Puja de Páscoa

Istanbul (Turkey)


Send Feedback
Share

Puja de Páscoa, Istambul, Turquia, 25.04.1999

Hoje, todos nós estamos aqui reunidos na Turquia, em Istambul, para celebrar a Ressurreição de Cristo e com isso também, a celebração da ressurreição de vocês.

A Ressurreição de Cristo foi uma grande mensagem para nós. Ele superou a morte e saiu daquele corpo morto com um outro corpo que era um corpo vivo. O corpo era o mesmo, mas um era um corpo morto e o outro era um corpo que estava vivo. Isso não é somente simbólico, isso na verdade aconteceu internamente. Afinal, Ele era uma criança divina, Ele era uma pessoa divina. Na verdade, isso aconteceu internamente, não é só uma coisa simbólica que Ele morreu e foi ressuscitado em uma outra pessoa ou, você pode dizer, em uma pessoa viva. Para Ele, o que é a morte? Para os seres eternos, não há mortes. não há morte para um ser que é eterno. Ele pode parecer, temporariamente, como se estivesse morto, mas ele nunca pode morrer.

Cristo era assim, uma encarnação muito, muito especial que veio a esta Terra para renascer a partir da morte. Agora, nós também estamos, quando ainda não somos almas realizadas, quando ainda não somos iluminados, nós também estamos mortos no sentido de que nossa consciência é muito, muito, Eu diria, é totalmente obtusa e morta. Podemos ver as flores, podemos ver os rostos, podemos ver os edifícios, podemos ver as cidades, podemos ver todas essas coisas. Vemos todas essas coisas e sentimos que estamos muito conscientes, o que não somos. A verdadeira consciência surge em nós quando cruzamos os limites de nossa mente, vamos além da mente, e isso só é possível por causa da Ressurreição de Cristo. Ele ressuscitou por Si Mesmo porque Ele era uma pessoa divina. Mas nós também somos ressuscitados porque somos abençoados pela Divindade. Agora, esta nossa mente, que está em algum ponto no meio, é controlada por Shri Jesus Cristo. Ele controla através do Agnya de vocês, ambos os lados. Ele controla seus condicionamentos e controla seu ego e traz um equilíbrio em vocês.

Mas quando este Agnya Chakra começa a borrifar todos os tipos de ideias, algumas vezes reagindo, algumas vezes aceitando os condicionamentos ele é um escravo, não é uma coisa livre, porque ele está atuando sob a influência de seu ego ou de seu superego, pois isso é a morte de nossa consciência. Nós não podemos, não podemos compreender algo além. Não conseguimos aceitar que há uma vida além disso. Isto é Nós temos visto agora que todos nós estávamos em uma condição na qual estávamos sem vida. Estávamos nos sentindo mal, nos sentindo ansiosos, estávamos lutando e estávamos pensando: “Há algo errado com nossa vida atual.” “Há algo que definitivamente nos torna escravos,” “através do qual nós somos escravizados.” Isso nós percebemos, sem dúvida, e começamos a buscar a Verdade. Nós começamos a buscar a Verdade de tantas maneiras, Eu sei que muitos também se desencaminharam, e eles perderam o equilíbrio e caíram em completo declínio. Mas muitos de vocês têm sido salvos, têm sido salvos pelo grande exemplo da Ressurreição de Cristo. Ele teve de enfrentar isso, Ele teve de fazê-lo e realizá-lo.

Sem Ele, nosso Agnya não seria tão flexível. Na realidade, os seres humanos nos tempos antigos eram muito condicionados. E quando eles se tornaram modernos, eles ficaram cheios de ego, nada entre esses dois extremos. Com essas duas influências, nós estamos aprisionados, somos pessoas totalmente mortas. Não temos nenhuma sensibilidade a nada. Eu tenho visto agora, mesmo hoje, você pode ver as coisas que estão acontecendo por todo lado, as pessoas estão muito ansiosas para matar umas às outras. Seres humanos querem matar seres humanos, você pode imaginar? Uma coisa tão estúpida em que devemos matar nossos parentes e amigos. Então há crianças que estão matando, pais que estão matando, nenhum relacionamento é aceito. Esse é o sinal de uma pessoa cuja consciência está completamente morta.

Em nossa consciência, pelo menos nós devemos ter sentimentos de compaixão e amor. Mas isso está perdido, não existe, não temos isso. O mundo inteiro está em chamas, quando você lê sobre todas as guerras que estão acontecendo, a forma como eles estão matando crianças, a forma como eles estão destruindo seres humanos. É uma atitude errada que com o discernimento dos seres humanos, as coisas melhorarão. É um conceito muito, muito errado de que os destruindo, a pessoa pode alcançar algo. Nosso trabalho na Sahaja Yoga está atuando bem, Eu devo dizer, mas ela tem de por fim a essa atitude horrível dos seres humanos de destruir. Então vocês talvez perguntem: “O que fazer, Mãe?” “O que fazer para parar essa destruição?” A resposta está na vida de Cristo. Deem a ressurreição às pessoas, lhes deem a ressurreição, as iluminem, tragam-nas a um estado onde elas compreendam o que é certo e o que é errado.

Deixem-nas sentirem, deixem-nas sentirem a compaixão e o amor que está dentro de vocês. Quando isso começa, essa terceira força dentro de nós começa a atuar, o nosso ego também reduz, nossos condicionamentos também reduzem. Por exemplo, se vocês pensam: “Nós somos muçulmanos,” “nós temos o direito de matar os outros”; se vocês pensam: “Nós somos judeus, temos o direito de matar os outros.” Todas essas diferenciações e.. esse tipo de discriminação que temos é tão estúpida, porque vocês são seres humanos, eles são seres humanos. Vocês estão matando seres humanos. Não que eles tenham cometido algum pecado ou tenham feito algo errado, exceto que em sua insensatez, eles acreditam que eles são isso e são aquilo. Vocês não são. Vocês são só seres humanos. Em cada ser humano, como vocês sabem muito bem, existe a Kundalini. Não há nenhuma discriminação, todos têm, quer você seja um muçulmano, um judeu, um hindu, um cristão, sikh, parsi, qualquer um, você pode chamar de qualquer nome.

Agora, apenas observe como aceitamos uma certa denominação para nós mesmos. Você nasceu, digamos, em uma família cristã ou você nasceu em uma família hindu, imediatamente você começa a pensar que você está lá para defender todas as bandeiras dessa religião não qual você nasceu. Você nasceu nessa religião sem o seu conhecimento, sem sua permissão, sem nenhuma compreensão. Então como você pode pertencer a essa religião? Você tem a Kundalini, todos os outros têm a Kundalini. Então você só pertence à religião da humanidade, onde todo ser humano tem a Kundalini. Portanto, vocês não são nada além do que seres humanos. Todas essas falsas ideias de que: “Nós somos hindus, nós somos muçulmanos, nós somos cristãos”, é tudo criado pelo homem. O homem pode criar qualquer coisa, e os seres humanos não têm nenhuma inteligência para entender que é tudo criação do homem, Por exemplo, nos EUA, eles criam associações e grandes organizações e tudo mais, baseadas na falsidade absoluta, absolutas ideias erradas, absoluta destrutividade, mas eles formam isso, eles formam seus grupos, eles têm isso, têm e eles estão prosperando. Mas isso tem uma repercussão, eles não sabem.

Se você começa a fazer essas coisas falsas contra os seres humanos, que foram criados por Deus e ninguém pode destruí-los, então há repercussões. Muitos, muitos países que foram uma vez dominadores, que eram conhecidos como grandes coisas, decaíram. E todos esses países que agora acham que são muito ricos e tudo mais terão de decair. Todos eles têm de decair, é apenas um resultado final dessa estupidez de acreditar que você é mais elevado do que os outros, que você pode matar os outros. Então, um método não violento começou que é um outro absurdo, Eu acho, porque então eles começaram a salvar mosquitos e também besouros, enquanto mosquitos e besouros são, vocês devem saber, são os maiores sanguessugas. Eles vivem só com o sangue humano. Tais coisas, de que adianta salvá-los? Assim, os seres humanos adotam algo que é absurdo, estúpido, tolo. Eu não sei qual é a razão. O modo que eles aceitam coisas é totalmente inacreditável.

Eu acho que é um tipo de mentalidade escravizadora que não lhes dá liberdade para pensar sobre o que é certo, o que é errado. Para isso, nós temos Cristo. Nós temos Cristo, uma pessoa que era totalmente livre, livre de todos os tipos de preconceitos, de todos os tipos de tentações, de todos os tipos de insensatez que os seres humanos seguem. Mas alguém pode dizer: “Mãe, afinal, Ele era divino.” Ele era divino e agora vocês foram tornados divinos também. Então, como nós podemos nos unir para fazer um esforço total? Um esforço total para dizer às pessoas: “O que vocês estão fazendo? Por que vocês estão fazendo isso?” “Qual é a necessidade de fazer essas coisas?” De um lado é, nós podemos dizer, uma destruição em massa através da estupidez, outro lado é sua própria autodestruição.

Adotar o hábito de beber, adotar outras coisas autodestrutivas que são imorais, isso está disponível muito facilmente, e as pessoas gostam muito disso. E elas não gostam quando você fala: “Isto é destrutivo.” Assim, ou nós destruímos os outros ou nos destruímos. Cristo foi destruído pelos outros e Ele ressuscitou por Si mesmo. Assim, nós estamos também na mesma posição agora. Eu sei que muitas vezes a Sahaja Yoga foi contestada. Agora está muito melhor, não tão ruim. Ela foi contestada e houve muitos problemas. Mas agora isso está se acalmando, porque essa é a Verdade, essa é a Realidade, isso é o que é Divindade. Portanto, você não deve ficar com medo.

Todas essas ideias estranhas sobre a Sahaja Yoga também se extinguirão. Isso é uma ressurreição, não somente de vocês, mas também de suas ideologias. Agora, as ideologias mudam, nossa consciência deve ser ilumidada. Nós devemos ter luz em nossa consciência. Isto surgiu repentinamente às pessoas através da Sahaja Yoga: “Se você não tem a luz, como você pode ir adiante no caminho correto?” Não é fácil descrever a vida de Cristo, como Ele passou por aquilo. Ele morreu tão jovem e foi brutalmente morto. Mas apesar de tudo aquilo, Ele ressuscitou a Si mesmo. Ele saiu de tudo aquilo, saiu daquela provação. Então para nós também, quando estamos com problemas na Sahaja Yoga, nós devemos saber que temos o poder de nos dar a ressurreição.

Ninguém pode nos destruir. Ninguém pode acabar conosco, porque nós temos o poder de nos dar a ressurreição. Esse poder especial que temos de ter a ressurreição, você deve o tempo todo compreender e senti-lo e meditar sobre isso. Eu ouço das pessoas de cada país: “O governo está agindo desse jeito,” “o governo está agindo deste jeito”, ou eles estão tendo algum problema, eles chamam vocês de “seita”, eles chamam vocês disso e daquilo. Tudo bem, não importa. Seu dever é acreditar que você está seguindo os passos de Cristo. E ninguém pode destruir isso. Esta é a mensagem da vida de Cristo: a vida divina não pode ser destruída. Quando este corpo não pode ser destruído, então como você pode destruir a luz divina Nele? Assim, muitos Sahaja Yogis estão aqui, que estão há muito tempo na Sahaja Yoga, e eles tiveram problemas, e eles passaram por muitos problemas, Eu concordo.

Mas todas essas coisas diminuíram. E agora vocês estão em uma posição de ressurreição que depois de algum tempo vocês ficarão impressionados, a Sahaja Yoga ocupará o mundo inteiro. No mundo inteiro, as pessoas adotarão a Sahaja Yoga e teremos tantos Sahaja Yogis pelo mundo inteiro que toda essa minoria de pessoas estúpidas desaparecerá. Para isso, o que vocês têm de fazer? Às vezes, as pessoas Me perguntam: “O que temos de fazer?” Vocês também devem ter lido na Bíblia que Cristo orou e Ele ficou orando. Da mesma maneira, nós podemos dizer, nós temos de meditar. Através da meditação, nós cresceremos em nossa consciência, em nossa nova personalidade, em nossa personalidade fortalecida. A meditação é a única forma pela qual nós podemos crescer, e então ninguém pode destruir vocês, porque todos vocês são protegidos pelo Amor Divino. Você não tem de se preocupar com relação a quem o destruirá, a aquilo que acontecerá.

É claro, no começo, há uma pequena agitação, as pessoas se sentem um pouco mal com isso, tudo bem. Mas na verdade, ninguém pode destruir você. Tenha essa fé em você. Cristo não tinha nenhuma organização, Ele não tinha nenhuma Adi Shakti para apoiá-Lo, de maneira alguma. Mas somente através de Sua personalidade divina, Ele deu um jeito de se livrar de todos os problemas, de todas as torturas, de todas as atrocidades sobre Ele. Então agora, você tem uma vantagem melhor, porque você está iluminado. Primeiramente, Ele era uma pessoa divina e Ele pôde passar por tudo aquilo. Você não tem de passar. Ninguém irá torturá-lo, ninguém o prenderá, ninguém o crucificará. Ninguém o fará, isso não é possível.

Mas mentalmente, se você fica aflito, às vezes você fica aflito, Eu sei, em alguns países as pessoas ficam aflitas, porque elas acham que são oprimidas porque estão na Sahaja Yoga. Eu lhes garanto, ninguém pode fazer isso. Vocês devem saber que estão protegidos o tempo todo. Cristo está presente como seu irmão mais velho, Eu sempre disse isso. Mas você também tem sua Mãe, e você tem todos os Ganas e todos os Anjos em sua volta. Quando Eu vejo isto, Eu apenas penso: “Olhem para isto,” “em todo país, eles mostraram que os Anjos e os Ganas estão lá.” Vocês têm formas tão puras de proteção. Portanto, não há nada para se preocupar com sua destruição ou com seus impedimentos, ou seja do que for que vocês chamem isso, um tipo de forças destrutivas atuando em vocês. A partir da vida de Cristo, vocês têm de saber que ninguém pode destruir uma alma realizada nestes tempos modernos. Na realidade, eles nunca destruíram.

Nós tivemos muitos santos que foram mortos, que foram torturados, mas vejam, eles ainda existem como poesias, como poemas, também como as bênçãos deles em todo lugar, eles não estão mortos. Eles não estão mortos, embora pareça que eles estejam mortos, mas até mesmo citar seus nomes e até mesmo chamá-los, eles surtem efeito. Eles estão presente no Espírito deles e eles ajudam. Assegurados pela vida de Cristo, pela Ressurreição Dele, nós somos pessoas que tiveram a ressurreição. É claro, nosso corpo também mudou. Depois da ressurreição, você sabe que seus chakras realizam toda a cura e todas as bênçãos. Nossa atitude, nossa atitude mental também muda, e também seu ego diminui. Não somente isso, nossos condicionamentos também vão embora. Especialmente, Eu fiquei muito feliz que essas pessoas que nascem em uma determinada religião imediatamente veem o que está errado com essa religião, como se eles mudassem de opinião e vissem a imagem de sua sociedade e soubessem o que está errado com eles. E quando eles começam a meditar nessas correções, isso atua, as sociedades estão melhorando.

As assim chamadas ideias religiosas estão caindo nas próprias armadilhas, e todas elas cairão porque elas são falsas. Não é religião verdadeira. A religião está dentro de nós mesmos e essa religião pura é a que é uma religião global. A solução surge assim: vamos supor que você tenha guerras, guerras em nome da religião, em nome de Deus, especialmente, e em nome das religiões, eles têm guerras. Então agora, o que acontece? Todas essas guerras que acontecem não podem destruir a Realidade, não podem destruir a Verdade. Essa é uma outra mensagem da Ressurreição de Cristo. Você não pode. Você pode achar que hoje você destruiu essas pessoas, mas elas estão lá. Todos os santos, todas as pessoas grandiosas que tiveram a ressurreição na vida estão o tempo todo lá.

A proteção delas está presente, a orientação delas está presente, você pode vê-las, de certo modo, elas estão presentes. Portanto, não se deve ter nenhum medo. O medo da morte tem de acabar. Muitos deles disseram a mesma coisa: “O que é a morte afinal de contas?” A própria morte morre quando você tem a ressurreição. Portanto, não se deve ficar com medo da morte. Agora, quantos de vocês tinham medo da morte antes de sua ressurreição, mas agora não? Você não está preocupado em relação a quando a morte chega, o que acontece, ou de que forma você vai ser, como dizem, destruído. Você sabe que não pode ser destruído. No fundo de seus corações, todos vocês sabem disto muito bem: você não pode ser destruído.

O medo de nossa destruição vai embora, sem dúvida. Mas há uma coisa: a compaixão. Quando você vê todas essas coisas ruins que estão acontecendo e as pessoas sendo torturadas, sua mente fica não consegue aceitar isso com indiferença. Começa a responder a isso e sente a dor dos outros, enormemente. Mas como resultado disso, seu poder do desejo, seu pensamento nessas linhas, até mesmo suas lágrimas são poderosas, e elas podem trazer consolo a essas pessoas que estão sofrendo desnecessariamente. Você tem de ter a experiência disso. Somente tendo um sentimento de compaixão e amor, as coisas melhorarão. Agora, na realidade, nós meditamos. Mas nós podemos meditar também com tamanha compaixão e tamanho amor que suas lágrimas podem também ter um efeito nessas pessoas que são tão cruéis e estúpidas e que ficam matando uns aos outros. Mas é importante para você saber que agora você não é um indivíduo, mas você se tornou uma personalidade global, uma personalidade global.

Você não é um indivíduo, você é uma personalidade global, e sentado aqui, você está resolvendo todos os problemas globais. Você não é uma pessoa pequena agora, que só está preocupada com seus próprios filhos, com sua família, com isso e aquilo, não! Essa sua mente se expandiu, se expandiu deste jeito: ela atua automaticamente em todos os problemas do mundo. Para uma mulher, Eu leio jornais, especialmente as mulheres raramente leem jornais, elas acham que é estupidez ler esses jornais. Mas Eu leio, Eu leio e leio aqueles onde Minha atenção está. Eu tenho que visto que isso funciona. Mas todos vocês juntos, se vocês compreenderem que é responsabilidade de vocês corrigir todas as forças destrutivas, corrigi-las, nós só teremos de meditar coletivamente nos pontos onde vocês percebam que há um grande problema. Agora, o problema é principalmente por causa das religiões, principalmente. Agora, se todos eles puderem saltar para dentro da nova religião, a religião global, todos eles serão um. Eles não poderão lutar porque há uma única religião.

Mas eles não querem ter uma única religião, porque eles querem lutar. Eles são galos de briga. Mas se eles vierem para a Sahaja, se eles se tornarem iluminados, então eles só desfrutarão o amor de uns pelos os outros e não ficarão matando uns aos outros, a destruição dos outros. E isso é o que temos de aprender da vida de Cristo, que era sozinho, que era só. Ele não tinha um coletivo assim atrás Dele. Mas o quanto Ele era poderoso, Ele lutou contra a morte e saiu disso tão claramente no estágio do Agnya. Sem Ele, nós não poderíamos ter feito a Sahaja Yoga dar certo. A Kundalini não teria passado a menos e até que Ele tivesse sacrificado Sua vida. E Ele prontamente sacrificou, Ele aceitou a tarefa de sacrificar Sua vida e depois ressuscitou. Ele passou, Eu devo dizer, por um canal muito constrito do Agnya para corrigir vocês, dizendo: “Perdoem a todos”.

Se perdoar foi uma coisa tão poderosa que você pode até mesmo lutar contra a morte, então por que não perdoar? Muitas pessoas dizem: “Mãe, nós não conseguimos perdoar.” E Eu disse centenas de vezes: “O que você está fazendo se não perdoar?” Assim, a mensagem da vida de Cristo é que Ele perdoou, perdoou todas as pessoas que O perturbaram. Ele até mesmo disse: “Oh Deus, por favor perdoe-os,” “porque eles não sabem o que estão fazendo.” Na cruz, Ele disse essas coisas. Quando Ele era torturado, insultado, Ele estava dizendo: “Deus, perdoe-os,” “tenha pena, tenha compaixão por eles,” “porque eles não sabem o que estão fazendo.” Eles estão matando o Filho de Deus, e o que lhes acontecerá? Aonde eles irão? Qual será a situação deles?

Essa é uma grande mensagem para nós, mesmo na cruz, Ele disse: “Perdoe,” “Oh Deus, oh Pai, perdoe-os.” Da mesma maneira, nós também temos de perdoar as pessoas. Isto é muito importante vindo da vida de Cristo: nós temos de perdoar. Seu perdão foi de grande importância. Para o mundo compreender, você deve perdoar. Se aprendermos a perdoar, você ficará surpreso, metade das guerras deste mundo acabarão. Agora, algo aconteceu há milhares de anos atrás, as pessoas ainda estão brigando, eles ainda estão brigando, pensando: “Essas coisas aconteceram há muitos anos atrás,” “então eles são nossos inimigos.” Se Ele pode realmente perdoar essas pessoas, seja o que for que aconteceu mesmo antes de nascermos, por que deveríamos formar um grupo de pessoas assim? Por quê? Porque há algo chamado ódio nos seres humanos.

Eles odiaram, odiaram por isso, odiaram por aquilo, mesmo em pequenas coisas, eles dirão: “Não gosto disso, eu gosto daquilo.” Isso é muito comum, especialmente hoje em dia. Quando éramos jovens, não era admitido dizermos tal coisa: “Eu não gosto disso, eu gosto daquilo”, não era admitido nós dizermos. Mas agora, foi dada liberdade a eles para falaram assim: “Eu não gosto disso, eu não gosto daquilo,” “eu não gosto daquilo, eu não gosto dessa pessoa.” Quem é você? O que você pensa de si mesmo para julgar os outros? Você não sabe como apreciar, você não sabe como desfrutar e o que você só continua é: “Eu não gosto disso.” E supondo que você goste, o que você fará? Quer você goste ou não é exatamente a mesma coisa. Mas apenas para exibir o ego deles, nós dizemos: “Eu não gosto dessa maneira, eu não gosto.”

Porque não há nenhum amor. Se há amor, então você consegue desfrutar tudo. Nós nunca diremos: “Eu não gosto disso, eu gosto daquilo.” Você definitivamente desfrutará se você realmente disser: “Eu desfruto, eu desfruto todo.” Você está se fechando ao dizer: “Eu não gosto disso, eu não gosto daquilo, eu não gosto.” Como se você fosse um grande entendedor, ou uma pessoa, ou um juiz, para dizer isso. É notável que no ocidente isso seja ainda mais proeminente, eles dirão: “Eu não gosto disso, eu não gosto.” É claro, no oriente, Eu diria, na Índia, se alguém fala assim, as pessoas dirão: “Ele só está tentando se exibir.” Na frente da pessoa. Mas se exibir não é considerado falta de educação, não é considerado falta de educação no ocidente.

Sentir vergonha de qualquer coisa é considerado falta de educação, mas se gabar de algo, ninguém acha que é uma coisa ruim. Cristo se vangloriou de alguma coisa? Nunca. Ele nunca se vangloriou de nada, mas quando Ele viu que as pessoas estavam vendendo coisas nos lugares sagrados, o que Ele fez? Ele começou a bater neles com um açoite, porque aquilo era errado, totalmente errado, contra a santidade do lugar. Mas Ele não disse: “Eu não gosto disso.” Não. Ele apenas mostrou Sua completa desaprovação com o sistema inteiro de vender coisas no templo ou em um lugar sagrado. As pessoas vão lá para venerar. Elas precisam de uma mente que seja desprovida de orientação ao dinheiro.

Não deve haver nenhuma orientação ao dinheiro quando você está meditando. Esse é o maior problema de hoje. Tudo é orientação ao dinheiro. Você gosta de um carro que é muito caro, então você quer tê-lo. De qualquer maneira, você irá adquirir esse carro e se sentar lá. Você pode ser um ladrão, mas você comprou um carro caro para se exibir, talvez porque você é um ladrão, é por isso que você quer esconder sua personalidade. Portanto não há nenhuma vida verdadeira, é tudo apenas para se exibir e achar que não há limite para você mesmo. Mas quando a morte bater na sua porta, o que você fará? Nessa hora, você ficará tremendo com todos as suas assim chamadas conquistas e seu assim chamado exibicionismo. Você simplesmente tremerá diante da morte.

Mas um Sahaja Yogi não! Ele gostará, se a morte tiver de vir, ela tem de vir. Ele não tremerá achando que a morte é algo perigoso, mas é um lugar onde ele pode ir e descansar. Ele não se importará, ele não se importará com nada, porque ele está acima disso, ele está acima da destruição, então ele não se importará com nada, seja o que for que surja em seu caminho. E ele se entregará a isso facilmente. Nós temos Kabir. Kabir escreveu muitos poemas, a maioria sobre a morte. Ele disse: “Quando a morte veio, eu não disse uma única palavra,” “eu não lutei, mas o que fiz” “foi colocar um lençol sobre mim e fui dormir.” Como docemente ele descreveu a morte algumas vezes, e Kabir então Me faz lembrar de Cristo. Como docemente Cristo também passou por todas aquelas coisas, e quando Ele morreu, todos os elementos tremeram.

Ele era o Mestre dos Elementos. Eles tremeram, houve um terremoto e todos os tipos de coisas aconteceram. Eles sentiram Sua morte, não Ele. Eles sentiram que uma divindade tão grandiosa que é a essência da existência foi morta daquele jeito. Eles também não sabiam que Ele iria voltar a viver. Eles também não estavam conscientes disso, mas Ele o fez. Ele de fato saiu dessa situação mortal, com a qual todo mundo ficou chocado. Sua morte, por si só, nos dá força, pois não temos nenhuma morte, nós ressuscitamos e a ressurreição está conosco. Mas nós temos de estabelecer, nós temos de estabelecer nossa Sahaja Yoga, nossa meditação. Isso é muito importante.

Outro dia Eu Me encontrei com uma mulher. Ela falou de um milagre em sua vida, como ela foi salva. Ela estava prestes a morrer, ela passou por um acidente. Mas o modo como ela foi salva, enquanto seu marido, ele sucumbe a todos os tipos de coisas. Então Eu disse: “O que você quer dizer? Como isso aconteceu?” Ela disse: “Mãe, isso não é nada além de Shraddha.” Shraddha é dedicação, entrega. “Entrega, porque eu estou entregue.” Mas Eu disse: “Como?”

“Isso eu não sei, eu apenas estou entregue.” “Eu me sinto tão confortável, tão cheia de vida” “e tão ausente de medo quando eu sei que estou entregue,” “completamente entregue ao meu Espírito.” E isto é o que temos de aprender quando meditamos: nós temos de nos entregar. Maomé chamou isso de “Islã”. Islã significa “entrega”, embora eles não se entreguem, senão você veria mas o que é isto? Você deve se entregar à sua natureza global, à sua natureza mais elevada. Você não deve morrer. Você não deve desaparecer nesse tumulto mundano e nas coisas mundadas. É um exemplo que dá muita força o de Cristo. E Ele está conosco, Ele sempre nos guiará, Ele cuidará de nós, não somente isso, mas Ele nos dará força.

Ele destruirá todos aqueles que forem contra a vida eterna. Ele destruirá as coisas insensatas. E vocês estão vendo agora como na Kali Yuga, todas essas instituições que falam de religião e lutas estão sendo destruídas. Automaticamente, nós não fizemos nada. Por conta deles mesmos, pelas suas proprias ações, eles estão acabando, porque não há nenhuma realidade, não há nenhum Espírito nisso, e sem o Espírito, o que resta é somente um cadáver. A compreensão toda deve ser para os Sahaja Yogis: nós temos de ser orientados ao Espírito, não orientados ao dinheiro, orientados ao corpo, orientados à emoção, mas sim orientados ao Espírito, que é uma coisa que dá alegria. E você ficará surpreso ao ver que com essa orientação, você será a pessoa mais feliz, mais amorosa, mais bela pessoa. Imeditamente, as pessoas saberão que em volta há algo especial sobre esse homem, um brilho sobre essa mulher, algum tipo de brilho que ela ou ele são muito diferentes de nós. Isso será reconhecido num piscar de olhos. Agora, na época de Cristo, muitas poucas pessoas puderam reconhecer, porque elas não eram iluminadas, porque elas estavam muito abaixo do nível dos seres humanos, Eu diria.

Mas vocês não estão. Vocês estão muito conscientes, vocês nasceram nos tempos modernos, e nesta época, quando pensamos em Cristo, nós devemos saber que vida era aquela, que grande personalidade era aquela, pois Ele se submeteu a esse tipo de tortura. Ele poderia ter destruído todos eles num piscar de olhos. Ele era tão poderoso, uma personalidade tão poderosa, mas Ele não o fez. Ele os perdoou. Ele transmitiu a mensagem do perdão, a maior força que pode trabalhar. Agora também, você deve se entregar a essa ideia de perdão e realmente tente perdoar. Você ficará surpreso, você se sentirá muito mais tranquilo, muito feliz, e a pessoa que torturou você mudará de ideia, O que temos de fazer agora é transformar as pessoas. Esse é o nosso trabalho. Nós temos de transformá-los.

Nós estamos transformados. Nós estamos no ponto, podemos chamar isso, nós estamos ressuscitados. Nós temos de ressuscitar o mundo inteiro, esse é o nosso trabalho, de modo que todas essas lutas, todas essas discussões, todas essas falsidades simplesmente acabarão. Para nós, Cristo é nosso líder, que fez isso por nós. Ele veio como um ser humano comum, viveu como um ser humano comum, com todos esses poderes dentro Dele, Ele nunca os usou para destruir. Da mesma maneira, nós podemos também com amor e afeto, nós podemos realmente emergir de nossa morte, emergir de nossos receios, emergir de nossa natureza destrutiva. Essa natureza destrutiva é a coisa mais perigosa para a Sahaja Yoga. Esta é a única esperança que temos: os Sahaja Yogis têm a ressurreição. A única coisa que eu sei é que se tivermos muitos Sahaja Yogis, este mundo mudará. Este mundo tem de mudar.

Mas seu progresso deve continuar, você deve progredir cada vez mais, você não deve regredir. Com pequenas coisas aqui e ali, não se preocupe. Você tem uma responsabilidade muito grande, e essa responsabilidade é transformar os seres humanos. Esse é o seu dever. Quantos você transformou? Quantos você mudou? Está tudo bem para homens ou mulheres. Você tem de mudar as pessoas, esse é o seu trabalho, e este é o poder que você obteve de Cristo: você tem de mudá-los, você tem de transformá-los em um novo mundo de felicidade e alegria, que chamamos de Sahaj Nirmal Dharma. Se isso der certo, se isso realmente der certo, pense no mundo, o quanto ele se tornará belo para nós. É o dever de cada Sahaja Yogi entrar nesse tipo de nova aventura e tentar descobrir quantas pessoas ele pode converter e quantas pessoas ele pode convencer.

Espero que na próxima vez nós tenhamos o dobro do número de pessoas que estão aqui, de todos esses oito países que estão recepcionando agora. Todo o Meu Amor a todos vocês. Dias grandiosos está nos esperando. Nós temos de entender agora somente nossa responsabilidade. A coisa principal é quantas pessoas nós convertemos, a quantas pessoas demos a ressurreição. Esse é o registro, não o quê, quantos pujas você compareceu e tudo isso. Isso não é tão importante. Pujas são só para lhes dar força e lhes dar poder, mas eles não são o seu trabalho. Esse não é o seu trabalho. Para o seu trabalho, você pode receber dos pujas toda a força que você necessita.

Mas se você não usa esse poder, então de que adianta? Portanto agora, Eu deixo isto para você se lembrar: você teve a ressurreição e você tem de dar a ressurreição aos outros. É um trabalho muito, muito importante nesse momento de completo tumulto e destruição. Que Deus os abençoe.