eu não sei onde ela vai acabar. Quando Eu penso sobre iss, Eu realmente tomo um susto. A solução é: vocês têm de tomar… cuidado com suas crianças e os pensamentos delas… e as atitudes delas em relação a Shri Ganesha. Elas são amáveis seres especiais para Shri Ganesha. Vocês não podem imaginar como Ele ama as crianças… e Ele está sempre presente para proteger as crianças.

Se Ele protege alguma coisa, são as crianças que Ele protege, e se vocês realmente entendem o que Eu estou dizendo agora, porque se vocês têm de cruzar essa margem… da vida humana e da vida espiritual, a primeira coisa é o seu Shri Ganesha. Quando Kundalini se eleva, Shri Ganesha fica quieto, Ele apenas dá suporte para a Kundalini se elevar. Ele é Aquele que também lhe sugere… que você está fazendo as coisas de modo errado. Ele cuida de vocês, mas Ele não os perdoará. Isso não é tão difícil. O modo como as pessoas falam… sobre as necessidades físicas delas e toda essa insensatez, nem mesmo os animais falam assim. Tentem desfrutar as coisas que llhes darão a verdadeira alegria. Por exemplo, as flores, a natureza, o jardim. Ao invés de destruir essa natureza, tentem fortalecê-la, tentem ver como vocês podem torná-la um belo jardim… ou um belo lugar. Toda vez que Eu estou aqui, Eu fico pensando: “O que Eu devo fazer com esta terra aqui…” “que é muito árida?

Como Eu posso mudá-la?” O tempo todo há o pensamento… sobre como torná-la bela. E nisso, há inocência, nenhuma ganância, não há nenhuma competição, não há nenhum apego, mas apenas a alegria da beleza… de sua própria criação, de ver como as coisas são. As pessoas estão sem noção, sem compreensão. Por exemplo, aqui ou em qualquer outro lugar na Europa, você não deve cultivar frutas nunca mais. Por quê? Porque o preço deve ser mantido baixo. Se vocês têm muitas frutas, por que vocês não enviam para lugares onde eles não têm frutas? Eles destruirão, acabarão com elas, mas eles não enviarão. Assim, o amor e sentimento pelos outros não está presente, e eles destroem se algo é produzido em excesso pela Mãe Terra, apenas para manter os preços altos.

Muito cruel. Eles ainda são muito cruéis. Somente pensando em dinheiro, dinheiro, dinheiro, dinheiro. Tudo isso acontece. Então ainda está acontecendo… e Eu tenho certeza de que chegará o dia em que tudo isso cessará. Os bares são as melhores construções na cidade. Então a forma como eles glorificam a bebida é a melhor parte disso. Tudo é feito, vocês veem isso. Agora, a única coisa é que Eu gostaria é que vocês tivessem um desejo: que a bebida seja liquidada, como o fumo. Se vocês pensarem assim, talvez resolva um pouco.

Eu pessoalmente acho… que é com a bebida que vocês desenvolvem todas essas atitudes pervertidas. Caso contrário, se for um homem normal com um cérebro normal, por que ele deveria fazer uma coisa assim? Briga, discussão, matança, violência. É impossível entender… como pode uma pessoa normal fazer uma coisa assim. Shri Ganesha lhes dá equilíbrio, Ele os mantêm na trilha apropriada. Mas se você não quer ouvi-Lo, você é colocado para fora. Eu espero que vocês compreendam o nosso relacionamento com a natureza, com Shri Ganesha e com nossa Kundalini, é… totalmente identificado um com o outro, totalmente. Se você começa a amar a natureza, todas essas ideias de estragar a sua inocência acabarão. Eu costumava escrever poesia, Eu gosto muito da natureza, mas então Eu disse a Mim mesma: “Você tem de fazer o trabalho para a Sahaja Yoga.” Se você se dedicar à poesia, todos eles chamarão você de poetisa… e Eu não quero ter nenhuma posição assim, ser uma poetisa e tudo mais, Eu abandonei isso.

E Eu era uma esportista muito boa. Eu disputava jogos, costumava ser a primeira em todo tipo de jogo… e Eu tinha campeonatos, isso e aquilo. Eu abandonei isso. Seja o que for que Eu fazia, Eu Me dedicava a isso, Eu estudei medicina, Eu fiquei em primeiro em toda a universidade, abandonei isso. Por quê? Porque Eu sou a Mãe Primordial, e Eu tenho de fazer o trabalho… de despertar a natureza primordial, o dharma dentro dos seres humanos, e isso é o que Eu tenho de fazer e nada mais. Mas para isso, Eu não faço nada, Eu sou Nishkriya, Eu não faço nada, realmente Eu não faço. É feito pela Natureza. Feito por Shri Ganesha, Vishnu, Mahesha, Todos, Eles estão fazendo isso. Mas então, qual é o relacionamento?

O relacionamento é: todos Eles estão em Meu corpo… e todos Eles estão limitados pelos Seus próprios dharmas, e Eles agem. Esse é o relacionamento, espontâneo, automático, como um relacionamento intrínseco. Por exemplo, o ventilador está construído, assim que você aperta o botão, ele começa a se mover. É desse jeito. Todos Eles estão relacionados Comigo… e Eles têm um enorme protocolo, um enorme respeito, se Eu digo qualquer coisa, Eles não interromperão isso. Vejam, essa coisa é… algo muito, muito profundo que Eu estou lhes falando, você é um ser humano, isso é intrínseco. Dentro de você estão seus dharmas… e se você vai contra seu dharma, então você estará liquidado. Todos eles estão formados dentro de você, todos eles estão lá, potencialmente. Eu espero que você entenda o quanto é importante… estar consciente de suas restrições dentro de você mesmo. Assim, muito obrigada a todos vocês.

Que Deus os abençoe.