5th Day of Navaratri, Overcome hatred with love

Loutraki, Sportcamp (Greece)


Feedback
Share

Navaratri Puja, Loutraki, Grécia, 21 de outubro de 2001.

Hoje, nós estamos reunidos aqui para fazer o Puja da Devi. Este Puja foi realizado muitas vezes, e os Devas pediram à Devi que os salvasse da tirania das pessoas diabólicas. Hoje, Eu sinto da mesma maneira, que nós estamos nas garras de uma estranha situação: há pessoas que são, elas próprias, demônios, Eu acho, e também há pessoas que são hipnotizadas por elas, que estão tentando fazer algo que elas nunca deveriam ter feito. Mas elas não sabem que existe um ponto culminante para tudo. E esse ponto chegou, no qual todas as pessoas boas, especialmente os Sahaja Yogis, devem colocar toda a sua atenção na destruição dessas horríveis personalidades como Mahishasura. Naqueles dias, era muito simples porque os demônios vinham como demônios e você podia perceber que eles eram demônios e todo o seu comportamento comprovava que eles eram demônios. Por que eles fizeram isso? Por que eles eram cruéis? Porque, os falsos seres humanos, o modo como eles são, eles não são seres humanos, eles são por natureza diabólicos, eles querem fazer algo através do qual eles possam destruir os seres humanos e os seres humanos bons. É evidente que chegou o momento de eles serem destruídos.

De forma alguma, Eu poderia ser contra o Islã e em algum momento criticar Maomé. Ele era Divino, sem dúvida, e tentou fazer o trabalho divino. Mas a partir desse trabalho divino, essas pessoas estúpidas surgiram, que aceitaram aquelas pessoas diabólicas. Vocês ficarão surpresos ao saber que no Islã existem 74 grupos. Eles dizem: “Nós seguimos uma só religião”, mas eles não seguem. A partir disso, alguns deles são realmente pessoas diabólicas, e eles chamam a si mesmos pelo nome de Devbandi, porque esse é um lugar na Índia. E eles também são chamados de wahabis. Eu os tenho conhecido há muito tempo, porque em nossa casa, na casa de Meu pai, nós tivemos muitos muçulmanos trabalhando como cozinheiros, motoristas e outros empregados. E esses wahabis são pessoas muito interessantes, porque eles nem mesmo acreditam em Maomé. Então, se vocês lhes dizem que Maomé disse tal e tal coisa, eles dizem: “Não, nós não acreditamos em Maomé”.

“Então, em quem vocês acreditam?” “Nós acreditamos em Allah!” “Vocês se encontraram com Allah?” ” Vocês O viram e é por isso que vocês acreditam Nele?” Mas, em todo o seu comportamento existia uma crueldade inata, muito cruel e sempre que Meu pai percebia isso, ele pedia que eles fossem embora. Porque eles sempre tinham práticas sinistras através das quais eles costumavam tratar os outros. Eu nunca soube que isso chegaria a este estágio. E a maioria deles era do Afeganistão, vocês podem imaginar, a maioria deles. É claro que eles torturaram outros afegãos também e aonde quer que eles fossem, eles tinham a característica de que eles podiam ser muito cruéis. Não todos os afegãos, não, de forma alguma, mas alguns deles.

E eles vieram do Afeganistão para a Índia e nós temos diferentes tipos de afegãos. Alguns deles eram muito amorosos, gentis, prestativos, pessoas muito boas. E alguns deles eram muito cruéis. Inicialmente, nós não entendemos o que era aquilo. Mas como Meu pai era um estudioso e um grande conhecedor do Islã, ele nos disse: “Estes não são islâmicos.” “Eles chamam a si mesmos de Wahabis e eles não são islâmicos.” Eu posso ver isso hoje, muito claramente. Não que em outras religiões ou em outros grupos não existam pessoas ruins. Mas esses Wahabis estiveram secretamente desenvolvendo diferentes grupos. Eles não são muitos.

E é isto o que Meu pai Me disse: “Um dia, eles se tornarão muito explosivos” “e eles podem tentar arruinar completamente o mundo.” No início, Eu não podia compreender porque, afinal, eles pareciam apenas seres humanos. Mas ele Me disse: “Eles estão completamente camuflados” “e quando eles começarem a mostrar a crueldade deles,” “vocês não saberão o que fazer.” Nós tivemos um invasor no nosso país chamado Mohammed Shah Abdali. Ele era um homem muito, muito cruel, muito cruel. E ele matava até mesmo muçulmanos , porque sua concepção era de que você não deveria venerar Maomé, porque Maomé disse: “Eu não sou Divino”. Eu também costumava dizer o mesmo, para Me resguardar das pessoas estúpidas. Por anos, Eu costumava dizer: “Eu não sou Divina”. Mas quando eles sentiram as Minhas vibrações e tudo mais, eles acreditaram. Mas aqueles que acreditaram em Maomé nunca foram compreendidos por essas pessoas.

Muito, muito cruéis. E como eles não acreditam nem mesmo em Maomé, vocês não podem discutir nenhum assunto com eles, vocês não podem discutir o que está escrito no Alcorão, porque não acreditam no Alcorão, não acreditam em Maomé, acreditam em Allah. Só Deus sabe de onde eles têm conexões. Mas gradualmente, foi surpreendente como eles puderam hipnotizar, assim como nós temos horríveis gurus que chegam como gurus e hipnotizam. Vocês os têm visto, as pessoas sendo hipnotizadas. Muitos deles têm sido desmascarados e muitos serão desmascarados. Mas na maioria das vezes, eles eram pessoas que estavam interessadas em dinheiro, em ganhar muito dinheiro, de alguma forma, em nome da religião. Mas, naquela época, as pessoas não percebiam os seus métodos cruéis e as suas crueldades. Essa crueldade começou a crescer e vocês sabem que nós estivemos em Nizzamuddin Auliya. Apenas naquele lugar, Eu descobri que existe uma madarsa.

“Madarsa” significa uma “escola”. E naquela escola, eles costumavam admitir crianças pequenas. E tudo foi tão bem planejado que Deus não sabe, ou seja, Eu não poderia dizer que existiam 120 madarsas apenas em Delhi. Agora, ninguém sabia o que eles estavam ensinando ali, o que eles estavam hipnotizando, como eles estavam fazendo isso. Assim, isto aconteceu quando Eu fui a este lugar, Nizzamuddin. E lá Eu encontrei pessoas cantando canções e tudo o mais. E Eu percebi neles um verdadeiro sentimento de amor. Eles sentiram o Meu amor, muito, todos eles. E eles começaram a vir para a Sahaja Yoga. Mas Eu não sabia que existia uma madarsa naquele lugar.

Eu lhes perguntei: “Por que aqui as vibrações são assim,” Nizzamuddin era um auliya (santo). “E como é que este lugar não tem boas vibrações?” Naquele momento, Eu recebia vibrações muito ruins. Então eles Me disseram: “Mãe, existe uma madarsa.” Agora, observem o mal, como ele atua. Normalmente, o mal costumava atuar assim, criando alguns grupos, algumas guerras e matando as pessoas. Eles eram umas poucas pessoas, mas eles tinham a crueldade como sua religião. Qualquer que fosse o modo como eles viviam, eles queriam ser cruéis. Naquelas madarsas, eles só tinham pessoas que lhes diziam como ser cruéis, como odiar. Então, o ensino do ódio começou.

E aquele ensino do ódio foi muito bem tramado por essas madarsas, no mundo inteiro. Agora, como vocês sabem, o Paquistão e a Índia estavam sempre brigando. Mas, neste momento, os paquistaneses compreenderam que: “Se nós lutarmos desse jeito com a Índia,” “nós seremos chamados de terroristas.” Então, eles disseram: “Não,” “nós não teremos terrorismo no nosso país.” Mas existem alguns que, de maneira estúpida, este novo sujeito (Presidente Musharraf), enviou cerca de 65 estudiosos, embaixadores ao Afeganistão para estudar nessas madarsas, como tornar-se cruel. Vocês podem imaginar? Para ensinar o ódio. É claro que há muitos muçulmanos que não são assim. Mas se você não respeita Maomé e você é considerado um muçulmano, o que virá de você? Então, todas essas idéias erradas cresceram e o Islã se dividiu em vários grupos.

Está bem, mas ter esse tipo de grupo que é contra toda a humanidade foi o plano mais perigoso. Eu não sei quantos muçulmanos também sabiam disso. Eles espalharam essas madarsas pelo mundo inteiro e as pessoas que vieram dessas instituições se tornaram muito, muito cruéis. A primeira crueldade foi contra as mulheres. As mulheres foram tratadas com tanto desprezo e absolutamente nenhum respeito de qualquer tipo foi dado a elas. Isso, por si mesmo, mostra que não havia ninguém para controlá-los. Isso não está escrito no Alcorão, isso não foi descrito por Maomé. Ele disse: “Deus é misericordioso,” “Ele é o doador da paz.” Tudo o que Maomé fez foi absolutamente divino, sem dúvida. Mas algumas dessas pessoas, a forma como elas aderiram às forças satânicas, as pessoas começaram a compreender mal o Islã.

Islã significa “entregar-se”. Aqueles que são entregues são vocês. “Entregues” significa aqueles que abriram mão de toda a luxúria, da ganância e de todos esses inimigos e estão acima das pessoas normais. Outra coisa, foi muito interessante observar que Maomé tenha dito: “No tempo da ressurreição, suas mãos falarão”. Ele disse isso claramente. Naturalmente, como isso foi escrito em uma linguagem poética, as pessoas podem distorcer isso, se elas quiserem. Mas Maomé nunca, nunca poderia ter dito É muito, muito chocante que, nestes tempos modernos, as pessoas aceitem idéias tão tortuosas. Mas, por essa razão é que as pessoas desenvolveram resistência a eles. Os judeus, eles desenvolveram resistência a eles. Este ódio é o responsável.

E este ódio entre os dois lados, Eu diria agora, é que dois diferentes Isso é muito evidente. Agora, na Sahaja Yoga, vocês acreditam na existência juntos completa, inocente e simples. E aquelas pessoas acreditam que existem grupos de pessoas definitivamente diferentes. Agora, qual é o nosso dever? O que é que nós devemos fazer? Antes de tudo, nós temos de fazer introspecção. Vamos supor que você nasceu como Hindu, você deveria sentar-se e descobrir se você odeia alguém porque ele é um muçulmano. Você não pode odiar. Porque alguém é muçulmano, você não pode odiá-lo. Porque você é um muçulmano, porque você é entregue, então como você pode odiar alguém?

Se você é entregue, você é entregue ao Divino, como você pode, então, ser contra o Divino? Assim, essas idéias e pensamentos errôneos devem ser abandonados. Supondo que você seja um Hindu, então você não tem o direito de odiar alguém. É definitivo. Agora, a palavra “hindu” também se origina do Rio Sindhu, porque Alexandre (o Grande) não conseguia dizer “Sindhu”, então ele disse “hindu”. E nesse ponto, muitas pessoas desenvolveram esse ódio horrível na Índia. Mas a crueldade não era o tema deles. Este era o ponto de salvação: eles não queriam torturar as pessoas. Portanto, essa tendência para torturar ou odiar as pessoas vem de outras fontes. E a fonte, como vocês podem ver claramente, é que eles odeiam abertamente.

Odiar é um atributo muito ruim. Uma das coisas mais perigosas é odiar. E, portanto, vocês todos devem saber Tudo bem. Agora, nós estamos tendo um Para Mim, é muito doloroso pensar que nós, seres humanos, odiamos os outros, quando vocês sabem que o amor é um sentimento tão irresistível e belo. Mas, por que então vocês aderem a esse ódio? Porque as pessoas incutiram isso em vocês, elas lhes disseram mentiras, é por isso que vocês odeiam. Que proeza! Primeiro ser um ser humano e depois ser uma pessoa cheia de ódio. E agora, o que virá a seguir, Eu não sei. No passado, estava certo que a Deusa matasse.

A Deusa matava todas essas pessoas É muito triste que Deus tenha criado os seres humanos da ameba até este estágio, e como nós podemos odiar alguém? E isso foi o que aconteceu. Agora, é claro que a Sahaja é diferente. Os Sahaja Yogis sabem como regozijar o Amor. Eles gostam dele. Eles se regozijam com ele. Vocês podem ver isso. E se de alguma maneira, vocês puderem remover esse ódio, de alguma forma, com a sua própria força de vontade, negando e desafiando tudo o que tem sido dito aos seres humanos, Eu tenho certeza É um trabalho muito difícil, no qual essas pessoas que vieram a esta Terra passaram por todos os tipos de educação, quiseram melhorar as condições, os relacionamentos e amizades e tenham caído nas profundezas do ódio. Meu coração simplesmente chora. Em que tempo Eu vim a esta Terra, no qual Eu tenho que ver seres humanos odiando uns aos outros.

Eles falam de amor e odeiam. Isso é uma coisa muito séria, que vocês que são as crianças eles acabarão desse modo Eu quero dizer, Eu tenho experiências que se Eu lhes contar, vocês ficarão chocados. Como as pessoas têm caído nas profundezas da natureza do mal. Este é um entendimento que temos, para compreendermos a nós mesmos: Nós odiamos alguém? Nós temos idéias que não deveríamos ter ou fazemos coisas Vocês têm essas coisas em você? Simplesmente descubram. Vocês odeiam outras pessoas? As idéias estão deterioradas, absolutamente, pela mente humana. As idéias que são inteiramente como as do instinto animal não são de forma alguma boas para os seres humanos. Mas isso é o que está acontecendo e está avançando.

Se você é pobre, tudo bem, mas odiando você não se tornará rico, não. Se você está em dificuldades, então o seu dever é remover essas dificuldades, mas não prosperar a partir delas. Tudo isso tem de acabar. É muito surpreendente que nós não estejamos nem um pouco incomodados de forma alguma pelo que nós estamos fazendo. Sim, vocês devem ter o senso adequado de entendimento. “Para onde nós estamos indo?” Se vocês têm um mal-entendido a respeito de alguém, é melhor removê-lo completamente. Eles tentam importuná-lo, tudo bem. Mas não compreenda mal aquela pessoa. É muito surpreendente que nós nunca vejamos essas coisas, o quanto elas são feias e o quanto elas são estranhas, e como elas arruínam a nossa personalidade.

Vocês podem ser capazes de corrigir algumas pessoas. Todas as nossas atividades como Sahaja Yogis, Eu nunca percebi o quanto elas eram importantes. Nós temos de dispensar a elas muito tempo. Não se importar com coisas sem sentido, frívolas, mas sim com algo sério que está dentro ou fora de nós, que precisa ser extraído. Se Eu lhe perguntar: “Quantas pessoas você odeia?” Você pode dizer: “20 pessoas” e Vejam, toda a atmosfera em tudo isso, Me enche com tal remorso que Eu simplesmente não sei o que nós, Sahaja Yogis, vamos fazer. Quais são os planos deles? Por favor, olhe para dentro de si mesmo e pense: qual é o trabalho construtivo que estamos fazendo e qual o trabalho destrutivo que nós temos feito. Vocês precisam de um grande choque para entender isso. Eu gosto da maneira como nós temos programas e Pujas e tudo mais.

mas se vocês perguntarem ao Meu Ser Interior, Eu sei que Ele está muito, muito infeliz e muito doente. Neste momento, o que vocês têm de fazer como Sahaja Yogis, Como Sahaja Yogis, no mínimo do mínimo, é colocar a sua completa atenção nisso. E então, vocês têm de dizer a todas as pessoas Vejam, o problema com a Sahaja Yoga é que vocês todos começam a regozijar a si próprios e depois vocês não veem o que está acontecendo ao seu redor. Agora, Eu tenho que lhes dizer que Eu estou agora no meio da guerra entre o mito Essa é uma área, é um Eu não sei o que devo dizer, isso está dentro de nós ainda espreitando algum tipo de fraqueza? E nós não tentamos lutar contra as nossas fraquezas Eu pediria agora a todos vocês que meditem sobre si mesmos e vejam por si mesmos o que está errado Este é um grande choque e para reduzir esse choque, o que os Sahaja Yogis podem fazer? O que eles podem trabalhar para destruir esses caminhos horríveis da vida humana? É possível com o Poder do Amor. Vocês conseguem fazer isso. Mas nós temos de desenvolver esse poder em nossos corações. Pensem nisso.

É uma grande lição, agora, para todos nós, que vejamos por nós mesmos: “Nós estamos bem?” “Ou continuamos a odiar os outros?” Qual é a função da nossa mente, é odiar ou amar? E este Amor, se ele o ilumina, você ficará maravilhado, você será uma grande força para Mim. Eu não posso lutar contra tudo isso sozinha. Eu tenho de ter pessoas que realmente desenvolvam o seu amor e nada mais. Esse é agora um dos desafios para todos nós, para todos os Sahaja Yogis no mundo inteiro. Não é só a luta entre os que acreditam e os que não acreditam, não é somente a luta entre Sahaja Yogis e não-Sahaja Yogis, mas essa é uma luta na qual todos nós somos Um e nós iremos lutar até o fim. A cada estágio, nós temos de ser muito mais sutis. É muito, muito essencial ver a situação hoje: “Somos também parte e parcela” “daquela coisa demoníaca que está agindo?”

“Ou nós estamos livres disso e preparados para lutar contra isso?” Essa é uma grande luta e Eu espero que seja conclusiva. Depois disso, não haverá mais crueldades contra os seres humanos, mais nenhuma luta, porque essa é uma luta entre os rakshasas e nós mesmos. Não é comum. E isso tem de ser explicado, também para aqueles que apóiam as forças demoníacas. A única coisa é que vocês podem dizer: “Mãe, como vamos saber quem está contra e quem não está?” Vocês têm muito conhecimento, vocês são Sahaja Yogis, vocês sabem quem está no lado errado. Eu sei que os Sahaja Yogis podem salvar e podem trazê-los para o caminho correto do conhecimento e do amor. Mas tenham muito cuidado com a propaganda do mal que está acontecendo. Eu quero tocar a parte mais profunda do seu coração, que deve reconciliar Eu tenho certeza que todos vocês compreenderão a magnitude do perigo que os aguarda.

Pode ser que não sobre nenhum ser humano, pode ser que não sobre nenhuma criança. Porque se esse tipo de coisa está agindo, é muito difícil, muito difícil Toda a Minha existência estremece, fica abalada. Todos vocês devem ver em todos os cantos da vida: “Onde esta conversa está ocorrendo?” “Onde há pessoas falando de crueldade?” “O que está acontecendo?” Seja o que for que Eu pense Não é um, não são dois, somos todos nós A batalha que Eu estou lutando é muito séria, sem dúvida. Mas se todos vocês puderem lutar coletivamente, o quanto nós poderemos conseguir. Todos os Meus esforços, entendimentos, poderes, tudo está agora em suas mãos, e é para isso que vocês devem estar preparados. Não apenas lendo alguma coisa ou falando sobre isso, vocês devem construir e desenvolver dentro de vocês o seu poder do amor. Eu estou certa que, com a abertura do Sahasrara, vocês o farão.

Mas tentem ler alguma coisa, entender alguma coisa, com o Poder do Amor. Esse é um assunto muito profundo e quando vocês falam sobre isso, Eu estou metade dentro e metade fora. Mas Eu tenho que lhes dizer que todos vocês desenvolvam isso, e apenas isso formará uma oposição muito forte a esses malfeitores, como eles são chamados. Minhas bênçãos completas estão com vocês, e Eu quero que todos vocês desenvolvam isso individualmente. Quantas pessoas vocês amam, quantas pessoas Isso vocês têm de descobrir. Eu espero que vocês tenham compreendido o que Eu quero que vocês façam. Uma nova geração está chegando. Todos vocês, todos vocês estão no Meu Coração e Eu os amo muito e Eu quero que vocês venham como soldados lutar ao Meu lado. Também Me disseram que há algumas pessoas que estão formando grupos, uma atitude extremamente negativa. Neste momento, o que necessitamos é de completa solidariedade.

Assim, todas essas pessoas que vocês virem, digam para elas se comportarem. Não adianta transformá-los em Sahaja Yogis. Eu estou certa, isso é realmente um desejo Meu, de coração, que vocês se tornem soldados do amor e da paz. Porque é por isso que vocês estão aqui, vocês nasceram aqui para isso. Então, regozijem consigo mesmos.