Christmas Puja

Ganapatipule (India)

2000-12-25 Christmas Puja, 38' Download subtitles: EN,IT,PTView subtitles: Add subtitles:
Download video (standard quality): View and download on Vimeo: View on Youku: Download audio:
Transcribe/Translate oTranscribe


Puja de Natal, 25.12.2000 Ganapatipule, Índia.

Sinto muito, Eu tive de falar em hindi, porque a maioria das pessoas que estão aqui só entendem hindi. Quando Eu estou fora do país, o tempo todo fico falando em inglês, somente inglês, então Eu quis ter alguma mudança por enquanto. A respeito de hoje ser o grande advento de Shri Jesus Cristo, Eu falei com eles que Ele veio nesta Terra… com uma missão grandiosa, Eu diria, uma das mais grandiosas missões, porque Ele quis abrir o Agnya Chakra, que era tão constrito, e isso não pôde ser feito antes. Para isso, Ele teve de sacrificar Sua vida, somente através desse sacrifício, o grande Agnya pôde ser aberto. Ele estava consciente disso, Ele sabia que aquilo tinha de acontecer, que Ele tinha, de uma forma ou de outra, de aceitar esse sacrifício. Na realidade, Ele era uma personalidade Divina, Ele não teve nenhum problema em agir assim, mas Ele pensou que poderia haver uma outra forma, através da qual se pudesse abrir este Agnya Chakra. Mas Ele tinha de sacrificar Sua vida… e nesse sacrifício, Ele mostrou… que se você tem de se elevar acima dessa vida superficial mundana, você tem, de certa maneira, de se sacrificar. Sacrificar o quê? Sacrificar todos os seus seis inimigos. Mas com o despertar da Kundalini, todos esses seis inimigos ficaram completamente desapegados.

Depende de como sua Kundalini se elevou. Se Ela se elevou de um modo perfeito, então Eu vi pessoas que na primeira tentativa, elas simplesmente se tornaram pessoas completamente realizadas. É claro, há muito poucas, mas tem havido. Enquanto Eu vejo que a maioria de vocês têm pequenos problemas, e para maioria de vocês é o problema do Agnya Chakra. Como nós temos o Agnya Chakra trabalhando tanto? É isto: nós pensamos como uma reação, como uma reação a qualquer coisa externa, nós reagimos a tudo. Eu vejo aqui todas estas lâmpadas, Eu posso reagir dizendo: “De onde eles conseguiram todas estas lâmpadas?” “O quanto isso deve ter custado?” “Onde eles guardam o ano todo”, todos os tipos de coisas. Eu posso reagir. Essa reação vem de nosso condicionamento ou de nosso ego. Pessoas egoístas são extremamente sensíveis.

Se você lhes der, digamos, algo… que eles achem que não é muito digno, eles podem ficar magoados. Eles podem ficar magoados por qualquer coisa, porque eles têm uma consciência de que… eles são algo especial, pessoas mais elevadas, e a pessoa deve se comportar com eles… quando eles estão lidando com alguém, e é desse modo que eles ficam totalmente perturbados… se eles percebem alguém, de alguma forma, os degradando. Isso surge do ego. O ego é uma parte integrante desse movimento do Agnya… e o segundo é o seu condicionamento. Agora, você tem um condicionamento, digamos que você seja um indiano, o condicionamento é que uma pessoa… que vem se encontrar com você deve tocar seus pés, supondo, esse é o seu relacionamento, e a pessoa não toca seus pés, então você fica zangado. Qualquer coisa assim que seja seu condicionamento… lhe dá uma ideia de que você está sendo insultado… ou, de alguma maneira, você não tem sido respeitado… então você se sente mal. As outras reações do ego são assim, como Eu disse, Eu vejo estas lâmpadas e posso dizer: “Por que não tenho isto?” ou “Se eu as tiver, por que eu daria para alguém?” As reações do ego estão presentes, ou as reações dos condicionamentos estão presentes. Esse dois deviam ser eliminados… e isso foi feito pelo sacrifício da vida de Cristo. Cristo, Ele próprio, era uma pessoa Divina… e uma pessoa Divina é como o oceano, porque ele se mantém no ponto zero, no ponto mais baixo. Ele faz todo o trabalho daquele ponto.

Ele formará as nuvens, ele formará a chuva, e quando todos os rios estão inundados, eles correm para o oceano. Porque o oceano se mantém no ponto zero. Assim, a humildade é um dos critérios de um Sahaja Yogi. Um sujeito que não tem humildade não pode ser chamado de Sahaja Yogi. Eu tenho visto até mesmo Sahaja Yogis ficarem muito zangados, às vezes começam a gritar e ficar zangados e se comportando mal. Esse é o sinal de que ele ainda não é um Sahaja Yogi, ele ainda tem de amadurecer. Assim, essa humildade em uma pessoa… lhe dará um estado mais estacionário, Eu diria, um estado mais permanente, através do qual você não reagirá, você não reagirá. Você olha para qualquer coisa, você reage, mas depois você não reage, apenas observa, e é desse modo que o novo estado do estado de testemunha surge em você, quando você se torna a testemunha, você fica apenas observando, apenas observando, não reagindo, não pensando nisso, mas você fica no presente… e no presente, você apenas observa, observa e realmente desfruta. A alegria de toda a criação não está dentro de sua mente… quando você está pensando, e quando você não está pensando, a alegria toda da beleza de toda essa criação… reflete em você e lhe dá uma enorme alegria e paz. Portanto, temos de aprender que não devemos reagir.

Mas o problema de hoje é que todos os seres humanos… são muito bons em reagir. A reação é o princípio básico da vida de hoje. Você lê qualquer jornal, você lê qualquer livro, você encontra alguém assim, o que percebo é que eles são peritos em reagir. Eles reagem, e através da reação, o que acontece… é que eles nunca alcançam nenhuma essência da coisa. A essência, é somente através do estado de testemunha… que você consegue alcançá-la. Isso é o que temos de aprender… da crucificação de Cristo, de Seu nascimento, pois Ele nasceu de uma família muito humilde, uma família muito pobre, em condições muito adversas. O motivo era mostrar que todas essas coisas externas… e todas as glórias externas não o tornam grande. A grandiosidade está dentro e quando essa grandiosidade está presente, então você não se importa com isso, porque você é tão enriquecido dentro de você mesmo… que você não se importa com outras coisas, você não pensa nessas coisas, e você vive em sua própria vida majestosa. Isso é o que vemos na vida de Cristo, Ele era uma pessoa muito majestosa. Por outro lado, se você conhece um homem que é pobre, digamos, e que sentiu a pobreza, ele falará com você com estilo de mendigo.

Se há alguém que nasceu em uma família rica, ele falará com você de uma forma, Eu devo dizer, muito superficial, de forma superficial, uma natureza exibicionista. Mas para uma pessoa que é Divina, todas essas coisas não a tocam. Para ela, ricos ou não ricos, cargos ou nenhum poder, é tudo a mesma coisa, e quando isso acontece, então vocês devem considerar que vocês se tornaram Sahaja Yogis. Eu vi pessoas que vieram a Ganapatipule, agora elas estão muito mudadas, de outra forma, no começo, elas diziam: “Nós não temos água, não temos esse recurso,” “está muito frio ou quente”, seja o que for. Elas ficaram o tempo todo falando como se estivessem de férias. É algo muito diferente. Você está aqui para desenvolver seu estado de testemunha. Vocês viram o céu? O quanto ele estava bonito? Cor de laranja, azul, todos os tipos de cores estavam lá.

A cor, ele a assume automaticamente e fica desfrutando. Ele não está preocupado que deve permanecer para sempe, que desaparecerá quando houver escuridão. Fica apenas observando. O céu fica apenas observando. Seja o que for que surja em seu caminho, ele o assume. Assim, ele é tão belo e doa tanta alegria. Então, uma outra coisa é que… quando você está nesse estado de espiritualidade, então você é doador de alegria, você é doador de paz, você é compassivo e vocês amam uns aos outros. Todos esses problemas do ego simplesmente desaparecem. O ego é o seu maior inimigo, Eu acho, e ele é aquele que realmente atrapalha… toda a saúde e beleza de sua vida. Assim, se você puder apenas observar esse ego, como ele atua, você ficará apenas desfrutando.

É uma peça teatral que ele interpreta. Tudo bem? Vamos ter isso. Você pode ver a peça e então de repente, você ficará surpreso ao ver que você não está nela, você a está assistindo. Quando você está desapegado do seu ego, você pode ver como ele tenta incitá-lo. Esses são os problemas de hoje… e é por isso que precisamos muito de Jesus. O problema de hoje é que as pessoas não compreendem… o tanto de dano que elas estão fazendo a si mesmas, aos outros e ao mundo inteiro por se tornarem egoístas. Se eles pudessem entender, Eu lhes digo, eles desistiriam disso, mas o problema é que eles gostam disso, eles gostam desse tipo de mesquinhez, ou Eu diria, dessa vida de nível muito baixo. Enquanto todos vocês são Sahaja Yogis… e o que vocês têm de fazer é entender: “Por que este ego está surgindo em minha cabeça?” “O que eu tenho feito? Quem sou eu?” Uma vez que você continue fazendo essas perguntas, esse ego desaparecerá.

E é um grande problema para Mim também, lidar com pessoas que têm ego, porque não posso falar para elas: “Você tem ego”, se Eu lhes falar, todas elas fugirão. Se Eu lhes falar: “Tudo bem, você é muito bom, você está muito bem”, então o ego ficará inchado. Então elas dirão: “Oh, a Mãe nos disse que eu estou muito bem”. É muito problemático. Eu não sei como lidar com o ego dos seres humanos. Eu sei que eles têm, mas não sei como lidar com ele. Eu acho que somente vocês podem lidar com ele, se vocês compreenderem o que está errado com vocês. Essa é uma boa forma de resolver seu problema… e Meu problema também. Minha visão é muito grandiosa, Eu acho, para uma única vida, Eu quero a Realização global, Eu quero que as pessoas do mundo inteiro tenham a Realização. É notável o modo como… na cultura sahaja, nós temos um treinamento próprio para nos livrarmos do ego.

Você pode, você mesmo, fazer introspecção. Você pode se observar: por que você se comporta assim? A introspecção que os Sahaja Yogis podem fazer… não pode ser feita por outras pessoas, porque eles podem entrar dentro deles mesmos, eles podem ver por si mesmos, eles podem observar os outros, e com isso, eles podem simplesmente tentar ver… o que este Sr. Ego está fazendo dentro da cabeça deles. É claro, nós sabemos que o mantra de Cristo é o melhor… para remover todos os problemas egoístas, e ele ajuda muito, mas também, quando você está fazendo esse mantra, você mesmo deve estar em um estado muito humilde: “O que eu sou? Afinal, quem sou eu?” “Olhe para tantas estrelas, olhe para tantas coisas belas,” “e quem sou eu? O que eu tenho feito?” “Por que eu deveria ser tão egoísta?” “Por que eu deveria achar que eu sou alguém importante?”. E também outras pessoas adulam você, porque elas querem tirar vantagem de você. Então elas o adularão, elas dirão: “Isso é muito grandioso,” “voce é muito grandioso”, e você simplesmente fica encantado, se perde. Você fica como jogado na chuva torrencial… e você transborda em um grande, Eu acho, como uma grande torrente de pessoas egoístas. E se você observar em volta hoje, nestes tempos modernos, todo mundo está muito consciente do ego deles, muito conscientes, e o modo como eles estão aparecendo nos jornais, ou o modo como eles estão em algumas revistas, Eu fico muito impressionada.

Eu Me sentiria constragida em estar lá, porque é tanta expressão do seu ego, nada mais. Eles começam todos os tipos de coisas, eles têm competição de ego, muitas competições. Por exemplo, eles têm uma competição de beleza, depois eles têm uma outra competição para “Sr.”, você pode dizer, na Índia, “Sr. Isso, aquilo”, todas essas coisas, na verdade, dão ego à pessoa… e os outros também correm atrás de competições assim. Eles pensam: “Por que não eu? Eu deveria ser assim.” Assim, isso é muito mortal e cega completamente sua mente, pois você acha que essa é a forma pela qual… a pessoa tem de ser muito bem-sucedida. Esse sucesso dura quanto tempo? Ele perece muito rapidamente. Mas o sucesso na Sahaja Yoga é o que dura para sempre… e todo mundo se lembrará disso. Aquele que tem esse tipo de natureza humilde… será lembrado por gerações.

Eu nunca vi uma estátua de uma pessoa que foi egoísta. Pelo contrário, se houve alguma, eles criticavam: “Ele foi um homem muito egoísta.” E hoje em dia, é impossiviel com qualquer um que tenha ego, Eu não acho que alguém vai cantar músicas sobre uma pessoa assim, ou vai erigir estátuas em nome delas. Assim, bem dentro dos corações, nós gostamos de pessoas humildes, e se queremos que os outros gostem de nós, nós devemos também ser muito humildes. Não artificialmente, mas realmente através da compreensão de que: “O que nós somos? Por que deveríamos ser orgulhosos?” “Por que deveríamos tentar subjugar e incomodar os outros?” Se vocês compreenderem isso, vocês fizeram justiça completa… à encarnação de Jesus Cristo, o Grande. E há tantas qualidades que Ele mostrou, mas para nós, a melhor é a passagem Dele através do ego, sacrificando a vida Dele, essa é a grande mensagem, e para isso, nós temos de entender, mas aqueles que se chamam de cristãos são os mais egoístas. Eu fiquei surpresa ao ver que na Inglaterra, os ingleses são extremamente egoístas, ou também em outros países, Eu tenho visto que no ocidente, eles são muito egoístas. Eles não têm nenhuma humildade, de forma alguma, comparado aos indianos. Eles são pessoas muito, muito egoístas. Por quê?

Porque eles estão seguindo Cristo, vocês podem imaginar? Essa é a forma de seguirmos Cristo? Aqueles que se chamam de cristãos… e aqueles que se chamam grandes admiradores de Cristo… devem mostrar em suas vidas essa humildade, essa compaixão, esse amor, não é assim. Então, especialmente para as pessoas que são de países ocidentais, vocês devem tentar aprender a cultura Sahaja. Na cultura Sahaja, o modo como nós falamos, o modo como nós vivemos, o modo como nós entramos em contato, é algo muito diferente. E depois, uma vez que você comece a cultura Sahaja em sua vida, você ficará surpreso, os outros ficarão surpresos… com o modo como vocês estão se relacionando uns com os outros, o modo como estão cuidando de tudo tão bem. Essa é a melhor forma de viver neste mundo como Sahaja Yogis, onde não há nenhum ego, não há nenhum condicionamento, nada disso. Você fica totalmente livre de todos esses atributos horríveis… e então você ficará surpreso ao ver como as pessoas confiarão em você, como elas gostarão de você. Eu desejo a todos vocês um Natal muito feliz. E também se lembrem da mensagem de Cristo e de Sua vida.

Que Deus os abençoe.