Birthday Puja

New Delhi (India)


Transcript PDF (Hindi Transcript, Hindi Translation from English, Marathi Translation from English)
Send Feedback
Share

Birthday Puja. Delhi (India), 21 March 2000.

Eu estou tão cheia de alegria… e Meu coração está tão cheio de gratidão por todos os Sahaja Yogis… que foram capazes de criar este belo lugar.

Eu não consigo imaginar o quanto eles devem ter trabalhado duro… em um lugar assim para criar uma área tão bela, um lugar tão bem-aventurado. Como as pessoas na Sahaja Yoga trabalham juntas… com grande respeito e amor uns pelos outros, e criam algo que é inacreditável. Aqui era apenas um lugar descampado, e vocês trouxeram tanta vida e luz para este lugar. Vocês queriam celebrar Meu aniversário. Eu não sei o que há de tão significativo nisso. Mas o modo como vocês realmente… mostraram sua compreensão e respeito, Eu simplesmente fico encantada. Eu não consigo entender… o que Eu fiz por vocês, para vocês fazerem tanto pela Sahaja Yoga. Na realidade, hoje é também um dia muito auspicioso, o qual chamamos de “Holi”. Eles brincam com Holi neste dia… e mostram o amor deles e a unidade entre eles. Este é o momento em que nós temos de… realmente entender o valor do amor, do respeito pelos outros, porque até agora, nós temos baseado todas as nossas teorias… e todas as nossas ideias… no princípio de que os seres humanos não podem amar uns aos outros, que eles estão sempre tentando dominar os outros… ou odiar os outros ou tomar coisas dos outros.

Uma ideia tão errada nós tivemos todo esse tempo, e é por isso que todas as organizações que foram criadas… para obstruir isso também ficaram contaminadas com isso. A única maneira pela qual a pessoa pode realmente compreender… o que nós somos é conhecendo a si mesma. Quando você conhece a si mesmo, você fica surpreso ao ver que… a coisa mais importante para você é amar e ser amado. Você desfruta muito esse amor coletivo… quando você supera completamente o seu ser mais baixo. Na Sahaja Yoga, isso é tão simples. Funciona de uma maneira muito simples. É muito sahaja, mas… tornar-se isso é muito importante, e Eu estou muito feliz de ver muitos de vocês do mundo inteiro, de Delhi e também de toda a Índia, regozijando esse amor e a compreensão entre vocês. Eu nunca esperei que em Minha vida… Eu seria capaz de ver todo esse belo mundo de amor, confiança e paz. Mas hoje realmente Eu devo dizer… que isso mostra o que nós somos capazes de fazer. Nós seres humanos, somos chamados de muito egoístas, egocêntricos e somente preocupados conosco, isso é o que é dito.

Mas é surpreendente que com a Realização do Si, com o autoconhecimento, conhecendo a si mesmo, você compreende o quanto você é rico interiormente, o quanto você é grandioso interiormente e o quanto você é capaz. Essa compreensão chega a você, e então isso é expressado de uma maneira tão bela. A Sahaja Yoga levou tempo para crescer, vagarosamente e vagarosamente, e todos vocês também cresceram vagarosamente e vagarosamente. Mas hoje Eu devo dizer que isso alcançou tamanha altura… que é difícil as pessoas escaparem disso. Quando você conhece a si mesmo, quando você sabe o que é a realidade… e o que é a verdade absoluta, você simplesmente se dissolve dentro desse conhecimento. É claro, vocês não são profundos conhecedores… da forma que as pessoas são, vocês são profundos conhecedores no verdadeiro sentido da palavra, porque vocês compreendem que o que está dentro de vocês… é um grande poder do amor. Há um grande poder de compreensão. Há um grande poder de compreensão, um grande poder de unidade, de coletividade. Essa coletividade faz milagres… e dá tanta alegria que todos nós somos um só, não temos nenhum inimigo, não temos nenhum problema. Todos nós juntos somos um só.

Continua caindo, esse é o problema. Está melhor. Está muito alto. Está bom. Essa alegria que foi expressada por vocês… é como as ondas que chegam nas praias… tocam as praias e retornam, criando belos padrões. E Eu vejo isso acontecendo agora, que esses belos padrões estão se mostrando em sua própria vida, no seu estilo de vida, em seu comportamento. Há um tipo muito especial de raça humana… que está sentada diante de Mim. Eu estou tão… grata a vocês, totalmente, por vocês adotarem esse conhecimento simples de si mesmos… desfrutá-lo uns com os outros. É algo notável que vocês conheçam a si mesmos, somente seres humanos podem fazer isso. Poder haver um diamante, muito caro, mas ele não conhece o próprio valor.

Pode haver um cachorro ou um animal que deve ser algo incomparável, mas ele não sabe o que ele é. A mesma coisa acontece com os seres humanos… até que eles obtenham a Realização do Si, e depois da Realização, eles de repente se tornam conscientes… do que eles são. E depois de repente eles se tornam muito humildes, se tornam muito amorosos. Agora, vamos supor que alguém saiba que ele é um rei, ou ele descobre que ele é um grande músico… ou primeiro ministro ou algo assim, ele se sente muito altivo e acha que não há limite para ele mesmo. Mas através desse conhecimento que você tem, você se torna unificado com o resto dos Sahaja Yogis… e regozija isso. É notável o modo como isso funciona, de modo que vocês regozijam muito uns aos outros, e para fazer alguma coisa para esse trabalho coletivo, você pode se dedicar a ele. Agora, Minha experiência de 77 anos de idade, como vocês podem dizer, tem sido realmente marcada com todos os tipos de incidentes, todos os tipos de pessoas, todos os tipos de incidentes. E é uma visão boa ver diante de seus olhos… que apesar de tudo isso, muitos belos lótus brotaram… e eles são tão perfumados, tão belos, tão coloridos, tão cativantes. Tudo isso porque nós temos um sistema de valores inato, porque temos inato dentro de nós… um grande senso de amor e compaixão. Essa compaixão tem de ser realmente… compreendida e desfrutada, e pulem no oceano de compaixão.

Tão belo, e vocês ficarão surpresos ao ver que automaticamente vocês nadarão, automaticamente vocês encontrarão outras pessoas também… no mesmo oceano, e sem nenhum problema, sem nenhum distúrbio, todos regozijando a alegria desse amor, dessa compaixão, desse Amor Divino. Eu devo realmente parabenizar as pessoas de Delhi… por progredirem tão bem… com esta bela organização e este belo pendal (tenda grande), e todas estas acomodações que eles fizeram do lado de fora… para sua estadia. Quero dizer, realmente isso é algo – Eu não fiz nada para isso, nada, Eu devo dizer. O modo como essas pessoas têm trabalhado juntas, não houve nenhuma discussão, briga, fofoca, nada desse tipo. É surpreendente que uma coisa tão bela tenha sido criada por eles, mostra a maturidade deles na Sahaja Yoga. Eu devo parabenizá-los novamente e novamente… por fazer esse grandioso trabalho num tempo tão curto. [Trecho final da palestra em Hind]