Shri Krishna Puja: Ele Lhes Conede o Estado de Testemunha

Cabella Ligure, Campus (Itália)

1998-08-16 Krishna Puja Talk: He Gives You The Witness State, Cabella, Italy, 54' Download subtitles: CS,EN,JA,PT,ZH-HANS,ZH-HANTView subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Transcribe/Translate oTranscribe

Feedback
Share

Shri Krishna Puja Cabella, Itália, 16.08.1998.

Hoje nós teremos o Shri Krishna Puja. Uma coisa muito importante sobre o poder de Shri Krishna… é que lhe dá um estado de testemunha. Isso é muito importante também porque nesses dias de Kali Yuga… e de completa confusão do sistema de valores, todos os tipos de tumultos… criam uma condição muito complexa para viver. O estado de testemunha… somente é possível através da meditação. Você alcança o estado de consciência sem pensamentos. Estão combinados juntos. Agora, o estado de testemunha é um estado tal onde… você simplesmente não reage. Se você reage, então o problema começa. É uma coisa muito simples de entender: nós reagimos através de nosso ego ou através de nosso condicionamento. Do contrário, não há nenhuma forma de reagir.

Qualquer coisa. Agora, por exemplo, há um belo tapete aqui. Assim que Eu olho para ele, se Eu usar Meu ego, Eu começarei a pensar: “Agora, onde eles o conseguiram?” “Quanto eles pagaram?” Essa é a primeira reação. Depois você pode até mesmo ir mais longe com isso. A raiva pode entrar em ação: “Por que eles trouxeram um tapete tão bom?” “Qual era a necessidade de colocá-lo aqui?” Seguem desse jeito, um após o outro. Agora, em Meu condicionamento, se Eu vejo essas coisas, Eu diria: “Esta cor não é adequada para o Krishna Puja”.

“Eles deveriam ter uma outra cor para este Krishna Puja.” Então esse tipo de coisa continua de para outro para outro. Mas isso significa que esse condicionamento está construído dentro de você. Todos os nossos problemas de nosso condicionamento são realmente horríveis. Por exemplo, o racismo. Nós temos racismo, na América é muito mais, você pode sentir isso, embora eles não digam. Mas se você vai, digamos, da Itália, você sente isso. Se você vai da Índia também, você pode sentir isso. Agora, por que esse racismo existe? Qual é a razão?

Por que reagimos a esse tipo de… ódio horrível por outra comunidade ou outra cor… que é somente superficial? Agora, com racionalidade, talvez você seja capaz de explicar: “Oh Deus, estas pessoas, elas são completamente inúteis”, ou “Elas vieram para o nosso país…” “e estão apenas nos incomodando”. Todos esses condicionamentos existem. Mas se você observar quando eles falam de imigrantes. os americanos devem saber que eles são imigrantes, todos eles. A América nunca foi a país deles. E eles colocaram para fora todos os outros índios peles-vermelhas, tomaram suas terras e muito tranquilamente eles são os donos da América. Mas a reação é: “Aqueles que não são de compleição branca,” “todos eles devem ser condenados, torturados.” Agora, se eles são por natureza violentos, então também esse condicionamento de violência entra em ação. Então eles começam matando uns aos outros.

Eles mataram impiedosamente muitas pessoas… achando que eles têm o direito de entrar em qualquer país… e matar tudo mundo e tomar a terra que não é deles. Na verdade, a terra em si não pertence a ninguém, mas ninguém tem o direito de ir e ocupá-la… e colocar para fora as pessoas que não pertencem a esse país. Ontem foi do dia da independência da Índia. E Eu vi a bandeira sendo hasteada, nossa bandeira nacional, e a bandeira britânica descendo. Tudo isso aconteceu depois de muita luta, muito sofrimento do povo. Porque eles vieram à Índia, desembarcaram tranquilamente lá… e se tornaram os governantes. Então isso é também um tipo de condicionamento… que entra em ação de forma coletiva, em que você entra no pais de qualquer um, coloca para fora as pessoas de lá ou meio que ocupam esse lugar… e se tornam os mestres. Isso é como ir na casa de alguém, que pertença a alguém… e colocar para fora as pessoas que estão dentro… e tranquilamente se estabelecer lá como os donos e os governantes. Porque eles têm inteligência melhor, talvez, mais astúcia neles. Com essa astúcia, se os brancos acham que eles podem governar… os negros, não é neste ponto que você pode desenvolver o estado de testemunha.

Você pode tirar o bebê? Por que ela está chorando? Deve ser sede? Tudo bem. Portanto esse tipo de condicionamento é como uma praga… e se move de um país para outro país, onde algumas pessoas acham que elas são superiores… e fazem com que as pessoas pareçam inferiores. E existem as pessoas também… que aceitam esse tipo de situação, aceitam esse tipo de posição… onde elas supõem serem iguais. Eu diria, peguem o exemplo da América, porque isso tem sido celebrado pelos americanos, e porque Krishna é o Governante, Krishna é o Governante da América. Ele próprio era uma pessoa de pele escura, Ele próprio estava no lado dos negros. E no mesmo país onde Ele governa, uma outra grande coisa é que… eles não percebem que se todos os negros, todos os asiáticos saírem desse país agora, Eu não sei o que acontecerá a eles. Todo os esportes deles são conduzidos por negros.

Se você quiser ver qualquer esporte americano, 99% são negros. Depois, se você quiser também ver a música, porque esses negros, embora eles tenham a cor preta, que está tudo bem, assim como vocês têm a cor branca, eles têm a cor preta, mas eles têm uma voz que os brancos não têm. Eles conseguem cantar tão bem… que nenhum branco pode competir com eles. Justiça seja feita à cor. Agora, se você retirar os asiáticos, todos os médicos, todas as enfermeiras, todos os arquitetos, todos os contadores, todos eles desaparecerão. Agora, o que restará? Vocês têm de entender que… a cor não tem nada a ver, não tem nada a ver com sua inteligência, com seu sistema de valores, com seu Espírito. Nós estamos aqui para alcançar nossa espiritualidade. O Espírito não entende cor, porque isso é tão superficial… e é tão cruel condenar alguém por causa da cor. O mesmo agora está acontecendo como reação.

Toda ação tem uma reação. Então o que acontece é que você percebe que os negros estão reagindo. Eles estão reagindo e a reação deles pode ser muito perigosa. Todo dia Eu leio que as reações estão surgindo de forma tão grave, não na América, mas por toda parte, eles agora estão pensando… que eles devem se rebelar e se opor a essa dominação. Mas em seu próprio país onde eles têm pessoas… de diferentes cores, pequena variação, Eu acho. Todos eles são negros, mas com pequena variação talvez. Então eles formam grupos… e eles começam a cortar as gargantas uns dos outros. Eu tenho visto na televisão como impiedosamente eles matam. Eu não sei qual é a diferença de cor, mas de algum modo, eles formaram grupos… e esse grupo irá e matará aquele grupo, e aquele grupo virá e matará. Não é como Kauravas e Pandavas.

Não são dois tipos de pessoas completamente opostas. Não é que o negativo e o positivo estão lá, não é. Todos eles são negativos quer sejam brancos ou negros. E eles começam a discutir e brigar uns com os outros. Agora, essa violência está crescendo muito. Eu acho que a violência é a única arma que eles usam agora… para se expressarem. Vocês veem aqui, algum coisa acontece, então em algum lugar lá, você descobre que eles explodem bombas… e matam muitas pessoas inocentes. É muito, muito pecaminoso agir assim. Mesmo a menor violência é pecaminosa, e esse tipo de violência aos olhos de Shri Krisnha… deve ser sem dúvida punidas muito seriamente. Agora, isso surge através do ego. Você acham que porque pertencem a um clã, vocês podem matar um outro clã, ou algo assim.

Uma ideia estranha na mente humana entra em ação… e vocês decidem que vocês têm o direito de matar uma outra pessoa. Alguém pode dizer que isso vem do ódio, mas o ódio é uma consequência do ego. Quando o ego começa a agir, ele coleta todas essas coisas como o ódio, também a possessividade, raiva, violência. Todas essas coisas começam a surgir a partir do ego, que na verdade cega a pessoa. Você se torna cego ao fato… de que não há nenhuma necessidade de ter violência, nenhuma necessidade de odiar alguém, nenhuma necessidade de matar alguém, por causa desse ego que está lá. Agora, alguém pode dizer: “Mãe, como esse ego se constrói?” É claro, na maioria das vezes é devido às reações. Também é devido ao condicionamento. Se é falado à criança desde a infância: “Você deve odiar essas pessoas, elas devem ser odiadas.” “Elas são pessoas erradas, elas são pessoas más.”

Elas simplesmente começam a fazer isso. Quando elas crescem, elas começam a mostrar que… o ódio é agora como um cactus, crescendo muito e está matando os outros. Não há nenhuma justificativa… para esse tipo de comportamento pelos seres humanos. Se eles são seres humanos, eles têm de ter qualidades humanas. E isso é o que só é possível… se você aprender como apenas testemunhar e não reagir. Por exemplo, você vê dois galos brigando. Você gosta disso. Os dois galos estão brigando, as pessoas estão gostando. Um galo morre, elas ficam muito felizes, como se o que morreu tivesse matado os pais dele ou feito algo assim. Muito surpreendente.

Agora, na Espanha, mesmo agora… há essas touradas acontecendo todo ano. Seis touradas todo ano… e a arena contém mais de dez vezes o número de pessoas que temos aqui. E está sempre cheia. E agora, as mulheres aderiram às touradas. Agora, se o touro não é morto, eles deixam os touros… irem para a rua e matar pessoas. Esse tipo de diversão violenta… ainda está perdurando nas mentes das pessoas. É tão triste ver pessoas que estão agora falando de humanidade, falando de paz, falando de alegria, ainda estão desfrutando esses atos violentos. Ou eles estão fazendo ou eles querem assistir. Então depois você vai a esses filmes e coisas assim.. que têm sido criados, de uma violência horrível… e as pessoas gostam disso, gostam de filmes assim e esses filmes são criados novamente. Agora, se você realmente fica em estado de testemunha, se você está em um estado de testemunha, então o que acontecerá?

Se você assiste qualquer coisa assim que está acontecendo, isso diminuirá. Se você está em estado de testemunha e nesse nível, então nenhum acidente acontecerá no seu alcance. Mesmo se houver um acidente, então você pode salvar a pessoa, você pode ajudar a pessoa muito ativamente. Isso é em uma escala muito pequena. Mas mesmo em uma escala muito grande, você pode fazer algo maravilhoso. Eu Me lembro, Eu não era muito idosa naquela época, mas nós estávamos morando em uma casa muito próxima ao Secretariado, onde eles tiveram uma greve. E eles estavam pedindo a separação do Maharashtra ou algo assim. Então a policia estava lá… e por ordem do ministro chefe, eles estavam atirando em todo mundo que estava vindo. Em qualquer um que passasse através daquela estrada, eles estavam atirando. Eles estavam desfrutando um jogo de tiros, todos eles.

Eu vi tudo aquilo e simplesmente não pude suportar. Eu simplesmente fui, fui e pedi à polícia que parasse aquilo. Eles pararam. Vocês ficariam impressionados, eles pararam. Então Eu levei aquelas pessoas que estavam feridas para Minha casa, tirei as balas delas e tudo mais, chamei a ambulância… e as salvei. Mas para isso, uma coisa estava presente: Eu estava em um estado de testemunha, então você se torna sem medo. Não há nenhum medo de forma alguma, uma vez que você aprenda… como ter o estado de testemunha. Porque quando você não está testemunhando, você fica perturbado, você fica aborrecido, você fica exaltado. Você talvez se junte também a esse tipo errado de pessoas. Mas se você está no estado de testemunha, isso por si só, é um poder.

E esse estado de testemunha os ajuda a vencer… tantas dificuldades de outras pessoas. Há uma história chinesa sobre um santo. Então um rei trouxe seu galo para ele e disse: “Treine meu galo de tal forma que ele vença.” Ele disse: “Tudo bem.” Então ele manteve o galo com o rei por um mês. E quando o show começou, diferentes galos vieram de diferentes lugares… e todos eles começaram a brigar. Esse galo apenas ficou em pé e ficou assistindo, só assistindo. E os outros galos tomaram um grande susto. Eles não conseguiam entender: “Como esse sujeito não está perturbado.” “Ele só fica assistindo, está em pé, não está fazendo nada.”

Então todos eles desapareceram da arena… e ele foi declarado o vitorioso. Assim, essa é a melhor maneira de trazer a não violência. Em lugares violentos, você vai e fica em pé firme lá, enfrentando todas as coisas que estão acontecendo. E esse estado de testemunha atua, atua e cessa esse tipo de violência que está acontecendo. Mas o estado de testemunha não é um estado mental. É um estado de ascensão espiritual onde você se torna uma testemunha. A melhor forma de praticar o estado de testemunha é não criticar ninguém. Não criticar. Eu tenho visto pessoas que ficam o tempo todo criticando os outros. Eles não conseguem criticar a si mesmos, então eles começam a criticar os outros a tal ponto… que eles nem mesmo veem o que está errado com eles.

Eles nem mesmo dizem que erros eles fizeram aos outros, porque eles acham que têm o direito de criticar os outros. E eles desfrutam esse criticismo muito bem. Na verdade, não há nada para ser criticado. Apenas observe e veja por você mesmo. Tudo isso é seu direito. Você não tem direito de criticar ninguém ou qualquer coisa. Mas algumas pessoas acham que se você não criticar, então isso continuará assim e nunca irá cessar. Não é isso. Uma vez que você observe a coisa, você mesmo, apenas observa, sua própria atenção fica iluminada agora, com essa atenção iluminada, você pode apenas observar… e cessar a insensatez que existe. Mas nós estamos sempre conscientes de que somos importantes… e nós temos de fazer isso e temos de fazer aquilo.

Sob essas circunstâncias, o que acontece é que… você se torna um outro problema. Porque o que você pode fazer? Você não pode fazer nada. Mas o que você pode fazer é observar. Observando e apenas vendo as coisas como elas são, você realmente pode desenvolver um estado muito diferente de ser. Primeiramente, todas essas pessoas que são apenas testemunhas, o que lhes acontece é muito interessante, a perda de memoria delas é muito menor, porque seja o que for que elas veem se torna como um quadro para elas, como um, podemos dizer, elas podem lhes dizer até mesmo a cor, o desdobramento, tudo. Seja o que for que elas vejam fica muito na mente delas, como uma foto, e elas podem lhes dizer exatamente o que elas viram. E sua memória não é perdida. Enquanto se você reage a tudo, sua memória se torna horrível. As pessoas estão muito habituadas com a reação.

Por exemplo, Eu conheço um senhor, ele tinha um hábito de reagir… e Eu estava indo com ele no carro. Então ele estava lendo cada propaganda, cada nome de cada loja, cada pessoa, tudo, ele ficava apenas dizendo quem é aquele, o que é aquilo, isso, aquilo. Eu fiquei Me perguntando: “Olhem para esse senhor,” “ele está falando muito. O que lhe acontecerá?” Mas no final, Eu descobri que todas as pessoas assim… que ficam o tempo todo reagindo… se tornam – na verdade elas têm, Eu acho, decadência senil… ou talvez elas se tornem desmemoriadas, muito desmemoriadas. Mas essa não é a única perda que nós temos. Com esse tipo de pessoas, quando elas são formadas… dentro de um coletivo, elas podem ser pessoas muito perigosas. Porque com esse tipo de natureza, elas têm de fazer alguma coisa. Elas têm de fazer alguma coisa porque afinal… elas estão juntas para um propósito… ou podemos dizer, para algumas reações… que todas elas desenvolveram. Em pequenas coisas, em grandes coisas, você perceberá que as pessoas fazem isso.

E algumas pessoas que são muito, muito desenvolvidas nesse tipo de comportamento… podem reunir muitas pessoas e causar muito prejuízo aos outros. Eu pegaria a figura de Hitler. Por nove anos, esse sujeito ficou observando… quais erros os judeus estavam cometendo. Ele não olhava o que os alemães estavam fazendo, quais erros eles estavam cometendo à sociedade. E nessa época, a sociedade também era muito ruim, porque eles estavam tendo todos os tipos de licenciosidade. Agora, ele ficou anotando: “Esses judeus são assim, eles fazem isso, eles tomam dinheiro,” “eles estão emprestando dinheiro.” Todos os tipos de coisas, ele meteu em sua cabeça. Como resultado disso, ele desenvolveu uma reação nele: “Nós devemos de um modo ou de outro nos certificar que essas pessoas…” “vão embora da Alemanha.” Mas então ele pensou: “Mesmo se eles forem embora da Alemanha,” “eles prosperarão novamente. Então por que não matá-los?”

A tal extensão que você nem mesmo consegue ver esses filmes. Você não consegue ver nada dessa natureza que Hitler fez. Mas ele o fez. E as pessoas que o seguiram também fizeram isso, sem sentir nenhuma dificuldade como se isso fosse uma questão… de grande prazer ou alegria ou talvez fosse um dever. Como eles puderam se sentir compelidos pelo dever de fazer uma coisa tão horrível… como matar milhares e milhares de judeus? O que os judeus lhes fizeram? Eles poderiam ter corrigido isso. Mas por que eles foram condescendentes com tamanha violência… e quiseram liquidar todos os judeus do mundo? Isso pode ser muito, muito perigoso, porque uma vez que você comece a perder seu estado de testemunha, você pode cair na coletividade negativa. E desse modo, a coletividade negativa atua, atua de uma maneira tão ruim que todos os conflitos do mundo, todos os problemas do mundo, talvez, estão relacionados com isso.

Portanto, como Sahaja Yogis, o que devemos fazer? Nós não devemos reagir. Nós não devemos reagir. Se você vir algo errado, tudo bem, medite sobre isso. Medite. Se você percebe qualquer coisa errada acontecendo, tudo bem, medite sobre isso. Se alguém é rude com você, nesse momento não reaja. Depois, quando esse indivíduo ficar mais calmo, fale com ele. Ou fale com ela. Porque nesse momento, quando ele está tão instável ou ela está instável, se você falar, nada acontecerá.

Gradualmente, Eu não digo sempre, você pode persuadir pessoas assim. Mas gradualmente, talvez você seja capaz… de fazê-los compreender que é errado, é errado fazer as coisas que eles têm feito. De certo modo, a reação a qualquer coisa… que é estúpida também pode ser muito autodestrutiva. Por exemplo, algumas pessoas têm reações bem enraizadas, como vocês viram esse comportamento do Sr.Clinton. Você não consegue entender um homem de sua estatura, do seu nível, ter reações assim. Mas deve ser desde sua infância ou Eu não sei como ele desenvolveu isso. Agora ele está em apuros. Muito vergonhoso, Isso também, Eu acho, talvez, vem de uma condescendência muito grande com as reações. Por que você deveria reagir? A uma mulher, Eu não consigo entender, ou a um homem.

E esse é um dos maiores problemas da cultura de hoje, especialmente em todos os países desenvolvidos, o tempo todo os homens estão olhando para as mulheres, as mulheres estão olhando para os homens. Para quê? Talvez eles olhem para as mulheres porque eles querem ver… quantas mulheres estão olhando para eles. Ou elas olham para os homens… talvez para verem quantos homens estão olhando para elas. Por quê? Por que isso está acontecendo? Porque eles têm um complexo de inferioridade neles… ou eles querem atrair a atenção de todo mundo. Coisas horríveis são feitas hoje em dia… para atrair a atenção dos outros, para conseguir a empatia dos outros. Se vocês virem o nível de sua consciência, aonde ela vai, você ficará surpreso. Por exemplo, eles dizem que uma mulher matou seus oito filhos… apenas para conseguir a empatia dos outros.

Pensem nas coisas tão horríveis que as pessoas estão fazendo. Agora, se você quer que os outros tenham reação, você faz isso. Eles querem que os outros os vejam ou reajam para, Eu não sei, para lhes dar importância, você pode dizer. Mas, de que adianta uma importância tão vazia? Mas as pessoas estão buscando isso. E é uma doença muito comum na vida moderna. O tempo todo: como você deve aparentar, como você deve se mostrar, como você deve andar. Tudo é tão estúpido… e desperdício de energia. Deus criou os seres humanos muito, muito diferentes. Nenhum deles são cópias, nenhum deles.

Mesmo na natureza, você nota as folhas das árvores, elas são tão únicas, você não consegue compará-las com uma outra. Assim, é desse modo que os seres humanos são criados, diferentemente. Eles são criados assim. Temos de aceitar. Seja o que for que você seja, está tudo bem. Por que você quer se parecer com outra pessoa? Esse tipo de reação é extremamente estúpida, Eu acho, em que nós estamos estragando nossa energia e vida… por algo totalmente sem valor. Agora, vocês sendo Sahaja Yogis, seu valor é grande. Vocês vieram para cá para emancipar os seres humanos… dessas ideias ridículas e modos tolos. O modo como as pessoas estão se comportando, Eu não sei a quem culpar, mas de repente, nossa atenção se tornou muito diversificada.

Nossas reações se tornaram muito, muito estranhas. Não se sabe por que as pessoas reagem desse jeito… e então por que nos preocupamos com a que as pessoas reagem? Todas essas coisas não existem somente no nível individual, mas também em um nível coletivo. Como resultado, novos tipos de sistema de valores têm sido criados. Agora, para uma mãe, digamos por exemplo, elas se vangloriará de quantos homens estão correndo atrás dela. Ou ela pensará que ela é uma grande atriz, Eu não sei o que elas pensam de si mesmas. E o modo como elas falam de si mesmas é algo surpreendente. Se ela é uma mãe, ela tem de ser uma boa mãe… e ela tem de parecer uma mãe, mas elas estão tão fascinadas… ou elas estão tão fixadas no princípio de que… elas têm de ser extremamente atraentes, elas têm de ser as rainhas ou Eu não sei o quê, que posição elas querem ter. O mesmo com os homens. Se você tem algo dentro de você, se há alguma qualidade dentro de você, há qualquer coisa que possa qualificá-lo como um grande homem, isso será mostrado.

Você não tem de anunciar. Você não tem de paparicar isso, nada disso. Isso será mostrado. Assim, se você tiver essa indiferença em relação a opinião pública, Eu acho que você pode alcançar muito. A maioria das frustrações desaparecerão. Na Sahaja Yoga também, Eu tenho visto pessoas que querem se exibir muito. Eu sei quem faz isso. Mas eles deveriam saber. Uma vez que você não reaja ao externo, você começa a reagir ao interno… e a introspecção começará apropriadamente. Quando você se observar, você ficará impressionado ao ver o quanto você é admirável; o quanto você é feliz.

Agora, se você vai além disso um pouco mais, então você não pensa sobre essas coisas, você apenas se torna sem pensamentos… e apenas se coloca como uma pessoa que é respeitada, cuja companhia é desejada, que é amada e que é cuidada. Portanto não devemos nos preocupar em relação ao que as pessoas reagem, o que elas dizem sobre você, o que elas pensam sobre você. Você deveria apenas fazer introspecção e ver por você mesmo. Depois de algum tempo, você não precisará nem mesmo de introspecção. É um tipo de estado sobre o qual Eu estou falando, onde Shri Krishna disse a Arjuna: “Eu não lutarei,” “então entre Mim e o exército,” “Meu exército, você tem de escolher.” Então Kaurava disse: “Não, nós aceitaremos Seu exército.” “Dê-nos Seu exército e fortaleceremos o nosso exército.” Mas Arjuna disse: “Eu não quero o exército, Eu quero o Senhor.” “O Senhor não quer lutar, tudo bem.” Porque embora Ele esteja lá em um estado de testemunha somente, Ele não ficará lutando, mas Seu Poder agirá.

Ele não tem de lutar, Ele não tem de fazer nada. Mas Seu próprio Poder que externamente é silencioso, agirá. E é dessa forma que ganharemos a guerra. Assim, esse poder de testemunhar, todos vocês devem desenvolver. Tentem desenvolvê-lo, de modo que quando você estiver reagindo, pare a reação. Pare a reação sobre tudo. Você ficará surpreso. Você se descobrirá… como uma pessoa muito, muito poderosa, no sentido de que você não terá nenhuma ambição, você não terá nenhum desejo, você não terá nenhuma predileção especial ou qualquer coisa assim. Mas você apenas fica testemunhando o drama. É muito interessante testemunhar também.

Porque depois você compreende o humor por trás de tudo. Você compreende a estupidez por trás de tudo. Você compreende também como as pessoas têm sido tão violentas… e você apenas rirá disso. Você não fica aborrecido, exaltado, nada. Apenas ri disso. Depois de algum tempo, você ficará surpreso, seu estado de testemunha aumentará. E quando no coletivo, todos vocês têm esse estado de testemunha, vocês podem fazer maravilhas sem fazer nada, sem dizer nada, sem agir. Somente a sua presença, por si só, pode realizar isso. Eu não digo que isso terá efeito em todo mundo. Não, Eu não posso dizer.

Mas na maioria das pessoas, qualquer pessoa que está nesse estado, ela é aquela que traz paz, traz alegria. Eu lhes contarei uma história de um Sahaja Yogi… que estava indo a uma outra ilha, ele estava vivendo em uma ilha, para o trabalho da Sahaja Yoga. E ele percebeu que o céu inteiro estava coberto… com nuvens muito negras, nuvens trovejantes. Então ele apenas olhou para elas deste jeito… e disse: “Esperem até eu retornar.” “Eu estou indo fazer o trabalho da Mãe.” Ele foi à outra ilha, ele fez o programa, tudo aconteceu… e quando ele retornou, ele quis dormir e de repente, começou a chover e trovejar. Até mesmo a natureza compreende. A natureza compreende que você está nesse grande estado de testemunha. Mas se você é muito ambicioso, mesmo na Sahaja Yoga, Eu soube de pessoas que são muito ambiciosas. Elas querem se tornar líderes, Eu não sei o que mais.

Na verdade, é tudo um mito. Todas as coisas míticas, eles querem obter… e preocupam suas cabeças sobre coisas míticas. Uma vez que você aprenda a testemunhar, você conhecerá o mito. Você conhecerá o absurdo. Você conhecerá a maya. Portanto para superar os problemas de personalidade, a melhor coisa é testemunhar. Pratique o estado de testemunha. Tudo. Antes de falar, pratique o estado de testemunha. Antes de fazer qualquer comentário, apenas comece a testemunhar.

É uma atitude muito gratificante. Na vida de Shri Krishna, o maior Poder é que Ele era… uma personalidade que testemunha. Sem fazer nada, sem pegar uma espada em Suas mãos, sem falar sobre luta, Ele foi Aquele que ajudou os Pandavas a vencer a guerra. Não somente isso, mas através de Seu Gita, Ele tentou nos dizer… o que nós temos de fazer para vencer a guerra contra o mal. O Gita inteiro é o estado de testemunha que Ele descreveu. Se você lê-lo, o Gita agora, a partir deste ângulo, você ficará surpreso ao perceber que em toda parte, Ele é como uma testemunha, descrevendo tudo, tudo que Ele vê. E Ele lhe dirá como esse estado de testemunha O ajudou… a compreender também os seres humanos. Ele é um homem que era, deveríamos dizer, não era um grande homem de negócios. Porque primeiro Ele lhes falou como se tornar sthita prAgnya. Sthita prAgnya é aquele que está no estado de testemunha.

Se você observar todos esses versos sobre sthita prAgnya, não é nada além de uma pessoa que está em estado de testemunha, o modo como ele vive, como ele é feliz, como ele olha as coisas. É interessante, muito interessante. Primeiro Ele descreve isso, não é como comerciantes que descreverão primeiro a coisa ruim, mas Ele começa com o melhor, Depois Ele desce para outras coisas e lhes diz… quaisquer que sejam os três aspectos. Primeiro, Ele fala sobre karma (ação)… e muitas pessoas ficam grudadas nesse ponto: “Sejam quais forem os karmas que estejamos fazendo,” “nós obteremos punyas a partir disso.” Ele não, Ele não disse isso. Se você O conhece, então você sabe que Ele nunca quis dizer isso. O que Ele diz é: “Sejam quais forem os karmas que você tenha de fazer,” “você pode fazê-lo, mas deixe os resultados para o Poder Divino.” Os resultados são provenientes do Poder Divino. Agora, talvez algumas pessoas achem que… elas ganharam dinheiro porque elas fizeram bons karmas… e começam a fazer todos os karmas ruins com esse dinheiro. Ele não disse isso.

Ele disse: “Deixe os resultados para o Poder Divino.” Porque o Poder Divino sabe melhor o que é para você. E assim, se você acha que fez algo bom, você serviu em algum lugar o pobre, você fez algo realmente bom para as mulheres, ou qualquer coisa, o resultado disso, deixe-o aos Pés do Poder Divino. Significa que você não desenvolve um ego… para tudo que você fez. Ele escreveu muito bem isso, mas para entendê-Lo, a pessoa deve ter novamente o estado de testemunha para ver… o que Ele escreveu sobre o karma. Depois Ele escreveu sobre gnyana. Gnyana significa “onde você sabe”. Mas isso não significa que você fique lendo livros, nunca. Gnyana significa “saber o que você é”. Significa que você tem de ser um Sahaja Yogi, através do qual você sabe muitas coisas por meio das vibrações.

Gnyana não significa leitura de livros. Lendo livros, você se torna mais ignorante. Então gnyana significa que você deve conhecer seu Si. Se você não conhece seu Si, você não sabe nada. Então diz respeito a isto: você deve ter a sua Realização do Si. Você deve conhecer o seu Si. É a segunda coisa que Ele disse. Por último, Ele falou sobre bhakti. Bhakti é devoção. Esse também é um outro truque de Shri Krishna, a forma como Ele descreveu bhakti.

Agora, você encontra pessoas na rua, “Hare Rama, hare Krishna”, cantando. Em uma palavra, Ele concluiu, Ele diz: “Você deve fazer ananya bhakti”. Ananya significa “quando não há o outro”. Significa: “Quando você submerge a si mesmo no Divino,” “você é um com o Divino, então você deve fazer bhakti,” “senão Eu não aceito”. Ele diz: “Se você Me dá algumas folhas…” “ou alguns frutos ou algumas flores, Eu aceitarei,” “Eu aceitarei”. Mas para Ele, a verdadeira bhakti somente é possível… quando você se torna um com o Divino. Do contrário, é apenas um show. Então a terceira parte da bhakti também vem depois da Realização do Si. Agora, na bhakti, não há nenhum “qual é o valor”… e “quanto você pagou por isso” e “como você comprou isso”. Isso não é importante.

Para isso, um grande exemplo é de Shri Rama… quando Ele entrou nas florestas. Havia uma senhora idosa da classe shidul, significa que ela era uma das bhilni, como eles chamam, essas pessoas vivem nas florestas. Então ela trouxe algumas frutas… e ofereceu para Shri Rama. E ela disse: “Eu provei todas elas e elas não estão azedas.” “Eu provei todas elas.” Agora, depois de provar algo na Índia, as pessoas dizem que… isso não deve ser comido. Nós não podemos provar algo e dar para alguma outra pessoa. Isso não é feito de acordo com a cultura indiana. Mas Shri Rama aceitou aquilo. Ele aceitou aquilo.

Ele disse: “Que belas frutas.” “Eu nunca comi uma fruta assim.” Então Lakshmana ficou muito zangado. Ele disse: “Mulher estúpida, você comeu estas frutas…” “e isso é o que você está dando a Shri Rama.” “Por que você faz isso?” Então Sita estava observando. Então Ela Lhe pediu: “Por que Você não Me dá algumas destas frutas?” Ele deu. Ela disse: “Meu Deus, que frutas ótimas são estas.” “Eu nunca comi frutas tão boas.”

Então depois Lakshmana também, Sua raiva reduziu e Ele disse: “Você pode Me dar algumas?” Ela disse: “Por quê?” “Você estava tão zangado, por que Eu deveria Lhe dar?” Então no final, Ela Lhe deu aquela fruta. Assim, o que Ele viu naquelas frutas era o amor, o amor daquela mulher idosa que vivia na floresta, o amor dela que era importante. Então quando você quer dar algo também, é o seu amor que é importante. Agora, o quanto você pagou, qual valor você gastou, nada disso, é o amor com o qual você faz isso. E esse amor deve ser evidente. Se coisas assim podem acontecer, mesmo com Shri Krishna, a mesma coisa aconteceu. Ele foi para… Eles chamavam de Hastinapur naquela época onde… esses Kauravas estavam morando.

E o rei era Duryodhana. E ele Lhe pediu: “Venha e fique e coma conosco.” Ele disse: “Não, não, Eu não poderei vir.” Ele foi se encontrar com uma outra pessoa, Vidura, que era filho de uma empregada doméstica. Vidura. Porque Vidura era uma alma realizada. Ele era uma alma realizada. Então Ele foi e comeu em sua casa, onde ele tinha cozinhado uma comida muito simples. Porque ele era uma alma realizada, para Ele, ele era a melhor pessoa para comer junto. Assim, seu sistema de valores deve estar baseado em coisas como o amor.

Onde você pode obter amor, você deve estar unido a essa pessoa. Onde você tem uma alma realizada, você deve estar unido a eles… e não a pessoas mundanas que acham que não há limites para elas… e acham que elas são importantes. Elas talvez sejam. Mas para vocês, como Sahaja Yogis, é o amor das pessoas que deve ser respeitado, deve ser compreendido e ser sentido. Mas se você não tem nenhum estado de testemunha, então você verá: quanto dinheiro esse homem ganhou, quantos carros ele tem, quais roupas ele está usando. Todas essas considerações estarão lá. Mas em um estado de testemunha, você compreenderá que… você receberá vibrações dessa pessoa. Você compreenderá que essa pessoa é espiritual. E é desse modo que você grudará numa pessoa assim. Você não irá atrás de coisas superficiais, mas sim de personalidades genuínas que existem.

Que Deus abençoe todos vocês. Obrigada.