Public Program

Royal Albert Hall, London (England)


Feedback
Share

Public Program in Royal Albert Hall. London (UK), 14 July 2001.

Eu Me inclino a todos os buscadores da verdade.

Alguns de vocês encontraram a verdade, alguns de vocês não a encontraram plenamente e alguns de vocês não a encontraram de forma alguma. Mas se vocês olharem em volta, na situação de hoje, vocês terão de concordar que há uma grande desordem acontecendo. Países após países estão se entregando a todos os tipos de coisas erradas. Muito da guerra fria está no ar, pessoas estão matando umas às outras, destruindo belos lugares, cortando a garganta umas das outras por nada. Todos eles são seres humanos criados por Deus. Deus Todo-Poderoso os criou e os trouxe até esse nível de consciência humana. Nessa conjuntura, a pessoa não pode ver onde estamos indo de uma forma coletiva. Isso é – onde nós temos de alcançar? Ou é este nosso destino? É este o destino dos seres humanos: serem destruídos uns pelos outros por causa de terra ou qualquer outra coisa?

Pensem no mundo inteiro como um só, e pensem no que está acontecendo por toda parte. Todo dia, nós lemos o jornal; todo dia, há algum tipo de notícia horrível sobre coisas horríveis que as pessoas estão fazendo umas às outras, sem sentido. Nós temos de pensar, qual é o destino? Aonde nós estamos indo? Estamos indo para o inferno ou para o Céu? Qual é a nossa situação em volta? Nós podemos consertá-la? O que está errado com os seres humanos é que eles ainda estão no completo controle da ignorância. Eu chamaria isso de ignorância. E nessa ignorância, nessa escuridão, eles estão fazendo essas coisas horríveis.

Ninguém quer entender que o que estamos fazendo não é nada mais do que a completa destruição. É este nosso destino sermos completamente destruídos? Que bem estamos fazendo? Sob o nome de algum tipo de nacionalidade ou talvez, de alguma religião – todas as coisas que são boas – mas nós estamos fazendo todas as coisas erradas. Lutando. Lutar não é a única coisa. Nós odiamos. Qualquer um que possa incitar nosso ódio é muito mais querido, muito mais amado, e sob a liderança dele, nós formamos grupos. Tudo isso está acontecendo porque este é o Juízo Final. Eu lhes disse que este é o Juízo Final.

E este Juízo Final realmente decidirá quem deve ser salvo e quem deve ser condenado completamente. É uma coisa muito, muito séria. Todos aqueles que estão conscientes devem pensar sobre isso. Um pequeno fragmento aqui e um pequeno fragmento não irá ajudar. Seja o que for que você tente, a menos e até que você transforme os seres humanos, eles não podem ser salvos. Essa transformação não é uma coisa impossível, não é difícil. Este é o tempo da transformação, esta é a chance para a transformação. E dentro de nós está situado o poder, como o poder é descrito, é o poder místico feminino dentro de nós. Todos eles descreveram isso, Eu não sou a primeira pessoa a dizer isso; mas ninguém foi capaz talvez até agora de compreender ou aceitar que isso deve acontecer a vocês. Vocês não nasceram somente para serem seres humanos, mas vocês têm de ser “super-humanos”.

Vocês têm de regozijar a si mesmos. A vida de vocês deve ser gratificante, ela deve ser alegre. Ela não deve ser uma maldição, de manhã até de noite preocupado com isso, preocupado com aquilo. É por isso que vocês foram criados. Deus não teve nenhuma intenção de criar pessoas que ficarão todo o tempo preocupadas em como discutir, como brigar, como poupar, mas pessoas que viverão em completa harmonia, paz e alegria. É por isso que fomos criados. Esse é o nosso destino, isto é, Eu não estou somente dizendo a vocês, mas é um fato. Então, nós temos de ser, nós temos de ser transformados. Essa transformação não é difícil. Mas o que Eu percebo é que as pessoas se contentam com qualquer coisa.

Os hindus irão ao templo, eles pensarão: “Oh, nós fizemos uma grande coisa.” Os cristãos vão à igreja, eles pensarão que eles têm agido muito bem. Os muçulmanos irão e rezarão e pensarão que eles são maravilhosos. O que eles têm alcançado? Encarem a si mesmos, por favor. Encarem suas limitações. Encarem suas aflições. Encarem seus problemas e vejam por si mesmos: vocês têm sido capazes de resolver seus problemas? Vocês têm sido capazes de se salvarem das calamidades? Talvez grandes calamidades possam vir para destruir as pessoas que estão, que estão fazendo o mal, talvez. Esse pode ser o desejo de Deus.

Mas qual é o seu desejo? Por que você não pensa: “Eu tenho de ser uma pessoa que é um depósito,” “que é uma fonte de alegria e amor”? Eu não estou só falando, mas Eu quero que todos vocês obtenham sua Realização do Si. O que é a Realização do Si? É conhecer o seu Si. Vocês não conhecem o seu Si. Vocês não conhecem. Vocês estão vivendo neste mundo sem conhecer o seu Si, vocês podem imaginar? Vocês não sabem o que vocês são. Vocês não sabem que vocês são o Espírito, e que vocês são a fonte do conhecimento, do puro conhecimento.

Eu encontro pessoas sentadas em uma reunião, ouvindo algum babaji que está lhes contando alguma história, muito felizes. Isso não irá lhes dar a realidade e a verdade. Se vocês querem ter a realidade e a verdade, então por favor, tentem compreender que alguma coisa tem de acontecer a vocês, alguma transformação tem de ocorrer. Vocês ainda não são sutis o suficiente, vocês não obtêm essas sutilezas, até que alcancem esse ponto, pelo qual vocês não têm de deixar sua família, vocês não têm de deixar seus filhos, vocês não têm de deixar seu lar e ir para as florestas. Não há nenhuma necessidade de fazer tudo isso. É bom dizer: “Tudo bem, todos vocês adotem sanyasa (vida ascética)” “e deem tudo que lhes pertence para mim.” É uma ideia tão estúpida. Essas são necessidades urgentes de hoje. Nós estamos vivendo em condições urgentes, tentem compreender. E Eu quero adverti-los que se vocês não forem fundo dentro de si mesmos e descobrirem o que vocês são, e se entregarem à sua transformação, qualquer coisa é possível. Todos os tipos de doenças estão surgindo, todos os tipos de novos problemas com as crianças estão surgindo, todos os tipos de problemas nacionais existem, todos os tipos de problemas internacionais existem, os quais as pessoas não conseguem evitar.

Assim, nós temos que sair disso e nos tornar uma sólida personalidade da verdade. Nós não sabemos o que é a verdade. Nós somos piores do que animais, cujos olhos estão abertos, enquanto nossos olhos estão fechados. Não é para se condenarem de forma alguma, mas é para fazer com que fiquem alertas e conscientes de que os seres humanos têm de mudar. Senão, é somente isto: vocês vêm à Minha palestra, amanhã vocês vão a uma outra palestra, só isso. É um tipo de entretenimento agradável diário. Mas quando Eu vejo o destino, Eu não sei quantos serão arruinados, quantos serão destruídos. O que acontecerá a eles? Quais doenças eles contrairão? Quais problemas eles terão?

O que acontecerá a seus filhos? O que acontecerá ao país deles? E o que acontecerá ao mundo inteiro? Apenas ampliem sua visão. Minha visão é que todas as pessoas do mundo devem se transformar. Nós temos inimigos dentro de nós mesmos, e quando eles falam de jihad, eles dizem: lutem contra seus inimigos dentro de vocês mesmos. Quais são esses inimigos? Atualmente, o pior é a ganância. Há ganância. Com essa ganância, as pessoas podem fazer qualquer coisas que queiram.

Todos os tipos de coisas estão acontecendo a partir da ganância. Eles terão dinheiro, eles terão todos os tipos de recursos, mas ainda assim, essa ganância é uma vontade tão satânica, que você nem mesmo vê o que você tem. E você quer ter mais e mais, quer enganar as pessoas, enganar seu governo, enganar todo mundo e manobrar isso. Depois, uma outra coisa pior que temos é a raiva. A raiva não permite que você veja as coisas como elas são. Nós fomentamos a raiva por coisas pequenas, como por exemplo, você veio para este país – Tenho visto pessoas que ficam com raiva por causa da cor da pele diferente. Eu não consigo entender. Deus nos criou com cor de pele diferentes, do contrário, nós todos pareceríamos iguais, como militares, e a vida seria infeliz. Então, a cor foi criada pela natureza. Assim, brancos ou negros, qual é a diferença?

Eu simplesmente não entendo porque um mito assim está acontecendo. Com esse mito, nós estamos lutando. Os brancos estão lutando com os negros, e os negros estão lutando com os brancos. E depois, eles tentam também queimar a pele deles no sol, contraindo câncer de pele. Eu simplesmente não entendo. Não há nenhuma lógica, não há nenhum equilíbrio em nós para vermos o que estamos fazendo. Por que estamos desperdiçando esse tempo precioso quando temos que nos transformar? Essa raiva pode ser por qualquer coisa, por qualquer coisa, uma pessoa pode fomentar a raiva. É como um defeito humano, que é muito comum. Pela menor coisa, as pessoas podem ficar com raiva.

E elas gostam disso, porque com isso, elas podem oprimir os outros, as pessoas podem ser agressivas. Então, elas querem ter essa raiva dentro delas, e com essa raiva, elas tentam dominar os outros. Este é o maior problema: por que queremos dominar os outros? Por que queremos oprimir os outros? E por que queremos controlar os outros? Nós não conseguimos nos controlar, por que ficamos querendo controlar os outros? Qual é a necessidade? Depois, há apegos: apegos a suas casas, a suas terras, aos seus filhos, a tudo. Mas amanhã, você não estará aqui. Você irá de mãos abertas.

Você não pode carregar nada com você. Assim, estes apegos às coisas: eles são muito exigentes em relação aos seus carros, em relação a suas casas, mantêm isso. Mas e quanto a você mesmo? Você está bem? Internamente, você é totalmente calmo, pacífico e alegre? Por que você está desperdiçando sua energia ficando com raiva dos outros? Este é o sinal de vida que será também destruído. Se você observar uma outra pessoa, ela tem, digamos, além de fraquezas por dinheiro, por mulheres, é muito comum, ou mulheres tendo fraquezas por homens. Ficar atraente, para quê? Todo mundo tem de envelhecer.

O que você tem alcançado por ficar correndo atrás de mulheres, correndo atrás do outro sexo? Você não tem nenhum senso de dignidade, nenhum senso de honra. Se você for – contanto que você vista roupas muito boas, você é considerado uma pessoa maravilhosa. Esta não é a forma. Nós temos de fazer introspecção e ver por nós mesmos: por que estamos fazendo isso, desperdiçando nossa energia com coisas insensatas? Muitas pessoas que encontro estão realmente meio loucas e em péssima situação; algumas delas são completamente loucas. E o que elas Me falam é que querem se casar com uma determinada mulher e um determinado homem ou qualquer coisa assim, e é desse modo que elas ficaram assim. Quero dizer, como é frágil! Isso não é ser muito grandioso. Vocês têm de ser muito, muito fortes dentro de vocês mesmos.

Sintam o seu Si. O seu Si é o Espírito, é o reflexo de Deus Todo-Poderoso dentro de vocês. Vocês podem ser muito fortes, vocês podem ser muito saudáveis e podem ser totalmente equilibrados, se vocês se tornarem o Espírito. Vocês têm ouvido tanto sobre o Espírito e a vida espiritual, mas vocês alcançaram esse ponto? Mesmo quando você lê, digamos, sobre o sistema Zen, o sistema Tao, a Bíblia, o Alcorão, qualquer coisa, você sabe como alcançar esse ponto do Espírito? Ainda não. Ainda não. Vocês têm de conhecer isso, porque vocês são grandiosos, vocês são muito preciosos e vocês são tão belos interiormente. Mas vocês não estão conscientes disso. Vocês têm de se tornar isso.

Esse ato de tornar-se é muito importante, e para isso, Deus Todo-Poderoso já formou dentro de vocês o que é chamado de Kundalini, a qual pode ser despertada, e seu despertar pode lhes dar a Realização do Si, pode lhes dar o autoconhecimento que chamamos de “Atma sakshatkar”. Isso é o que é muito, muito importante ter em sua vida. E uma vez que isso é gratuito – você não pode pagar por isso, quanto você pode pagar? – uma vez que isso é totalmente gratuito, por que você não recebe a sua Realização do Si? E porque você não cresce? Ao invés de lutar em nome da religião. Toda religião tem dito: “Conhece a ti mesmo (o seu Si).” Maomé disse muito claramente: “Na época da ressurreição, suas mãos falarão.” Elas estão falando? Os hindus sabem disto, que nós temos de obter a nossa Realização do Si. Não adianta ouvir esses babajis e dar-lhes dinheiro. Todos esses tipos de rituais que temos feito, que nossos antepassados têm feito, o que nós temos alcançado?

Nada. Assim, agora, é importante para nós sabermos que temos de ter nossa evolução, alcançar o ponto da Realização do Si. Se fôssemos perfeitos, não teria havido nenhum problema. Se fôssemos pessoas realizadas, não teria havido nenhum problema. Todos os tipos de egoísmo, todos os tipos de limites que temos colocados em nós mesmos, todos os tipos de condicionamentos e ego que têm atuado em nossa vida e que têm nos arruinado, nós temos que superar. E uma vez que vocês superem isso, vocês tornam-se unificados. Ninguém tem de lhes dizer: “torne-se unificado”. Você perde todas as identificações erradas. Suas identificações erradas são: “Nós pertencemos a este país,” “nós pertencemos a esta religião, nós pertencemos a isto.” Vocês não pertencem a nada. Vocês pertencem ao Reino de Deus.

Isso é o que vocês têm de alcançar e vocês devem estar unificados lá. Mas se vocês são como uma narração de histórias, não há fim para isso. Mas vocês estão desperdiçando seu tempo. O tempo está se esgotando. Eu tenho estado aqui pelos últimos, Eu não sei, vinte anos aproximadamente. Eu trabalhei muito arduamente, mas o que Eu noto é que as pessoas não se dão conta do que devem fazer. Elas gostam de pessoas que apenas dirão alguma coisa muito simples – tudo bem, é um pequeno entretenimento. Assim, toda a humanidade tem de entender que o destino de destruição deve ser evitado. A completa destruição deve ser evitada. E é muito simples: entrem no Reino de Deus, o que é muito fácil.

Vocês não têm de pagar nada, não têm de elaborar nada. Receba a sua Realização do Si e depois em casa, gaste cerca de dez minutos meditando. Somente sua mente está o tempo todo justificando o seu mau comportamento. Eu chamo isso de “mau comportamento” porque é contra você. É contra o desejo de Deus, é contra a humanidade e destruirá todos os seres humanos. Todas essas identificações erradas têm de ser abandonadas, e vocês têm de saber que somos todos um. Somos todos um, somos todos globais, nós não estamos separados pela cor, raça ou religião, nação, não. Somos todos um, e essa unidade não deve ser estabelecida por slogans ou por gritaria, mas a unidade deve ser sentida interiormente. Não é artificial. Ela tem de ser real, a unidade bem real, e isso vem a vocês assim que vocês se dão conta de que são parte integrante do todo.

As religiões os trouxeram a esse ponto de consciência, não para lutar, não para matar. Por quê? Por quê? Os seres humanos se desviaram. Por causa da completa ignorância da retidão. Por causa da própria completa ganância, para si mesmo, apenas para você mesmo, ou no máximo sua família, ou seus parentes. Por que você quer se delimitar? Você é o Espírito. O Espírito é o oceano, o oceano de conhecimento, é o oceano de amor, é o oceano de todas as bênçãos. Então, nós temos de decidir.

Hoje, Eu tenho de lhes pedir, não resta muito tempo. Nós temos de decidir que nós temos que nos tornar o Espírito. Isso é o que todas as religiões têm ensinado. Mas como fazer isso não foi muito explicado, e isso não deu certo. Alguns deles obtiveram isso, mas eles foram excomungados, banidos. Ninguém os ouviam. As pessoas até mesmo os mataram e os torturaram, os crucifixaram. Mas agora, por favor, todos vocês tentem entender o valor de sua vida. Por que você é um ser humano? Por que você foi criado?

Qual é o propósito por trás disso? Nós deveremos ser guiados pelas ideias insensatas? Nós deveremos ser mortos por todos os tipos de fatores divisores? Não, não, nós todos obteremos a Realização do Si, e nós entenderemos o valor de nossa vida. A questão é que vocês obterão a sua realização no sentido de que o poder dentro de vocês se elevará. Está muito bem formado. Na verdade, Deus é um maravilhoso Criador. Como Ele equilibrou e como isso funciona é notável. Em cada indivíduo, Ele fez isso. Com esse acontecimento, não é suficiente.

Entre, digamos, em um palácio e depois ande por lá e veja por você mesmo o quanto você é belo, que belas coisas Deus fez para você. Então cresça nisso. Uma vez que você cresça nisso, então você se dará conta de que coisa maravilhosa você é: a maior joia, a pessoa mais incrível, tão amorosa. Houve alguns – eles se tornaram simplesmente estátuas. Ninguém tenta entender o que eles estavam fazendo, como eles existiram. Assim, esta noite, nós podemos ter a experiência, a experiência do Espírito. É uma experiência muito incomum, uma coisa rara. Isso nunca acontecia assim. Mas acontece agora, então por que não tirar proveito disso? Por favor, estejam prontos para isso, aceitem isso, recebam isso e transformem-se.

Transformar-se é o ponto. O que você se torna é a questão. E o que vocês compreendem de toda esta civilização humana é problema de vocês, não Meu. Eu posso ajudá-los. Eu posso realizar isso. Eu pediria a todos vocês que agora estejam prontos para a Realização do Si. É muito melhor, mas aqueles que não querem ter não podem ser forçados. Assim, é melhor que essas pessoas saiam, saiam do auditório, se elas não querem ter isso. Que Deus abençoe todos vocês. Primeiramente, vocês não têm de fazer nada, quero dizer, não pensem no que Eu disse.

Tentem manter seus pensamentos bem calmos, e Eu tenho certeza que todos vocês podem obter a sua Realização do Si. Mas, agora, quantos crescerão? Porque vocês têm de vir para os encontros de continuação, depois vocês têm de praticá-la nos centros de meditação, e isso dá certo. Vocês têm de propiciar um pouco de tempo para vocês mesmos, e a esse problema global. Vocês têm de se dedicar a isso. É muito importante: vocês têm de se dedicar. Isso não significa que vocês têm de se tornar um sanyasi (asceta) ou vocês têm de se ocupar com isso 24 horas, nada disso. Mas essa dedicação os tornará tão unificados consigo mesmos, com o universo todo, que Eu não tenho que lhes dizer para que se dediquem, vocês se dedicarão por si mesmos. Então por favor, não fiquem aqui, se vocês não querem ter a Realização do Si. Nada lhes acontecerá.

Por favor, deixem o auditório, caso não queiram a Realização do Si. O que vocês têm de fazer é não fazer nada; apenas colocar suas mãos em direção a Mim. É claro, se vocês estiverem usando sapatos, é melhor tirá-los, porque a Mãe Terra é muito importante. Por favor, coloquem ambas as mãos em direção a Mim. Vocês não têm de rezar, vocês não têm de dizer nada, apenas coloquem suas mãos em direção a Mim, simplesmente assim. Agora, por favor, fechem seus olhos. Isso é importante. Por favor, fechem seus olhos. Este poder, a Kundalini, está situado no osso triangular, conhecido como sacro, significa “sagrado”, e Ela se eleva através de seis centros do sistema parassimpático, e por fim, atravessa a área óssea da fontanela que era a moleira na sua cabeça, no topo de sua cabeça. Quando você era uma criança, isso era a moleira.

Ela atravessa através disso e entra na energia sutil do Poder Onipresente do Amor Divino. Eles chamam isso de um nome diferente. Eles chamam de “Paramachaitanya”, alguns chamam de “chaitanya”. Alguns chamam de “Ruh”. Vocês podem chamar isso de qualquer nome – é o amor, o Amor de Deus. É quando você fica conectado com você, quando você começa a sentir em seus dedos um tipo de brisa, primeiro algumas pessoas sentirão quente, não importa. Mas depois isso resfria e vocês sentem a brisa fresca do Espírito Santo, como eles a chamam. E ela começa a fluir. Vocês podem agora levantar a sua mão esquerda no topo da área óssea da fontanela. Mantenham seus olhos fechados e vejam por si mesmos se há uma brisa fresca ou quente saindo de sua cabeça.

Vocês podem mover sua mão. Agora vejam com sua mão direita se há uma brisa fresca ou quente saindo da área óssea da fontanela, que era a moleira na sua infância. Vejam por si mesmos. Inclinem sua cabeça, é melhor inclinar. Por favor, inclinem sua cabeça. Novamente, coloquem sua mão direita em direção a Mim e vejam por si mesmos com sua mão esquerda. Vejam se há uma brisa fresca saindo de sua cabeça. Se estiver quente, tudo bem, não importa. Está vindo quente por causa do calor dentro de vocês. Agora, todos aqueles que sentiram a brisa fresca ou quente em suas mãos ou em seus dedos, ou saindo da área óssea da fontanela – este é o verdadeiro batismo – por favor, levantem ambas as mãos.

Imaginem só, vocês são os soldados que irão salvar o mundo da destruição. Tentem entender a importância de vocês. Vocês podem baixar sua mão. Todos praticamente sentiram isso. Isso significa que vocês já estão maduros para obter a sua vida espiritual. Vocês estão simplesmente na iminência disso. É desse modo que vocês conseguiram isso. É o último salto para a realidade. Agora, vocês devem saber o que é isso, o que vocês são, o que é o seu Espírito e o que vocês podem fazer, quais são os seus poderes, quais são os poderes espirituais. Para isso, Eu lhes pediria para primeiro virem ao programa de continuação, e depois disso, vocês podem se reunir em qualquer um dos centros de meditação que estão mais próximos de vocês e trabalhar isso.

Nós temos que trabalhar para o mundo inteiro. Vocês devem saber que há 85 países que estão seguindo a Sahaja Yoga. E surpreendentemente, em um país de raça negra como Benin, nós temos 20 mil Sahaja Yogis. Eu comecei lá só há três anos. E na Inglaterra, faz mais de 16 anos que tenho trabalhado aqui, e depois disso também, o tempo todo, a cada ano. Mas de algum modo, o crescimento deles é muito maior lá, mas não um crescimento sutil, não dentro de nós mesmos. O crescimento é interior, e vocês desfrutarão, desfrutarão muito mais a realidade. A realidade é bela, absolutamente bela. Que Deus os abençoe. Eles querem cantar uma música que foi escrita no século XII por um santo na Índia e é cantada em todas as vilas, mas ninguém sabe o significado dela.

O significado é este: “Oh Mãe,” “dá-me a união, Jogwa,” “dá-me a união.” “Abandonarei os meus maus hábitos, abandonarei minha raiva, abandonarei…” Vocês não têm de fazer isso. Agora, vocês abandonarão automaticamente. Com a luz que vocês terão, ela própria, automaticamente, vocês abandonarão, automaticamente. Vocês não têm de fazer nada. Mas vocês têm de meditar. Por volta de dez minutos, não é muito. Eles estão tão cheios de alegria que eles querem continuar cantando o tempo todo.