6th Day of Navaratri, Your Beautiful Qualities will prove the Truth of Sahaja Yoga

Campus, Cabella Ligure (Italy)

1997-10-05 6th Day of Navaratri, Your Beautiful Qualities will prove the Truth of Sahaja Yoga, 44' Download subtitles: EN,FR,IT,NL,PT,TRView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Download audio:
Transcribe/Translate oTranscribe


Navaratri Puja Cabella Ligure, Itália, 05.10.1997

Hoje é o sexto dia do Navaratri. Houve muitas encarnações da Deusa para propósitos bem diferentes. Mas quando os grandes santos fizeram introspecção, os que estavam venerando a Mãe, eles descobriram o que Ela fez por nós. Outro dia Eu lhes falei que o dharma é a valência inata dos seres humanos. E eles são dez. Isso já está estabelecido dentro de nós, mas nós nos desviamos, nos desviamos do dharma e todos os problemas surgem, porque abandonar o dharma não é uma qualidade humana. Mas a própria Deusa já fez tantas coisas por nós, dentro de nós, embora não estejamos conscientes disso. É dito: “Ya Devi sarva bhuteshu”. “todos aqueles que a Senhora criou”, significa principalmente os seres humanos, “O que a Senhora faz? Com que qualidade a Senhora existe” “dentro dos seres humanos?” Agora, apenas faça introspecção se você tem.

essas qualidades dentro de você ou não, porque elas são dadas a você pela Deusa, pela Shakti dentro de você. Por exemplo: “Ya Devi sarva bhuteshu shanti rupena samstitha”, é muito importante: a Senhora existe dentro dos seres humanos como paz. Você acha que os seres humanos têm paz dentro e fora? Muito difícil. Mas Ela lhes deu isso, Ela lhes deu essa paz que vocês têm de alcançar. Agora, isso acontece, porque vocês decaíram em seus dharmas humanos. Assim, essa paz que Ela lhes deu, vocês têm de alcançar através de sua ascensão, através do despertar da Kundalini. Vocês estão agitados, tudo bem. Ou vocês querem se vingar, vocês querem ferir os outros, vocês querem perturbar os outros, vocês às vezes gostam, mesmo como Sahaja Yogis, as pessoas gostam de ferir os outros, de incomodar os outros. Então a segunda qualidade que Ela diz é: “Ya Devi sarva bhuteshu pritti rupena samsthita”.

Pritti é a qualidade de amar, foi dada ao ser humano a qualidade de amar. Mas ela não está lá. Porque a primeira coisa insensata que os seres humanos têm é a inveja. Agora, vamos supor que Eu dê um presente para alguém, e um presente para outra pessoa. Mesmo na Sahaja Yoga, eles sentem inveja. É muito surpreendente. Como vocês podem, quando a Deusa lhes deu a qualidade de amar? É uma insensatez muito, muito comum: os seres humanos são muito invejosos. Mas como Sahaja Yogis, vocês não deveriam ser, porque essa qualidade que a Deusa lhes deu é de amar. Essa qualidade deve ser mostrada, mas ao contrário, vocês são muito invejosos.

Isso significa que você não é um Sahaja Yogi abençoado por Shri Mataji, não. Se você é abençoado, então você não terá nenhuma inveja, seja qual for. E essa inveja algumas vezes vai a tal ponto que, digamos que nós somos de Cabella, e vocês são de Albera, acabou-se. Esses lugares tão próximos um do outro. Exatamente como as duas narinas juntas, mas haverá inveja. Haverá inveja sobre: “Por que a Mãe não veio ao meu país,” “se a Senhora pode ir para aquele país?” Então isso também surge da ignorância: “Isso é meu, isso é meu, isso é seu.” Essa inveja começa de uma forma tão estranha que nós não percebemos também que Ela nos deu o poder de amar. O enorme poder de amar. O nosso poder pode ser não auspicioso.

Mas o poder dhármico, auspicioso de amar alguém significa sem nenhuma luxúria e ganância, sem nenhuma inveja. Mas a mente humana se desenvolveu de forma tão astuta que ela fica orgulhosa de poder ter inveja de alguém. A partir dessa inveja, só surge a ganância, como Eu lhes disse. É um fato, porque você sente inveja, então você quer comprar a mesma coisa. Então você precisa competir com os outros. Se alguém conseguiu um emprego melhor do que o seu, então você precisa competir com ele. Todas essas coisas são destrutivas e os poderes da Deusa são construtivos. Ela lhes dá todos os poderes que são totalmente construtivos. Então Ela diz: “Ya Devi sarva bhuteshu”, os santos disseram isso, “kshama rupena samsthita”. “Kshama” é o que vocês chamam de perdão.

Perdão de coração. Tudo bem, alguém foi cruel com você, foi grosseiro com você, o explorou, o perturbou, mas você tem o poder, o poder maior de perdoar. Nós usamos esse poder de perdoar? Depois para relaxar também, o que Ela faz é lhes dar o sono. “Ya Devi sarva bhuteshu nidra rupena samsthita”. Quando você está cansado e não consegue dormir, Ela o faz dormir. Ela o relaxa. Assim Ela cria o poder do relaxamento, porque Ela atua através do sistema nervoso parassimpático. O sistema nervoso simpático pode estimulá-lo, pode deprimi-lo. Mas o parassimpático o relaxa, relaxa seu coração, relaxa seu corpo e você se sente totalmente relaxado e dormindo no colo da sua Mãe.

Mas há muitas pessoas que não conseguem dormir. Porque elas ficam pensando em algo que têm de alcançar. Se você não consegue dormir, então há algo errado com você. E quando vocês não conseguem dormir, Eu também não consigo dormir. Qualquer acontecimento coletivo também atua em Mim. Qualquer coisa errada que vocês fazem, isso atua em Mim, especialmente coletivamente. Então vocês não conseguem dormir porque ficam pensando em coisas que não têm nenhum valor. Agora, para superar isso na Sahaja Yoga, nós sabemos que temos de entrar em consciência sem pensamentos. Mas quando seu ego está trabalhando ou Esta criança perturba muito. Eu o tenho visto o tempo todo correndo por aí.

É melhor falar com ele. De quem ele é filho? Na Índia, vocês encontrarão crianças se mantendo totalmente quietas. Por quê? Porque a mãe assume a responsabilidade de educar a criança. Vocês tiveram tantos programas, vocês já viram alguma criança correndo para lá e para cá? Ontem também elas estavam correndo aqui. A razão é que a mãe não assume a responsabilidade como uma mãe de se certificar de que a criança seja apropriadamente educada. Mesmo que vocês sejam tão velhos, mas tenho de lhes dizer tudo que for bom para vocês, para sua sociedade, que uma nova geração chegou. Nessa nova geração, se vocês ainda não estão se comportando de um modo adequado, estão se comportando de um modo anormal, como podem impressionar os outros?

Então a Mãe tem de lhes dizer. A coisa mais interessante que a Mãe colocou em vocês é: “Ya Devi sarva bhuteshu bhranti rupena samsthita”. Ela os colocou em ilusão, porque às vezes os filhos não conseguem entender a menos e até que eles encarem a ilusão. Eles têm de encarar a ilusão. Ela permite, os pemite errar até um ponto onde vocês descobrem que estão perdidos. Muito importante é que Ela joga, essa é a parte relativa a Mahamaya, como eles dizem. E isto é debatido em toda religião: nós nos perdemos com essa ilusão. Agora, quais são as ilusões que temos? Nós temos as ilusões do ego. O ego para os homens é como se eles fossem muito poderosos, de modo que eles podem fazer o que eles quiserem e eles não serão punidos por isso.

Para as mulheres, elas também se comportam da mesma maneira. Eles não compreendem que isso é uma ilusão, que a Mãe nos deu para descobrirmos que estamos errados. Porque se você diz para alguém: “Isto é errado, não faça isso”, eles ainda não são maduros o suficiente, então eles continuarão fazendo coisas erradas. Então a Mãe diz: “Tudo bem, continue. Muito bem,” “muito bom. É uma coisa muito boa.” “Você vai pular no mar? Pule.” Então quando você se dá conta de que você estava em uma ilusão, somente então você consegue voltar atrás. Senão, sem nenhum problema, você não consegue voltar atrás.

Muitos de vocês são tão obstinados, são tão inibidos. Seja o que for que alguém lhes fale, vocês não darão ouvidos. Seja qual for a forma que você tente convencer, no nível mental, você não convencerá. Assim, bhranti, a ilusão, está além da mente. Ela está além da mente. Ela funciona às vezes muito bem para pessoas difíceis. Agora, quando você está na posição de uma Mãe, naturalmente você não quer que Seu filho seja arruinado. Ela se sente responsável e Ela pensa: “Agora eles obtiveram a conexão com o Divino,” “e essa conexão não deve ser quebrada,” “eles devem ser o tempo todo abençoados e felizes.” Tudo isso está dentro de nós, dentro de nós, formado desde nossa infância, mas nós esquecemos, lentamente, lentamente começamos a perder isso. Talvez o condicionamento seja tão grande ou talvez o ego seja tão grande, e talvez eles esqueçam que são almas realizadas.

Eu estou falando com vocês, para pessoas que são almas realizadas. Eu não estou falando para pessoas que já estão perdidas ou que talvez estejam no caminho para a Sahaja Yoga. Mas a forma como vocês são educados, a forma como lhes foi falado de uma forma muito doce, com amor, com afeto, com carinho, e se você não compreende isso, então você entra em bhranti. Por exemplo, também é dito: “Ya Devi sarva bhuteshu lajja rupena samsthita”. Lajja, Eu não sei como descrever, não é timidez. É um tipo de vergonha em relação ao seu corpo. Agora, eles têm concursos de beleza. Na Índia, eles também tinham concurso de beleza. Por que você está anotando? O que ele está anotando?

Não há nenhuma necessidade de anotar, haverá uma fita, tudo bem? Lajja rupena samsthita, significa você tem de ter vergonha de seu corpo. Isso é especialmente para as mulheres. Como uma criança, vocês verão que as mulheres são muito tímidas. Vejam as meninas pequenas, elas são muito tímidas. Essa timidez gradualmente desaparece, mas no começo, elas são tímidas até mesmo Comigo. Elas vêm diante de Mim, elas abaixarão suas cabeças. Elas não dirão nem mesmo “Namastê”. Muito doces. E elas não gostam de pessoas usando roupas esquisitas.

Eu Me lembro de Minha neta, uma vez ela viu uma revista na qual havia uma mulher em roupas de banho. Ela disse: “O que você está fazendo?” “É melhor vestir sua roupa, senão minha Avó virá e baterá em você”. Ela estava falando assim para aquela mulher. E depois ela abriu e viu um homem vestido só com um calção bem pequeno. Eu não sei porque eles fazem isso. E então ela disse: “Este aqui parece ser um sujeito totalmente sem vergonha.” “Ele vai passar por maus momentos agora.” E ela fechou a revista. E depois ela disse à empregada: “Queime isto, queime isto.”

“Eu não quero ver.” Uma menina tão pequena sabia que aquilo era errado. Mas a forma como hoje em dia nós ficamos andando por aí com nosso corpo a mostra, e às vezes Eu acho que todos esses estilistas morrerão ou irão à falência, porque as pessoas vestem roupas tão pequenas atualmente. Não há nenhum espaço para nenhum artista mostrar seu trabalho ou mostrar sua arte de como ele pode vesti-los bem. No Japão, Eu perguntei a eles – isso foi há muito tempo atrás, agora os japoneses são como os americanos, mas naquela época, Eu disse: “Como é que vocês vestem essas roupas, esses quimonos” “tão bem feitos, muito caros? E gasta tempo vesti-los.” Então eles disseram: “Se Deus fez um belo corpo,” “então o corpo é a arte Dele,” “e temos de usar nossa arte para decorá-lo.” “Então o que fazemos é fazer com que nossa arte o decore.” Eu realmente gostei disso, porque na Índia é a mesma coisa. Se há uma mulher, ela tem de vestir um sari, que é feito de forma muito artística, de forma muito bela, apenas para decorar o corpo dela, apenas para respeitar o corpo.

Mas isso parece que desapareceu com a influência dos EUA, Eu devo dizer, que são pessoas sem cérebro, totalmente estúpidas, não há nada para aprender com eles. Um povo só com 200 anos e começamos a nos comportar da maneira deles, nós não vemos nem mesmo o que está acontecendo no país deles, que tipo de pessoas eles são, como eles vivem, qual é a ideia deles, qual é o objetivo deles na vida. Todo falso guru os explorou, porque eles são desmiolados. Se eles tivessem inteligência, eles nunca os teriam aceito. Ha, eles têm inteligência para operar um computador e operar uma televisão, para coisas mecânicas. Mas no que se refere ao corpo deles, eles não sabem como lidar. Na Índia, eles tiveram um concurso de beleza e muitas pessoas sensatas se opuseram a isso, porque isso é como vender seu corpo e ganhar dinheiro. Qual é a diferença entre prostituição e isso? Se você ganha dinheiro vendendo seu corpo, então isso é prostituição. Você não deve vender seu corpo.

Isso não é o que a Deusa fez para você. Mas você deve se vestir bem, há ocasiões muito diferentes, para essas ocasiões, você deve se vestir da maneira que deve ser. Outro dia, Eu dei um sari muito bonito de presente, que chamamos de paithani, a uma senhora. E tínhamos uma cerimônia de lançamento de um livro, e essa senhora chegou lá. Então Eu disse: “Por que você não usou o paithani?” Ela disse: “O quê? Não há nenhum casamento acontecendo.” “Como eu posso usar paithani para esta cerimônia? Tem de haver um casamento.” Muito doce, “em um casamento, eu posso usar.”

São todas ocasiões, lugares que devem ser celebrados. Como na Índia, quando as mulheres vão ao templo ou vão venerar os ídolos ou qualquer coisa assim, então elas usarão tudo que é necessário para estar diante da Deusa, afinal de contas. Imaginem as pessoas vindo para este programa aqui usando, Eu não sei do que eles chamam isso, mas é como juta, roupa de juta, como hippies, o que aconteceria Comigo? Eu sumiria, é o que Eu posso lhes dizer. Assim, a pessoa tem de ter respeito pelo corpo. Isto é o que Ela disse primeiro: “Lajja rupena samsthita”. Agora, você pode dizer que há pessoas que estão tomando banho no rio e isso e aquilo, e dar justificativas. Mas vocês são santos. Vocês são almas realizadas. Vocês não têm de observar essas pessoas que ainda não são realizadas e que estão se comportando mal.

Vocês devem fazer o que um santo deveria fazer. Há muitas qualidades que a Deusa lhes deu. Uma outra é “kshudha rupena samstitha”. Ela é Aquela que nos deu o apetite. Nós temos de comer. Hoje em dia há uma moda de ficar magro ou seja o que for que vocês chamem. E vocês sabem que muitas doenças se desenvolveram. Anorexia, isso, aquilo, porque as mulheres querem comer pouco. Você pode mudar as coisas que você está comendo, mas não é o objetivo da vida somente cuidar do seu corpo. O corpo não é a única coisa importante.

O que é importante é o seu Espírito. E Ela é Aquela que lhes dá a Kundalini. Ela é Aquela que lhes dá um método através do qual vocês ascenderão. Mas o tempo todo ficam preocupadas com o corpo delas. Isso é algo que não consigo entender. Especialmente as mulheres que são a shakti. Depois um outro ponto é que elas seguem uma moda. Moda é loucura. Quando Eu era jovem, Eu usava minhas blusas deste jeito somente. Mas na Índia, a moda também começou.

Elas costumavam aumentar o tamanho das mangas das blusas, depois diminuíram o tamanho das mangas, depois alguns foram até aqui. Eu pensei: “Que insensatez é esta? Porque gastar dinheiro deste jeito?” Você tem um determinado modelo, e esse é um modelo tradicionalmente aceito que você deveria ter. Por que você quer ficar aumentando e diminuindo o tamanho de suas mangas de acordo com a moda? “Esta é a moda”. Quem faz a moda? A Devi? A Devi fez a moda? Quem fez a moda?

São essas pessoas ávidas, gananciosas que estão enganando vocês. E vocês ficam tentando seguir modas. Agora, por exemplo, Eu falei que vocês devem colocar óleo em sua cabeça, pelo menos no sábado, coloquem óleo o suficiente e depois lavem sua cabeça. Mas vocês não farão isso e depois começarão a perder seu cabelo. Eu posso entender se você não tem tempo, se você é um homem muito ocupado, mas por quê? Por que não fazer algo onde é necessário se cuidar também? Então você cuidará para que seu corpo emagreça, perderá seu cabelo, a vista ficará fraca, seus dentes cairão, e você logo se tornará uma “velha coroca”. O mesmo com os homens. Hoje em dia os homens também estão indo ao salão de beleza, Me contaram. Tanto dinheiro, Eu acho, e estupidez juntos.

Não há nenhuma necessidade. Se você leva uma vida boa, saudável, você tem de se exercitar e meditar. Se você medita, você se torna cheio de paz. Com essa paz, você ficará surpreso ao ver que você terá muita energia. Tanta energia é gasta pensando. E o que você pensa? Se você pergunta a alguém: “Em que você está pensando?” “Em tudo.” Mas “tudo” significa o quê? Por que você pensa tanto?

Qual é a necessidade de pensar? Isso é um hábito, um hábito humano ficar pensando em tudo. Por exemplo, exatamente agora, há três tapetes aqui. Agora, se Eu colocar a atenção neles, Eu apenas verei como eles são bonitos, só desfrutarei, desfrutarei o que os artistas fizeram, só isso. Nenhuma palavra, nada. Apenas o deleite dentro de você mesmo. Mas se você perguntar para alguma outra pessoa, ela começará a dizer: “Oh, isto não é bom, aquilo não é bom.” “Isto custa isso, custa aquilo, isso, aquilo.” A alegria daquele artista acabou-se. Você não consegue ter essa alegria, essa alegria que estamos buscando.

O que estamos buscando é alegria, e mesmo quando você conseguiu a forma de fazer isso, você não a alcança. Porque pensar é uma reação, reação a tudo, e isso torna a vida tão infeliz. Torna a vida infeliz da pessoa que pensa e dos outros também. Eu lhes darei um exemplo. Esta coisa toda, nós conseguimos fazê-la somente porque há chuvas muito pesadas e também nós temos problemas de às vezes nevar. Então Eu pensei que seria uma boa coisa ter uma coisa boa feita e está muito bem feita, nós conseguimos. Agora, há pessoas pensadoras na Itália, muitas delas. É por isso que ela não está progredindo. Agora, nós solicitamos há três anos atrás. Por três anos, eles mantiveram nosso dinheiro preso no banco, imaginem.

E na primeira vez, eles disseram: “Tudo bem, está tudo muito bem, está tudo certo.” “Você pode ter isto.” Havia 70 assinaturas daqueles italianos, assim chamados. E depois eles mudaram de ideia dizendo – as mesmas pessoas – “Não, não, não, vocês devem mudar isto para cobre”. Eu disse: “Por quê?” “Porque cobre ficará esteticamente muito bom.” Mas eles não sabem – pessoas estúpidas – que o cobre terá a mesma aparência do que eles estão olhando? Depois de apenas um mês, eles terão a mesma cor. Essa é a ideia de estética, e agora Eu lhes falei: “Não queremos sua terra, fique-a com vocês,” “nos devolvam nosso dinheiro.” Com uma coisa simples como essa.

Por quê? Porque eles têm um comitê, há “rejune, bijune, sijune”. Você tem de passar por toda essa insensatez, porque todos eles se sentam nas cadeiras, muito sérios, “Devemos discutir, devemos consultar, devemos perguntar para todo mundo,” “e depois isso e aquilo”. E no final das contas, o que acontece? Nenhum progresso de nenhum tipo. Não há nenhuma paz. Talvez, Eu não sei, talvez alguns negócios escusos são necessários sobre os quais estão sentindo vergonha de Me dizer. Eu não sei qual é a questão, mas ainda assim não consigo entender quando um departamento diz “sim” e novamente quando volta para ele, ele diz “não”. Depois de três anos. Assim, o que estou tentando dizer é que pensar muito é sinal de ego.

Mas eles não encontram nenhuma solução, nenhuma solução de nenhum tipo. Eles nunca chegarão a uma solução, porque ficam só discutindo, argumentando, pensando. Eles não têm nenhuma solução. Agora, é importante que os Sahaja Yogis façam introspecção, introspecção, interiormente. Introspecção é observação interior. Observação interior. “Por que estou pensando? O que estou pensando?” “Qual é a necessidade de pensar?” Você se tornará Nirvichara.

Não permita que sua mente o engane. Essa mente é como um macaco, Eu lhes digo, ela realmente é como um macaco. E quando ela começa a trabalhar, ela o faz pular de uma ponta para outra, de uma ponta para outra. E se você chegar a algumas conclusões, assim chamadas, e se não forem alcançadas, então você é a pessoa mais infeliz. Eu tenho visto pessoas emagrecendo somente pensando em algo que é absurdo. E você pode ver a partir desse pensamento o que surge em um nível global também. Qual é a necessidade de ir à lua? Tantas pessoas estão passando fome, estão morrendo. Qual é a necessidade de ir a Marte? O que eles vão conseguir de lá?

Porque eles formaram um hábito. Primeiro eles vieram à Índia, depois foram à China, depois foram para esse lugar, depois foram para aquele lugar. Eles não conseguem se sentar, sossegar. Eles não conseguem sossegar em casa também. Especialmente os homens. Se vocês estiverem viajando de trem, mesmo se o trem parar por dois minutos, os homens precisam sair. A esposa ficará preocupada agora. E na hora que o trem estiver se movendo, então eles pularão dentro. É um cérebro rachado, irracional, Eu acho, como um – por que dizem que eles são como um macaco? Porque os macacos não farão isso.

É que eles não conseguem permanecer parados em um lugar. Agora, em meditação, você tem de se sentar em um lugar, não pular daqui para lá, de lá para cá. Isso é muito difícil. As mulheres têm outros problemas. Elas meditarão enquanto cozinham. Elas não têm tempo. Elas têm suas amigas, elas têm de ir ao shopping, comprar coisas e encher a casa com todos os tipos de lixo. Elas não têm tempo para nada. Elas também são muito aventureiras. Elas querem fazer negócios, querem fazer isso, querem fazer aquilo.

Para meditação, elas não têm tempo. Assim, aquietar-se é muito importante. Aquiete-se consigo mesmo. Uma vez alguém Me disse: “Mãe,” “se nos aquietarmos, ficaremos muito gordos.” Tudo bem, não importa, mas sosseguem. Há todos os tipos de desculpas para não meditar. “Sim, eu medito, Mãe, mas a Senhora sabe,” “é tão difícil nestes tempos modernos.” “Há crises em nossas vidas, há problemas em nossas vidas.” Mas, na verdade, vocês ficarão surpresos, quando há uma crise, digamos, em Minha família ou na Sahaja Yoga, imediatamente Eu fico em consciência sem pensamentos. Espontaneamente Eu fico em consciência sem pensamentos, porque o problema será resolvido pelo Paramchaitanya.

O Paramchaitanya vai resolver o problema, por que Eu deveria pensar? Esqueça isso. Deixe o Paramchaitanya cuidar disso. Se você não depende de seu Paramchaitanya, Ele não o ajuda, não lhe dá nenhuma solução. Então você fica dando voltas e mais voltas com seu cérebro e trabalha isso. Isto é o que você tem de saber definitivamente: você está conectado ao Poder Onipresente do Amor Divino. Este não é o amor que é estúpido, o amor que pensa, É o Amor que é a Verdade, é o Amor que é a Alegria. Tudo isso está formado dentro de você, e agora você obteve a Realização, então ao invés de você buscar evoluir, você simplesmente salta para dentro de coisas que não têm nenhum valor. E muitos Sahaja Yogis se perdem. Alguém Me falou recentemente que nós perdemos cerca de cem Sahaja Yogis, porque eles começaram a seguir um outro Sahaja Yogi que começou a ver coisas.

Então eles também queriam ver. Se você consegue ver algo, isso significa que você não está lá, uma coisa simples. Se Eu estou, digamos, no topo de uma montanha, então Eu estou lá. Mas se Eu estou longe da montanha, Eu consigo ver. Quanto mais você vê algo, isso significa que você está longe disso. Vocês compreenderam esse ponto? Então, o sutil, o sukshma, o estado é: onde você é você mesmo. Então, como você pode se ver? Esse é o ponto onde os Sahaja Yogis devem compreender. Qualquer um que pode ver algo, “Mãe, oh não, ele pode ver,” “ele viu auras em volta da Senhora, ele pode ver essa coisa.”

Então, como você pode ver? Porque você é isto, você não pode ver. Portanto, todas as pessoas assim que são muito populares algumas vezes, no começo da Sahaja Yoga, tentam controlá-lo e enganá-lo. E depois você é expulso. Agora, isso é o que chamamos de julgamento. Há peneiras e mais peneiras pelas quais você tem de passar. Onde você fica encantado com isso ou aquilo, ou você cai por causa disso ou daquilo, todas essas coisas estão lá num passo a passo de como você está chegando. Você está chegando nesse ponto onde sua destruição é certa. Porque você tem de se tornar o Espírito. Você tem de se elevar na vida espiritual.

E se seu movimento é para baixo, quem pode ajudá-lo? Esse é um momento muito interessante, como Eu lhes disse, é o momento do julgamento. E neste momento, nós temos de ter cuidado, pois nós somos nossos próprios juízes. Ninguém tem de lhe dizer que você está bloqueando este aqui e aquele ali. Você mesmo pode sentir quais chakras você está bloqueando. Seja o que for que Eu tente por Minha conta, tente absorver todos os problemas de vocês, fazer tudo que for possível, mantê-lo se elevando cada vez mais, mas o que Eu sinto é que esse método de ajudar não o tornará tão forte, porque você sempre pensará: “Afinal, a Mãe vai absorver meu problema.” Se Eu recebo 100 cartas, dentre elas, 99 são de Sahaja Yogis que estão sofrendo desse ou daquele problema. Eu fico impressionada, vocês têm todas essas qualidades já despertadas em vocês, elas estão em vocês. Usem-nas. Alguém dirá: “Esse sujeito está me perturbando,” “a esposa está me perturbando, o marido está me perturbando.”

Apenas perdoe. Apenas perdoe. O poder de perdão de vocês é pobre. Além disso, mais do que os santos escreveram, vocês obtiveram o poder da verdade. Vocês conhecem a realidade. Muito mais do que aqueles santos que louvaram a Deusa. Se você pudesse apenas pensar em qual nível você está sentado, você não decairia, você não decairia esse tanto. O único problema é que você tem de saber que sua ascensão tem de ser espiritual, e essas qualidades já estão muito bem equilibradas e colocadas dentro de você. Mais do que o dharma. Em relação ao dharma, talvez você tenha um poder de abandonar ou de decair, mas esses poderes nunca são destruídos dentro de você.

Eu Me lembro de quando Eu fui aos EUA pela primeira vez e Me encontrei com um senhor. No dia seguinte ele veio e Me disse: “Mãe, eu estou mudado,” “eu estou mudado, estou mudado.” “O que aconteceu?” “Eu odiava meu tio, eu nunca queria falar com ele,” “era muito zangado com ele, mas dessa vez, imagine só,” “ontem eu o encontrei. Eu fui e o abracei e o beijei, e eu disse:’” “’Agora, eu perdoei você, perdoei você completamente,’” “’agora, não pense em se sentir culpado em relação a isso.’” “Ele começou a me olhar assim.” Portanto, com o despertar da Kundalini, todas essas belas qualidades que você tem surgirão. E então, sua generosidade, seu belo ser, que está iluminado pelo Espírito, provará ao mundo que a Sahaja Yoga é a Verdade. As belas peças teatrais de ontem nos mostraram isso, mas isso não deve ser uma satisfação mental dentro de você: “Eu obtive a Realização, agora eu sou isso.” Não, não, não é mental. É um estado, é um estado, e para alcançar esse estado, você tem de realmente meditar e achar tempo para a meditação toda noite, toda manhã.

Quanto mais você meditar, melhor será. Nenhuma desculpa deve ser dada ou você ficar se convencendo. Tudo é sem importância. Sua ascensão é muito importante, se você realmente quer salvar este mundo nesta Kali Yuga. Eu acho que hoje Eu deixei muito claro para vocês, quais qualidades já estão incutidas dentro de vocês. Elas estão lá. Elas não são dharmas, mas são qualidades. Elas simplesmente estão dentro de vocês, a única coisa é que vocês viraram a sua atenção para algo oposto, de qualquer forma, todas essas qualidades já estão incutidas dentro de vocês. Elas já estão lá. E nada pode destruí-las, exceto você mesmo.

Se você as destruiu, ninguém pode ajudar. Que Deus abençoe todos vocês.